Categoria: Cidade

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

Na edição digital do jornal Folha Noroeste deste sábado, o principal destaque é a inadimplência das micro e pequenas empresas brasileiras. Um estudo da Serasa mostra que, em março deste ano, mais de 5 milhões de micro e pequenas empresas (MPEs)  tinham dívidas atrasadas, o que significa um crescimento de 8,9% em relação a março de 2017, quando o país tinha 4,6 milhões de empresas desse porte endividadas. Segundo o estudo, 54,1% das MPEs no vermelho estão no Sudeste. Entre os estados, São Paulo está na liderança com 1,6 milhão de CNPJs negativados, ou 32,9% do total nacional.

Destaque, igualmente, para o sorteio das 99 casas populares do conjunto habitacional “Honório Amadeu”, ocorrido na sexta-feira da semana passada, 08/06, com a presença o presidente da CDHU, Humberto Schmidt. Com 2.484 pessoas concorrendo às 99 casas, as arquibancadas do Estádio Municipal “Roberto Rollemberg” ficaram lotadas e o prefeito Flá Prandi aproveitou para dizer que a Prefeitura já conta com outro terreno para construção de mais casas da CDHU. Com 56,67 metros quadrados de área construída, as moradias possuem dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

Na coluna FolhaGeral, o calejado redator-chefe Roberto Carvalho comenta o Ranking 2018 da Universalização do Saneamento, lançado neste mês de junho, mostrando que a questão saneamento, no Brasil, continua preocupando. Das 1.894 cidades avaliadas, 1.613 (85%) ainda estão longe de atender 100% de suas populações. E de todas essas cidades, apenas quatro – Piracicaba, São Caetano do Sul, Uchoa e… Santa Fé do Sul – receberam a nota máxima. Detalhe: em Santa Fé do Sul, quem cuida do saneamento é o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). 

UNIVESP VAI CONTRATAR SUPERVISOR À DISTÂNCIA E MEDIADOR DE ENSINO PRESENCIAL. INSCRIÇÕES ATÉ ESSE DOMINGO

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

A Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) abriu inscrições para processo seletivo voltado à contratação de 94 supervisores à distância e 1.100 mediadores de ensino presencial, pelo período de 12 meses. Os profissionais serão responsáveis pelo acompanhamento e monitoramento dos cursos de graduação da Univesp. O edital e ficha de inscrição estão disponíveis no link: https://univesp.br/transparencia/concursos

De acordo com a presidente da Univesp, a pedagoga Fernanda Gouveia, a presença do mediador nos polos é importante para o modelo pedagógico da Univesp. “Além do tutor virtual teremos o profissional no polo para auxiliar os estudantes. Acredito que dessa forma, a assistência ao aluno é ainda mais eficaz”, explica.

O supervisor ganhará salário de R$ 5 mil. Para se inscrever são necessários alguns requisitos, entre eles, especialização, mestrado ou doutorado (será considerado para pontuação apenas a formação de maior titulação), ter experiência comprovada de, no mínimo, um ano na educação superior, e na educação a distância, além da graduação completa nos cursos específicos: Licenciaturas em Matemática, Pedagogia, Química, Física e Biologia, Tecnologia em Gestão Pública, Engenharia de Computação e Engenharia de Produção.

O mediador presencial terá remuneração de R$ 2.500. O profissional deverá dispor de 40 horas semanais, que poderão ser distribuídas de segunda a sexta-feira, das 13h às 22h (com intervalo de uma hora) e, caso necessário, aos sábados (período matutino ou vespertino).

Para se inscrever também são necessários alguns critérios, entre eles: experiência comprovada de, no mínimo, um ano na educação básica ou superior, graduação completa em um dos cursos da Univesp: Licenciaturas em Matemática, Pedagogia, Química, Física e Biologia, Tecnologia em Gestão Pública, Engenharia de Computação e Engenharia de Produção.

O processo de seleção contará com seis etapas. As inscrições acontecem até o dia 17/06. A seleção irá até 21/06. Em 22/06 terá a publicação da classificação e desclassificação. O resultado final será conhecido em 29/06. O cronograma completo também está disponível no edital. Qualquer dúvida, acessar: http://selecaoead.org.br/FaleConoscoSupMed/fale_conosco.asp

POLÍCIA CIVIL DE JALES PRENDE HOMICIDA QUE ESTAVA FORAGIDO HÁ TREZE ANOS

Não foi uma boa para ele se mudar para Jales. A notícia é da assessoria de imprensa da Polícia Civil:

Na manhã de ontem, 14, após dias de investigações a Polícia Civil de Jales recapturou o fugitivo A.L., 45 anos, que se encontrava residindo na zona rural do município de Jales, em uma casa localizada às margens da estrada municipal denominada “Picadão”.

