Categoria: Cidade

A TRIBUNA: PREFEITURA CONSEGUE BAIXAR PREÇOS E OBRAS ESTIMADAS EM R$ 11 MILHÕES SERÃO FEITAS POR R$ 9,2 MILHÕES

No jornal A Tribuna deste final de semana, destaque para a licitação realizada pela Prefeitura de Jales na semana passada, para contratação das obras que serão feitas com o empréstimo de R$ 11 milhões obtido junto à Caixa Federal. Seis empresas participaram da licitação e, ao final, a Prefeitura conseguiu um desconto de 16% no preço das obras, o que significará uma sobra de quase R$ 1,8 milhão, dinheiro que poderá ser investido em outras prioridades. As obras licitadas irão beneficiar os distritos industriais I e III, o Jardim do Bosque e o Parque das Flores. As empresas Noromix e Carvalho Garcia, ambas de Votuporanga, foram as vencedoras.

Destaque, também, para o dinheiro que deverá entrar no caixa da nossa Prefeitura, por conta da cessão onerosa do pré-sal. Projeto aprovado pelo Senado Federal na terça-feira, 18, prevê que os recursos – mais de 100 bilhões – que serão obtidos pela União com o leilão do pré-sal, deverão ser partilhados com estados e municípios. Cálculos da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) estimam que Jales deverá receber cerca de R$ 3 milhões. O leilão está marcado para o dia 06 de novembro mas ainda não foi definida a data em que os recursos destinados aos estados e municípios estarão disponíveis.

O caso da empregada doméstica que furtou joias e semijoias da patroa, estimadas em cerca de R$ 40 mil e o caso do rapaz de Fernandópolis, que se desequilibrou ao fazer algumas manobras com sua moto, aqui em Jales, e acabou morrendo; a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal de Jales contra 32 pessoas envolvidas nas fraudes no curso de Medicina da Universidade Brasil de Fernandópolis; a história dos dois cantores sertanejos que vendem suco em semáforos de Jales, para financiar a gravação do primeiro CD da dupla; e o lamentável estado em que se encontra o ônibus que transporta pacientes de Jales para Barretos e Rio Preto, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, destaque para o piti do vereador Chico do Cartório, que, durante a discussão de um requerimento na sessão de segunda-feira passada, subiu o tom ao pedir que alguns colegas parem de puxar o saco do prefeito. Na página de opinião, os costumeiros artigos do doutor Valmor Bolan e do blogueiro Hélio Consolaro. E no caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio e para a cantora Bia Ferraz, que participou do programa The Voice Brasil, da Globo, e ficou a apenas dois passos da final. Ela foi entrevistada pelo Daniel Zílio – irmão do Douglas – no programa que ele apresenta às sextas-feiras, na Rádio CBN Grandes Lagos (99,3 FM).

ETEC JALES DIVULGA RELAÇÃO DE CURSOS PARA VESTIBULINHO 1º SEMESTRE 2020

A Etec Dr. José Luiz Viana Coutinho comunica que as inscrições para o Vestibulinho para o 1º Semestre de 2020 estarão abertas do dia 16/10 até às 15h do dia 12/11, exclusivamente pelo site www.vestibulinhoetec.com.br. A prova será realizada em 15/12/2019.

Para o próximo ano serão oferecidas 360 vagas na Etec Sede e 80 na Classe Descentralizada instalada na Fatec Prof. José Camargo, em Jales.

Os cursos oferecidos na Escola Agrícola, localizada na Zona Rural de Jales, são:

 Já no Prédio Urbano, localizado na Rua 13, nº 2422, Centro, em Jales, serão oferecidos os seguintes cursos:

 Os cursos técnicos modulares oferecidos são desenvolvidos em 2, 3 ou 4 semestres, em que o aluno deve, no ato da matrícula, ter concluído o Ensino Médio ou estar cursando pelo menos a 2ª série do Ensino Médio.

Já nos cursos integrados os alunos devem ter concluído o 9º ano do Ensino Fundamental, e são desenvolvidos em 3 anos, com a formação do Ensino Médio e Técnico juntos.

