CÂMARA APROVA SUBSÍDIO PARA EMPRESA JAUENSE

(por Roberto Timpurim)

A Câmara Municipal de Jales, após dois pedidos de vistas, aprovou por unanimidade, na sessão ordinária do dia 27, o Projeto de Lei nº 061, do Executivo, que concede subsídio mensal à concessionária dos serviços públicos de Transporte Coletivo Urbano do Município, a título de equilíbrio econômico financeiro do contrato, a partir do mês de junho do exercício de 2011 e durante o exercício de 2012. 

O valor a ser repassado para a empresa Auto Viação Jauense Ltda será de R$ 9,2 mil. A Prefeitura Municipal justificou que as planilhas mensais da concessionária, desde o início, vem apresentando déficits nas contas da empresa que presta o serviço de transporte público coletivo. Segundo a empresa, os déficits são oriundos do transporte gratuito, principalmente de pessoas idosas. 

O sócio proprietário da empresa, Bruno Verdini, esteve na sessão e em reunião com os vereadores, justificou a necessidade do subsídio para que o serviço de transporte coletivo no município permaneça com qualidade, atendendo as expectativas dos seus usuários. 

Bruno salientou que a empresa, Auto Viação Jauense, têm sua matriz na cidade de Jaú-sp, com filiais nas cidades de Pederneiras, Fernandópolis e Jales. Para ele, o transporte de passageiros na cidade é deficitário em relação ao custo, o que justifica o repasse do subsídio pela prefeitura municipal.

13 comentários

  • Anônimo

    O vereador Macetão é um cara FELIZ…. sempre sorrindo!

  • Chiquinho

    com certeza, com uma piada de câmara que temos, eles vão sorrir sempre!!! macetão fanfarrão

    • picapau

      com o macetão sempre sorrindo é normal, ele é um cara de bem com a vida, o duro é a esposa do nosso blogueiro ir ao velorio da dona maria e ficar sorrindo para todo mundo.
      Para quem não saiba esta sendo velado hoje o corpo de dona Maria a ex sogra do amigo Tony Ayres

  • Martini

    Picapauzinho, você tá certo.

    Ela tinha de chorar o tempo todo, e sendo

    consolada pela primeira dama e prefeito.

  • Martini

    Cardosinho, tá tão bom seu blog, pelo que

    fiquei sabendo que o Prefeito honesto acompanha direto.

    E mais, um vendedor de uma grande loja disse que

    tem muita gente comprando computador em Jales pra

    ficar por dentro de tudo.

    Parabéns, quero que faça sucesso e ganhe muita grana,

    só que não vá comprar apartamento em Ribeirão e pagar

    no dinheiro vivinho, isso é perigoso, muito assalto.

  • Anônimo

    Desvio de foco, tudo começou com um sorriso do macetão.
    Caros leitores, vamos ir mais além nestas discussões, vejamos que a prefeitura realiza beneficios aos que já estão na cidade,e qual o motivo que não leva a mesma prefeitura abrir incentivos fiscais para atrair novas empresas?
    Enquanto discutimos aqui, vossos filhos estão tendo que buscar empregos (após a formatura) em outras cidades, pois estamos vivendo em uma cidade de velhos, até a empresa jauense fez essa análise.
    Será que alguém vai querer ficar no barco até que ele afunde… e olha que não vai dar pra dar aquela desculpa de que não vi isso acontecer…

  • Chiquinho

    a para rapaz, o cara não sai das quermesses mete aquele sorriso colgate no rosto em época de pré-campanha e depois quando ganha o cara anda com o vidro do carro fechado, só comprimenta se a pessoa chamar ele pelo nome, o cara é um grande fazedor de média em periodo eleitoral.. de bem com a vida ele é qdo o dinheiro cai na conta sem ter feito nada pela população

  • Domingo no Jornal A Tribuna o artigo Eu, Tu, Eles…2 (by Marco A.Poletto)

    …uma das grandes ilhas de cultura deste país, Millôr Fernandes, cita uma segunda invenção à espera de reconhecimento universal, que é o vereador pago. O vereador pago é como a jabuticaba, uma fruta genuinamente nacional.

    Quem não é de Jales poderá ler no meu blog http://www.mpoletto.zip.net

  • Pagu

    Certamente o sr. Prefeito acompanha os comentários deste blog. Eu suponho, aliás, que o mesmo se oculta sob o pseudônimo de pica-pau.
    Porque é simplesmente lastimável pensar que existem pessoas que defendam e patrocinem a corrupção.
    Pica-pau, Anônimo, os senhores não sabiam que o dinheiro público é do POVO, e não serve (ou não deveria servir) para enriquecimento ilícito de pessoas imorais?
    Triste sina esta nossa…Espero, apenas, que mais este ato de desonra com o patrimônio público não acabe impune.

Deixe uma resposta para Martini Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *