Arquivos mensais: Fevereiro 2012

DESTAQUES DOS JORNAIS

Estas foram as manchetes dos jornais locais, neste final de semana:

Folha Noroeste: “Devanir Ribeiro(PT) entrega maquinários agrícolas à prefeitura de Santa Fé do Sul”

Folha Regional: “Casal de Paranapuã e empresário fernandopolense morrem em acidentes na Euclides da Cunha”

Jornal de Jales: “Jales tem diferenças térmicas de até 6 graus, revela tese de doutorado”

A Tribuna: “Os perigos da campanha eleitoral antecipada”

Na Folha Noroeste, o principal destaque foi a visita que o deputado federal Devanir Ribeiro(PT) fez a Santa Fé do Sul para a entrega de maquinários adquiridos com recursos oriundos de uma emenda de sua autoria. Outras manchetes: “Corpo clínico da Santa Casa recebe mais dois médicos“; “Carnaval de Urânia atrai milhares de foliões“. Na coluna Folhageral, o editor Roberto Carvalho informa que o juiz da 3ª Vara, José Pedro Geraldo Nóbrega Curitiba, é o novo diretor do Fórum de Jales, para o biênio 2012/2013.

Na Folha Regional, destaque para mais dois acidentes ocorridos na Euclides da Cunha, no feriadão de carnaval, que resultaram na morte de três pessoas. Outras manchetes: “Administração de Turmalina entrega 20 unidades habitacionais“; “Unidade do Banco do Povo é inaugurada em Santa Salete“; “Ruas e avenidas de Jales recebem mais R$ 650 mil em recapeamento asfáltico“. Na disputada coluna Ella, destaque para a linda professora de dança e aluna do curso de Fisioterapia da Unifev, Ayla Maria Limeira de Souza

No Jornal de Jales a principal notícia é a constatação de que Jales tem diferenças térmicas entre o ponto mais frio e o mais quente de até 6 graus. O centro da cidade é um dos setores mais quentes. Outras manchetes: “Bispo começa Campanha da Fraternidade pelo Hospital de Câncer“; “Até no sambódromo do Rio, Michel Teló, primeira atração da Facip, ofusca celebridades“. Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior comenta pesquisa eleitoral realizada em Jales, por encomenda do diretório estadual do PMDB.

O jornal A Tribuna destacou os indícios de propaganda eleitoral antecipada em Jales e os perigos que os supostos infratores da lei estariam correndo com a “esperteza”. Outras manchetes: “Administração propõe doação de terreno para Cáritas Diocesana“; “Campeão da Facip se classifica para a Copa Brahma Barretos“. Na coluna Enfoque, a informação de que alguns vereadores de Jales estão propondo a criação da chamada ‘Ficha Limpa Municipal’, que vai vedar a nomeação de ‘fichas-sujas’ em cargos de confiança da Prefeitura e da Câmara. 

POLÍCIA FEDERAL QUER AGENTES MAIS ‘SARADOS’

Se você está pensando em prestar o concurso da Polícia Federal, melhor já ir tentando apurar a forma física. Veja a notícia publicada pelo Poder on Line, do portal iG:

A Polícia Federal lança nos próximos dias edital para a contratação de 600 novos policiais: 500 agentes e 100 papiloscopistas.

Desta vez, a corporação pretende dificultar a vida dos aspirantes a policiais que estejam fora de forma. A PF promete pegar pesado nos testes físicos, que já eram temidos por causa do rigor.

No último concurso, os aprovados tiveram que correr 2.400 metros em 12 minutos e nadar 50 metros em 41 segundos. No próximo a tarefa ficará bem mais difícil.

As contratações fazem parte de um plano nacional de fortalecer o policiamento nas fronteiras do país antes dos jogos da Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016. No segundo semestre, outros 600 novos policiais se juntarão a corporação. Como na segunda etapa serão chamados delegados, escrivães e peritos, os testes físicos não serão tão rigorosos.

MAGISTRATURA NÃO É MAIS O CLUBE DO BOLINHA

Aqui em Jales, se eu não estiver enganado, temos duas juízas. Mas isso não é um privilégio nosso: a “invasão” das mulheres no Judiciário está acontecendo em todo o país. A ministra do STF, Cármem Lúcia, da foto acima, foi a primeira mulher a usar calças compridas durante uma sessão da suprema Corte. A notícia está no portal da Veja on Line:

O julgamento de Lindemberg Alves, condenado pelo assassinato de Eloá Pimentel, foi caracterizado por episódios singulares, como a atuação espalhafatosa da advogada de defesa, Ana Lúcia Assad. Um dos mais marcantes foi a presença de três mulheres no elenco de protagonistas do espetáculo: a promotora Daniela Hashimoto, a juíza Milena Dias e, naturalmente, a própria Ana Lúcia. Tal cena, rigorosamente inviável há poucas décadas, é cada vez mais comum.

