Arquivos mensais: dezembro 2011

CÂMERAS: SECRETÁRIO DA SAÚDE NÃO TINHA MESMO COMO SABER. PEDIDO FOI FEITO PELA EDUCAÇÃO

A nova chefe de gabinete da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Jales, Mila Gonçalves, mandou esclarecimento sobre o caso das câmeras, que foi levantado pelo vereador Rivelino Rodrigues em sessão da Câmara. Segundo Rivelino, a Prefeitura contratou empresa para instalar câmeras e monitorar as unidades de Saúde do município. Em resposta escrita, o secretário da Saúde, Donisetti Santos Oliveira disse que nada sabia sobre o assunto. E não sabia mesmo!

Na verdade, segundo a nova assessora do prefeito, as câmeras foram adquiridas para instalação nas creches vinculadas à Secretaria Municipal de Educação. Nesse caso, retiro – a contragosto, confesso – as críticas que fiz ao prefeito, pois trata-se de uma medida salutar, que visa, provavelmente, resguardar o patrimônio das creches e, o que é melhor, proteger as nossas crianças.

No entanto, a Prefeitura contribuiu para a confusão, na medida em que não respondeu corretamente às perguntas do vereador Rivelino. Pelo que pude notar, ao vereador pouco interessa se as câmeras foram instaladas na Saúde ou na Educação. O que ele quer saber, de verdade, é o nome da empresa ganhadora, o valor do contrato e, principalmente, por quais motivos as empresas de Jales não foram “avisadas” da licitação.

Sobre isso, a chefe de gabinete da Comunicação explica que a licitação foi feita na modalidade Pregão, o que pressupõe a divulgação no Diário Oficial do Estado e no jornal que publica os atos oficiais do município, a Folha Regional. Mas o vereador tem razão: não custava nada ter avisado as empresas de Jales, uma vez que pouquíssima gente acompanha as publicações oficiais. 

GARÇA FAZ ÚLTIMA INAUGURAÇÃO COMO PROVEDOR

Daqui a pouquinho, às nove horas, a Santa Casa de Jales inaugura a sua nova Central de Esterilização. Será, seguramente, a última inauguração do provedor José Devanir Rodrigues, o Garça, uma vez que, na próxima segunda-feira ele entrega o bastão ao seu sucessor, José Pedro Venturini. Garça está há seis anos na provedoria da Santa Casa, período em que o nosso hospital passou por profundas transformações.

A Central de Esterilização, que está sendo inaugurada hoje, foi concluída em outubro de 2011 e já está em funcionamento desde novembro. Ela foi construída em uma área de 170m², onde funcionava a antiga UTI-Geral, com investimentos de R$ 150 mil repassados pelo governo federal. 

IVETE SANGALO – “ATRÁS DA PORTA”

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

Eu não vi o especial de Natal da Rede Globo, mas, no domingo, um amigo – o Mariano, de Dolcinópolis – me ligou lá na Rádio Regional e falou sobre a belíssima interpretação da Ivete Sangalo, que emocionou Caetano, Gil e a platéia lotada de celebridades.

“Atrás da Porta”, de 1972, foi a primeira música da parceria Chico Buarque-Francis Hime, que durou até 1984. Ela nasceu durante uma reunião de amigos, em Petrópolis, e foi, seguramente, a única música que o Chico compôs a letra – ou uma parte dela – na frente de outras pessoas. Francis começou a cantarolar a música ao piano e Chico fez, ali mesmo, a primeira parte da letra.

A segunda parte só foi feita muitos meses depois, graças à Elis Regina. Ela gravou a parte da música que estava pronta e o Francis, então morando nos Estados Unidos, mandou a fita pro Chico prá que ele terminasse a letra. Foi assim, na base da pressão, que o Chico  concluiu uma de suas obras-primas.

“Atrás da Porta” já foi gravada pelas maiores cantoras do Brasil – Bethânia, Nana Caymmi, Gal Costa, entre outras. A interpretação da Ivete foi, realmente, das mais bonitas, mas a versão definitiva, que não vai ser superada por ninguém, nem daqui a mil anos, é a da Elis Regina, que eu postei aqui no blog, em fevereiro. Se você tiver mais um tempinho, dê uma olhada aqui.

JUSTIÇA ELEITORAL CANCELA FILIAÇÃO DE MAURINHO ENFERMEIRO AO PT

Já está confirmado! Apesar de o pessoal do Cartório Eleitoral não ter divulgado os casos de dupla filiação que tiveram seus recursos julgados improcedentes, já é possível verificar na internet, que o ex-vereador Mauro Hélio Lopes, o Maurinho Enfermeiro, teve seu registro de filiação ao PT cancelado pela Justiça Eleitoral.

