Categoria: Geral

FAMÍLIA DALLAGNOL SOB SUSPEITA DE FRAUDE MILIONÁRIA COM TERRAS

Deu no Brasil 247:

O Conselho Diretor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) abriu em maio um procedimento para investigar irregularidades na desapropriação dos imóveis que constituem a Fazenda Japuranã, em Nova Bandeirantes (MT), em região de floresta na Amazônia Legal.

Entre os beneficiários da megadesapropriação estão pelo menos 14 parentes de Deltan Dallagnol, coordenador da Operação Lava Jato em Curitiba. Entre eles o pai do procurador da República, o ex-procurador Agenor Dallagnol.

Somente a família de Deltan recebeu R$ 36,9 milhões em dezembro de 2016, durante o governo Temer, diante da desapropriação de pelo menos 37 mil hectares no município, no noroeste do Mato Grosso.

O presidente do conselho e do Incra, general João Carlos de Jesus Corrêa, definiu no dia 10 de maio, em uma resolução, o bloqueio dos bens depositados e apontou “indícios de irregularidades nos atos praticados por servidores públicos”. A decisão envolve uma área exata de 36.792 hectares, declarados de interesse social para fins de reforma agrária, ainda em 2013, e uma indenização total de R$ 41 milhões.

A reportagem identificou que a maior parte desse valor foi destinada à família Dallagnol. Em uma das ações, capitaneada por uma tia do procurador, aparecem os 14 membros da família e outros fazendeiros da região interessados no desmembramento de suas terras.

Um estudo da Unicamp mostra que o clã chegou a ter 400 mil hectares somente naquele município, ocupado nos anos 80. Outras reportagens informam como esse processo está relacionado ao desmatamento, entre outras irregularidades protagonizadas ou defendidas pelo clã – uma família recheada de advogados e procuradores. Um resumo inicial foi publicado pelo observatório em edição da revista CartaCapital.

POLÍCIA MILITAR DE BATAGUASSU(MS) APREENDE MERCADORIAS ILEGAIS QUE SERIAM ENTREGUES EM JALES

Pelo visto, havia um relógio para cada um de nossos habitantes. A notícia é do portal Nova News:

Policiais militares apreenderam vários volumes contendo mercadoria oriunda do Paraguai, sem a documentação legal de importação, na madrugada de sexta-feira (19), em Bataguassu.

A guarnição realizava rondas ostensivas pelo Bairro Jardim Santa Luzia, quando avistou um veículo GM Montana com placas de Bauru (SP) e realizou a abordagem.

Foi constatado pelos policiais que o veículo estava carregado com 17 volumes de relógios diversos. O condutor de 28 anos relatou que carregou o veículo em Dourados e entregaria na cidade de Jales (SP).

Diante dos fatos, a mercadoria foi apreendida mediante termo e encaminhada para a Receita Federal em Campo Grande. O condutor foi qualificado e responderá pelo crime de descaminho.

TORCEDOR ATLETICANO PASSA MAL E MORRE DURANTE PARTIDA DE ONTEM

Deu no portal MSN:

Um torcedor atleticano passou mal e morreu durante o clássico entre Atlético e Cruzeiro, na noite desta quarta-feira, no Independência.

O torcedor foi identificado como Luciano Oliveira Palhares, de 34 anos. Ele sofreu um infarto no início do segundo tempo do clássico, vencido pelo Galo por 2 a 0. Mesmo com a vitória, o time celeste se classificou, por ter vencido o jogo de ida por 3 a 0, no Mineirão.

De acordo com a apuração da reportagem, o torcedor foi socorrido, mas os médicos quando chegaram, constataram que ele já estava sem vida. Ele ainda teria sido encaminhado para o Hospital João XXIII. O torcedor assistia a partida ao lado do filho, de 5 anos. A administração do Independência divulgou uma nota oficial, lamentando o falecimento.

Confira a nota na íntegra

A Arena Independência informa que durante a partida desta quarta-feira (17), um torcedor do Atlético passou mal e foi imediatamente atendido pelos socorristas e encaminhado ao posto médico. O mesmo estava inconsciente e com quadro de parada cardiorrespiratória e todos os procedimentos protocolares de atendimento foram realizados pelos médicos de plantão. O paciente foi prontamente encaminhado para o Pronto Socorro João XXIII, mas infelizmente veio a óbito. A Arena Independência lamenta profundamente o acontecido e se solidariza com seus familiares e amigos.

PREFEITO NO CEARÁ, MÉDICO ABUSAVA DE PACIENTES DURANTE CONSULTAS E FILMAVA OS CRIMES

A matéria não diz, mas ele é filiado ao PCdoB. Deu no jornal gaúcho Zero Hora:

O programa Fantástico, da TV Globo, divulgou neste domingo (14) reportagem sobre uma série de abusos sexuais que teriam sido cometidos por um ginecologista e clínico-geral ao longo de 32 anos. Ao menos 63 vídeos mostram José Hilson de Paiva, 70 anos, que também é prefeito da cidade de Uruburetama, no interior do Ceará, abusando de pacientes em consultas — alguns vídeos também foram gravados em atendimentos no município de Cruz. 

A reportagem encontrou 11 mulheres que disseram ter sido vítimas do médico, em casos de abusos que teriam ocorrido entre 1986 e 2018. Uma delas afirmou que começou a ser abusada aos 14 anos e voltava a consultar com o ginecologista pois ele era o único especialista do município.  

Ao analisar as imagens — gravadas pelo próprio José Hilton —, representantes da Associação Médica Brasileira afirmam que os procedimentos verificados nas filmagens não são adotados em nenhum momento no trabalho médico e classificam como crime as ações praticadas pelo ginecologista.

Ao ser procurado pela reportagem da TV Globo, o prefeito afirmou que “nunca fez nada forçado” e que a ação é “uma jogada da oposição” que quer derrubá-lo. Ele confirmou, no entanto, que houve relações sexuais, mas negou a realização em consultório.

O advogado do ginecologista afirmou em nota que ainda não teve conhecimento dos vídeos e que aguarda as mídias para uma manifestação mais concreta sobre o caso. A defesa disse ainda que irá ao Ministério Público checar a veracidade dos fatos.

Notícia bem mais completa e detalhada sobre o caso do médico-prefeito, publicada pelo Diário do Nordeste, pode ser lida aqui.

REINALDO AZEVEDO ESCREVE SOBRE A TURMA QUE MELHOROU DE VIDA COM A FARSA DA LAVA JATO

Em sua coluna no UOL, o antipetista Reinaldo Azevedo falou sobre a Lava Jato e os vazamentos deste domingo (14). Para quem ainda não viu, Deltan Dallagnol foi flagrado em diálogos com a esposa e outro procurador, sobre como aproveitar a Lava Jato para ficar rico. Eis o artigo do Tio Rei:

O Brasil e os brasileiros vão mal. Mas os procuradores Deltan Dallagnol, Roberson Pozzobon e outros — além, é claro, do ex-juiz e atual ministro Sérgio Moro — passam muito bem.

Só Deltan, o Menino Prodígio, previu um aumento de R$ 400 mil na sua conta bancária, no ano passado, com recursos oriundos de palestras. Reportagem da Folha e do site “The Intercept Brasil”, publicada no jornal neste domingo, traz a estratégia do rapazola, em diálogos com Pozzobon e com sua própria mulher, para obter lucros com a operação. Nas suas palavras: “Vamos organizar congressos e eventos e lucrar, ok? É um bom jeito de aproveitar nosso networking e visibilidade”.

Era e é preciso combater a corrupção no Brasil?

Todos sabem a resposta.

Esse combate precisa se dar à margem da lei?

A boa resposta também é conhecida.

A Lava Jato provocou um estrago gigantesco na política e na economia. Não em razão do combate ao crime. Mas porque também ela agrediu as leis sob o pretexto de combater ilegalidades.

A realização de parcerias com uma firma organizadora de formaturas e outras duas empresas de eventos também foi debatida nessa conversa.