Embora ainda minoritária, a participação feminina cresce em todas as áreas do direito. Segundo a cientista política da Universidade de São Paulo (USP) Maria Tereza Sadek, pesquisadora senior do Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas Judiciais, até o fim dos anos 1960, 2,3% dos magistrados eram mulheres – número que subiu para 11% no começo da década de 1990. Hoje, o percentual resvala em 30%.

É justamente entre os magistrados que a minoria feminina é mais perceptível. Apesar de a primeira juíza brasileira, Thereza Grisólia Tang, ter estreado nos tribunais de Santa Catarina em 1954 (veja lista abaixo), esse terreno ainda é árido para as mulheres.

Ellen Gracie, a primeira ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), revela que quando se formou pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1970, não podia nem se inscrever em concursos para a magistratura. “Não era uma recusa formal”, conta a ministra, que se aposentou em agosto de 2011. “Preenchíamos os formulários e eles simplesmente eram descartados, sem maiores explicações”.

A notícia completa, da Veja on Line, pode ser vista aqui.

RECURSOS DESTINADOS POR CARLÃO PIGNATARI BENEFICIAM CCI DE GUARANI D’OESTE

A assessoria de imprensa do deputado Carlão Pignatari anda fazendo hora extra. O e-mail com a notícia abaixo chegou às 23:36, ainda no horário de verão. E reparem que a moça de blusa salmon, na foto acima, parece estar se preparando prá levantar vôo. Mas, vamos à notícia enviada pela Adriana:

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) participou da entrega de diversos equipamentos no CCI (Centro de Convivência do Idoso) de Guarani d‘Oeste , conquistados através de recursos por ele destinados, na manhã desta sexta-feira (dia 24/02), juntamente com o prefeito da cidade, Odair Vazarin, e a presidente do Fundo Social de Solidariedade e primeira-dama Morisa Helena. Também marcaram presença o vice-prefeito Valdir Floriano, o presidente da Câmara Municipal Gumercino Guimarães, vereadores, entre outras autoridades.

Ao discursar, o presidente da Câmara, Gumercino Guimarães destacou a atuação do deputado Carlão Pignatari, que foi o responsável pela conquista dos recursos para a aquisição dos equipamentos para o CCI. “O deputado Carlão, além de amigo, é uma pessoa simples e sempre se dispõe a nos ajudar. Sem dúvidas, faremos uma grande parceria. São esses deputados que precisam ser lembrados, pelos benefícios que trazem para nossa população”, disse.

Carlão disse que “os votos são muito importantes em uma eleição, porém, mesmo que tenham sido poucos em uma cidade ou outra, não significa que não vou trabalhar e cuidar da minha região. Quando se tem um governo sério, a cidade melhora, pois tem o comprometimento de pessoas honestas”.

O deputado acrescentou que “político não tem que ficar prometendo, mas sim comparecer às cidades para entregar e inaugurar obras, resultado de seu trabalho”.

Os equipamentos do CCI foram adquiridos com R$ 50 mil, recebidos da Secretaria estadual de Desenvolvimento Social. O convênio foi assinado pelo secretário Rodrigo Garcia, em dezembro do ano passado.

AERONÁUTICA VAI ANALISAR OBJETO QUE CAIU DO CÉU NO MARANHÃO

A Aeronáutica vai analisar o objeto que caiu do céu na última quarta-feira (23) em Anapurus, no Maranhão. Na noite de sexta-feira (24), a esfera, que estava na sede da Polícia Militar do município, foi levada para um Centro de Lançamento de Alcântara.

Segundo a Aeronáutica, especialistas vão analisar o objeto no intuito de descobrir o que ele é e de onde veio. Há a hipótese de que seja o tanque de um foguete utilizado para lançar satélites ao espaço. De acordo com a Aeronáutica, se necessário, testes mais completos também podem ser feitos no Departamento de Ciência e Tecnologia da Aeronáutica, em São José dos Campos (SP).

A esfera metálica, que é oca e tem aproximadamente 30 kg, gerou alvoroço na cidade, após ter sido encontrada por um morador que diz que a peça deixou um buraco de cerca de 1 metro em seu quintal. Assustados, os moradores da cidade pensaram que poderia ser uma invasão alienígena ou o fim do mundo. O mistério sobre o que seria o objeto tem ganhado repercussão, principalmente na internet.

