Categoria: Cidade

COMISSÃO DE LEILÃO BUSCA RECURSOS PARA SANTA CASA DE JALES

E a Vívian Curitiba, assessora de imprensa da Santa Casa de Jales, mandou o release abaixo:

A Comissão de Leilão da Santa Casa de Jales, presidida por Durval Rossafa Rodrigues e Pedro Laert Pupim, está visitando os municípios atendidos pelo hospital para captação de recursos para o 6º Leilão de Gado em prol da entidade.

Para o sucesso deste evento, a Santa Casa conta com a participação dos prefeitos municipais, vereadores, deputados de nossa região, produtores rurais, empresários, além do apoio de sempre dos médicos que integram o Corpo Clínico do hospital.

O 6º Leilão de Gado em prol da Santa Casa será realizado no dia 29 de Abril, a partir das 10 horas, no Recinto de Exposições “Juvenal Geraldelli” (Facip).

FLÁ ANUNCIA NOVOS RECURSOS PARA SANTA CASA DE JALES

A jornalista Analídia Müller mandou a notícia abaixo:

A nova Diretoria da Santa Casa de Jales, representada pelo provedor José Pedro Venturini, está desde o início do ano a todo vapor para angariar recursos para o hospital. E as boas notícias vieram do ex-vereador Flávio Prandi Franco, o Flá, que em visita ao hospital, informou a liberação de R$260 mil para custeio.

O recurso foi liberado por meio do pedido de Flá aos deputados Estevam Galvão de Oliveira, R$60 mil e Aldo Demarchi, R$200 mil, ambos do partido Democratas.

Além da ajuda estadual, no âmbito federal o senador Aloysio Nunes Ferreira Filho, atendendo pedido do empresário Oswaldo Soler Júniro, destinou R$ 300 mil para o hospital a ser utilizado em obras.

Flá, que sempre foi parceiro da Santa Casa de Jales, mencionou que o dever de casa ainda não foi cumprido e há mais a ser feito. “Ainda temos muito a trabalhar pela nossa Santa Casa, pela população de Jales e também por todos aqueles que buscam socorro em nossa cidade” afirmou.

TV RECORD: CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL É CONDENADO A PAGAR INDENIZAÇÃO

A notícia sobre a condenação do Consirj – em primeira instância – já foi veiculada neste blog e no jornal A Tribuna, há uma semana. Segundo a sentença, o Consórcio terá que pagar R$ 240 mil de indenização à família da garotinha M.E., que, de acordo com a Justiça, faleceu antes do parto por negligência médica. 

E agora, a notícia chegou à TV. Nesta segunda-feira, o Balanço Geral, da TV Record, falou sobre o caso. Vejam o vídeo com a matéria da repórter Thaís Luquesi, aqui

MORADORES DO SÃO LUCAS PROMETEM COMPARECER À SESSÃO DA CÂMARA

Matéria do jornal A Tribuna, de domingo, informa que alguns moradores do Residencial São Lucas e de outros bairros adjacentes estariam se organizando para comparecer à sessão da Câmara, desta segunda-feira. Eles estão descontentes com a aprovação, em regime de urgência, do projeto enviado pelo prefeito Humberto Parini, que autoriza a doação de um terreno localizado no bairro, para a Cáritas Diocesana.

Para os moradores, a instalação de um projeto de recuperação de jovens dependentes de drogas naquele terreno vai desvalorizar as residências no seu entorno, mas, o pior, segundo eles, serão os outros problemas que virão junto com o projeto. Eles temem que, após a implantação da clínica de recuperação, o sossego e a segurança, principalmente de idosos, donas de casa e crianças, não serão os mesmos.

“Não temos nada contra o trabalho louvável da Cáritas, mas achamos que o local não é o mais apropriado para esse tipo de projeto”, argumenta uma das moradoras do bairro. “Além disso, aquele local foi reservado pelo loteamento para ser uma praça”, completa.

Como já foi informado por este blog, o prefeito Humberto Parini já havia tentado doar o mesmo terreno ao governo estadual, para a construção de uma escola, mas os técnicos da Secretaria de Estado da Educação se recusaram a receber a doação, uma vez que se tratava de área reservada ao sistema de lazer do bairro.

