Arquivos mensais: Março 2014

PADRE É CONDENADO A PAGAR R$ 8 MIL POR ‘ATRAVESSAR A RUA’ NO ACRE

A notícia é do G1:

paolinoPároco há 44 anos de Sena Madureira, cidade do interior do Acre distante 145 km de Rio Branco, com aproximadamente 40 mil habitantes, o padre Paolino Baldassari, de 88 anos, passou a viver uma situação inusitada ao ser condenado pela Justiça a indenizar em R$ 8 mil um motorista que teria batido o carro ao tentar desviar do clérigo, quando ele atravessava uma rua da cidade. A decisão foi publicada no Diário da Justiça no último dia 27 de março.

No processo, o motorista conta que trafegava em uma das principais ruas de Sena Madureira quando, para desviar do padre que estaria atravessando a via, teve que realizar uma manobra e  acabou colidindo com outros veículos que estavam estacionados nas proximidades.

O padre diz que, embora tenha testemunhado o acidente, esperou o veículo passar antes de atravessar a avenida. “O carro vinha em minha direção, mas deixei ele passar e passei do outro lado”, conta.

Ao ser informado da condenação o pároco diz ter ficado triste. “Fiquei muito triste, porque tenho 88 anos e nunca tinha passado por esse tipo de injustiça”, diz.

Baldassari diz que vai tentar recorrer e que não possui condições de pagar o valor pedido. “Não sei o que fazer porque dinheiro eu não tenho. Vou para a cadeia”, comenta.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), é responsabilidade dos condutores dos veículos maiores zelarem pelo bem estar dos veículos menores e pedestres. O órgão acredita que o juiz não deva ter levado em consideração o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) na hora de proferir a decisão.

A TRIBUNA: APESAR DOS TUBOS, NÚMERO DE FERIDOS NO TRÂNSITO DE JALES SUBIU 37%

capa tribuna 30.03.14Eis a capa do jornal A Tribuna que estará circulando neste final de semana. A manchete principal é para o caso das verbas do Ministério do Turismo, que envolve o nosso ex-prefeito Humberto Parini e o ex-deputado Vadão Gomes.

Destaque, igualmente, para a incursão da prefeita Nice Mistilides a Araçatuba, onde ela e mais um bocado de prefeitos da região foram receber as máquinas e caminhões que estão sendo distribuídos pelo governo federal.

Outro destaque é a matéria do repórter Alexandre Carioca, onde os leitores ficarão sabendo que, apesar das alterações efetuadas no trânsito de Jales e não obstante os tubos que enfeitam a paisagem de nossas duas principais avenidas, o número de pessoas feridas no trânsito subiu 32,7%.

O jornal traz, ainda, todos os detalhes sobre o pedido de instalação de uma nova Comissão Especial de Inquérito (CEI), dessa vez para investigar os gastos com a empresa Proposta Ambiental Ltda, responsável pela limpeza urbana e recolhimento de lixo em Jales.

O recuo da prefeita Nice, que não está querendo mandar para a Câmara o projeto de reajuste salarial dos servidores, é outro assunto de A Tribuna. Além disso tem os artigos do Pedro Callado e do Marco Antônio Polleto, a coluna social do Douglas Zílio e a coluninha deste aprendiz de blogueiro, sobre os bastidores da política e outras inutilidades.

MAIS MÉDICOS: REGIÃO VAI RECEBER 100 MÉDICOS EM ABRIL

Como já é sabido pelos leitores do blog, Jales não aderiu ao programa Mais Médicos. A versão oficial diz que Jales até poderia se cadastrar, mas dificilmente seria contemplada pois possui médicos em todos os postinhos do ESF.

Mas, será que Santa Fé do Sul não tem médico em nenhum postinho? E Fernandópolis? Estou mais propenso a acreditar na versão de um poderoso assessor da prefeita. Segundo ele, a Ungida não teve interesse em participar do programa.

Mas, vamos à notícia é do Diário da Região:

Até o fim de abril, pelo menos 100 médicos chegam a Rio Preto e região pelo programa Mais Médicos, do governo federal. É o que confirmou ontem ao Diário o Ministério da Saúde, por meio da assessoria de comunicação. Segundo foi informado, a meta é atender a todos os municípios brasileiros que se cadastraram e solicitaram profissionais no começo do programa, em julho de 2013.