Internautas levantam várias hipóteses para o mistério: seria a bola um babaçu gigante, comum no estado? Uma bola que caiu da árvore de Papai Noel? A barriga da falsa grávida do interior paulista ou um ovo de coruja? Seria a bola do pênalti batido por Elano na Copa América? Alguns reclamaram ainda que o objeto errou o alvo e deveria ter caído em Brasília.

A charge acima é do Samuca, publicada originalmente no Diário de Pernambuco.

DEVANIR RIBEIRO(PT) ENTREGA MAQUINÁRIOS EM FERNANDÓPOLIS E EM SANTA FÉ DO SUL

 

 

 

 

 

Devanir Ribeiro, em Fernandópolis(sexta-feira).     E em Santa Fé do Sul, no sábado.

O jornal Folha Noroeste, deste sábado, deu em manchete que o deputado federal Devanir Ribeiro, do PT, esteve em Santa Fé do Sul, no sábado passado, para a entrega de maquinários adquiridos pela Prefeitura daquela cidade, com recursos oriundos de uma emenda parlamentar feita por ele.

A Folha Noroeste não noticiou, mas, na sexta-feira, Devanir já havia  passado por Fernandópolis, como convidado especial do prefeito Villar, para entrega de uma esteira hidráulica que deverá ser utilizada no setor rural do município. De quebra, Villar anunciou que o deputado havia destinado mais R$ 783 mil para aquisição de outros maquinários, também  para o setor agrícola.

É provável que Devanir Ribeiro tenha feito o percurso Fernandópolis-Santa Fé do Sul de avião, para não correr o risco de, por algum engano, entrar em Jales. Depois das eleições de 2010, Devanir nunca mais botou suas famosas sandálias aqui em Jales. E, sejamos justos, ele está coberto de razão ao não aparecer mais por aqui.

Mesmo antes conhecer nossa cidade, Devanir – que é amigo pessoal do ex-presidente Lula – abriu as portas de seu gabinete, em 2005, para o prefeito Parini e foi o principal defensor das causas de Jales junto ao governo federal, até 2010. Porém (ai, porém), nas eleições daquele ano, Parini resolveu esquecer tudo que Devanir havia feito por ele e, sabe-se lá por quais motivos, trocou o deputado petista pelo mensaleiro Valdemar da Costa Neto(PR).

É certo que o apoio de Parini não renderia muita coisa a mais do que os míseros 131 votos que Devanir teve em Jales, em 2010. Ao contrário,  talvez até fizesse cair a votação do deputado. Entretanto, o problema nem são os números, mas a atitude desleal do nosso prefeito. Por isso mesmo,  perfeitamente compreensível a reação do deputado, que se afastou de Jales.

Ah!, ia me esquecendo de dizer: o prefeito de Fernandópolis, Luiz Villar, é filiado ao DEM, enquanto o de Santa Fé do Sul, Toninho Favaleça, é do PSDB.     

A TRIBUNA: GASTOS DE PARINI COM PUBLICIDADE QUASE TRIPLICAM EM 2011

Matéria do jornal A Tribuna, deste final de semana, revela que os gastos da Prefeitura de Jales com publicidade, em 2011, bateram em R$ 165 mil. Tal valor representa quase três vezes o valor gasto em 2010. Além disso, A Tribuna trará informações sobre a Facip 2012, bem como a respeito de mais um caso de leishmaniose em Jales.

E tem, também, uma matéria escrita por este aprendiz de blogueiro sobre os perigos da campanha eleitoral antecipada. Aqui em Jales, já temos muitos veículos desfilando com adesivos de prováveis candidatos, mas, por enquanto, nenhuma providência foi tomada para coibir a suposta propaganda antecipada.

Um outro assunto desta edição de A Tribuna é o projeto de lei que prevê a doação de um terreno, na Rua das Palmeiras, para a Cáritas Diocesana de Jales. No local, a Cáritas pretende desenvolver um projeto de atendimento a jovens dependentes de drogas. Tudo isso e muito mais na edição de A Tribuna, desse domingo.  

BALANÇO REVELADOR

A Prefeitura de Jales pagou, em 2009, cerca de R$ 3,6 milhões à Associação dos Deficientes Físicos da Região de Jales – Aderj, por conta dos diversos termos de parceria mantidos entre o município e a entidade. Em 2010, esse valor subiu para R$ 3,9 milhões, ou seja, R$ 300 mil a mais.

