Categoria: Geral

MOTORISTA “ESTACIONA” CARRO EMBAIXO DE OUTRO

Aconteceu em Fernandópolis e está no DiárioWeb, de hoje:

Uma motorista, supostamente embriagada, entrou debaixo de um Uno que estava estacionado na rua Minas Gerais, área central de Fernandópolis, na manhã de ontem. De acordo com a polícia, D.M.R., 22 anos, dirigia um Omega em alta velocidade quando teria perdido o controle da direção e batido na lateral do outro veículo. Com o impacto, o carro da frente foi parar em cima do Omega. D.M.R. não possui permissão para dirigir. Ela foi encaminhada ao 1º Distrito Policial, onde passou por exame de sangue e liberada. O resultado deverá sair nos próximos dias. As fotos abaixo são do site Região Noroeste

DIMINUI O NÚMERO DE ACIDENTES NA EUCLIDES DA CUNHA

Essa também deu no Correio Santa Fé:

Segundo informações da policia militar rodoviária de Jales, caiu em aproximadamente 50% o numero de acidente na SP 320 por conta da redução de velocidade máxima permitida para 80 km por hora, o ultimo acidente registrado na SP 320 foi no dia 01 de Fevereiro sem vitima.

Os números comprovam mais uma vez que uma das principais causas de acidentes em rodovias é o excesso de velocidade, “os motoristas estão mais conscientes quanto ao que a lei exige, e cada um tem por obrigação cumprir, desta feita estamos colhendo bons frutos e a vida sendo valorizada”, disse o policial de plantão.

“Todos nós estamos ansiosos com a duplicação da rodovia, por isso é importante que todos estejam educados e preparados para usufruir desse beneficio, não adianta nada duplicar a Euclides da Cunha e os motoristas continuarem sendo imprudentes”, finalizou.

TIRIRICA ERRA, VOTA EM MÍNIMO DE R$ 600 E CONTRARIA PARTIDO

Deu no site de notícias Correio Santa Fé, de Santa Fé do Sul:

O deputado federal Francisco Everardo Oliveira, o Tiririca (PR-SP), errou na primeira votação em que participou como parlamentar. Na noite desta quarta-feira, ele votou a favor na primeira emenda ao projeto de lei do salário mínimo, que determinava um aumento para R$ 600, contrariando o seu partido. O PR, da base governista, é contra a proposta.

A assessoria de Tiririca garantiu que foi um engano do parlamentar, que se confundiu na hora da votação. A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que fixa o valor do salário mínimo em R$ 545 a partir de 1º de janeiro de 2011. O texto ainda segue para o Senado.

A fórmula usa o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores, somado com a inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do último ano para calcular qual o acréscimo que será feito no mínimo. Devido a crise mundial, contudo, não houve crescimento em 2009, assim, o valor deste ano apenas seria corrigido pela inflação.

Duas observações do aprendiz de blogueiro: 1) será que foi o Tiririca quem errou, ou foram os outros? 2) Até Santa Fé do Sul  já tem o seu site de notícias. E Jales?

FILAS NA SAÚDE

Hoje eu madruguei e fui fazer uma visita a alguns dos Postos do Programa de Saúde da Família. Na terça-feira, uma usuária do sistema havia me procurado para reclamar de uma situação lá no Posto do São Jorge, de modo que comecei minha excursão por lá. Às 5:15 horas da manhã já tinha duas pessoas na fila, o José e o Tiago, que estão na foto da esquerda, aí embaixo. “Seu” José disse que, se chegar depois das 6:00 horas, fica difícil conseguir uma guia. Depois, fui ao PSF do Jardim Oiti, onde a primeira da fila, a Márcia, disse ter chegado às 5:00 hs. Dona Josefa, a quarta da fila confidenciou que aquela era a terceira vez, nesta semana, que ela tentava obter uma guia para consulta. Das outras duas vezes, ela chegou um pouco antes das 7:00 hs e as guias  já haviam se esgotado. A foto da direita mostra a fila no PSF do Jardim Oiti, por volta das 05:30 hs. Detalhe: apesar das dificuldades para conseguir as guias, em alguns PSFs (estive também no Paraíso e no Roque Viola) os usuários elogiaram o atendimento das médicas que, aparentemente, são recém-formadas. O jornal A Tribuna, do próximo domingo, contará um pouco dessa história.

