Arquivos mensais: Abril 2016

PARINI É ALVO DE MAIS UMA AÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO

parini (1)O portal do Tribunal de Justiça publicou, na terça-feira, o ajuizamento de mais uma ação civil pública contra o ex-prefeito Humberto Parini, por ato de improbidade administrativa. Segundo o Ministério Público, apesar de alertado oito vezes pelo Tribunal de Contas, Parini fez dívidas em seu último ano de mandato para que fossem pagas por seus sucessores, o que é proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Não bastasse isso, Parini deixou de pagar, nos dois últimos meses de seu mandato, as contribuições devidas ao Instituto Municipal de Previdência, num total de R$ 852 mil O promotor Horival Marques de Freitas Júnior, que assina a ação, está pedindo que o ex-prefeito seja condenado, entre outras coisas, a ressarcir os prejuízos causados aos cofres públicos.

Mais detalhes sobre o caso, na edição desse final de semana do jornal A Tribuna.  

MOSTRA TEATRAL TENTA RESGATAR SUA TRADIÇÃO EM JALES

FESTIVAL teatro_SabiásDoSertãoDaCia_Cênica

A notícia é do Diário da Região:

O Festival Nacional de Teatro volta a fazer parte da paisagem cultural de Jales após seis anos sem ser realizado. A oitava edição, que terá início nesse sábado, 30, representa uma retomada nos rumos do evento, uma referência importante na história da cultura jalesense.

Para os organizadores, os resultados da edição deste ano serão decisivos para o festival, que nunca foi realizado de forma contínua em Jales. “Nosso primeiro objetivo foi retomar o festival, fazê-lo acontecer na cidade. É claro que queremos muito que ele seja contínuo e permanente”, destaca Clayton Campos, coordenador-geral do evento.

É a primeira edição realizada pela Associação Espaço, Cidadania, Cultura e Arte, mantenedora da Escola Livre de Teatro, que já havia apoiado as cinco primeiras edições do festival, com realização da Secretaria Municipal de Cultura de Jales. Também é a primeira edição com apoio de R$ 90 mil de edital de festivais de teatro do Programa de Ação Cultural (Proac), da Secretaria de Estado da Cultura.

Espírito cultural:

A programação envolve a apresentação de 20 espetáculos, um deles da Argentina: Problemas Técnicas, dos Primos Hermanos PAF, de Mar Del Plata. Rio Preto marca presença com quatro companhias: Fábrica de Sonhos, Cênica, Girasonhos e Azul Celeste. Há ainda grupos de cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

“A edição 2016 representa a retomada do festival, buscando trazer de volta para a cidade o espírito cultural que predominou no final dos anos 1990. É uma edição que tem tudo para ser um marco na cidade”, comenta Carlos Mello, presidente da associação realizadora do evento. Toda a programação é gratuita, com apresentações no Teatro Municipal de Jales e em praças da cidade. O festival de Jales seguirá até o dia 8 de maio.

POLÍCIA DE JALES RECUPERA 13 CELULARES ROUBADOS DURANTE FACIP

A notícia é do jornal A Tribuna, de Jales:

260416114515A Polícia de Jales prendeu a quadrilha que havia roubado treze telefones celulares no primeiro dia da 46ª Facip. De acordo com o delegado Sebastião Biazi, após receber cerca de 20 queixas de furto, a polícia foi até o recinto de exposições Juvenal Giraldelli e conseguiu localizar os meliantes.

Em uma das queixas, a proprietária de um dos aparelhos contou que o celular tinha um dispositivo para rastreamento. O sistema doi acionado e indicou que o sinal vinha de um dos estacionamentos nas proximidades da festa. OS investigadores foram até o local e se depararam com um automóvel Toyota Etyos, de cor prata, já deixando o estacionamento. “O casal afirmou ser de Maringá, no Paraná. Eles e o veículo foram revistados e dentro de uma mala encontramos 13 aparelhos, entre eles o da jovem que possuía o sistema de rastreamento”, contou o delegado.

Foi dada voz de prisão em flagrante e o casal recolhido.

Catanduva:

O mesmo fato havia acontecido em Catanduva quando, na primeira noite da Expô, cerca de 150 celulares foram roubados. A Polícia Militar prendeu cinco suspeitos de integrar a quadrilha, mas recuperou apenas 45 aparelhos. 

Entre os suspeitos presos, três são peruanos: duas mulheres, identificadas apenas pelas iniciais A.B.R.A, 23 anos, e J.S.P.A., 22 anos, além de um homem, identificado pelas iniciais R.G.A.L., 23 anos. Os outros dois homens são brasileiros, J.M.L.S, 29 anos, e M.L.S.P, 35 anos.