O foragido foi condenado a 20 anos de reclusão por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver, fato ocorrido no ano de 2003 na cidade de Auriflama. Ele estava cumprindo pena no presídio de Taubaté e não retornou após o benefício da saída temporária de Natal, no ano de 2006.

Em declarações, o capturado informou que, desde então, residiu nos estados de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, vindo para Jales há cerca de três meses, onde residia com a mãe e demais irmãos. O recapturado foi recolhido na Cadeia Pública de Santa Fé do Sul.

JUSTIÇA CONDENA PARINI E OUTROS DOIS POR DIRECIONAMENTO DE LICITAÇÃO, MAS DIZ QUE NÃO HOUVE DANOS AO ERÁRIO

O juiz da 3ª Vara de Jales, José Pedro Nóbrega Curitiba, condenou o ex-prefeito Humberto Parini e dois ex-diretores do Consórcio Intermunicipal de Saúde (Consirj) à suspensão de direitos políticos e multa correspondente a duas vezes o último salário recebido pelos três personagens, como agentes públicos.

O caso se deu ainda no primeiro mandato de Parini (2005-2008), quando ele ocupava a presidência do Consirj. Na ocasião, o Consórcio contratou, através de carta convite, duas empresas para fornecimento de profissionais da área de psiquiatria.

Para a Justiça, o procedimento licitatório foi flagrantemente direcionado para as duas empresas. E o que é pior: uma das empresas tinha como sócios dois diretores do Consirj. A Justiça entendeu, no entanto, que, apesar do direcionamento, não houve prejuízo ao erário público, uma vez não haver provas de superfaturamento ou de que os serviços não tenham sido prestados.

As duas empresas também foram condenadas e não poderão, pelo prazo de três anos, assinar contratos ou prestar serviços a órgãos públicos.

ACIJ ENTREGA PRÊMIOS DO PRIMEIRO SORTEIO DA PROMOÇÃO “MEUS AMORES VALEM MUITO’

A notícia é da assessoria de imprensa da ACIJ:

A Associação Comercial e Industrial de Jales realizou nesta segunda-feira, 11 de junho, a entrega dos vales-compra para os contemplados na primeira rodada de sorteios da promoção “Meus Amores Valem Muito”, que aconteceu no dia 19 de maio, às 10 horas, na Praça João Mariano de Freitas.

O primeiro cupom apurado deu direito a um vale-compra de R$ 1.000,00 que teve como ganhador Antônio Moreira de Souza, residente no Jardim Trianon, que comprou no SBR Supermercados. O segundo, no valor de R$ 2.000,00 teve como ganhadora

Alessandra Vilas Bôas Nogueira, residente no centro, que comprou no Restaurante Sol Nascente. E o terceiro, no valor de R$ 5.000,00, saiu para Sandra Cássia Gonçalves Vianna, também moradora no Centro, que comprou na UnySport.  

O presidente da ACIJ, Leandro Rocca Lima, que fez a entrega dos vales-compra nos estabelecimentos em que os ganhadores fizeram suas compras, mais uma vez destacou o sucesso da promoção do Dia das Mães e Dia dos Namorados, agradecendo a participação dos empresários que confiaram nesta primeira promoção da nova diretoria da associação, adquirindo seus cupons, lembrando que quem ganha com essa movimentação é o próprio comércio e os consumidores.

Foi mais uma grande promoção no formato de sorteio de vales-compra que continua sendo muito bem aceito pelos consumidores e pelas empresas participantes que adquiriram mais de 300 mil cupons para distribuir entre seus clientes, como destacou Leandro.  

O sorteio referente ao Dia dos Namorados está programado para as 10 horas deste sábado, dia 16 de junho, na Praça João Mariano de Freitas, quando serão sorteados mais três vales-compra, no valor de R$ 1.000,00, R$ 2.000,00 e R$ 3.000,00.

EDEM E AVCC PROMOVEM 2o. CONCERTO A DOIS PIANOS EM PROL DE SANTA CASA E HOSPITAL DE AMOR

O primeiro concerto, vocês se lembram, foi dedicado a Mozart. Agora é a vez de Chopin. A notícia é da assessoria de imprensa do Hospital de Amor:

Para os amantes de música clássica e de solidariedade uma boa notícia. A Escola Dinâmica de Educação Musical, EDEM Jales, pilotada há mais de 40 anos pela professora e diretora Maria Stela Guimarães Rodrigues Silva, contando com a parceria da AVCC – Associação de Voluntários de Combate ao Câncer de Jales vão promover o 2º Concerto a Dois Pianos “Chopin”.

O musical será realizado no próximo dia 24 de junho, domingo, às 20 horas no teatro municipal de Jales, o Centro Cultural Dr. Edilio Ridolfo. O valor da entrada será a doação de 2 pacotes de café de 500g ou 15 reais, que serão revertidos para o Hospital de Amor e a Santa Casa de Jales. Este produto foi escolhido em virtude do grande consumo nas duas instituições.