Já em 2011, o valor pago à Aderj subiu para R$ 5 milhões, ou R$ 1,1 milhão a mais que no ano anterior. Estes, pelo menos, são os números que constam do site do Tribunal de Contas, com base em dados oficiais que são remetidos pela Prefeitura. Seguramente que parte do valor pago a mais, em 2011, se refere aos “acertos” com os funcionários demitidos, já que os termos de parceria foram encerrados.

Os dados reveladores, no entanto, estão no balanço divulgado pela Aderj, neste final de semana, no jornal Folha Regional. De acordo com  o  balanço, apesar do R$ 1,1 milhão a mais, pago em 2011, a Prefeitura ainda terminou o ano devendo mais R$ 800 mil, referentes a faturas de outubro, novembro e dezembro. Tais valores, ainda segundo o que consta do balanço, seriam pagos agora em 2012.

Curiosamente, em setembro do ano passado suspeitava-se que a Prefeitura devia mais de R$ 1 milhão à Aderj, mas o czar das finanças, Rubens Chaparim, respondendo ao um questionamento da Câmara, afiançou que a dívida era de apenas R$ 267 mil. Desconfia-se, agora, que a resposta pode não ter sido tão verdadeira assim.   

EMPREGO FORMAL CRESCE NO ESTADO DE SÃO PAULO. E EM JALES?

O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou, na quinta-feira, os números do emprego formal relativos a janeiro. Em todo o Brasil, foram criados 118.895 novos empregos com carteira assinada, o quarto melhor resultado para o mês de janeiro, desde que o Ministério começou a medir o comportamento do emprego no país.

Entre as grandes regiões brasileiras, a região sudeste foi a que apresentou o melhor resultado e, dentro da região sudeste, o estado de São Paulo foi o principal destaque – em termos percentuais – na geração de emprego.

Em nossa região, todas as principais cidades localizadas no eixo da rodovia Euclides da Cunha apresentaram resultado positivo, exceto uma. O amigo é capaz de adivinhar qual seria a única cidade a apresentar resultado negativo? Se pensou em Jales, parabéns… Você acertou!

Tanabi foi a que mais gerou empregos, em janeiro: 343, no total. Em seguida, vieram Fernandópolis (146), Votuporanga (140), Mirassol (114) e Santa Fé do Sul (81). Até Palmeira D’Oeste, que está fora do eixo da Euclides da Cunha, teve saldo positivo: 16 empregos formais criados no mês passado.

Mas o amigo deve estar querendo saber de Jales, onde o prefeito “ganhou” um prêmio por administrar uma das cinco cidades que mais crescem no país, certo? Pois bem, em Jales as demissões superaram as admissões,  segundo a estatística do Ministério do Trabalho. Foram 306 demissões, a maioria no comércio e na agropecuária, e 294 admissões. Saldo negativo de 12 empregos fechados.

TRAFICANTE QUE ATUAVA EM JALES FOI PRESO EM MARÍLIA

A notícia é do jornal Diário de Marília:

Condenado pela Justiça de Jales (270 km de Marília) pela participação em um homicídio e foragido da Penitenciária de Dourados (MS), onde cumpria pena de oito anos de prisão por tráfico de drogas, o autônomo Edmilson Pereira dos Santos, 44, foi capturado na manhã de ontem (24) pela DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) no Alto Cafezal, zona oeste da cidade.

De acordo com o delegado Luis Marcelo Perpétuo Sampaio, responsável pela ação policial, há alguns dias a delegacia especializada iniciou as investigações contra Edmilson após receber informações sobre seu paradeiro.

“Levantamos o endereço dele e o abordamos quando ele saia de casa. Em um primeiro momento, ele afirmou que seu nome era Francisco. Como não tínhamos foto ou a descrição física dele, continuamos com as perguntas até ele cair em contradição e confessar ser quem procurávamos”, conta o delegado.

Edmilson estava morando sozinho em uma casa na rua Campos Salles. No imóvel, os policiais civis encontraram um pequeno tijolo de maconha pesando 138 gramas, uma balança de precisão, contabilidade do tráfico e também uma máquina usada para prensar a droga. Também foi apreendida uma mini-pistola Beretta 6.35mm com a numeração raspada e carregada.

“Ele mantinha um esquema de tráfico não aqui, mas em Jales e na região de Bauru. Praticamente todos os dias ele viajava para estas cidades onde movimentava um volume considerável de drogas”, explica Sampaio.

O autônomo, que foi indiciado por tráfico de drogas, prestou depoimento e foi encaminhado no meio da tarde à cadeia de Garça, onde aguarda remoção para uma penitenciária. Como havia contra ele mandados de prisão paulista e sul-mato-grossense, não está definido em qual estado ele ficará encarcerado. 

1 2 3 4 5 17