Arquivos do autor: cardosinho

REVISTA INTERATIVA ENTREVISTA GARÇA

E a edição 69 da Revista Interativa chegou aqui em casa, hoje pela manhã, com essa fofura na capa. Claro que eu corri às páginas internas para ler a entrevista da moça da capa, a empresária Solange Lopes, de Auriflama.  E, após atenta e curiosa leitura, cheguei à conclusão de que a Solange, além de bonita, é inteligente.

Mas, além da Solange, a Revista Interativa, deste mês de dezembro, está trazendo também uma interessante entrevista com o prefeiturável José Devanir Rodrigues, o Garça, que está deixando a provedoria da Santa Casa de Jales, onde desenvolveu um brilhante trabalho. Tem, igualmente,  uma entrevista com o meu colega de ginasial, o empresário José Magalhães Rocha, que, após trabalhar vários anos na multinacional Philips, realizou o sonho de voltar a Jales.

Na pré-adolescência, Magalhães morava em Mesópolis, mas estudava aqui em Jales. Ele era um dos meninos que ficava alojado, durante a semana, na Escola Vocacional, da Igreja Católica. Em 1968, estudamos juntos na 1ª F, do Euphly Jalles, quando o colégio ainda era na Rua Dezessete, onde hoje funciona o ARE.   

ALUNO DA EE “DOM ARTHUR” ENTRE CAMPEÕES DA 33a. OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA

A notícia está sendo distribuída pela assessoria de comunicação da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e me foi enviada por uma amiga. Dêem uma olhada:

Três alunos de 9º ano de escolas estaduais conquistaram medalhas de prata na 33ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). Dentre os 190 mil estudantes do Ensino Fundamental ao Médio de todo o país, apenas 212 participantes receberam medalhas ou menção honrosa.

Medalhistas do nível 2, de 8º a 9ºano do Ensino Fundamental, Bruno Eidi Nishimoto, de Jales, Lucas Mioranci, de São José do Rio Preto, e Mateus Bezrutchka, de Taboão da Serra, receberão o prêmio e o certificado em janeiro, em data a ser marcada. Além disso, serão convidados a participar do processo de seleção para formar as equipes que representarão o Brasil em olimpíadas internacionais de matemática.

“Pretendo participar da seleção e representar o país”, conta Bruno Eidi Nishimoto, aluno do 9º ano da Escola Estadual Dom Artur Horsthuis, localizada em Jales. Aos 14 anos, o filho de agricultor já tem uma medalha de prata na OBM, conquistada em 2011. Para 2012, o plano é começar o Ensino Médio na mesma escola estadual onde conclui o Ensino Fundamental e seguir se dedicando à matemática.

Na casa de Lucas Mioranci, apenas o jovem medalhista de 15 anos gosta de matemática. “Estudava todo o dia à tarde depois da aula”, diz Lucas, aluno da Escola Estadual Victor Britto Bastos, em São José do Rio Preto, desde o 6º ano. Atualmente terminando o 9º ano, o adolescente pretende buscar o ensino técnico em 2012.

Para Mateus Bezrutchka, que cursa o 9º ano na Escola Estadual Silvia Aparecida dos Santos, localizada em Taboão da Serra, tomar a decisão de integrar a olimpíada foi fácil. “Eu gosto de matemática e gosto de ganhar medalha, então resolvi participar”, relata o adolescente de 15 anos. Assim como os outros dois estudantes, Lucas contou com o apoio do Programa de Preparação Especial para Olimpíadas, oferecido aos vencedores da Olimpíada Brasileira de Matemática para Escolas Públicas (Obmep).