A lei proíbe que procuradores gerenciem empresas e permite que essas autoridades apenas sejam sócios ou acionistas de companhias.

Sim, Deltan já tinha dado “aula” em curso da Conquer. Escrevi neste blog no dia 13 de março de 2018 um post intitulado “Deltan Dallagnol vira professor de autoajuda. Faz sentido… Ninguém ajuda tanto a si mesmo. Logo, vai começar a curar pessoas ou fundar uma religião”. No post, afirmei:

“Ninguém se auto-ajudou tanto nestes tempos como Deltan. Da obscuridade para o estrelato, sem ter produzido uma obra que fique para a posteridade que não seja o desrespeito sistemático às leis e a Constituição. Um dos causadores do terremoto político em curso no Brasil será professor de um troço que proclama ser uma escola dos que “não ficam de mimimi”. Aliás, no Brasil, até a Constituição virou “mimimi”. O herói de um tempo diz muito sobre esse tempo. É do balocobaco! Mais um pouco, esse rapaz começa a curar pessoas. É esperar para ver. Ou funda a sua própria igreja.”

MORO E JANOT

Deltan trata também com Rodrigo Janot, já ex-procurador-geral, e com o então juiz Sérgio Moro a operação como um negócio, como um meio de vida.

Ah… Os membros da Lava Jato nas mãos da Lava Jato seriam alvos de pedido de prisão deferido por Moro. Em vez disso, a gente nota que todos melhoraram de vida.

Só o país piorou. E muito!

Até quando Deltan e seus amigos continuarão a insultar a inteligência alheia em prejuízo do país e em benefício de si mesmos?

Com a palavra, o Conselho Nacional do Ministério Público.

Com a palavra, a Corregedoria do Ministério Público Federal.

(…) 

LÍDER RELIGIOSO, VEREADOR DE JACIARA(MT) É PRESO COM DROGA NO CARRO

Deu no G1:

O vereador de Jaciara, a 143 km de Cuiabá, Everton Ribeiro da Silva (PR), de 24 anos, foi preso na terça-feira (18) com uma porção de maconha dentro do carro dele, segundo a Polícia Militar. O jovem, que é líder religioso, declarou ao G1, que o entorpecente não pertence a ele e que deve se posicionar sobre o caso em um vídeo na internet.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado pela PM, Everton foi abordado no Bairro Jardim Aeroporto e atendeu a ordem de parada dada pelos militares.

Em seguida, durante buscas dentro do veículo, uma porção de maconha foi encontrada.

O vereador foi levado para uma delegacia e foi ouvido. Segundo a Polícia Civil, ele assinou a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de droga e liberado.

Everton é suplente e tomou posse no cargo em agosto do ano passado.

À época, ele foi classificado pela Câmara de Vereadores como um “político tranquilo, calmo, com projeção em suas áreas de atuação”.

EM MINAS, VEREADOR MATA PREFEITO APÓS DISCUSSÃO E CHICOTADA

O local do crime foi periciado neste sábado. Marquinho (o de cima) fugiu após a morte de Hélio. A notícia é do jornal Estado de Minas:

prefeito de Naque – cidade de 6,9 mil habitantes, no Vale do Aço –  Hélio Pinto de Carvalho (PSDB), de 55 anos, conhecido como “Hélio da Fazendinha”,  foi morto a tiros  na manhã deste sábado. O suspeito do assassinato é o vereador e comerciante no município Marcos Alves de Lima (PSDC), o “Marquinho do Depósito”. 

Marquinho deixou o local do crime, mas foi preso ainda nesta manhã pela Policia Militar, após montagem de cerco na região.

Hélio da Fazendinha chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu ao dar entrada no Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, também no Vale do Aço, a 50 quilômetros de Naque.

Chicote e revólver:

De acordo com as primeiras informações, o prefeito e o vereador já teriam desavenças antigas. Na manhã deste sábado, se encontraram junto a um local onde Marquinho do Depósito comprou terreno para implantar loteamento ao lado de área da prefeitura.