TESTE DE HONESTIDADE: SORVETERIA DEIXA CLIENTES PAGAREM SOZINHOS E SOFRE PREJUÍZO

csm_Sorvete-Irandy-Ribas_e54da19726

A notícia é do jornal A Tribuna, de Santos:

Em meio a tantas reclamações de corrupção na política, quase um quinto do público submetido a um simples exercício de honestidade, em Santos, cedeu à tentação e não foi correto. O resultado está exposto na Alpi Gelateria, localizada na Rua Pedro Américo, 137, no Campo Grande, em Santos, que há 15 dias colocou sorvetes fora da loja, convidando os consumidores a deixar o pagamento na urna e se servirem. No total, 16% dos pagamentos foram “esquecidos”, segundo a contagem da loja.

O cenário era simples. Em vez de a pessoa entrar, se dirigir a um funcionário e pagar pelo produto, ela se dirigia a um freezer, onde acima dele há um banner com os seguintes dizeres: “A Alpi acredita em um País sem corrução. Pegue seu sorvete e deposite o pagamento no caixa ao lado”. Mesmo quem pegasse o sorvete e saísse sem pagar, não seria abordado pelos funcionários.

A gerente da loja, Sandra França, explica que hoje será colocada outra placa na frente do estabelecimento, com o resultado da contagem, além de publicação no Facebook. E a ação continuará.

“Até achei que ia ser maior a quantidade (de não pagantes), mas fiquei satisfeita com o resultado. Acredito que esse número (os 16%) deve diminuir. Na verdade, foi mais por parte de molecada que sai do colégio e pega o sorvete”, explicou ela. 

Na Universidade Tecnológica Federal de Cornélio Procópio, no Paraná, de onde a ideia foi copiada, a taxa de calote foi de 2%, mesmo com o dobro de tempo de exposição. Lá, foram 2.400 sorvetes em um mês. 

Darrell Champlin, antropólogo e professor universitário, achou os 16% santistas uma taxa altíssima, apesar de a ação não poder ser considerada um estudo e, portanto, não mostrar a realidade como um todo, cientificamente. 

“Isso mostra que praticamente um quinto da população que efetivamente participou da provocação, está pouco ligando para a corrupção”, diz Champlin.

Para ele, a divulgação dos resultados deve gerar impacto positivo para as próximas semanas. “O povo tende a ter o que chamamos de instinto de manada, que é seguir o exemplo. Ou seja, se todo mundo estivesse roubando o sorvete, mais gente ia roubar. Mas como 84% ainda é a maioria, será melhor seguir o que faz quatro, de cada cinco pessoas”, aposta.

VACINAÇÃO CONTRA H1N1 COMEÇA ÀS 08:00 HORAS, NO SÁBADO. IDOSOS TAMBÉM SERÃO VACINADOS

DSC01638-ed

A secretária de Saúde, Patrícia Albarello, e a enfermeira Renata Rachieli, responsável pela vigilância epidemiológica municipal, reuniram-se, na manhã desta quarta-feira, com as enfermeiras e auxiliares de enfermagem das unidades de saúde do município, com o objetivo de repassar orientações sobre a campanha de vacinação que começa no sábado.

A imprensa diz que a campanha de vacinação é contra o vírus H1N1, da famosa gripe suína, mas, na verdade, a vacina imuniza o paciente contra três tipos de vírus, entre eles o H1N1. Em Jales, a vacinação começa às 08:00 horas do sábado e vai até às 16:00 horas.

No sábado, além das enfermeiras e auxiliares de enfermagem, as equipes de vacinação serão reforçadas por alunos do curso de Técnico em Enfermagem do Instituto Educacional Profissionalizante – IEP.

Convém registrar, que a vacinação não ocorre apenas no sábado. Durante a semana, a vacina continuará sendo aplicada no horário normal de atendimento das unidades de saúde – das 07:00 às 17:00 horas.

É importante lembrar, também, que não haverá vacinação em três postos do programa ESF – Jardim Oiti, Uni-América e Rural – que não possuem salas apropriadas para vacinas. Os moradores dos bairros atendidos por esses postos deverão procurar a unidade do ESF mais próxima, ou então o Núcleo Central de Saúde.

Post Scriptum: O governo estadual alterou instruções anteriores e, além de gestantes e crianças, os idosos também serão vacinados nesta primeira etapa da vacinação, que começa no sábado. 

