Arquivos mensais: janeiro 2020

ITAMAR BORGES SE REÚNE COM LIDERANÇAS DO MDB DE JALES PARA DISCUTIR ELEIÇÕES MUNICIPAIS

A notícia é da assessoria de imprensa do bigodudo Itamar Borges. Falando em bigode, parece que o meu amigo Wilson Flumenal se livrou do dele. Agora, ele deve estar gastando tinta só com o cabelo, que, por sinal, está rareando.

O deputado Itamar Borges, visitou o município de Jales na segunda-feira, 27. O parlamentar esteve na Prefeitura, com o prefeito Flá, o vice-prefeito Garça, os vereadores Delei, Pintinho e Kazuto, secretários e funcionários da administração municipal, onde falou sobre trabalho e ações realizadas.

Itamar Borges é autor do Projeto de Lei que transformou Jales em Município de Interesse Turístico e um dos articuladores do cadastramento do Hospital do Amor no SUS, além de destinar diversos recursos para a Santa Casa APAE, AVCC, Fundação Pio XII e apoiar a reforma da praça Euphy Jalles e do terminal rodoviário. 

“Tenho o fortalecimento do municipalismo como uma das principais bandeiras de meu mandato, um tema que defendo desde quando fui prefeito. Por isso, trabalho, faço gestões e apoio ações e iniciativas de melhorias que são indispensáveis para o desenvolvimento regional”, destaca o parlamentar.

O deputado Itamar se reuniu com membros do MDB da cidade, que hoje é presidido pela Marynilda Cavenaghi, lideranças locais e apoiadores. Uma oportunidade para conversar sobre o momento político e o cenário das candidaturas para as eleições municipais. Também participaram do encontro, o vice-prefeito Garça, Paulinho Silva, João Missoni, Wilson Flumenal e o vereador Chico do Cartório.

Ainda em Jales, Itamar Borges esteve na Santa Casa, com o novo provedor Toshiro Sakashita e demais membros da diretoria. Esteve também no Hospital de Amor, onde conversou com as voluntárias da AVCC – Associação de Voluntários de Combate ao Câncer.

“Tenho a Saúde como uma das principais bandeiras de meus mandatos e destino grande parte das minhas emendas parlamentares para estas áreas”, destacou o deputado.

JUSTIÇA DO TRABALHO OBRIGA PREFEITURA A CRIAR PROGRAMA “JOVEM APRENDIZ” EM JALES

Em 2012 ou 2013, o Ministério do Trabalho flagrou uma situação de trabalho infantil em uma empresa privada de Jales, cujo nome não foi divulgado. É provável que a empresa tenha sido punida, mas a encrenca acabou respingando na Prefeitura de Jales.

Explico: como consequência do caso, o Ministério Público do Trabalho (MPT), a fim de resguardar direitos de crianças e adolescentes do município acionou a Prefeitura sobre providências para coibir o trabalho infantil. Em 2014, o MPT chegou a propor a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta(TAC), mas a então prefeita, Nice Mistilides, negou-se a assinar o documento e assumir compromissos.

O MPT apelou, então, para uma solução mais radical. Em 2015, o órgão ingressou com uma ação civil pública trabalhista contra a Prefeitura. Depois de idas e vindas, sobreveio o resultado da ação e ele não foi nada bom para a municipalidade. No final de 2019, ao julgar o caso, o Tribunal Regional do Trabalho(TRT), proferiu sentença determinando que a Prefeitura tomasse providências para instituir no município o programa “Jovem Aprendiz”.

Por conta disso, o prefeito Flávio Prandi enviou para a Câmara Municipal, em regime de urgência, o primeiro projeto de Lei Complementar do ano, para análise dos vereadores. Nele, o prefeito está propondo a criação do programa, que prevê a contratação de aprendizes para o quadro da administração municipal.

Em obediência à determinação do TRT, o número de aprendizes não poderá ser inferior a 5% da quantidade de servidores efetivos. Os adolescentes a serem selecionados deverão ser, prioritariamente, “oriundos de família com renda per capta inferior a dois salários mínimos, e/ou ser egressos do sistema de cumprimento de medidas socioeducativas ou estar em cumprimento de liberdade assistida ou semiliberdade”.

Mas a criação do programa é apenas um dos itens da sentença do TRT. Existem pelo menos outros dez itens. Um deles diz que a municipalidade terá que garantir pelo menos 2% da receita tributária líquida anual para a promoção de políticas públicas de combate ao trabalho infantil e profissionalização de adolescentes, além de destinar 2% do FPM para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Concluindo: por mais draconiano que fosse o TAC proposto pelo Ministério Público em 2014, teria sido muito mais vantajoso para o município se a ex-prefeita Nice Mistilides não tivesse se negado a assiná-lo.