Dentre estes municípios, 60 são da região. Questionado se os municípios terão seus pedidos atendidos integralmente, o ministério informou que neste que é o quarto ciclo do programa pretende atender exatamente à demanda solicitada, inclusive com a contratação de mais profissionais se necessário.

Barretos, Mirassol, Olímpia e Tanabi já foram contemplados. Rio Preto aguarda a chegava de 30 profissionais generalistas. Até agora, a Secretaria de Saúde recebeu a confirmação de que um médico italiano será encaminhado ao município. Os médicos devem reforçar o atendimento da Atenção Básica ou na Saúde da
Família.

Outras 59 cidades da região também pediram médicos ao governo. De acordo com a Secretaria de Saúde de Santa Fé do Sul, nove profissionais são esperados. Eles trabalharão nas nove Unidades da Saúde Estratégia da Família. A pasta afirma que a demora no encaminhamento dos médicos está ligado ao fato de o quadro de profissionais do município já estar completo. Catanduva e Fernandópolis solicitaram seis médicos cada.

A notícia completa do Diário da Região, incluindo a relação de cidades que vão receber médicos, pode ser conferida aqui.

REVISTA INTERATIVA: PEDRO CALLADO DIZ QUE NÃO SE DEVE USAR A POLÍTICA PARA PERSEGUIR

DSC00181 (2)A Revista Interativa deste mês, que tem o empresário Jair Augustinho de Almeida, da Almeida Pneus, na capa, já chegou aos assinantes e às bancas com assuntos palpitantes.

Jair, por exemplo, está contando que começou a vida de empresário com uma pequena borracharia e hoje possui uma moderna revendedora de pneus, representante exclusiva – na região – da Bridgestone, a maior fabricante de pneus do mundo.

A revista traz, também, uma entrevista com a diretora da EDEM Musical, Maria Stela Guimarães Rodrigues Silva, onde ela fala sobre os 39 anos de ensino musical da sua escola, que já ensinou a arte de tocar um instrumento a muita gente.

A posse da nova diretora da ACIJ e a inauguração do novo salão de eventos da entidade; a campanha da fraternidade, cujo tema é DSC00188-pqo tráfico humano; os 40 anos da Valengas e os 20 anos da Speed Up são outros destaques da Interativa.

Por fim, temos a entrevista do vice-prefeito Pedro Callado, onde ele diz, entre outras coisas, que o seu partido, o PSDB, está fora do governo Nice, mas ainda não perdeu a expectativa de contribuir. 

JUSTIÇA FEDERAL DETERMINA BLOQUEIO DE BENS DE PARINI, VADÃO E OUTROS SETE INVESTIGADOS

parini chapeludoO Tribunal Regional Federal da 3ª Região determinou a indisponibilidade dos bens de nove réus envolvidos em contratação irregular de shows com a utilização de verbas repassadas pelo Ministério do Turismo (MTur) ao município de Jales.

Entre os acusados, estão o ex-prefeito Humberto Parini e o ex-deputado federal Etivaldo Vadão Gomes. Todos respondem a ação por improbidade administrativa devido ao mau uso dos recursos advindos de sete convênios firmados entre 2008 e 2010, que totalizam R$ 1.721.500,00.

Como os leitores deste blog estão carecas de saber, Parini está sendo acusado de contratar artistas sem licitação. A lei permite a contratação de artistas sem licitação, desde que diretamente com os próprios artistas ou com o empresário que os representa.

No caso de Jales e de várias outras cidades que se esbaldaram com o dinheiro do MTur – onde o deputado Vadão conseguia a liberação de verbas com certa facilidade – os artistas foram contratados através de empresas intermediárias, que ficaram com boa parte do dinheiro.

Contra o ex-deputado Vadão Gomes pesa a acusação de uso político da Facip 2010. Durante o evento, realizado seis meses antes da eleição, Vadão foi chamado à arena do rodeio e homenageado como “o amigo de Jales”.

Além disso, os espectadores foram obrigados, também, a ver um vídeo exibido nos telões do recinto, onde a atuação do deputado foi enaltecida.