A Etec oferece aos seus alunos lanches e refeições, de acordo com as necessidades nutricionais estabelecidas e acompanhadas por profissional Nutricionista.

Para os alunos dos cursos desenvolvidos na Escola Agrícola existe a possibilidade de utilizarem acomodações da Residência Estudantil.

Haverá, ainda, a implantação de uma Classe Descentralizada na Fatec Jales (Prof. José Camargo), localizada na Rua Vicente Leporace, 2630 – Jardim Trianon – Jales, numa parceria inovadora que implantará uma nova modalidade de ensino na cidade de Jales, chamada “Articulação do Ensino Médio com o Superior – AMS”, onde o aluno ingressa na Etec através do Vestibulinho, nos cursos especificados abaixo, e ao final da 3 série do curso de Ensino Médio+Técnico acessa o curso superior oferecido pela Fatec, sem a necessidade de prestar Vestibular e com a duração do curso reduzida para apenas 2 anos.

Por tratar-se de uma Instituição de Ensino pública, não há o pagamento de mensalidades de qualquer espécie, ou seja, os cursos são TOTALMENTE GRATUITOS.

Para maiores informações acesse o site: http://www.etecjales.com.br/ ou ligue para: (17) 3632-9004 ou 3632-1024.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

O principal assunto do jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, é o chamado “Dia D” da vacinação contra o sarampo, marcado hoje, quando os postos de vacinação de todo o país estarão abertos para um dia de mobilização nacional contra a doença. Até o dia 25 de outubro, quando encerra a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo, devem ser vacinadas 2,6 milhões de crianças com idade acima de 6 meses e menor de 5 anos. Em Jales, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), que possuem sala de vacinação, estarão abertas das 8h às 16h atendendo o público-alvo. As crianças são mais suscetíveis às complicações da doença, que podem evoluir para óbito. Nos últimos 90 dias, foram confirmados 13 óbitos pela doença no Brasil.

Destaque, também, para a reformulação do Exército Brasileiro, que, se entendi bem, vai fechar mais um serviço prestado em Jales. A notícia diz que a Delegacia de Serviço Militar de Votuporanga vai se tornar responsável por 90 Municípios da região, incorporando os serviços de outras quatro delegacias: Jales, Fernandópolis, Mirassol e Rio Preto. A partir de 25 de outubro e até 31 de dezembro deste ano, a Delegacia de Serviço Militar de Votuporanga atuará em caráter experimental, sendo que no dia 1º de janeiro de 2020 a mudança será de maneira definitiva. Com isso, a Delegacia de Votuporanga será a única unidade responsável pelo Serviço Militar na região.

E na coluna FolhaGeral, o impetuoso redator-chefe Roberto Carvalho resolveu radicalizar. Ele começa a coluna fazendo uma merecida crítica às condições de muitas calçadas da cidade que estariam esburacadas e ou cheias de obstáculos. “Quando não é a grama que cresce nelas, é o capim”, escreveu o colunista. E para exemplificar, ele publicou a foto ao lado, que mostra a calçada de uma residência localizada num dos setores mais movimentados da cidade, nas proximidades da Santa Casa e de vários consultórios médicos e clínicas. E com um detalhe destacado pelo colunista: a residência é habitada, segundo o Roberto, por um representante do povo no Poder Legislativo de Jales, ou seja, um nobre edil. Esse Pestinha…

GERAÇÃO DE EMPREGOS: BRASIL TEVE MELHOR SETEMBRO DESDE 2013. E JALES TEVE O PIOR SETEMBRO DESDE 2003

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira, 18, mostram que o Brasil criou 157.213 vagas de emprego com carteira assinada em setembro. O resultado é o melhor d esde 2013, ainda no primeiro mandato de Dilma, quando foram criadas 211.068 vagas.

No caso de Jales, no entanto, não há nenhum motivo para comemorar os números de setembro. Segundo o Caged, a cidade teve 312 admissões e 378 demissões, resultando em um saldo negativo de 66 empregos fechados no mês passado. Somados os nove meses de 2019, o saldo também é negativo, com 110 empregos fechados.