O PROGRAMA:

O “Jovem Aprendiz” é uma forma de contratação de jovens de 14 a 24 anos, criada pelo governo federal em 2000, com o objetivo de estimular o primeiro emprego e a formação profissional. Ele é diferente de um estágio e possui um custo maior para o empregador.

O aprendiz possui um regime especial de trabalho, registrado em carteira e com direitos trabalhistas e previdenciários garantidos. A jornada é de seis horas diárias. Ele recebe salário, décimo-terceiro e tem direito a férias que devem coincidir com as férias escolares. Dos cinco dias de trabalho da semana, um será do curso profissionalizante.

MPF PEDE QUE SECRETÁRIO DE BOLSONARO SEJA INVESTIGADO POR SUSPEITA DE CORRUPÇÃO

É bom lembrar que o Bozo sempre foge das entrevistas quando é perguntado sobre o chefe da SECOM. Deu no Blog da Cidadania:

Segundo a Folha de S. Paulo, o Ministério Público Federal em Brasília pediu à Polícia Federal a abertura de inquérito criminal para investigar Fabio Wajngarten, chefe da Secom (Secretaria de Comunicação).

O intuito é investigar supostas práticas de corrupção passiva, peculato (desvio de verbas públicas para proveito pessoal ou alheio) e advocacia administrativa (patrocínio de interesses privados na administração pública, valendo-se da condição de servidor).

O despacho pedindo a investigação de Wajngarten foi assinado nesta segunda-feira (27) pelo procurador Frederick Lustosa, da Procuradoria da República no Distrito Federal, após o órgão receber diversas representações de cidadãos. O caso correrá em sigilo.

CANTOR E COMPOSITOR TUNAI FOI CREMADO HOJE NO RIO DE JANEIRO. CINZAS SERÃO LEVADAS PARA MINAS GERAIS

O cantor e compositor José Antonio de Freitas Mucci, conhecido na esfera musical pelo epíteto de Tunai, teve seu corpo cremado hoje, no Rio de Janeiro. As cinzas serão levadas para a cidade mineira de Ponte Nova, onde ele nasceu em 13 de novembro de 1950.

Tunai foi encontrado pela mulher dele ontem, por volta das seis horas da manhã, morto num sofá de sua casa. Ele não estava doente e morreu, provavelmente, dormindo, vítima de uma parada cardíaca.

Tunai era o irmão mais novo do também cantor e compositor João Bosco, mas pouca gente sabia disso porque ele nunca se utilizou do nome do irmão famoso para abrir portas. Curiosamente, a maioria das manchetes de ontem diziam: “Morreu Tunai, irmão de João Bosco”.

Poderiam dizer: “Morreu Tunai, compositor de Frisson”, sua canção mais famosa, composta em parceria com o letrista Sérgio Natureza. Por sinal, Natureza – seu principal parceiro – lhe foi apresentado por João Bosco, em 1977. Além de “Frisson”, Tunai deixa de herança pelo menos outras 60 canções gravadas.

Ele – como muitos outros compositores – foi projetado por Elis Regina, que incluiu a música “As Aparências Enganam” no disco “Essa Mulher”, gravado em 1979. Dizem os historiadores da MPB, que o repertório do disco já estava fechado quando Elis tomou conhecimento da composição de Tunai e Sérgio Natureza.

A Pimentinha ficou tão entusiasmada com a composição que resolveu tirar uma das músicas do disco, para incluir “As Aparências Enganam”. A música retirada foi “Velho Arvoredo” (Hélio Delmiro/Paulo César Pinheiro), incluída cinco anos depois em um disco póstumo de Elis – “Luz das Estrelas”, de 1984 – lançado quando ela já tinha partido para outro plano.

Fafá de Belém, a bem da verdade, foi a primeira a gravar Tunai e Sérgio Natureza. Em 1978, antes, portanto, da Elis, ela gravou “Se Eu Disser”, no disco “Banho de Cheiro” (esse aí do lado), mas a música passou despercebida. O grande sucesso do disco de Fafá foi “Dentro de Mim Mora Um Anjo”.

Fafá à parte, foi depois de Elis que Tunai ficou conhecido como compositor, sendo gravado por gente do primeiro time da MPB: Gal Costa, Simone, Nana Caymmi, Elba Ramalho, Joanna, Sandra de Sá, Ivete Sangalo, Zizi Possi, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Fagner, Emílio Santiago, Belchior, Roupa Nova, etc.”

