Arquivos mensais: Janeiro 2016

SERVIDORES NÃO ACEITARAM PROPOSTA DE REAJUSTE DE CALLADO

DSC02028-ed

Os servidores municipais estiveram reunidos ontem, em assembleia geral, para discutir a proposta de reajuste salarial apresentada pelo prefeito Pedro Callado. A proposta do prefeito prevê um reajuste de 10,67%, dividido em duas parcelas. Metade do reajuste seria pago a partir de janeiro. E a outra metade, a partir de junho.

Os servidores até que estão dispostos a aceitar os 10,67%, mas querem que o reajuste seja concedido de uma vez só, já a partir de janeiro. Eles estão pleiteando, também, uma aumento no valor do “auxílio alimentação” pago pela Prefeitura, de R$ 170,00 para R$ 200,00.

Uma nova reunião com o prefeito Pedro Callado está marcada para amanhã, quando a direção do Sindicato levará a ele a contraproposta dos servidores.

NOVA ‘PLAYBOY’ AINDA NÃO ENCONTROU MULHER PARA A PRIMEIRA CAPA

Paparazzo misteriosa

A nova Playboy está com dificuldades para encontrar a musa para estampar a capa da revista, a primeira sob nova direção. A informação é da coluna Olá, assinada por Fernando Oliveira no jornal Agora.

De acordo com a publicação, várias estrelas sondadas para posarem nuas disseram não ao convite. A esperança da revista agira ressude em alguma bela que se destaque no Carnaval

A última capa, ainda sob edição da Editora Abril, foi a modelo Luh Ferreira, a Paparazzo Misteriosa (foto), em dezembro do ano passado.

NO MEIO DO CAMINHO HÁ UMA ÁRVORE…

DSC01344

Esta árvore está caída há vários dias, na Rua 24, atrás do Estádio Municipal, sem que ninguém da Prefeitura tome qualquer providência para retirá-la do local. Reparem que ela toma toda a calçada, o que obriga os pedestres a caminhar pela “pista de rolamento” da movimentada rua, que é de mão dupla. Estará a Prefeitura esperando que alguém seja atropelado, para tomar providências?  

POPULINA ABRE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES. E PARANAPUÃ ABRE CONCURSO COM 24 VAGAS

A Prefeitura de Populina vai realizar um processo seletivo para contratação de Professor de Educação Básica (Substituto), com remuneração de R$ 1.582,54. As inscrições começaram a ser recebidas ontem, 25, e poderão ser feitas até a próxima sexta-feira, 29.

Segundo o edital, que pode ser conferido aqui, o processo seletivo colocará 04 vagas em disputa, visando a seleção de professores para eventuais substituições em caso de afastamento dos titulares. As provas serão realizadas no dia 14 de fevereiro de 2016.

Além de professores substitutos, a Prefeitura de Populina está contratando, também, “agentes de apoio educacional” (07 vagas) e 01 “cuidador”. Ambos os cargos terão remuneração de R$ 934,43. O período de inscrições também vai de 25 a 29 de janeiro. O edital completo pode ser conferido aqui.

De seu lado, a Prefeitura de Paranapuã vai realizar concurso público para preenchimento de vários cargos. No total, serão 24 vagas para cargos como “agente de saúde”, “motorista”, “telefonista”, “escriturário”, “secretário administrativo”, “tesoureiro”, “técnico em enfermagem”, médico”, “dentista”, “assistente social”, “psicólogo”, etc.

Os salários variam de R$ 872,40 (“coletor de lixo”) até R$ 2.215,03 (“procurador jurídico” e “médico clínico geral”). As inscrições começaram no dia 20 de janeiro e poderão ser feitas até o dia 14 de fevereiro. A data das provas ainda não foi definida. O edital completo pode ser visto aqui.

JUSTIÇA AFASTA 5 VEREADORES DE ROSANA. PRESIDENTE DA CÂMARA GASTAVA DINHEIRO PÚBLICO COM PROSTITUTAS

aiuc3guf37metxigvxczwiucdpu7nilkcacqge6w-gao

R$ 341 mil em viagens? E tem gente que reclama da Câmara de Jales, que, no mesmo período, gastou R$ 23,3 mil com viagens. A notícia é do G1:

A Justiça determinou a suspensão do exercício da função pública de cinco vereadores e quatro servidores da Câmara Municipal de Rosana, todos alvos de uma ação penal em que são acusados pelo Ministério Público Estadual (MPE) da prática do crime de peculato. A denúncia da Promotoria de Justiça é de que eles desviavam para o proveito próprio recursos públicos de diárias de viagens.