SESSÕES DA CÂMARA SERÃO TRANSMITIDAS PELA RÁDIO ASSUNÇÃO

Quem sintonizou a Rádio Cultura de Jales na segunda-feira passada, com a intenção de ouvir a sessão da Câmara, caiu do cavalo. As sessões camarárias passaram a ser transmitidas pelas ondas da Rádio Assunção, que ganhou a licitação aberta pela presidência Câmara, no início do ano. O extrato de contrato foi publicado nesse final de semana e, segundo ele, a transmissão das três sessões mensais vão custar, no total, R$ 3.500,00, por mês.

E já que estamos falando do assunto, muita gente ainda não percebeu que as sessões da Câmara são gravadas e depois levadas ao ar pela rádio encarregada da transmisão. Faz três ou quatro anos que as sessões ordinárias são iniciadas às 18:30 horas, mas, no rádio elas começam somente depois das 20:00 horas.

ALUNOS DA UNIJALES PODEM FICAR SEM “ESCOLA DA FAMÍLIA”

O blog do companheiro Murilo Pohl, que você pode acessar no link aí do lado direito, publicou hoje uma notícia muito mais preocupante que aquelas relacionadas com a Facip. Segundo o Murilo, a Unijales teria deixado de renovar o convênio com o “Escola da Família”, do governo do estado de São Paulo. O assunto estaria provocando muitas reclamações, uma vez que dezenas – talvez centenas – de alunos dependem da bolsa concedida através do “Escola da Família”, para continuar seus estudos.

Além disso, Murilo também noticiou que a Unijales teria desativado o campus 2, localizado lá pros lados do Jardim Paulista, à beira da Marginal Ayrton Senna. A notícia diz que alguns cursos não tiveram o número suficiente de alunos para formação de novas turmas neste ano.

Há alguns dias, publicamos aqui no blog que Jales é uma das pouquíssimas cidades da região onde não há vagas para as bolsas do Prouni, uma vez que a Unijales, já há uns três ou quatro anos, não mantém o convênio com o governo federal. Enquanto Jales não tem nenhuma vaga no Prouni, as Faculdades de Fernandópolis disponibilizaram 174 vagas, neste primeiro semestre, e, em Votuporanga, os universitários puderam disputar uma das 325 vagas oferecidas.

SANTA CASA À PROCURA DE TÉCNICO EM ELETRÔNICA

A Santa Casa de Jales procura profissional técnico em eletrônica para contratação.

Os currículos podem ser entregues diretamente ao administrador do hospital, Carlos Henrique Merighe ou também no e-mail: carlos@santacasajales.com.br .

Para concorrer a vaga os candidatos devem ter concluído o curso de técnico em eletrônica.

Quem for selecionado terá benefícios como cesta básica, descontos em cursos do IEP – Instituto Educacional Profissionalizante, Unijales, Anglo e convênio médico cooperado.

A carga horária de trabalho é de 6 horas e contratação pela CLT. Mais informações pelo telefone: 17 36225000 – ramal 5003.

BURACO NA CALÇADA: TRIBUNAL GAÚCHO CONDENA PREFEITURA

Eis a notícia que acabo de receber, via email:

O Município de São Leopoldo (RS) deverá pagar indenização por danos morais a homem que sofreu queda em decorrência da má conservação de via pública. A decisão é da 9ª Câmara Cível do TJ do Rio Grande do Sul, que reconheceu a responsabilidade na manutenção e fiscalização de ruas e calçadas de uso público.

O autor da ação teria sofrido uma queda por causa de um desnível na calçada, pela ausência de lajotas e pelo desgaste do piso, sofrendo fratura no tornozelo e afastamento de suas atividades, com redução nos seus ganhos.

A indenização será de R$ 3.570,00 por danos morais e R$ 315,80 por danos materiais. (Proc. n. 70039623707 – com informações do TJRS).

A Fernanda, uma amiga que sempre encontro nas caminhadas que faço pela Avenida Paulo Marcondes, ficou quase um mês sem poder caminhar. O motivo: torceu o tornozelo em um buraco no asfalto, quase em frente à casa dela.