No vídeo abaixo, Tunai canta “Frisson”. Lançada em 1984, em um disco do próprio compositor, a música invadiu as FMs e o coração do público. Em 1994, foi regravada por Ivete Sangalo, ainda na Banda Eva. “Frisson” já ganhou outras releituras, entre elas a de Elba Ramalho, que eu postei aqui no blog em 2011.

Em um dos versos de “Eternamente”, gravada por Gal Costa há 37 anos, Tunai e Sérgio Natureza dizem que “só mesmo o tempo vai poder provar a eternidade das canções”. Tunai se foi, mas algumas de suas músicas permanecerão vivas por muito tempo.

ESTRANGEIROS RETIRAM US$ 5,7 BILHÕES EM AÇÕES DO BRASIL EM 2019. FOI O PIOR RESULTADO EM 11 ANOS

Eu não entendo: o ex-urubólogo repete todo dia que o governo Bolsonaro está recuperando a confiança dos investidores no Brasil e agora algum jornalista comunista – ou, pior ainda, petista – me inventa uma notícia dessas. Deu no UOL:

Os investidores estrangeiros retiraram US$ 5,666 bilhões de aplicações em ações do Brasil, mostraram dados do Banco Central divulgados nesta segunda-feira, no pior desempenho registrado para a negociação direta de papéis em bolsa no mercado doméstico desde 2008, quando a saída foi de US$ 10,850 bilhões. Em 2018, o dado havia ficado negativo em US$ 4,265 bilhões.

Já por meio de fundos de investimento, houve entrada de US$ 2,053 bilhões em 2019, ante retirada de US$ 850 milhões no ano anterior.

Na parcial de janeiro até o dia 23, o BC contabilizou saída líquida de investimentos estrangeiros de US$ 1,7 bilhão em ações e fundos de investimento juntos.

IMPOSTOS MUNICIPAIS: PREFEITURA DE JALES ESPERA ARRECADAR R$ 15,3 MILHÕES COM IPTU E MAIS R$ 8,4 MILHÕES COM ISS EM 2020

Depois de registrar um crescimento superior a 30% em 2018, em virtude do reajuste na Planta Genérica aprovado em 2017, o IPTU arrecadado pelo município teve um aumento de apenas 3,8% em 2019, saltando de R$ 13,7 milhões em 2018 para R$ 14,2 milhões no ano passado.

Para 2020, não obstante ter reajustado o IPTU em apenas 2,92%, a Prefeitura estima arrecadar R$ 15,3 milhões com o imposto cobrado dos donos de imóveis em Jales, o que representaria um crescimento de 8% em relação a 2019. Nesse total, não estão incluídos os valores que a Prefeitura deverá arrecadar com a cobrança de impostos atrasados.

Já a arrecadação com o ISSQN, outra das principais receitas do município, experimentou um crescimento superior a 11% no ano passado, saltando de R$ 7,2 milhões em 2018 para R$ 8 milhões em 2019. E para 2020, a Prefeitura projeta uma arrecadação de R$ 8,4 milhões com o ISSQN, um aumento de 5%.

APROXIMAÇÃO BRASIL E ÍNDIA É MERA PROPAGANDA, DIZ PROFESSOR DE HISTÓRIA ECONÔMICA

Deu no portal Brasil de Fato:

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro (sem partido) e o primeiro-ministro indiano Narendra Modi celebraram no sábado (25) a assinatura de acordos entre os dois países. Apesar da propaganda difundida por ambos nas redes sociais, oito dos 15 documentos firmados são Memorandos de Entendimento, atos regidos de forma simplificada que apenas registram princípios gerais de relações entre países, mas não geram nenhum tipo de obrigação no âmbito do Direito Internacional.

Esta é a primeira viagem internacional do presidente no ano. O encontro bilateral foi confirmado durante a Cúpula dos Brics, que reuniu representantes de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, em novembro de 2019, em Brasília (DF).

Modi é o político com quem Bolsonaro demonstra maior afinidade no bloco, segundo analistas. Assim como o presidente brasileiro, o primeiro-ministro indiano aposta em slogans que evocam o patriotismo e a religiosidade. O partido dele representa o nacionalismo hindu e é acusado de promover perseguição a minorias religiosas na Índia.

Em entrevista ao Brasil de Fato, Alexandre de Freitas Barbosa, professor de História Econômica no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da Universidade de São Paulo (USP), relativizou a importância dos termos que seriam assinados durante a visita. “A aproximação com a Índia é mera propaganda, sem qualquer embasamento real. O fluxo de comércio entre os dois países é ridículo. O Brasil exporta poucas commodities, como soja e petróleo, enquanto que a Índia vende para o Brasil alguns poucos medicamentos”, analisou.