Segundo testemunhas, o vereador estava instalando uma porteira na entrada do terreno do loteamento, local em que funcionários da prefeitura teriam jogado entulho.

Por causa disso, começou a discussão entre Hélio da Fazendinha e Marquinhos. O prefeito teria atingido o vereador com um chicote. Foi aí que Marquinho do Depósito informou que estava armado. 

SUZANE SEDUZIU PROMOTOR E MÉDICO NA PRISÃO, DIZ REPÓRTER

Deu no MSN:

Suzane Von Richthofen teria seduzido um promotor de justiça e um médico durante seu período na prisão. É o que contou o repórter investigativo Valmir Salaro durante o “Conversa com Bial” da última quinta-feira (11). O jornalista, ao lado do historiador Boris Fausto, foi convidado por Pedro Bial para falar de crimes que ganharam notoriedade no Brasil.

O apresentador questionou o poder de sedução de Richthofen, condenada há 39 anos pelo assassinato dos pais, que supostamente teria atraído “e tirado do prumo até gente graúda”, como descreveu Bial.

“Conheço duas histórias: de um promotor de justiça e um médico. O promotor de justiça se apaixonou pela Suzane, no interior de São Paulo, e chegava a pedir para a diretora da cadeia tirar a Suzane da cela e levar para o gabinete que ele montou no Ministério Público como se fosse boate, com som, luz, lanche para ela”, comentou Valmir.

O repórter investigativo ainda relembrou de outro caso, de um médico que foi denunciado por carcereiros dizendo que ele protegia muito Suzane. “Ele levava pastel para ela, levava ela na clínica dentro do presídio”, contou.

Valmir ainda relatou que, quando foi entrevistar o médico em sua casa, a sua esposa estava junto e ele teria dito ao repórter: “Eu sei porque você está aqui, por causa da Suzane. Então se perguntar na frente da minha mulher, você vai acabar com o meu casamento”, relembrou.

NEM CUBA, NEM VENEZUELA: PAÍS QUE MAIS RECEBEU RECURSOS DO BNDES FORAM OS EUA

A matéria completa do jornal paranaense Gazeta do Povo, que inclui gráficos interessantes, pode ser lida aqui. Abaixo, um trecho:

Os financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para obras de infraestrutura em países da América Latina e África, principalmente nos casos de países sob regimes ditatoriais, são o principal alvo dos questionamentos ao banco na famosa “caixa-preta” que o governo Bolsonaro exige que seja aberta. Mas, afinal, onde e por que o BNDES empresta recursos para operações no exterior?

O BNDES emprestou, entre 1998 e março deste ano (data de seu último balanço), US$ 10,499 bilhões para empresas brasileiras realizarem obras no exterior, na modalidade “exportação de serviços de engenharia” em 15 países da América Latina e da África. Desse total, US$ 6,862 bilhões já foram pagos pelos entes devedores, US$ 3,119 bilhões ainda estão dentro do prazo de pagamento e US$ 518 milhões estão atrasados, representando parcelas não pagas por Venezuela e Moçambique.

O financiamento é justificado pelo banco como uma forma de fomentar empresas brasileiras e gerar a entrada de mais recursos no país, uma vez que o BNDES desembolsa os recursos exclusivamente no Brasil, em reais, para a empresa brasileira, à medida que as exportações vão sendo realizadas e comprovadas. Quem paga o financiamento ao BNDES, com juros, em dólar ou euro, é o governo ou a empresa que importa os bens e serviços do Brasil, num negócio considerável rentável e estratégico para o banco.”

Mas o financiamento à exportação de serviços de engenharia é apenas uma fração de pouco mais de 25% do total de aportes do BNDES no exterior. A maior parte desses empréstimos vai para a exportação de bens de alto valor agregado – como aeronaves, ônibus e caminhões – de empresas brasileiras de grande porte.

No total, entre serviços de engenharia e bens, o banco financiou US$ 38 bilhões a 40 diferentes países nessas duas décadas. Desse montante, US$ 17,7 bilhões – ou 44% – foram destinados aos Estados Unidos.

1 2 3 4 194