Arquivos do autor: cardosinho

CLAUDIR NÃO CONSEGUE ASSINATURAS PARA DIMINUIÇÃO DO NÚMERO DE VEREADORES

O projeto de lei do vereador Claudir Aranda, que prevê a diminuição do número de vereadores da Câmara de Jales, de 10 para 09, ainda não conseguiu as quatro assinaturas necessárias para ser levado à discussão e votação. Mas não pensem vocês que Claudir está chateado com isso. Muito pelo contrário!

Na verdade, os demais vereadores estão fazendo exatamente o que o presidente da Câmara queria que eles fizessem. Prá todos os efeitos, ele propôs a redução e seus colegas não toparam, mas, no íntimo, Claudir também é contra. Ele está apenas jogando prá torcida.

Andei conversando com alguns vereadores sobre o assunto. A maioria é favorável à permanência do número atual ou do aumento para 11. É o caso do vereador Especiato que, com alguma razão, argumenta que uma cidade como Jales não pode ter o mesmo número de vereadores de cidades como, por exemplo, Aspásia ou Santa Salete. Rivelino Rodrigues também acha que o caso não é de diminuir o número de vereadores, mas de diminuir as despesas com a Câmara.

Salatiel é favorável ao aumento para treze vereadores e alega que isso não vai aumentar as despesas, uma vez que o repasse da Prefeitura à Câmara vai continuar o mesmo. Tatinha acha que o Legislativo deve continuar com o número atual, enquanto Nishimoto acha que 11 é o número ideal e Jota Erre pondera que 10 ou 11 vereadores são suficientes.

Macetão, por seu turno, acha que o número de vereadores deve ser definido após ampla discussão com a sociedade. Ele garante que não vai ser candidato a vereador na próxima eleição, mas também não concorda com a diminuição para 09. E você, o que acha? Se ainda não votou, dê a sua opinião na enquete que o blog está realizando aí do lado direito. Até hoje, 208 visitantes do blog já se manifestaram e a maioria (74%) é contra o aumento do número de vereadores para 13.

ADVOGADOS TENTAM DAR SOBREVIDA AO MANDATO DE PARINI

A página do Supremo Tribunal Federal registrou, nesta quarta-feira, mais uma movimentação no famoso Agravo de Instrumento 692428. Diz lá que “Humberto Parini requer juntada de procuração e/ou substabelecimento”. Como não entendo nada disso, corri aos universitários. E eles me disseram que a petição deve ser apenas mais uma tentativa de prolongar a agonia do nosso prefeito. Que, por sinal, já respira por aparelhos.

O resultado de mais essa tentativa, dizem os universitários não deve ser dos mais eficazes. Dois deles me garantiram que, no máximo, os advogados conseguirão adiar o problema por mais alguns dias. Outros tantos me disseram que a resposta do ministro Joaquim Barbosa já está dada e o Ministério Público de Jales poderá, com base naquilo que for publicado na página do Supremo, solicitar a execução da sentença à juiza Renata Longo Serrano Nunes.

Enfim, na opinião dos “entendidos”, a novidade trouxe um pouco mais de suspense à história, mas o capítulo final dessa trama, garantem eles, já está escrito. E, como convém a qualquer bom final de novela mexicana, os vilões não escaparão ao merecido castigo. Abaixo, a publicação de hoje:

Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
01/06/2011 Petição 31277/2011 – 01/06/2011 – HUMBERTO PARINI – REQUER JUNTADA DE PROCURAÇÃO E/OU SUBSTABELECIMENTO.

CASO FACIP 97: MINISTRO JOAQUIM BARBOSA, TUDO INDICA, JÁ RESPONDEU AO OFÍCIO DA JUÍZA RENATA

Seriam os últimos dias de Pompéia? O site do Supremo Tribunal Federal registrou, nessa terça-feira, mais uma movimentação no Agravo de Instrumento 692428, aquele que, por enquanto, está salvando a pele do prefeito Humberto Parini. E a movimentação, segundo as fontes que andei consultando – já que sou completamente analfabeto nessas questões jurídicas – não parece ter sido das mais alvissareiras para o nosso premiado estadista.

Eis o que foi publicado na página do STF:

Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
31/05/2011 Prejudicado MIN. JOAQUIM BARBOSA em 30/05/2011

E o que significaria a palavrinha “prejudicado“, registrada na coluna andamento? Se as minhas fontes estiverem corretas, pode significar praticamente “fim de linha” para o prefeito Parini. No ofício que a juíza da 4.Vara de Jales, Renata Longo Vilalba Serrano Nunes, enviou ao ministro Joaquim Barbosa, a magistrada solicita que o STF a informe se o Recurso Extraordinário, objeto do Agravo de Instrumento 692428, se encontra prejudicado. E, pelo jeito, foi isso o que respondeu o ministro.