Da mesma forma, a antiga filiação de Maurinho ao PSDB também foi cancelada. Depois que receber a notificação da Justiça Eleitoral – o que deverá acontecer somente depois do dia 09/01/12 – o ex-vereador tucano terá cinco dias para apelar ao TRE, mas há quem diga que suas alegações são muito frágeis. Abaixo, o registro do cancelamento da filiação de Maurinho ao PT. 

Detalhe do Registro de Filiação – Inscrição: 159406130175; Nome: MAURO HELIO LOPES; Partido: PT – PARTIDO DOS TRABALHADORES; UF: SP; Município: JALES; Zona: 152; Seção: 0041; Data de Filiação: 29/09/2011; Data de Cancelamento: 16/12/2011; Motivo do Cancelamento: Judicial; Tipo do Registro: Oficial; Situação: Cancelado.

MORADOR RECLAMA DA FALTA DE ASFALTO EM TRECHO DA RUA QUINZE

Se, de um lado, o prefeito se preocupa em levar alfalto onde ainda não mora ninguém, como é o caso do conjunto ‘Nova Jales’, de outro, pequenos trechos da cidade, bem mais povoados, continuam sem a pavimentação asfáltica.

Há algum tempo, um comentarista do blog escreveu sobre o caso do trecho final da Rua Quinze, entre a Rua Vicente Leporace e o prolongamento da Avenida Integração, bem próximo à oficina de um amigo do prefeito, o “Carroça”.

Como mostra a foto acima, o trecho – que não representa nem 10% dos 4.300m² pavimentados lá pros lados do ‘Nova Jales’ – continua sem asfalto, apesar de ligar duas importantes vias e não obstante os pedidos dos moradores.      

PREFEITO LEVA ASFALTO ATÉ CONJUNTO ‘NOVA JALES’

Li não sei onde, que a Prefeitura de Jales teria “recapeado” – com recursos próprios – coisa de 4.300m² do prolongamento da  avenida  “Lourival de Souza”, facilitando o acesso ao novo conjunto habitacional, o ‘Nova Jales’, que fica um pouquinho prá frente do Jardim Alvorada. O conjunto ‘Nova Jales’, vocês sabem, está sendo feito por uma empresa privada, a Construtora Aradam, com recursos do programa Minha Casa Minha Vida.

Posso estar enganado, mas creio que não se trata de recape, como foi divulgado. Trata-se de pavimentação mesmo, já que a estrada era de terra. De qualquer maneira, foi uma medida interessante do prefeito, que, provavelmente, vai valorizar um pouco mais o empreendimento da  Construtora Aradam e ajudar a vender mais rapidamente as 368 casas que estão sendo construídas pela empresa.

  

SECRETÁRIO DE SAÚDE DIZ QUE NÃO PEDIU CÂMERAS EM POSTOS

A administração Parini é mesmo cheia de curiosidades! O vereador Rivelino Rodrigues(PMDB), que é aliado do prefeito, diz ter recebido reclamações de empresários locais que teriam sido excluídos de uma licitação visando a instalação de câmeras de monitoramento em  unidades de Saúde do município. A licitação teria sido vencida por uma empresa do Paraná.

Por conta das reclamações, o vereador encaminhou um requerimento à administração municipal, solicitando algumas informações. Entre outras coisas, ele perguntou quais foram as empresas convidadas; quem foi a empresa vencedora; quanto é o valor do contrato e quando o serviço começará a ser prestado.

Sabem qual foi a resposta do secretário municipal de Saúde, Donisetti Santos de Oliveira? Ei-la: “temos a informar que esta Secretaria não solicitou abertura de processo licitatório para instalação de câmeras de monitoramento nas unidades de saúde do município”. Simples assim.

O vereador ficou sem as respostas que queria, mas, em compensação,  ficamos sabendo que a decisão de implantar o Big Brother da Saúde foi mais uma idéia brilhante do gênio que ocupa a cadeira de prefeito. Enquanto outras cidades instalam câmeras para melhorar a segurança dos seus cidadãos, nosso prefeito instala câmeras para fiscalizar funcionários.

GOVERNO ESTABELECE OITO FERIADOS NACIONAIS EM 2012. JALES TEM QUATRO FERIADOS MUNICIPAIS

O Diário Oficial da União de ontem, segunda-feira (26), publica uma portaria do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão que divulga os dias de feriado nacional em 2012 e estabelece datas de ponto facultativo para os órgãos públicos federais.

Segundo o texto da portaria nº 595, de 22 de dezembro de 2011, as datas consideradas feriados nacionais são: 1º de janeiro – Confraternização Universal (domingo), 21 de abril – Tiradentes (sábado), 1º de maio – Dia Mundial do Trabalho (terça-feira), 7 de setembro – Independência do Brasil (sexta-feira), 12 de outubro – Nossa Senhora Aparecida (sexta-feira), 2 de novembro – Finados (sexta-feira), 15 de novembro – Proclamação da República (quinta-feira) e 25 de dezembro – Natal (terça-feira).