“O concerto terá como músicos os pianistas Teresinha Bataglia, Bruna Lima e André Pignatari, com participação especial de Djalma Silva, Evelyn Fiori, Maria Fernanda, Alex Massuia e Michael Melo. “Esses músicos estudam o ano todo para realizar esse concerto em prol de alguma instituição. “Fizemos novamente o convite a eles e eles toparam. Nosso objetivo maior é a caridade, na forma de alimento que serão doados para os hospitais e a cultura que trazemos para a cidade.”, afirmou Maria Stela. 

A diretoria da AVCC quer firmar parcerias com essas empresas cada vez mais, sabendo das necessidades que enfrentam ambas as entidades. “Temos que valorizar essas empresas que se colocam a disposição de fazer o bem. Tanto o Hospital de Amor, quanto a Santa Casa, fazem um lindo trabalho e precisam de ajuda para continuar neste caminho.”, ressaltou a presidente da AVCC, Cidinha Iglesias

Para retirar os ingressos antecipados, é só ir até AVCC que fica localizada na Avenida Francisco Jalles, 3737, Vila Maria ou na Edem, que fica na rua 7, 2164, centro em Jales. Mais informações pelos telefones: (17) 3621-1507 (AVCC) ou pelo 3632-4478. 

JORNAL DE JALES: PROJETO QUE ALTERA JORNADA DE PROCURADOR JURÍDICO DA CÂMARA CAUSA POLÊMICA

Eis a capa do Jornal de Jales, gentilmente enviada pelo velho Brasa. Como se vê, o jornal está destacando pesquisa da Fundação Seade que prevê a diminuição da população em quase todas as cidades brasileiras. A pesquisa diz que, em 2050, a população de Jales – que, atualmente,  é estimada em 47.220 habitantes – terá diminuído para 41.787. Em compensação, a população dos nossos cemitérios – onde certamente estarei – terá aumentado consideravelmente. A projeção da Seade prevê, ainda, que, na nossa região, apenas Rio Preto, Mirassol e Ouroeste deverão registrar aumento da população.

O JJ publica, também, matéria especial inspirada no “Dia dos Namorados”, com dois casais jalesenses que trazem um traço em comum: brasileiros casados com pessoas de outros países. É o caso da tecnóloga Simone que, há 21 anos, juntou as escovas de dentes com o jordaniano Jehad Frihat. É o caso, também, do filho dos meus amigos Júlio César e Lola, o Jean Moreira, dono da padaria La Doce Vita, que conheceu sua cara metade – a inglesa Susan Ann – quando trabalhava na Inglaterra e logo tratou de se casar e trazê-la para Jales.

As grandes apreensões de drogas realizadas pela polícia em Jales e região, que resultaram na prisão de vários traficantes; a reunião político-festiva à qual acudiram empresários, políticos e lideranças para, em romaria, pedir que o empresário Luiz Henrique Moreira se sacrifique por nós, candidatando-se a deputado; e as críticas da deputada tucana Analice Fernandes à aprovação do aumento de salário para os 5.383 servidores estaduais que já ganham o teto salarial (R$ 21 mil) e poderão passar a ganhar até R$ 33 mil (fora os penduricalhos), são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o bem informado jornalista Deonel Rosa Júnior comenta que está dando panos pra manga nos bastidores políticos e nas redes sociais a aprovação – pelos nossos vereadores – de um projeto que altera a carga horária do procurador jurídico da Câmara, de 20 para 30 horas semanais, e, por consequência, aumenta-lhe o salário. Além disso, uma frase mal colocada na justificativa que acompanha o projeto teria causado desconforto entre os procuradores jurídicos da Prefeitura. Segundo Deonel, há quem aposte que vai ter troco por parte dos advogados do Executivo.  

A TRIBUNA: AGORA É OFICIAL! ACORDO TRANSFERE PRÉDIO DA ADERJ PARA PREFEITURA

A principal manchete do jornal A Tribuna deste final de semana destaca o evento festivo realizado na quinta-feira, 07, que reuniu cerca de 300 pessoas, incluindo políticos e empresários, além de lideranças locais e regionais. Segundo a matéria, os comensais se reuniram em prol da consolidação da candidatura de Luiz Henrique Moreira a deputado estadual. O texto diz, ainda, que os presentes fecharam questão sobre a necessidade de uma candidatura que tenha reais chances de alcançar o objetivo, ou seja, conquistar uma cadeira na Assembleia de São Paulo.

