Arquivos mensais: Fevereiro 2014

BAIRROS ALVORADA E ‘EUPHLY JALLES’: REALIDADES DIFERENTES E PROBLEMAS IDÊNTICOS

jd euphly1-ED

jd euphly2-ED

Vivendo realidades sociais um tanto quanto diferentes, os moradores de dois bairros de Jales – o humilde Alvorada e o elegante “Euphly Jalles” – convivem com problemas idênticos, numa demonstração de que a incapacidade do governo Nice não faz distinção entre classes sociais.

Ontem, por exemplo, um morador da Rua “Marciano da Veiga Pimentel”, no Jardim “Euphly Jalles”, ligou para dizer que o bairro raramente é visitado pelas varredeiras da empresa responsável pela limpeza urbana.

Ele falou, também, do mato que tomou conta dos lotes vazios (a Prefeitura andou prometendo limpar os lotes vagos e mandar a conta ao proprietário, lembram-se?), e, para ilustrar, mandou algumas fotos, das quais escolhi duas – as duas lá de cima – para mostrar aos prezados leitores.

DSC00280-pqPois bem, a reclamação dos moradores do Alvorada é exatamente a mesma: a falta de varredeiras e o mato alto(foto ao lado). Um dia desses, eles apelaram ao solerte repórter Claudinei Antônio, do Antena Ligada, para reclamar do abandono do bairro, mas a Prefeitura, DSC00172-pqpelo jeito, faz ouvidos moucos.

Se repararmos bem, vamos ver que os problemas do Alvorada e do “Euphly Jalles” – que incluem também os buracos de algumas ruas e a iluminação pública precária – são exatamente os problemas de praticamente toda a cidade.

E, se repararmos melhor ainda, vamos concluir que maior problema desta cidade de céu quase sempre azulado, infelizmente, é a falta de um prefeito competente.

DESNÍVEL EM RUA PROVOCA ACIDENTE COM CARRETA EM ESQUINA DO JACB

DSC00306-ed

DSC00307-ed

DSC00308-ed

As fotos acima mostram uma carreta carregada com fardos de algodão em pluma (prensado), que tombou ontem à tarde, na esquina das ruas João Pessoa e Campo Grande, no conjunto habitacional JACB.

Como se pode observar, parte da carreta caiu sobre o muro de uma residência. Segundo o motorista – o senhor José Beletti, morador do JACB – um desnível no solo asfáltico da rua teria sido o causador do acidente.

Beletti acionou a seguradora, mas explicou que apenas a carga, que ele carregou em Costa Rica-MS, estava segurada. O motorista calcula que terá de desembolsar cerca de R$ 20 mil para consertar a carreta.

A TRIBUNA: EX-ALIADO DENUNCIA PREFEITA NICE AO MP E TIMPURIM REBATE ACUSAÇÕES

capa tribuna 020214Eis a capa do jornal A Tribuna deste final de semana. A manchete principal é para o caso de Betto Mariano, o ex-aliado da prefeita Nice Mistilides, que, na quinta-feira, foi até o Ministério Público para fazer algumas denúncias contra a administração municipal.

Destaque, também, para entrevista do chefe de gabinete, Roberto Timpurim Berto, que foi ao rádio rebater as denúncias feitas por Betto Mariano. Ele  enviou ao jornal a cópia de um e-mail onde Betto, supostamente, teria feito ameaças à administração.

O repórter Alexandre Ribeiro escreveu matéria contando tudo sobre o caso do tal “Cabecinha” que atacou e destruiu vários tubos de concreto utilizados para bloquear o cruzamento da Rua Dez com a Avenida  “Francisco Jalles”.

A posição da Câmara sobre as alterações no trânsito, as reclamações de comerciantes e até dos travestis que viram o faturamento cair, além do corte da linha telefônica de um posto de saúde, por falta de pagamento,  são outros destaques do jornal.

No caderno social, tudo sobre o “Boteco do Bebeto”, um evento promovido pela fotógrafa Laura Lima. E tem, também, a prestigiadíssima coluna social do Douglas Zílio, com as badalações dos colunáveis de Jales e região.

FRASES

“A prefeita Nice Mistilides acende uma vela para Deus à noite e outra para o diabo durante o dia…”   

(Betto Mariano, em entrevista ao Jornal do Povo, da Rádio Assunção)

 

“Ele falou até em vela… Quero dizer que essa revolta toda dele é, talvez, pelo fato de não estar ‘engajado’. Ou seja, de não estar ocupando uma função dentro da administração”

(Roberto Timpurim, rebatendo as acusações de Betto Mariano, também no Jornal do Povo

1 13 14 15