Entre as cidades da região, Jales, com R$ 1,7 milhão, foi a que mais se beneficiou com as verbas do MTur. Estrela D’Oeste, que era governada pela mãe do deputado Vadão, ficou em segundo, com R$ 1,5 milhão. Ilha Solteira, governada pelo irmão e pela cunhada do deputado, foi beneficiada com R$ 1,2 milhão.

Além dos recursos para contratar artistas, o Mtur mandava, ainda, um dinheirinho para a publicidade dos eventos. E também aí a coisa desandava. A Facip 2009, por exemplo, teve R$ 177 mil para publicidade. Que quase ninguém viu.

Abaixo, os sete convênios assinados por Parini entre 2008 e 2010.

Evento
Valor do convênio
Artistas contratados
Empresas intermediárias
6° Arraial na Praça   (2008)
R$ 180.000
Elba Ramalho
Leandra Leon
Gilberto &   Eliane Estruturas Ltda
40ª Facip (2009)
R$ 720.000
Daniel
Gino e Geno
Jamil e Uma Noites
J.Bosco e Vinicius
Bruno e Marrone
Prime Produções   Culturais Ltda
 
Clássica Comércio e Produções Ltda
7° Arraial na Praça   (2009)
R$ 160.000
Rick e Renner
Erik e Léo
Rivaldo e Ricardo
Agnaldo José   Paglione e Cia Ltda
22ª Festa do   Motorista (2009)
R$ 160.000
Matogrosso e Matias
Di Paulo e Paulino
Agnaldo José   Paglione e Cia Ltda
7ª Festa da Uva   (2009)
R$ 105.000
Lourenço e Lourival
Luiz Guilherme e   Gabriel
C.T.R. Promoções e   Eventos Ltda
8° Arraial na Praça   (2010)
R$ 156.500
Batom na Cueca
Frank Aguiar
Maycon e Renato
C.T.R. Promoções e   Eventos Ltda
41ª Facip (2010)
R$ 240.000
Roupa Nova
Anísio Mioto   Eventos Ltda

AGRICULTOR RETOMA SÍTIO APÓS PERDÊ-LO POR DÍVIDA DE R$ 1,3 MIL COM BANCO DO BRASIL

Lembram-se daquele agricultor que tinha perdido seu sítio por conta de uma dívida de R$ 1,3 mil com o Banco do Brasil? Pois ele acaba de recuperar a propriedade. A notícia é do UOL e foi reproduzida pelo site Fátima News:

marcos winterUma decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) devolve ao agricultor Marcos Winter, 65, a posse do sítio que ele perdeu há cinco anos por não pagar um empréstimo bancário de R$ 1.387,00. Cabe recurso.

Em 1997, o agricultor pegou um empréstimo no Banco do Brasil para plantar plantar feijão e milho em seu sítio em Matos Costa (394 km de Florianópolis). Ele deveria ter quitado o valor (hoje, atualizado pela inflação, em R$ 3.528) em 1998, mas não o fez. O banco entrou na justiça para cobrar a dívida.

Em 2005, foi decretada a penhora do imóvel para pagamento da dívida, e a Justiça o avaliou em R$ 11.250,00.

A propriedade tem o tamanho de 15 campos de futebol e vale, segundo Winter, entre R$ 100 mil e R$ 200 mil.

Na decisão, publicada na quarta-feira (26), o STJ entendeu que a dívida estava prescrita quando foi cobrada na Justiça, em 2003, e que “todos os atos recorrentes, inclusive a arrematação” em leilão devem ser anulados. Foi a primeira movimentação do processo desde 2009.

O empréstimo foi concedido em 1997 e venceu em 1998. Segundo o STJ, o Banco do Brasil teria só até 2001 para propor a ação de cobrança.

Em 2009, o TJ (Tribunal de Justiça) de Santa Catarina já havia acatado esse argumento da defesa, mas banco e arrematante (comprador do imóvel em leilão realizado em 2007) recorreram.

A perda do sítio foi revelada pela Folha em fevereiro. Na ocasião a reportagem mostrou que ele foi despejado do imóvel, onde praticava agricultura de subsistência, e vive hoje numa casa emprestada.

Desta vez, o Banco do Brasil informou, via assessoria, que não vai recorrer da decisão de quarta-feira (26).

A advogada Sara Nunes Ferreira, que arrematou o sítio em leilão em 2007, não retornou às ligações da Folha. Em fevereiro ela disse à reportagem que se consideraria injustiçada se tivesse que devolver o sítio porque “já fez muitas melhorias” no local.

MINISTÉRIO PÚBLICO INSTAURA INQUÉRITO PARA INVESTIGAR COMPRA DE CARRO DA PREFEITA

O Ministério Público de Jales instaurou um inquérito civil para investigar os indícios de direcionamento na licitação aberta pela Prefeitura para aquisição de um novo veículo oficial para o gabinete da prefeita Nice Mistilides.

O carro desejado pela prefeita, conforme já amplamente divulgado, está orçado em R$ 138 mil. Em entrevista radiofônica, o vereador Tiago Abra revelou que chegou a solicitar à prefeita o cancelamento da licitação. Ela teria respondido que iria comprar um carro neste ano e outro no ano que vem.

Mas não foi a entrevista de Abra que motivou a abertura do inquérito civil. O procedimento aberto pelo MP é consequência de representações protocoladas pela Comissão de Gastos Públicos da OAB de Jales, e por três vereadores – Gilbertão, Rosalino e Rivail Jr.

Em ambas as representações, os autores narram supostas irregularidades no edital da licitação que poderiam configurar o direcionamento do certame, diminuindo a competitividade e, por conseguinte, causando possíveis danos ao erário público.

Além disso, as representações alegam que o município atravessa grave crise financeira e a destinação de R$ 138 mil para aquisição de um veículo para a prefeita vai além das necessidades reais do município e poderia configurar ato de improbidade administrativa.

O Ministério Público está enviando ofício à prefeita, a fim de que ela responda algumas interessantes questões. Se for sincera, a prefeita deverá responder com um “não” a pelo menos uma das questões. Nela, o promotor quer saber se as contas da municipalidade estão saneadas.

O MP quer saber, também, qual foi o critério utilizado para escolha das especificações do veículo que a prefeita pretende comprar. A essa pergunta eu mesmo respondo: o critério foi a desmedida vontade da prefeita de viajar confortavelmente em um luxuoso Azera, da Hyundai.

VOO CONTRA O CÂNCER

voo

A notícia é da assessoria de imprensa do deputado Edinho Araújo (PMDB):

Um  voo extraordinário da empresa Passaredo Linhas Aéreas pousou neste sábado em  Barretos, como parte da campanha do Hospital do Câncer (HCB) para reativar o  aeroporto da cidade. Edinho Araújo fez a viagem como convidado,  um reconhecimento ao deputado que nos últimos três anos vem trabalhando para  obter verbas federais para o HCB e sua unidade regional de  Jales.

“O Hospital de Câncer oferece tratamento 100%  gratuito e atende em média a 4.000 mil pessoas por dia, vindas de mais de 1.500  municípios brasileiros. Elas viajam horas, ou até dias, de ônibus para chegar à  cidade. O voo da Passaredo entre São Paulo e Barretos trará mais comodidade e  rapidez no transporte dos pacientes. A iniciativa tem o nosso apoio”, afirmou o  deputado em entrevista à imprensa.

O representante da Passaredo, Mario  Andreoli, e o prefeito de Barretos, Guilherme Ávila, assinaram carta de intenção  para tornar a rota regular quando o aeroporto de Barretos for reformado e  reaberto. 

“Nosso reconhecimento e total apoio ao trabalho  de Henrique Prata e a todas as pessoas que participam voluntariamente das ações  em favor desse hospital, que é referência no tratamento de câncer, atendendo  especialmente a quem não pode pagar pelo tratamento”, destacou Edinho  Araújo.

voo cancer barretos_foto fabricio spatti-04-pqA campanha Voo contra o Câncer foi criada pelo  publicitário Washington Olivetto. O voo teve as presenças da atriz Gabriela  Duarte e do ator e dramaturgo Sérgio Mamberti, entre outras  celebridades.

Edinho Araújo confirmou que o aeroporto de  Barretos está incluído no Plano Nacional de Aviação Regional. “Vamos trabalhar  agora para agilizar a reforma do aeroporto e coloca-lo em condições de receber  pacientes do HC”, disse o deputado.