Hoje, no Jornal do Povo, o bispo dom Demétrio Valentini falou sobre a importância da casa de recuperação para jovens dependentes de drogas e ressaltou que a Cáritas já desenvolve projetos parecidos em Estrela D’Oeste, Santa Fé do Sul, Pereira Barreto, etc. Ao final, disse que a Diocese está aberta ao diálogo quanto à destinação do terreno e alertou que, no caso de polêmica, a Cáritas se retira deixando a iniciativa para outras entidades.   

EM JALES FROTA DE VEÍCULOS AUMENTOU 42% NOS ÚLTIMOS CINCO ANOS

Ainda bem que temos um estadista sentado na cadeira de prefeito. Só um homem com extraordinária visão de futuro trocaria a instalação de uma fonte luminosa na Praça Euphly Jalles pela construção de 19 vagas para estacionamento. Foi isso o que o prefeito Parini fez: em 2008 ele cancelou a aquisição de uma fonte luminosa e, quase quatro anos depois, agora em 2012, ele está usando o dinheiro para reformar um lado da Praça.

É certo que essas 19 vagas não representarão grande coisa. Afinal, conforme matéria do jornal A Tribuna, a frota de veículos cadastrados em Jales teve um aumento, nos últimos cinco anos, superior a 10.000 unidades, saltando de 23.935 para 33.992 veículos. Pouco menos da metade desses veículos – 16.479 – são automóveis, enquanto 11.476 são motos/motonetas.

Junte-se a esse aumento de 42% na frota local, o fato de o comércio jalesense atrair gente de todas as cidades da região e, então, chegaremos à conclusão de que os problemas do trânsito de Jales vão além da criação de duas centenas de vagas para estacionamento. Para nossa sorte, o estadista – um governante incomum – já deve estar pensando em alguma solução mais eficaz.

Apenas à guisa de curiosidade, é bom esclarecer que, no mesmo período – cinco anos – a frota de Fernandópolis aumentou 15.000 veículos (crescimento de 51%), enquanto a frota de Votuporanga teve aumento de 20.800 veículos (crescimento de 49%). Os números são do Denatran.  

DESTAQUES DOS JORNAIS

Estas foram as manchetes dos jornais locais, neste final de semana:

Folha Noroeste: “MPF move 31 ações contra 39 prefeitos e ex-prefeitos por irregularidades na contratação de shows com verbas do Turismo”

Folha Regional: “Representantes de 10 nações aprendem com a Sabesp a reduzir perdas de água”

Jornal de Jales: “Ministério Público Federal denuncia prefeitos, ex-prefeitos, ex-deputado e empresários de artistas”

A Tribuna: “Parini usou intermediários para contratar shows, acusa MPF”

Na Folha Noroeste, destaque para as 31 ações de improbidade administrativa ajuizadas pelo MPF contra 83 pessoas que teriam violado a lei das licitações, na contratação de shows. Outras manchetes: “Estradas rurais no município de Mesópolis serão recuperadas através do Programa Melhor Caminho“; “Prefeito Saracuza assina convênio para construção de 150 casas em Urânia“. Na coluna FolhaGeral, o editor Roberto Carvalho informa que, nesta semana, completou 120 dias que a liminar concedida ao prefeito Parini está esperando um parecer do procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

A capacitação de profissionais de dez países nas ferramentas mais eficientes de combate às perdas de água, realizada em Jales por técnicos da Sabesp, foi o destaque da Folha Regional. O treinamento reuniu 23 engenheiros, gerentes e diretores de companhias de várias nações. Outras manchetes: “Paranapuã mantém educação como prioridade em 2012“; “Câmara aprova prestação de contas e Balanço Geral de 2009 da Prefeitura de Jales“. Na disputada coluna Ella, o talento do fotógrafo Marcos Oliveira realçou ainda mais a beleza da carismática Beatriz Freschi Teixeira, que adora fazer novas amizades.