CASA CIVIL CONFIRMA VERBAS DESTINADAS POR RODRIGO GARCIA A ENTIDADES DE JALES

O Diário Oficial do Estado, desta quarta-feira, está publicando despacho da Casa Civil do governo estadual, aprovando uma série de convênios propostos pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, cujo titular é o deputado Rodrigo Garcia(DEM). Com relação a Jales, foram aprovados quatro convênios, que beneficiam algumas de nossas entidades. Confiram o que foi publicado, hoje:

Na representação SEDS-31, de 13-12-2011, sobre convênios: “Diante da representação do Secretário de Desenvolvimento Social, para os efeitos do que dispõe o Dec. 52.872-2008, e de conformidade com o art. 1º do Dec. 53.325-2008, aprovo a indicação dos convenentes constantes do quadro, descritos seus objetos e valores na seguinte conformidade”:
Entidade Objeto Valor-R$ Município
Associação de Pais e Amigos do Futsal de Jales Aquisição de Equipamentos 30.000,00 Jales
Associação Comunitária Moriah Aquisição de Veículo 30.000,00 Jales
Cáritas Diocesana de Jales Aquisição de Veículo 30.000,00 Jales
Casa da Criança de Jales Aquisição de Veículo 50.000,00 Jales

 

RIVELINO PODE PERDER MANDATO DE VEREADOR

Não é nada confortável a posição do vereador Rivelino Rodrigues. Depois de desistir da disputa pela presidência da Câmara, ele agora corre o risco de ficar sem seu mandato de vereador. Como se sabe, por uma questão estratégica, Riva Rodrigues deixou o PPS, em outubro, e pulou para o barco do PMDB.

Pois bem, se ele ainda não recebeu, deverá estar recebendo, nas próximas  horas, uma notificação da Justiça Eleitoral para que apresente, no prazo de cinco dias, suas alegações para a troca de partido. Tudo isso porque, apesar de o seu ex-partido – o PPS – ter concordado com a troca, a procuradoria eleitoral do Estado não foi tão compreensiva assim e abriu um processo contra Riva, por infidelidade partidária. E o assunto promete esquentar!

Na próxima edição de A Tribuna, que circulará na sexta-feira(23), mais detalhes sobre o caso. O amigo está interessado em saber quem é o suplente do Riva Rodrigues? Então, lá vai: Paulo Cacildo de Castro, o famoso Graxinha, que, nas eleições de 2008, obteve 230 votos. 

SUZANA VIEIRA CONTA QUE GASTA R$ 2,5 MIL POR MÊS COM SEUS CÃES

A notícia é do portal Extra on Line:

Dona de seis cachorros — cinco yorkshires e um pastor alemão fêmea — a atriz Susana Vieira disse à revista Contigo! que não economiza dinheiro para tratá-los com muito carinho. Prova disso é que, por mês, Susana gasta cerca de 2,5 mil reais apenas com ração, tosa e banho. “Isso sem contar remédios, quando necessário. E cada vez mais eles pegam nossas doenças. Até psicossomáticas. Scarlett [uma das yorkshires], por exemplo, é muito estressada e tem asma psicológica. Usa bombinha que custa 80 reais cada”, contou.

Os nomes dos cães são uma história à parte: a pastor alemão chama-se Cristina (apelidada de Tina pela atriz) por causa do filme Mamãezinha Querida, que conta todos os horrores que a atriz Joan Crawford cometia com sua filha mais velha, Cristina. Já a yorkshire Lara foi assim chamada porque, na época em que Susana adotou o animal, a atriz trabalhava na minissérie “Lara com Z”.

ADMINISTRADAS POR OPOSITORES DO PT, FERNANDÓPOLIS E VOTUPORANGA CONSEGUEM MAIS VERBAS JUNTO AO GOVERNO FEDERAL QUE PARINI

À falta de coisa mais importante prá fazer, fui ao Portal da Transparência para pesquisar os convênios assinados por Jales e suas vizinhas, nos últimos 3 anos, junto aos ministérios do governo federal. O que descobri, não me surpreendeu. Desde que assumiu, em janeiro de 2009, o prefeito de Fernandópolis, Luiz Vilar(DEM) conseguiu mais convênios e recursos junto ao governo petista do que o nosso premiado estadista.