COM POUCO SANGUE EM ESTOQUE, SANTA CASA DE JALES PEDE AJUDA DA POPULAÇÃO

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa de Jales:

O Banco de Sangue da Santa Casa de Jales está precisando com urgência de novos doadores. A quantidade de bolsas de sangue está se esgotando rapidamente e o número de doações têm diminuído.

Diante disso, a Santa Casa pede, mais uma vez, o apoio da população de Jales e região nas doações de sangue. “Pedimos uma mobilização por parte da comunidade porque é urgente a necessidade de doadores. Neste momento precisamos nos unir e pensar no próximo, em salvar vidas!”, disse o biomédico Alex Passos, responsável pelo Banco de Sangue da entidade.

Para doar é necessária a apresentação da carteira de identidade, ter idade entre 18 e 67 anos, pesar mais de 50kg (homem) ou mais de 51kg (mulher) e evitar alimentos gordurosos antes das doações, porém alimentar-se bem; não estar em uso de medicamentos; dormir pelo menos seis horas na noite anterior à doação; não praticar exercícios físicos antes da doação; não ingerir bebida alcoólica nas últimas 12 horas; e evitar fumar duas horas antes da doação. Caso tenha colocado piercing ou tatuagem, só poderá doar sangue após 12 meses e, quem realizou endoscopia, após seis meses.

Não podem doar sangue portadores de doenças infecto-contagiosas, como sífilis, AIDS,   chagas, malária, hepatite B ou C; parceiros sexuais de pessoas infectadas pelo HIV; pessoas com múltiplos (as) parceiros(as) sexuais; pessoas que mantiveram relação sexual sem o uso do preservativo nos últimos 12 meses; usuários de drogas injetáveis; e mulheres grávidas, amamentando ou que tiveram aborto nos últimos três meses.

Em Jales já é possível doar no Hospital do Câncer todas as segundas-feiras das 10h às 13h e em Fernandópolis de segunda, terça, quinta e sexta-feira das 07h30 às 18h30; toda quarta-feira das 07h30 às 20h e aos sábados das 08h às 12h (exceto domingos e feriados).

ETEC DE JALES ABRE DOIS PROCESSOS SELETIVOS PARA DOCENTES

A notícia é do PCi:

A Escola Técnica Doutor José Luiz Viana Coutinho, da cidade de Jales – SP, informa que irá realizar o Processo Seletivo 073/01/2014 cujo objetivo é a formação de cadastro para posterior contratação de Docentes. Os profissionais aprovados irão ministrar aulas nos cursos e disciplinas a seguir discriminados:

  • Agroindústria: Química Analítica (CR); Obtenção e Preparo da Matéria Prima de Origem Vegetal (CR); Obtenção e preparo da Matéria Prima de Origem Animal (CR); Microbiologia na Produção Agroindustrial (CR).

  • Agronegócio: Gestão cooperativista e as Sociativista (CR).

  • Agropecuária Integrado ao Ensino Médio: Produção Animal (CR); Produção Vegetal (CR); Levantamento e Representação Topográfica (CR).

  • Alimentos: Avaliação Nutricional de Alimentos (CR).

  • Base Nacional Comum – Ensino Médio; Agropecuária Integrado ao Ensino Médio: Língua Portuguesa e Literatura (CR); Filosofia (CR).

  • Informática: Técnicas e Linguagens para Banco de Dados I (CR).

Já o PS 073/02/2014, dispõe de vagas nos cursos de Administração, Contabilidade, Enfermagem e Secretariado, nas respectivas disciplinas: Cálculos Financeiros (CR); Gestão Empresarial (CR); Contabilidade Pública (CR); Fundamentos de Enfermagem (CR); Enfermagem em Clínica Médica e Cirúrgica I (CR); Administração e Planejamento Empresarial (CR); Gestão de Informações e Documentos (CR).

O valor a ser pago por hora-aula aos aprovados é de R$ 14,81, correspondente à referência P-1.

As inscrições devem ser realizadas no período de 02 a 04 de abril de 2014, na Etec Doutor José Luiz Viana Coutinho, localizada na Chácara Municipal, s/nº, Córrego Tambory, Jales – SP. O horário de atendimento será das 13h às 17h.

Mais informações podem ser obtidas nos editais completos disponíveis aqui  e  aqui

1 2 3 4 16