No Jornal de Jales, destaque para as acusações do MPF contra políticos da região e para os desmentidos providenciados pela Prefeitura de Jales e pelo ex-deputado Vadão Gomes, que negam irregularidades na aplicação das verbas do Turismo. Outras manchetes: “Ministério do Turismo firma parceria com a Cáritas em comunidade terapêutica“; “Saneamento básico em Jales impressiona estrangeiros“. Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior informa que o empresário Carlos Toshiro Sakashita está procurando área para instalar uma filial do Supermercado Sakashita  em Votuporanga. 

A Tribuna destacou a nova enrascada em que se meteu o prefeito Humberto Parini, que, juntamente com outras 82 pessoas, está sendo acusado de improbidade administrativa, mais uma vez por supostas irregularidades cometidas na realização de Facips e outras festas. Outras manchetes: “Moradores protestam contra doação de terreno“; “Dívidas da Prefeitura de Jales com precatórios chegam a R$ 12 milhões“. Na coluna Enfoque, a informação de que o clima na Câmara Municipal continua tenso e, por conta disso, o novo assessor jurídico, Marlon Santana, já estaria pensando em deixar o seu cargo.  

COMBUSTÍVEL EM JALES É ATÉ 11% MAIS CARO QUE NA REGIÃO

A notícia é do portal Jales Net:

O valor de combustível em Jales é encontrado nos postos até 11% mais caro do que em outras cidades da região. Os consumidores jalesenses encontram preços de gasolina variáveis entre R$ 2,81 e R$ 2,84 enquanto o álcool oscila entre R$ 1,82 e R$ 1,86.

Nas cidades da região como Fernandópolis onde é verificado o preço mais baixo, o menor valor da gasolina é de R$ 2,62 e etanol R$ 1,68. Em Santa Fé do Sul o preço médio do derivado do petróleo está avaliado em R$ 2,72, enquanto o derivado da cana de açúcar R$ 1,81.

A notícia completa, do Jales Net, pode ser lida aqui.

MANTENHA SEU QUINTAL LIMPO

Não é nada fácil a tarefa dos encarregados do combate ao mosquito Aedes aegypti. De vez em quando, nós ouvimos o pessoal da dengue implorando às donas de casa que mantenham seus quintais limpos. No entanto, como conscientizar a população, se até a própria Prefeitura faz ouvidos moucos aos apelos dos responsáveis pelo controle da dengue?

Vejam o caso do terreno da foto acima, que abriga o prédio da futura Secretaria Municipal de Fazenda, uma das obras iniciadas e paralisadas pela administração Parini. O cenário é de abandono total. A foto não mostra, mas, em meio ao mato, temos copos vazios, sacolas plásticas, tampinhas de garrafa, etc. Só está faltando a água da chuva para que o mosquito da dengue tenha um local apropriado para procriar.

PROBLEMAS COM FACIP FINANCIADA POR MINISTÉRIO DO TURISMO ESTÃO SÓ COMEÇANDO

O prefeito Humberto Parini mandou correspondência para a imprensa local, contestando a matéria do Estadão e garantindo que não existem irregularidades na aplicação dos recursos oriundos de convênios firmados com o Ministério do Turismo. Evidentemente, que ele não poderia fazer coisa diferente, senão desmentir.

Tudo indica, no entanto, que os problemas com os convênios do Ministério do Turismo estão só começando. Fontes confiáveis garantem que, nos próximos dias, chegarão outras más notícias, principalmente no campo facipesco. Resta saber se o prefeito terá que emitir outros desmentidos, ou se vai deixar isso para os demais atingidos.

EMPREGOS NA SANTA CASA DE JALES

A nossa Santa Casa parece disposta a ajudar a melhorar os números do emprego formal em Jales, que, nos últimos tempos, têm sido os piores da região, conforme levantamentos do Ministério do Trabalho. A Vívian Curitiba, assessora de imprensa do hospital, mandou e-mail, comunicando a abertura de vagas para emprego. Vamos a elas:

1 vaga- setor de faturamento (ambos os sexos) mas que já tenham experiencia em Faturamento ou Administração.

1 vaga – Recepção (ambos os sexos) – disponibilidade total de horários e experiencia na área de recepção ou atendimento ao público.

Não me perguntem os salários, que eu não sei. Os interessados devem procurar a Santa Casa. O telefone de lá é o 3622-5000.
 

1 363 364 365 366 367 385