De acordo com o juiz Victor Trevizan Cove, da Vara Única de Rosana, a medida imposta tem o objetivo de “interromper a continuidade das ações delitivas a eles imputadas”.

Entre os vereadores, a suspensão atinge quase metade da Câmara Municipal de Rosana, já que o Poder Legislativo é formado por 11 parlamentares. Um dos envolvidos é o presidente da Câmara, Roberto Fernandes Moya Júnior (PSDB). Os outros quatro são Cícero Simplício (PTB), Filomeno Carlos Toso (PTB), Valdemir Santana dos Santos (PPS) e Walter Gomes da Silva (SD).

Na manhã desta segunda-feira (25), a Polícia Civil, em conjunto com o Ministério Público Estadual, realizou diligências nas casas dos envolvidos para o cumprimento de mandados judiciais de busca e apreensão dos telefones celulares, chips e cartões de memória usados pelo acusados. O trabalho foi denominado de “Operação Devassa”. A Justiça também autorizou o recolhimento de “qualquer outro elemento de convicção” nas buscas domiciliares realizadas contra os denunciados.

A soma de todos os valores das viagens realizadas pelos acusados nos anos de 2014 e 2015 corresponde a R$ 341.480,61, valor que o MPE considera “absurdo e astronômico”. “Dinheiro público gasto com absolutamente nada de interesse público”, ressalta a Promotoria de Justiça.

“Com as investigações, além de condutas ímprobas, ficou caracterizada a existência de uma associação criminosa dentro da Câmara Municipal de Rosana composta pelos denunciados, com o único fito de desviar verbas públicas em proveito deles próprios”, aponta o juiz Victor Trevizan Cove.

A notícia completa pode ser lida aqui.

VALOR ECONÔMICO: LAVA JATO COLOCA CIDADES NO TOPO DO DESEMPREGO

images_cms-image-000478656

A manchete do jornal ‘Valor Econômico’ desta terça-feira culpa a Lava Jato pela onda de desemprego. Em levantamento feito pelo jornal, em seis municípios que figuram no topo do ranking do desemprego, como Maragogipe, na Bahia, Altamira, no Pará, e Ipojuca, em Pernambuco, o fim de grandes obras de construção deixou um expressivo contingente de vagas suprimidas na construção civil. Eis a matéria:

Maragogipe, na Bahia, a 130 quilômetros de Salvador, lidera a estatística dos municípios brasileiros que proporcionalmente mais perderam empregos com carteira assinada em 2015, segundo levantamento feito pelo ‘Valor’ que considerou as mil localidades com mais vagas formais no país.

No início do ano passado, a cidade empregava 4.806 trabalhadores com carteira assinada. A combinação da Operação Lava-Jato com a crise no setor de petróleo, com fortes consequências sobre as operações e os investimentos da Petrobras – além da recessão, que provocou demissões em todo o país -, fez a cidade fechar 3.588 vagas formais, 75% do total, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A exemplo de outras cidades do topo do ranking, como Altamira, no Pará, e Ipojuca, em Pernambuco, o fim de grandes obras de construção deixou um expressivo contingente de desempregados na construção civil, setor que proporcionalmente mais demitiu em 2015.

Nas mineiras Itabira e Itabirito, o fim das obras de um projeto de ampliação e recuperação de minas da Vale desempregou milhares de pessoas na construção civil e foi potencializado pela queda no preço do minério de ferro.

Boa parte da mão de obra contratada para esses grandes projetos é composta de migrantes que acabam ficando na região por falta de opção de trabalho em outras cidades, o que pressiona ainda mais os cofres empobrecidos das prefeituras. Itaboraí, no Rio de Janeiro, encerrou o ano com saldo negativo de 15,3 mil vagas, 36,8% do total de dezembro de 2014, por conta da paralisação das obras do polo petroquímico do Comperj.

“Muita gente ainda está aqui porque não há outras grandes obras. Os estaleiros estão parados”, diz o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Fernando Guimarães. A arrecadação do Imposto sobre Serviços (ISS), segundo o secretário, caiu 47%. A prefeitura em crise já demitiu dois mil funcionários comissionados e reduziu em 20% a remuneração dos que ficaram.

LADRÕES ASSALTAM AGÊNCIA DOS CORREIOS DE URÂNIA

correios urânia

Segundo o portal de notícias do Betto Mariano, A Voz das Cidades, a Agência dos Correios de Urânia foi assaltada por dois indivíduos, por volta das 17:00 horas desta segunda-feira.