CASAS INICIADAS POR PARINI CONTINUAM ABANDONADAS

DSC01648-ed

Em 2008, quando buscava sua reeleição, o então prefeito Humberto Parini prometeu a construção de 1.000 casas populares em Jales. Pelo menos 120 dessas casas seriam construídas em regime de mutirão, naquele que seria o Conjunto Habitacional “João Colodetti”.

O projeto, no entanto, não deu certo e foi paralisado depois da construção das primeiras 16 casas. Diga-se, em favor de Parini, que o projeto não foi em frente porque alguns dos futuros moradores – que deveriam contribuir com a mão-de-obra (o material era por conta da Prefeitura) – não quiseram saber de botar a mão na massa. Preferiam ficar em casa, ou em algum boteco, nos finais de semana, quando deveriam estar ajudando na construção das casas.

Fracassada a tentativa de erguer as casas em regime de mutirão, Parini resolveu, então, contratar uma empresa para construir 60 casas. A empresa começou a construção de 45 casas, mas acabou desistindo, por falta de pagamento. Contratou-se, então, outra empresa, que conseguiu terminar 15 casas, entregues aos seus proprietários ainda no mandato de Parini.

DSC01650-edNo reinado da ex-prefeita Nice Mistilides, entregou-se mais 15 moradias. As outras 15 restantes foram abandonadas – algumas invadidas – e assim permanecem até hoje, como é o caso da unidade da foto lá de cima e dessas outras aqui do lado. E o que é melhor: não se tem notícias de que alguém tenha sido responsabilizado pelo desperdício do dinheiro público.   

ABANDONADO, CONSELHO TUTELAR DEVE MUDAR DE ENDEREÇO

DSC01626-ed

O vereador Tiago Abra, uma espécie de porta-voz do governo Callado, anunciou na segunda-feira, durante a sessão da Câmara, que a administração municipal está providenciando a mudança da sede do Conselho Tutelar de Jales.

Localizado na Avenida Jânio Quadros, o órgão deverá, segundo o vereador, se mudar para uma casa na Rua Treze, onde funciona, atualmente, o IAMSPE. Ainda de acordo com Abra, o escritório do IAMSPE, coordenado pelo infatigável Juliano Matos, será deslocado para o prédio do Centro de Economia Solidária “Fioravante Boldrin”, na Avenida Integração, onde já funciona o Banco do Povo.

A mudança de endereço é o de menos. O grande problema do Conselho Tutelar de Jales é o desprezo com que vem sendo tratado, como se fosse um órgão de segunda classe. A sede, na Avenida Jânio Quadros, vive tomada pelo mato.

A principal dificuldade, no entanto, é a falta de telefone e de internet. Como é que pode um Conselho Tutelar funcionar sem telefone? E quando alguém precisa ligar para registrar alguma denúncia ou comunicar algum fato que dependa da atuação do Conselho, como é que faz? Só nos resta torcer para que, no novo endereço, o Conselho disponha ao menos de uma linha telefônica.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA H1N1 SERÁ DIVIDIDA EM ETAPAS. CRIANÇAS E GESTANTES TERÃO PREFERÊNCIA

SV_campanhavacinapernambuco__04252016_0-850x478

E por falar em vacina contra o vírus H1N1, o doutor Mauro Suetugo – da Clínica Pró Imune, especializada em imunoprevenção – confirmou a este aprendiz de blogueiro, que existem mais de 4.000 pessoas na fila de espera da sua clínica, aqui em Jales. Mas, vamos à notícia da Secretaria Municipal de Comunicação:

A Secretaria Municipal da Saúde de Jales, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica, informa que a Campanha de Vacinação contra Influenza 2016 (H1N1) será dividida em etapas no período de entre 30 de abril a 20 de maio, sendo que o Dia “D” será no sábado, 30 de abril.  A determinação é do Governo do Estado, que redistribui as vacinas cedidas pelo Ministério da Saúde. 

Na primeira etapa, a partir de 30 de abril, serão vacinadas crianças entre 6 meses e 5 anos de idade, trabalhadores da saúde, gestantes e puérperas e indígenas. Já na segunda etapa, que ocorre a partir do dia 9 de maio, serão vacinadas as pessoas com 60 anos ou mais de idade. Por último, na terceira etapa, serão vacinadas as pessoas com morbidades e os reclusos. 

A campanha espera vacinar 12.175 mil pessoas, considerando a população de risco para complicações por gripe. 

As vacinas estarão disponíveis nas unidades de saúde do município que possuem sala de vacinação, são elas: ESF Francisco Xavier Rego (Jardim Paraíso), ESF Shiguero Kitayama (Roque Viola), ESF Getúlio de Carvalho (Jardim Arapuã), ESF Ozil Joaquim Resende (Jardim Municipal), ESF Zilda Arns (Novo Mundo), ESF Luis Enersto Sandi Mori (JACB) e no Núcleo Central de Saúde.