Segundo me explicaram, estando prejudicado o Recurso Extraordinário, restaria configurado o trânsito em julgado da ação, isto é, o prefeito Parini não teria mais prá onde correr. É isso, na opinião das minhas fontes, o que dá a entender o termo “prejudicado” aposto pelo ministro na publicação de ontem. O mais recomendável, no entanto, é que esperemos o inteiro teor da resposta, que deverá chegar por aqui nos próximos dias. Mas, se eu fosse o Clóvis Viola, já começaria a me preparar para assumir o abacaxi.

Só para conferir o que foi perguntado pela juíza Renata ao ministro Barbosa, reproduzo, abaixo, a cópia do ofício do dia 08/04/2011. Para ver melhor, basta clicar em cima:

  

RÁDIO BRASIL & CIA ESTÁ NO AR, EM FASE DE FORMATAÇÃO

Os amigos que acompanham este blog devem ter percebido que, nos últimos dias, a produção do blogueiro caiu um pouco. Mas eu tenho uma razoável justificativa: é que, há uns dez dias, venho me dedicando – com a ajuda do amigo Renato César Pereira e do meu filho número quatro, o KeKo – à criação de uma Rádio Web, coisa que tem me tomado bastante tempo.

Ontem, terminei a escolha das 4.200 músicas que, inicialmente, servirão de base à programação da Rádio. Foi um processo um pouco demorado, mas prazeroso. A programação terá, basicamente, muita MPB e alguns flash backs internacionais, mais ou menos aquilo que fazemos no Brasil & Cia, da Regional FM. A idéia é rodar apenas músicas e vinhetas.

A Rádio Brasil & Cia, que também terá um portal de notícias, ainda está em fase de formatação, mas já pode ser ouvida. Me daria imenso prazer, se vocês entrassem no endereço http://radiobrasilecia.com/, ouvissem e fizessem suas sugestões.


ASSESSORES LEVAM APOIO MORAL AO PREFEITO PARINI

Uma fonte próxima ao prefeito Parini me confidenciou hoje, que, dia desses, parte do secretariado municipal se juntou e, em romaria, teria dado uma esticada até a casa do nosso premiado estadista para oferecer-lhe um pouco de apoio moral, já que a fase não é das melhores.

Segundo meu confidente, o clima foi de muito choro.

Parece que aquelas teorias do profeta do apocalipse, José Célio Martini, estão se tornando realidade. As duplicatas estão começando a chegar.

PREFEITA ROSINHA GAROTINHO ATACA DE CANTORA

Era só o que faltava! Não bastasse o Roberto Jefferson, agora é a ex-governadora do Rio, Rosinha Garotinho, quem ameaça atormentar nossos pobres ouvidos: A notícia – por sinal curtíssima – bem como a foto, é do Extra on Line:

A prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, está em estúdio gravando um CD. 

Na foto acima, a moça aparece com um dos parceiros do disco, o forrozeiro Frank Aguiar. Além dele, há outras presenças ilustres como Elymar Santos, Joanna e Daniel.

Além do Extra on Line, também o blog da Berenice Seara traz informações sobre a incursão de Rosinha na seara musical. Segundo a blogueira, a “música de trabalho” do primeiro e, espero, único CD da nova cantora será Noturno, um antigo sucesso do Fagner. Valha-me, minha Nossa Senhora!

MINISTRA ELLEN GRACE NEGA LIMINAR À EX-PREFEITA DE FERNANDÓPOLIS, ACUSADA DE FRAUDE EM LICITAÇÃO

Hoje, bisbilhotando a página do Supremo Tribunal Federal, em busca de novidades sobre o processo do prefeito Parini, dei de cara com a notícia que reproduzo abaixo:

Negada liminar a ex-prefeita denunciada por fraude em licitação

A ministra Ellen Gracie aplicou a Súmula 691 do Supremo Tribunal Federal (STF) para indeferir pedido de liminar requerido no Habeas Corpus (HC) 108468 pela ex-prefeita de Fernandópolis (SP) Ana Maria Matoso Bim e pelo engenheiro Romário Euchario Gouveia Neto, ex-presidente da Fundação Ararense para o Desenvolvimento do Ensino (FADE). Eles pleiteavam o trancamento de ação penal em curso contra eles na 1ª Vara Criminal da Comarca daquele município paulista, por suposta fraude em processo licitatório.

A Súmula 691 veda a concessão de liminar em HC, quando igual medida tiver sido negada por relator de outro tribunal, na mesma via judicial.

No HC, que ainda será julgado no mérito pelo STF, a ex-prefeita e o engenheiro questionam decisão de relator do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou igual pedido em HC lá impetrado. A ministra Ellen Gracie, no entanto, ao aplicar a Súmula 691, observou que conceder a liminar implicaria supressão de instância, preferindo aguardar que o STJ julgue a matéria no mérito.