Segundo a notícia, a Agência já estava sendo fechada, quando os dois indivíduos chegaram em uma moto, anunciando o assalto. Eles renderam os funcionários e os trancaram em um banheiro, levando uma quantia ainda não revelada. Ninguém se feriu.

A bruxa parece estar à solta em Urânia. Em novembro do ano passado, dois ladrões assaltaram uma joalheria naquela cidade, depois de renderem o proprietário do estabelecimento e a filha. Os ladrões – moradores de Jales – foram capturados no início deste ano, após investigações da polícia.

Há alguns dias, o assalto foi em um supermercado de Urânia. Dois ladrões chegaram em uma moto, por volta das 08:00 horas, entraram no estabelecimento usando capacetes, anunciaram o assalto, pegaram uma quantia que estava no caixa e fugiram.

MORADOR DO JARDIM OITI FILMA CRIADOURO DE AEDES EM BURACO DE RUA

Um amigo enviou o vídeo abaixo, que mostra um buraco de rua infestado de larvas do mosquito Aedes aegypti. O buraco é da Rua das Margaridas, no Jardim Oiti. Reparem, no vídeo, que um morador joga areia no buraco, que estava cheio de água, o que faz com que as larvas apareçam.

O Jardim Oiti, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, é o bairro de Jales onde tem aparecido mais casos de dengue. Por isso mesmo, o Jardim Oiti será o primeiro bairro a ser visitado pelo mutirão que está sendo organizado pelo Comitê de Mobilização Contra a Dengue.

De outro lado, o vídeo mostra como o Aedes está ficando mais resistente. As larvas do mosquito, que só gostavam de água limpa e parada, agora já conseguem sobreviver também na água suja. Vamos ao vídeo:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video   

JUSTIÇA DE ESTRELA D’OESTE DIZ QUE EX-PREFEITO DE DOLCINÓPOLIS NÃO COMETEU IMPROBIDADE

onivaldoO juiz substituto Maurício Ferreira Fontes, da Vara Única de Estrela D’Oeste, julgou parcialmente procedente a Ação Civil Pública de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público contra o ex-prefeito de Dolcinópolis, Onivaldo Batista, e o médico Décio Ribeiro de Assunção Júnior, que ocupou cargo comissionado naquele município. A Ação foi ajuizada em 2014, mas a origem do suposto ato de improbidade é de 2006.

Em sua sentença, do dia 15 de janeiro, o magistrado registra que “pela robusta prova produzida, fica claro que houve nomeação irregular do corréu Décio”, mas, apesar de admitir a irregularidade, ele isenta Onivaldo e Décio da prática de improbidade administrativa.

Para o juiz, não foi possível concluir que os dois acusados tivessem cometido ato de improbidade, uma vez que não teria havido a má-fé dos envolvidos. “Ato ímprobo é sempre ilegal, mas nem todo ato ilegal é ímprobo”, ressaltou o magistrado.

Com a decisão, os dois acusados livram-se, pelo menos por enquanto, de perder os direitos políticos e de ter que devolver cerca de R$ 114 mil aos cofres públicos, conforme pleiteava o Ministério Público.

A ação foi ajuizada pelo Ministério Público em agosto de 2014. Ela é consequência de irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado(TCE), ao analisar as contas da Prefeitura de Dolcinópolis, relativas ao exercício de 2006.

De acordo com o TCE, o então prefeito Onivaldo Batista contratou o médico Décio Ribeiro Assunção Júnior para um cargo comissionado, mesmo sabendo-se que o mesmo médico já ocupava um cargo na Prefeitura de Turmalina. Para o TCE, ficaram constatadas a acumulação indevida de cargos e a incompatibilidade de horários.

VOTUPORANGA INAUGURA NOVA ARENA DE R$ 25 MILHÕES

nova arena votuporanga

Com um jogo amistoso entre a Votuporanguense e a Ponte Preta, a Prefeitura de Votuporanga inaugurou, no sábado, a nova arena da cidade, com capacidade inicial para 8.145 lugares. A ideia é, com o tempo, ampliar a capacidade para 20.000 espectadores.

De acordo com matéria do Diário da Região, os gastos com a construção da nova arena “Plínio Marin” estavam orçados, inicialmente, em R$ 12 milhões. Mas os gastos, segundo o jornal, já ultrapassam os R$ 25 milhões. E não irão parar por aí: o prefeito Júnior Marão (PSDB) divulgou que já pleiteia mais R$ 2,5 milhões para fazer a cobertura da parte lateral da nova arena, além de instalar o sistema de iluminação. 

1 2 3 4 5 13