DEMISSÃO DE VARREDORAS: TIAGO ABRA DIZ QUE ARRECADAÇÃO COM ICMS CAIU 48%, MAS NÚMEROS MOSTRAM AUMENTO

DSC00614 tiago abraO vereador Tiago Abra, líder do governo Callado na Câmara, defendeu o prefeito das críticas feitas pelos vereadores Jesus Batista, Tiquinho, Rosalino e Gilbertão, a respeito da demissão das 16 varredoras da empresa Macchione Ltda.

Tiago confirmou que a Prefeitura determinou uma redução nos gastos com o recolhimento do lixo, mas bateu na tecla de que não foi o prefeito quem demitiu as varredoras – “o prefeito não é dono da empresa“, disse ele – e que a Macchione poderia ter feito cortes em outros setores.

Qualquer criança da pré-escola sabe, no entanto, que as demissões são consequência da diminuição de gastos determinada pelo prefeito. Em casos assim, já diz o ditado popular, “a corda sempre arrebenta do lado mais fraco”.

O vereador citou, ainda, matéria do “Fantástico” sobre a existência de 10 milhões de desempregados no país para justificar a demissão das varredoras. Ele ressaltou, também, que as prefeituras e os governos estaduais passam por dificuldades, por conta da crise econômica nacional, o que é verdadeiro.

icms 2015Abra mencionou, como exemplo da queda de arrecadação, o repasse o ICMS estadual. Segundo ele, a nossa Prefeitura recebeu, nesta semana, o repasse do ICMS relativo ao mês de abril, que ainda nem terminou. O valor do repasse deste mês, garantiu Abra, foi 48% menor que o repasse de abril do ano passado.

icms 2016Os números disponíveis no portal da Secretaria Estadual de Fazenda, no entanto, contradizem o vereador. Eles mostram que, em abril de 2015, o governo estadual repassou R$ 1.051.501,58 para a Prefeitura de Jales, relativo à nossa fatia no bolo do ICMS. Em 2016, o repasse de abril totalizou R$ 1.174.229,25, ou R$ 123 mil a mais que em abril do ano passado.

E mais: basta uma simples soma dos valores extraídos do portal da Secretaria de Fazenda, conforme extratos acima, para se notar que, de janeiro a abril de 2016, foram repassados R$ 5.024.330 para Jales. Esse valor representa 3,5% a mais que os R$ 4.854.609 repassados no mesmo período de 2015. Onde, então, a redução alardeada pelo vereador?

PÉROLA PODE SER CANDIDATA A VICE. E FLÁ DESMENTE BOATOS SOBRE PRESSÕES PARA QUE NÃO SEJA CANDIDATO

tiquinho perola

A vereador Pérola Cardoso(PT) já recebeu pelo menos dois convites para ser candidata a vice-prefeita nas eleições de outubro. Um deles teria sido feito, segundo fontes fidedignas, pelo prefeito Pedro Callado(PSDB), que gostaria de ter uma mulher como vice.

Dificilmente, porém, esse convite será aceito, já que a cartilha do PT não admite coligações com o PSDB. No início de seu governo, Callado convidou Pérola para assumir a Secretaria de Promoção Social, mas o PT vetou a participação dela na administração tucana. Demonstrando sua fidelidade ao partido, Pérola acatou a orientação.

O outro convite foi feito na semana passada. Segundo uma das principais lideranças do PSD local, o mesmo grupo de empresários que está incentivando a candidatura do vereador Tiquinho a prefeito quer ver Pérola como companheira de chapa do atual presidente da Câmara. Tiquinho, que estava cotado para ser vice de Callado, anda se sentindo meio escanteado nos últimos tempos e, por isso mesmo, teria gostado da ideia.

Por outro lado, o prefeiturável Flávio Prandi(DEM) desmentiu os rumores que andaram circulando pela cidade nos últimos dias, segundo os quais ele teria sido alvo de pressões do governo estadual para que desistisse de sua candidatura.

Como se sabe, Flá ocupa um cargo de confiança na CDHU, do qual terá que se afastar no início de junho. Os rumores diziam que Flá foi alertado de que não poderá voltar ao cargo, caso dispute as eleições com um companheiro do governador Alckmin – no caso, Pedro Callado – e não consiga se eleger. O prefeiturável desmentiu tudo isso em entrevista ao Beto Mariano, que pode ser vista aqui.     

1 2 3 4 14