O jornal está destacando, também, notícia divulgada pela assessoria do prefeito Flá, dando conta de que o deputado federal Baleia Rossi(MDB) viabilizou verba de R$ 1,2 milhão para a repaginação da Praça “Euphly Jalles”. O deputado – que atendeu pedido do prefeito Flá, do vice-prefeito Garça e do jalesense Jarbas Zuri Júnior – garantiu que os recursos já foram empenhados pelo governo federal e agora só falta aguardar a liberação. A revitalização da Praça obedecerá projeto das arquitetas Marta Pádua Franco, Daniela Alvizi Amaral e Fabiana Toyoda Scandelai, apresentado em fevereiro deste ano.

A confirmação do acordo firmado na Justiça do Trabalho, que transfere para a Prefeitura o prédio da Aderj, localizado no Jardim do Bosque; o sorteio das 99 casas do conjunto habitacional “Honório Amadeu”; a condenação do ex-prefeito de Dolcinópolis e de outros três envolvidos na “Operação Catatau”; a prisão, em duas semanas, de 12 traficantes pela Polícia Militar de Jales; a briga na Justiça entre a Igreja Católica e a Prefeitura de Dirce Reis, por conta de um terreno doado pelo fundador da cidade; e a renovação do contrato da empresa que cuida da coleta do lixo em Jales, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, dois ou três comentários sobre a sessão da Câmara, de segunda-feira, 04, quando os vereadores repudiaram a política de preços dos combustíveis, implantada pelo tucano Pedro Parente na Petrobrás. Na página de opinião, Valmor Bolan comenta a fragilidade do governo Temer e as lições deixadas pela greve dos caminhoneiros, enquanto o blogueiro Hélio Consolaro comenta o ânimo dos brasileiros em relação à Copa do Mundo. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio e para o 1º Happy Hour promovido pela AACAJ. 

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

Na edição digital do jornal Folha Noroeste deste sábado, o principal assunto foi a reunião político-gastronômica patrocinada por empresários locais com o fito de convencer o também empresário Luiz Henrique Moreira – ex-presidente do PP, hoje no Podemos – a confirmar seu nome como candidato a deputado estadual. Políticos de variados matizes, lideranças – incluindo o prefeito Flá – e socialites participaram do alegre repasto. Segundo a matéria, os representantes dos partidos – entre eles, Luís Especiato, do PT – ressaltaram a importância de Jales ter um “nativo” como inquilino da Assembleia Legislativa e concluíram que Luiz Henrique seria o cara ideal.

Ainda na seara política, o jornal está destacando a aprovação – em uma das comissões da Câmara Federal – de um projeto do deputado Fausto Pinato(PP), que reprime a prática de cartel, principalmente entre postos de combustíveis. Segundo Pinato, a culpa pelos altos preços dos combustíveis não é dos impostos nem da política de reajustes da Petrobrás, mas dos postos que praticam o cartel. “O que a gente vê em todo o país é a prática flagrante de cartel, dos postos às distribuidoras”, garante o deputado. Detalhe: há muito tempo que a formação de cartel é um crime punido inclusive com prisão, o que torna dispensável o projeto do deputado. Basta fiscalizar e aplicar as leis que já existem.

Na coluna FolhaGeral, o enigmático redator-chefe Roberto Carvalho diz já ter alertado seus leitores, dia desses, sobre os panfletos políticos que seriam despejados na cidade com informações sobre os milhões de reais “conquistados” por deputados em benefício da nossa pacata urbe. Segundo o combativo colunista, os tais panfletos já começaram a pintar na área e, à medida que as eleições se aproximarem, chegarão muitos mais. “Enquanto isso, a cidade continua com seus problemas e carências a serem resolvidos”, arrematou o Roberto.

CDHU SORTEIA 99 CASAS DO CONJUNTO ‘HONÓRIO AMADEU’

A senhora da foto acima, entre o prefeito Flá Prandi e o presidente da CDHU, Humberto Schimidt, é a dona Emília Gali Benedito Sevada. Ela foi a primeira contemplada com uma das 99 casas do conjunto habitacional “Honório Amadeu”.

O sorteio – que tinha 2.484 inscritos – foi realizado hoje, no Estádio Municipal “Roberto Valle Rolemberg”, cujas arquibancadas ficaram lotadas, como há muito tempo não se via.

O conjunto habitacional “Honório Amadeu”, localizado nas proximidades do cemitério novo, começou a ser construído no final de 2012, ainda no governo Parini, mas, quase seis anos depois, ainda não foi concluído. Tudo indica que as 99 famílias sorteadas hoje só receberão as chaves de suas casas em 2019.

O contrato assinado em 2012 previa gastos de R$ 6,6 milhões, mas, até ontem, já tinham sido investidos R$ 8,2 milhões na construção das casas, segundo o Portal da Transparência Municipal. Mais detalhes sobre o sorteio, nos jornais locais do final de semana. 

1 2 3 4 408