E hoje, no Jornal do Povo, da Rádio Assunção, a dona Aparecida, uma moradora do Jardim Aeroporto, disse que fraturou um dos pés numa queda da bicicleta. O motivo da queda: um buraco no asfalto da Rua Congonhas.

Seria o caso de a Fernanda e a dona Aparecida exigirem uma indenização, mas, assim como a maioria das pessoas, elas nem foram atrás de reclamar na Prefeitura. E o problema dessas indenizações é que elas saem dos cofres das prefeituras e, por conta disso, os prefeitos não estão nem aí prá elas. Se saíssem dos bolsos dos prefeitos, talvez eles dessem mais atenção ao problema dos buracos.

FACIP 2011: FESTA DO ARROZ, SÓ PAGANDO.

E o pessoal do Nipo Jalesense teve uma surpresa agradabilíssima na semana passada, segundo informações que eu recebi ontem. Os responsáveis pelo clube dos nipônicos teriam sido comunicados pela BX Promotora de Eventos de que terão que desembolsar R$ 5 mil, caso queiram promover a tradicional Festa do Arroz durante a Facip deste ano.

Esse é o preço que a empresa do Bexiga, responsável pela organização da Facip 2011, estaria disposta a cobrar do Nipo pela utilização do Pavilhão “Massaharu Nagata”, onde a Festa do Arroz vem sendo realizada há muito tempo. Tudo bem que se queira cobrar, afinal a Feira foi terceirizada e, como todos nós sabemos, na iniciativa privada o grande objetivo é sempre o lucro.

O detalhe que estaria deixando o pessoal do Nipo injuriado é o fato de que o Pavilhão “Massaharu Nagata”, segundo eles, foi construído com a ajuda da colônia japonesa. Boa parte do material utilizado na construção do Pavilhão, alegam os dirigentes do clube, teria sido doada pelo Nipo sob a condição de que eles poderiam utilizar o espaço para a realização da Festa do Arroz, gratuitamente.

Particularmente, acho a Facip uma porcaria. Mas não dá prá imaginar aquela porcaria sem a Festa do Arroz. Só nos resta, então, torcer para que as informações estejam equivocadas.

MERENDA ESCOLAR: NOVA EMPRESA DEVE ASSUMIR SERVIÇOS NA SEGUNDA-FEIRA

Os boatos dão conta de que a nova empresa responsável pelo fornecimento da merenda escolar – a Starbene Refeições Ltda – deverá iniciar a prestação de serviços na próxima segunda-feira, embora, pelo menos até hoje, não tenha sido publicado nenhum contrato para isso. Os mesmos boatos falam da preocupação das merendeiras vinculadas à Gente Ltda. Elas já foram procuradas pela nova empresa para manifestar o interesse em continuar trabalhando na merenda, mas, até agora, a Gente Ltda não as procurou para a devida rescisão contratual. 

As merendeiras temem que não consigam receber o que lhes é devido, e, por conta disso, já conseguiram marcar uma reunião com o vereador Luís Especiato, para quinta-feira, às 20 horas. Elas vão pedir a Especiato, o principal interlocutor do prefeito, que interceda junto a Parini e à empresa Gente, a fim de que seus direitos sejam preservados.  

Há uns dez dias, conversei com um dos sócios da empresa Gente Ltda, o senhor Dagoberto Cardilli, e ele me disse que ainda não havia decidido se entraria com um recurso contra a decisão do prefeito Humberto Parini. Como já foi dito aqui, o prefeito desclassificou a empresa alegando que o preço estava muito baixo (o prefeito demorou um mês prá tomar essa decisão). Bom papo, o senhor Cardilli disse que há anos mantém um bom relacionamento com o PT, inclusive com o ex-presidente Lula (ele disse que assistiu ao jogo São Bernardo e Corinthians junto com o ex-presidente), e, por isso mesmo, não entendia o que estava se passando em Jales. Resumindo, ele disse que estava pesando os prós e os contras para tomar uma decisão.

Senti no ar que ele não iria interpor nenhum recurso. E os boatos de agora confirmam isso.

1 173 174 175 176 177 185