Nunca antes na história desta cidade, tivemos um setembro tão ruim. Até ontem, o nosso pior setembro tinha ocorrido em 2015, quando foram fechados 23 empregos em Jales. E o melhor ocorreu em 2009, sob Lula, quando a cidade produziu impensáveis 207 novos empregos. Por sinal, nos oito anos de Lula – de 2003 a 2012, Jales só teve resultados positivos no quesito geração de empregos.

Com relação às nossas principais vizinhas, o melhor resultado, em setembro, foi obtido por Votuporanga, que produziu 126 novos empregos. Fernandópolis (-78), Santa Fé do Sul (-21) e Tanabi (-33) tiveram, assim como Jales, resultados negativos. Mirassol (+29) e São José do Rio Preto (+280), talqualmente Votuporanga, apresentaram saldos positivos.

Entre os 22 pequenos municípios que integram a microrregião de Jales, Paranapuã foi o destaque positivo de setembro, com a abertura de 26 empregos formais. Os destaques negativos foram Urânia, que fechou 19 empregos, e Santa Clara D’Oeste, que perdeu 17 postos de trabalho.

O detalhe é que, mesmo com o resultado negativo de setembro, o desempenho de Urânia nos primeiros nove meses do ano é muito melhor que o de Jales. No ano, o saldo de Urânia é positivo, com a criação de 94 novos empregos.

IRMÃOS MACETÃO VÃO À JUSTIÇA CONTRA UNIVERSIDADE BRASIL

Realmente, a fase da Universidade Brasil, de Fernandópolis, não é das melhores. Na semana passada, os irmãos Macetão – leia-se o vereador Luiz Henrique e o ex-vereador André Ricardo Viotto – ingressaram com duas ações na Justiça de Jales, contra a Universidade, onde pleiteiam a devolução de R$ 80 mil.

Luiz Henrique e André Ricardo, para quem não sabe, estão cursando Medicina em Fernandópolis e, como já são formados em Fisioterapia, estão dispensados de frequentar algumas matérias.

Eles alegam que, apesar de dispensados das tais matérias, estão pagando integralmente, desde o início do curso, a mensalidade cobrada pela Universidade. Por conta disso, estão cobrando a devolução do dinheiro – R$ 40 mil para cada um – que, na opinião deles, foi pago a mais.

SÁBADO É O “DIA D” DA VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO EM JALES

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

No próximo sábado, dia 19, acontece o “Dia D” de vacinação contra sarampo, com a finalidade de intensificar a adesão da primeira fase da campanha que vai até o dia 25 de outubro.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), que possuem sala de vacinação, estarão abertas das 8h às 16h atendendo à população, sendo o público-alvo nesta primeira fase da campanha, crianças de seis meses e menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), que ainda não contam com as doses preconizadas para as idades.

A segunda etapa, de 18 a 30 de novembro, terá foco na população com idade entre 20 e 29 anos, que não estão com a caderneta de vacinação em dia. Nesta etapa, o dia de mobilização nacional está marcado para o dia 30.

Para que a proteção seja garantida, é preciso receber duas doses da vacina. Neste ano, a campanha é seletiva, ou seja, só precisa se imunizar quem está com a vacina tríplice viral (que protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola) atrasada.

A dose é gratuita e a ação tem o objetivo de completar a rotina vacinal deste público, identificado pelo Ministério da Saúde (MS) como o mais vulnerável para os agravos da doença. Quem  tiver dúvidas quanto à imunização adequada deve procurar um posto, com a carteira vacinal em mãos, para que um profissional de saúde verifique a necessidade de aplicação.

Vale lembrar que a vacinação contra o sarampo segue o calendário normal para as outras faixas etárias. Quem tem entre 30 e 59 anos precisa ter pelo menos uma dose da tríplice viral.

Em Jales, dados atualizados da Secretaria Municipal de Saúde de Jales apontam que o município possui 22 casos suspeitos da doença, 3 positivos e 9 aguardando resultado. As ações de bloqueio continuam quando há notificação de casos suspeitos de sarampo, com o objetivo de interromper a transmissão da doença, independentemente da confirmação do diagnóstico.