Nesse período, o Diário Oficial da União publicou 31 convênios para Fernandópolis e 29 para Jales. Em reais, isso significou R$ 11,5 milhões para Jales e R$ 13,5 milhões para nossa vizinha. Mas a comparação adquire contornos de goleada, quando chegamos aos números de Votuporanga, administrada pelo tucano Marão Júnior.

Sem contar os convênios que beneficiam a Santa Casa e outras entidades de Votuporanga, já são R$ 21,7 milhões obtidos com os 43 convênios assinados por Marão junto ao governo federal, desde janeiro de 2009. Ou seja, R$ 10,2 milhões a mais que Jales. Nessa conta, não estão inclusos os R$ 20 milhões  empenhados  para o Complexo Esportivo de Votuporanga. Aí, já seria covardia!

ESPECIATO AINDA NÃO ASSIMILOU DERROTA DO GRUPO SITUACIONISTA NA ELEIÇÃO DA CÂMARA

O vereador Luís Especiato – que aparece na foto aí de cima, ao lado de um dos 50 melhores prefeitos do Brasil, passando às mãos de uma senhora as chaves de uma das 29 moradias entregues hoje  – já parece mais conformado, mas ainda não digeriu totalmente a derrota dos aliados do prefeito na disputa pela presidência da Câmara.

Durante a festa de final de ano dos vereadores e funcionários da Câmara,  ele teria confidenciado a alguns amigos que ainda não tinha decidido com qual dos dois braços “acertaria”o seu colega Salatiel de Oliveira. Na dúvida, ele não utilizou nenhum dos dois braços, hoje, quando se encontrou com Salatiel. Especiato, que contava com o voto do vereador do DEM para a reeleição de Claudir Aranda, preferiu apenas reclamar.

Por outro lado, nem os vereadores que votaram em Macetão arriscam-se em fazer prognósticos sobre como será a atuação dele na presidência da Câmara. Situação e oposição avaliam que Macetão é um mistério cercado de enigmas, mas os oposicionistas ainda preferem acreditar que ele manterá o mesmo posicionamento que vinha tendo em relação ao Paço.  Mas…, cautela e caldo de galinha nunca é demais, principalmente em ano eleitoral. 

PREFEITO ENTREGA CHAVES DAS 29 CASAS

Pressionado, o prefeito Humberto Parini entregou, hoje, as chaves de 29 moradias populares às famílias contempladas. Enquanto o prefeito – observado por alguns alegres assessores – entregava as chaves na Casa do Poeta, a situação no novo conjunto habitacional, na manhã desta terça-feira,  era a da foto abaixo. Como se pode ver, as obras por lá ainda não terminaram. 

E, como sempre acontece nessas ocasiões, a eficiente equipe de pintores da Prefeitura, comandada pelo Bussolotti e pelo Cascarana, foi convocada para fazer uma pequena “maquiagem” nos quarteirões que rodeiam o novo conjunto habitacional. Afinal, aparência é tudo.

   

EM SESSÃO EXTRAORDINÁRIA, CÂMARA APROVA DOIS PROJETOS NESTA TERÇA-FEIRA

A Câmara Municipal de Jales esteve reunida nesta terça-feira, em sessão extraordinária, para analisar e aprovar, em regime de urgência, dois projetos enviados pelo prefeito Humberto Parini. Um dos projetos interessa muito aos estudantes universitários que estudam em faculdades da região e se utilizam dos ônibus da Prefeitura de Jales.

Como se sabe, esses estudantes estão obrigados, por lei, a prestar – anualmente – 30 horas de serviço comunitário ao município. A partir da publicação do projeto aprovado hoje pela Câmara, os estudantes poderão optar entre prestar os serviços ou doar uma cesta básica de alimentos, por ano.

O outro projeto interessa apenas à Casa da Criança. O prefeito está pedindo autorização para firmar convênio com aquela entidade, visando a concessão de subvenção social (dinheiro). O projeto não diz qual o valor que será repassado à Casa da Criança, mas ele levará em conta o número de alunos matriculados e os valores estabelecidos pelo MEC por aluno/ano.

1 1.057 1.058 1.059 1.060 1.061 1.250