Outro feriado divulgado é de 28 de outubro (domingo), em que funcionários públicos comemoram o Dia do Servidor Público, conforme a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Dentre os pontos facultativos estão: 20 e 21 de fevereiro – Carnaval (segunda e terça-feira), 22 de fevereiro (quarta-feira de Cinzas, sendo ponto facultativo até as 14h), 6 de abril – Paixão de Cristo (sexta-feira), 7 de junho – Corpus Christi (quinta-feira), 24 de dezembro – véspera do Natal (segunda-feira) e 31 de dezembro – véspera de Ano Novo (segunda-feira).

Em Jales, de acordo com a Lei Municipal 1122, de 13 de junho de 1979, os quatro feriados municipais de 2012 são os seguintes: 15 de abril – fundação da cidade (domingo); 07 de junho – Corpus Christi (quinta-feira); 15 de agosto – dia da Assunção de Nossa Senhora (quarta-feira) e 06 de abril – Sexta-Feira da Paixão (sexta-feira, coincidentemente).

E, se você acha que é pouco, teremos ainda aquele feriado estadual de 09 de julho, uma segunda-feira.

PREFEITURA DERRUBA ÁRVORES NO ‘MARIA SILVEIRA’

Hoje, enquanto fazia umas comprinhas no Sakashita da Rua Oito, fui interpelado por um amigo, morador do Jardim Maria Silveira, que se mostrava inconformado com o fato de a Prefeitura ter – segundo ele – cortado algumas árvores situadas na chamada “área verde” do bairro.

Na verdade, a Prefeitura deve estar preparando o terreno para a construção da nova creche “Antonio Di Bernardo Peres”. Como este aprendiz de blogueiro já noticiou por aqui, nosso premiado estadista – sem consultar ninguém – pretendia construir a nova creche no terreno que serve de estacionamento ao Velório Municipal, mas o local – muito próximo ao cemitério – não foi aprovado pelo Ministério da Educação.

A sábia decisão do Ministério da Educação obrigou o prefeito a sair à procura de outro terreno e, aparentemente, o primeiro que ele achou foi aquele ali, situado no Jardim Maria Silveira, bem na divisa com o Jardim Morumbi e o Bairro Bom Jesus.

Não duvido que o terreno tenha sido reservado como “área verde”, pelo loteador. Acho difícil, no entanto, que a Procuradoria Jurídica do município – um dos setores mais competentes da administração – tenha concordado com a escolha daquele local para instalação da nova creche, se ele realmente estivesse destinado à preservação ambiental. De todo modo, está registrada a queixa.

  

VEREADOR DE VILA VELHA QUER PROIBIR QUE NOIVAS SE CASEM SEM CALCINHA

Vocês se lembram daquele padre alagoano, Jonas Mourinho, que se negou a realizar um casamento ao perceber que a noiva estava sem calcinha e, ainda por cima, mais depilada que a Bárbara Evans? Pois é, parece que ele não está sozinho. Vejam a notícia publicada pela Folha de Vitória:

O vereador Ozias Zizi (PRB), autor de projetos polêmicos, lançou mais um que já está dando o que falar. O parlamentar protocolou projeto que proíbe que mulheres sem calcinhas se casem em cerimônias religiosas nas igrejas do município de Vila Velha.

A iniciativa foi tomada depois que a mania ganhou a Internet como simpatia para prolongar a duração do matrimônio. O parlamentar considera um desrespeito aos princípios religiosos. Os decotes das noivas também serão proibidos e só vão poder atingir até o meio das costas.

O vereador justifica que, como agente público, precisa intervir para evitar que esses modismos tomem conta das cerimônias realizadas em igrejas católicas e evangélicas do município. “O casamento não se apega a usar ou não a peça íntima. Mas a igreja, independente do credo religioso, é um local sagrado. Se a pessoa acha que ela pode se casar de qualquer jeito, que o faça em uma praia ou num retiro”, justificou.

Nas ruas é difícil achar alguém que queira casar sem calcinha. O membro da ONG Transparência Capixaba Edmar Camata critica a proposta e lembra quais são os deveres dos parlamentares.

“O vereador tem constitucionalmente papéis básicos que são legislar e fiscalizar o poder Executivo. Obviamente pegar questões que não afetam o dia a dia da sociedade na nossa opinião passa bem longe da tarefa do vereador”, disse.

Para o pastor Enoque de Castro, o projeto do vereador de Vila Velha é “ridículo” e essa fiscalização não deve ser feita pela igreja. Ele não vê problemas nas noivas casarem sem a peça. “Tem pessoas que fazem opção de não usar roupa íntima. Isso não tem nada a ver. É um absurdo ter que fiscalizar uma coisa dessas, saber ou não se alguém está com a roupa íntima”.

A notícia não esclarece a quem caberá, caso a lei seja aprovada, a desgastante tarefa de verificar se as noivas, na hora do sim, estão usando a indispensável peça íntima.

1 2 3 4 5 17