Os bloqueios são desencadeados na residência do paciente com suspeita da doença, além dos locais frequentados por ele, como escola ou local de trabalho. 

Primeira etapa:

Período: 7 a 25 de outubro

Dia D: 19 de outubro

Público – alvo: crianças de seis meses e menores de 5 anos de idade ( 4 anos, 11 meses e 29 dias)

Segunda etapa:

Período: 18 a 30 de novembro

Dia D: 30 de novembro

Público – alvo: população de 20 a 29 anos de idade

GASOLINA DE JALES VOLTA A SER UMA DAS MAIS BARATAS DO ESTADO

Depois de ter o preço aumentado durante a greve dos caminhoneiros e ficar entre as gasolinas mais caras do estado de São Paulo por muito tempo, a gasolina vendida em Jales voltou a estar entre as mais baratas. Pelo menos é o que diz a pesquisa semanal da Agência Nacional do Petróleo (ANP), realizada entre os dias 06 e 12 de outubro.

De acordo com a pesquisa, o preço médio praticado em Jales na semana passada foi de R$ 4,082. No estado de São Paulo, a ANP realiza pesquisas em 108 cidades. Na região, nenhuma das cidades pesquisadas está praticando um preço médio mais barato que o encontrado em Jales.

Rio Preto (R$ 4,146), Votuporanga (R$ 4,278), Mirassol (R$ 4,123), Araçatuba (R$ 4,384) e Catanduva (R$ 4,344), são algumas das pesquisadas. A ANP não pesquisa os preços praticados em Fernandópolis e Santa Fé do Sul. Das 108 cidades pesquisadas, apenas três estão praticando preço médio abaixo de R$ 4,00: Jacareí, São José dos Campos e Valinhos.

Em Jales, a ANP pesquisa preços da gasolina em 09 postos de combustíveis. O menor preço foi encontrado no Posto Bernardo (R$ 3,979), enquanto a gasolina mais cara é do Posto Modelinho (R$ 4,299). No recém-inaugurado Posto Xingu Avenida (foto acima), o preço está bem próximo da média (R$ 4,079).

Em termos de estados, a gasolina mais cara do Brasil é a do Rio de Janeiro (R$ 4,860), enquanto a mais barata é a de Santa Catarina (R$ 4,021). No estado de São Paulo, o preço médio é de R$ 4,124.

Com relação ao etanol, apenas três das 108 cidades paulistas pesquisadas estão praticando preço médio menor que o encontrado em Jales (R$ 2,539). São elas: Olímpia (R$ 2,490), Mirassol (R$ 2,522) e Bauru (2,537).

Dos nove postos pesquisados em Jales, o etanol mais barato é o do Posto Morumbi (R$ 2,399), enquanto o mais caro é o do Modelinho (2,699).  

POLÍCIA AMBIENTAL DE APARECIDA DO TABOADO MULTA JALESENSES POR PESCA SUBAQUÁTICA ILEGAL

Deu no portal Dourados Agora:

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado, que trabalham na operação Padroeira do Brasil realizavam fiscalização fluvial e autuaram no domingo (13), no final da manhã, três pescadores que praticavam pesca subaquática no córrego Rondinha, no município.

Os pescadores, um pintor de 38 e um balconista de 41 anos, residentes em Jales (SP) e um cantor (43), residente em Ouroeste (SP), realizavam pesca subaquática sem a licença ambiental.

Com eles foram apreendidos 6 kg de pescado, três roupas de mergulho, três pares de nadadeiras, três arbaletes, três cintos de lastro, três máscaras de mergulho, três respiradores, três toucas de mergulho e uma faca.

Os infratores foram autuados administrativamente e multados em um total R$ 3.120. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

SOBRE A PRISÃO DO HOMEM QUE CHEGOU ARMADO PARA SER ATENDIDO NA UPA

Quem ouviu o noticiário policial das nossas emissoras, nesta segunda-feira, ficou sabendo que a polícia militar – em meio a uma confusão ocorrida na UPA, na noite de sábado – prendeu um homem que entrou armado naquela unidade de saúde. Do modo como a história foi contada, pode parecer que a confusão ocorreu em função de um suposto mau atendimento dos profissionais da UPA. Nada disso!