Com 1,4 bilhão de habitantes, a Índia tem a segunda maior população mundial e é a sétima maior economia do planeta. Em 2019, o Brasil teve um déficit comercial de US$ 1,49 bilhão na relação com o país asiático, o que significa que gastou mais com importações do que arrecadou com exportações. 

Os principais investimentos indianos no Brasil são no setor de transmissão de energia, agrotóxicos e fabricação de veículos pesados. O Brasil, por sua vez, realiza investimentos em solo indiano nas áreas de motores elétricos, terminais bancários e componentes de veículos pesados.

SEXO BARULHENTO VIRA CASO DE POLÍCIA EM HORTOLÂNDIA

Não sei se os prezados leitores se lembram, mas, em 2015, tivemos um caso parecido em Fernandópolis. Com a diferença de que, em Fernandópolis, as barulhentas sessões de fornicação se davam no período da tarde e chegavam a durar três horas. (veja aqui).

A notícia é do Agora SP e foi a mais lida no UOL, neste domingo.

O barulho provocado pelas relações sexuais de um casal, em Hortolândia (109 km de SP), fez com que o vizinho, um motorista de 33 anos, desse queixa na polícia por perturbação do sossego. O boletim de ocorrência foi registrado na terça-feira (21). A reportagem não conseguiu falar com os acusados. 

O motorista disse ao Agora que se mudou para o bairro Vila Real há cerca de três meses, mesmo tempo em que os vizinhos também se mudaram para a casa ao lado. Desde então, à noite, segundo ele, o casal faz muito barulho durante as relações sexuais, provocando constrangimento à sua família. “São três mulheres em casa, minhas filhas, de 12 e de 14 anos, além de minha esposa. Ouvir os vizinhos fazendo sexo começou a incomodar muito”, afirmou. 

Ele diz que, por causa da gritaria, a família não conseguia dormir direito. Aos fins de semana, a situação piorava, pois o casal fazia barulho durante a tarde também, ainda de acordo com o motorista.

O rapaz afirma que tentou conversar com o casal, mas a gritaria ficou ainda mais alta. “Acho que pioraram o barulho por pirraça”, afirmou. 

Incomodado, o motorista disse que chegou a aumentar o muro da sua casa em cerca de três metros, para tentar inibir a barulheira, mas isso não adiantou.

Não vendo saída para o problema, ele resolveu registrar um boletim de ocorrência na terça. No dia seguinte, acionou a Guarda Civil Municipal e mostrou vídeos nos quais é possível ouvir a gritaria dos vizinhos. “Depois disso, os guardas falaram com o casal e, desde a quarta-feira [22], eles pararam de fazer barulho”, afirmou. 

Mesmo com o problema resolvido, ao menos por enquanto, o denunciante afirmou que sua mulher quer se mudar do bairro, pois ela “perdeu o gosto” de morar ali.

Obs.: Pararam de fazer barulho? Ou será que o casal resolveu aderir à abstinência sexual pregada pela Damares?

PARECE QUE FOI ONTEM: HÁ CINCO ANOS, BUNDA DE PAOLLA OLIVEIRA QUEBRAVA INTERNET

Ainda bem que o Meirelles não cortou. Deu no site Notícias da TV:

Há cinco anos, a bunda de Paolla Oliveira ficou eternizada na teledramaturgia e na memória do público brasileiro. Em janeiro de 2015, a atriz estreou na minissérie “Felizes Para Sempre” no papel da prostituta Danny Bond, mas foi seu derrière que roubou a cena no primeiro capítulo.

A imagem de Paolla de costas quebrou a internet naquele dia. A cena com a atriz seminua virou instantaneamente um clássico. O contexto era o seguinte: no capítulo de estreia de “Felizes Para Sempre”, os personagens Cláudio (Enrique Diaz) e Marília (Maria Fernanda Cândido) contrataram a prostituta para esquentar a relação.

Mas, dias depois, ele chamou a profissional novamente, dessa vez sozinho. Danny Bond chegou para o encontro num hotel e logo após cumprimentar o cliente já foi tirando a roupa. Ela andou em direção à janela para admirar a vista, só de calcinha, e o público pirou.

O assunto foi muito comentado nas redes sociais não só naquela noite, mas durante semanas. A bunda de Paolla virou meme e fantasia de Carnaval no Brasil todo. “Essa era uma cena em que ela provocava o personagem de Enrique Diaz, e eu acho que o Brasil foi provocado”, disse Paolla em uma entrevista.

O bumbum de Paolla Oliveira ainda gerou interesse do público fitness, que se interessou por exercícios para ficar com o visual da atriz. Com toda a repercussão gerada pela cena, o diretor Fernando Meirelles até se arrependeu de não de tê-la cortado, afinal, hoje a minissérie só é lembrada pela imagem.

1 2 3 10