Ela ratificou decisão do ministro (desembargador convocado) do STJ Celso Limongi, que, ao negar liminar, refutou os argumentos da defesa, de que se trataria, no caso, de atipicidade da conduta, que a denúncia seria inepta e careceria de justa causa para a ação penal.

A notícia completa pode ser vista aqui. Ah! ia me esquecendo: temos também novidades no caso Parini, mas sobre isso eu falo em outro post.

ACONTECEU EM JALES: MULHER SE NEGA A COMPRAR ALFACE PARA O MARIDO E É ESPANCADA

Definitivamente, nossa cidade já foi mais pacata. A notícia está no portal  Mais Interativa:

Na última quarta-feira, dia 25, às 19h00, uma mulher foi agredida brutalmente pelo marido no Jardim América, em Jales. Segundo informações da DDM – Delegacia de Defesa da Mulher, a vítima V.F.M afirma que seu marido é usuário de cocaína há 2 meses e se tornou muito agressivo.

Assim que sua esposa entrou em casa com a filha de 7 anos, o marido exigiu que ela comprasse alface para ele, ela se negou e então ele começou a agredi-la com empurrões, socos no rosto e pontapés. Descontrolado, A.L.R.O ainda pegou um rodinho e empurrou a mulher para fora de casa ameaçando cortar seus dedos e matá-la caso ela não fosse embora.

Assustada, ela foi dormir na casa de um amigo. Mesmo agredida, a vítima disse à polícia que não vai representar o marido criminalmente.

CONCURSEIRO REVELA PREOCUPAÇÃO COM NÍVEL DAS PROVAS DO INSTITUTO SOLER

De vez em quando, chegam comentários no post publicado em fevereiro, sobre a anulação de um concurso realizado pelo Insituto Soler, em Paranaíba. Como se trata de um post já um pouco antigo, é natural que os visitantes do blog nem tomem conhecimento dos comentários recentes. Por isso mesmo, estou reproduzindo, abaixo, o comentário que chegou hoje.

E, antes que os bairristas de plantão me venham com aquela conversa fiada de que eu estaria tentando prejudicar uma empresa de Jales, que gera empregos e impostos na cidade – e blá, blá, blá, blá… – deixo claro que não tenho nada pessoal contra ninguém da família Soler e tampouco conheço o trabalho do Instituto Soler. 

Não posso deixar de registrar, porém, que o Instituto Soler vem realizando diversos concursos em várias cidades e, em alguns desses locais, como Paranaíba e Dirce Reis, foi necessária a intervenção do Ministério Público. Da mesma forma, não posso deixar de registrar a preocupação das pessoas que participam desses concursos. Aí vai a opinião de uma dessas pessoas: 

joão
31 maio 2011 às 14:11

Olá pessoal!!!!

Realmente tem algo muito estranho com este instituto! Prestei o concurso da prefeitura de birigui realizado no dia 29/05/2011!!

Também não encontrei provas anteriores do instituto, o valor da inscrição foi baixissímo, os fiscais de prova extremamente despreparados e a prova simplesmente uma vergonha!!!! Repleta de erros de português, os mais absurdos possíveis, fora a ausência de enunciados das questões e a total falta de coerência nas questões!!!

Venho prestando concursos ha alguns anos e nunca tinha visto uma falta de respeito desse tamanho!!!! Convoco os demais candidatos a se unirem para ver o que realmente se passa…. é uma vergonha!

COMEÇAM AS OBRAS DO ESTÁDIO DO CORINTHIANS PARA ABERTURA DA COPA DO MUNDO DE 2014

O tão sonhado estádio do Corinthians começou a sair do papel nesta segunda-feira (30), com o início das obras de terraplanagem do terreno em Itaquera, na zona leste de São Paulo.

O primeiro trator foi ligado por volta das 8h15 (de Brasília). Antes, o engenheiro responsável pelas obras, Frederico Barbosa, da construtora Odebrecht, se reuniu com os operários que vão executar o serviço para explicar como será a primeira etapa.

– Os três primeiros meses serão de serviços preliminares: limpeza de terreno, terraplanagem, marcação topográfica, coleta de materiais para fazer ensaios e início dos testes de fundação.

Segundo o engenheiro, a fundação dos prédios deve começar a ser feita na segunda quinzena de julho. O objetivo é concluir o estádio em dezembro de 2013, cerca de seis meses antes do início da Copa do Mundo de 2014. O estádio, conhecido por enquanto como Fielzão, deve receber o jogo de abertura. Abaixo, um vídeo da Gazeta, sobre o início das obras:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

1 1.143 1.144 1.145 1.146 1.147 1.233