A confusão, na verdade, foi uma briga familiar, que começou na casa dos envolvidos. Um deles passou mal, por conta da discussão, e foi levado por uma ambulância do SAMU até a UPA. Logo depois, chegou outro dos envolvidos que, aparentemente, foi até a UPA para continuar a discussão iniciada em casa.

Funcionários da UPA perceberam que o primeiro homem – o que passou mal – estava armado e, para evitar algo pior, acionaram a polícia que, após revista feita por uma policial feminina, encontrou a arma com a esposa do homem que estava internado. A arma foi apreendida e o homem, depois de atendido por um médico, foi levado para a Delegacia de Polícia, onde foi dada a voz de prisão por porte ilegal de arma e estipulada uma fiança.

Segundo informações extraoficiais, os homens – que, repito, são de uma mesma família – fizeram as pazes na Delegacia. E agora, o mais surpreendente: quem teria pago a fiança para evitar a prisão daquele que chegou armado à UPA foi exatamente o outro homem envolvido na discussão.

Quanto ao atendimento da UPA, reitere-se, nenhuma reclamação.  

JORNAL DE JALES: HÁ OITO ANOS, VEREADORA PÉROLA FOI A PRIMEIRA A SUGERIR ATIVIDADE DELEGADA EM JALES

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, que está destacando o desempenho da Vara do Trabalho de Jales, uma das 20 melhores entre as 1.566 unidades existentes no país, segundo o Índice Nacional de Gestão de Desempenho, criado pela Corregedoria Geral da Justiça do Trabalho. O jornal apurou que, na Vara de Jales, o prazo médio entre o ajuizamento de uma ação e sua sentença é de 286 dias no rito ordinário e 102 dias no rito sumaríssimo. Em um ano, a Vara – cujo titular, atualmente, é o juiz José Antônio Gomes – pagou R$ 13,4 milhões aos reclamantes, sendo R$ 4,4 milhões através de execução e R$ 9 milhões por meio de acordos.

O jornal destacou, também, a atuação da Polícia Civil de Jales, que desmantelou uma quadrilha especializada no roubo de defensivos agrícolas e tratores na região. No total, foram presos 15 integrantes da quadrilha, sendo que os últimos quatro foram presos na terça-feira, 08, durante a operação Laranjales, deflagrada pela polícia. O delegado Sebastião Biazi, que coordenou as investigações, informou que o trabalho da polícia começou há mais de seis meses e, no total, foram quatro operações. Nesta última, além de prender quatro meliantes – dois homens e duas mulheres – os policiais cumpriram 08 mandados de busca e apreensão em São José do Rio Preto, Tanabi e Iturama.

Os falecimentos do ex-prefeito Hilário Pupim e do médico-pediatra Virgílio Ribeiro Franco, ocorridos, respectivamente na quarta-feira, 09, e na sexta-feira, 11; a captação de órgãos – o fígado e os dois rins – de um paciente que morreu na Santa Casa de Jales; o número de casos de sarampo em Jales, que, na última semana subiu para três, segundo a Vigilância Epidemiológica; a médica jalesense Maira Regina Merlotto, que representou a Unesp-Botucatu no 28º Congresso de Dermatologia, realizado em Madri; e o ótimo desempenho dos alunos do curso de Tecnologia em Gestão Empresarial da Fatec-Jales, no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está informando que a chamada Atividade Delegada, que começou a funcionar em Jales no dia 1º de outubro, demorou nada menos que oito anos para sair do papel. Segundo o colunista, a primeira pessoa a tocar no assunto em Jales foi a ex-vereadora Pérola Cardoso, que, em 2011, sugeriu a implantação do serviço ao então prefeito Humberto Parini, com o objetivo de reforçar a segurança pública na cidade. Dois anos depois, em 2013, foi a vez do ex-vereador Luís Rosalino – outro petista – levar o assunto à então prefeita Nice Mistilides. Nice até aceitou a sugestão e enviou um projeto à Câmara, mas ficou apenas nisso.

1 2 3 4 5 6 471