Categoria: Região

MPF REQUER ADOÇÃO DE TELEMEDICINA NO ATENDIMENTO DE PACIENTES COM SINTOMAS DA COVID-19 NA REGIÃO DE JALES

O Ministério Público Federal (MPF) requisitou às Secretarias de Saúde dos municípios da região de Jales que adotem as providências necessárias para utilização da telemedicina no tratamento de pacientes com sintomas da covid-19. A medida, prevista na Portaria nº 467/2020, do Ministério da Saúde, já está sendo empregada nas cidades paulistas de Fernandópolis e Ouroeste, cujos modelos de atendimento poderão servir de referência para os demais municípios.

O uso temporário da telemedicina foi autorizado de forma excepcional para o tratamento das vítimas do coronavírus, visando à diminuição do atendimento presencial nos postos de saúde municipais e, por consequência, de aglomerações potencialmente perigosas para a disseminação da doença. As ações de interação à distância podem contemplar o atendimento pré-clínico, de suporte assistencial, de consulta, monitoramento e diagnóstico, por meio de recursos de tecnologia da informação e comunicação que garantam a integridade, a segurança e o sigilo das informações.

“A implantação de um sistema de atendimento com telemedicina é um instrumento valoroso para evitar a contaminação pela covid-19, dada a inevitável presença de portadores do novo coronavírus em locais de atendimento à saúde”, destaca o procurador da República José Rubens Plates. Ele é responsável pelo procedimento administrativo que acompanha as medidas e orientações do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para a covid-19 no âmbito do MPF em Jales.

O pedido para adoção da telemedicina foi encaminhado às Secretarias de Saúde de 39 municípios da região de Jales.

DENGUE: MICRORREGIÃO DE JALES TEM MAIS DE 890 CASOS CONFIRMADOS. URÂNIA E PONTALINDA SÃO AS MAIS ATINGIDAS

Os municípios da microrregião de Jales contabilizam, até o momento, mais de 890 casos confirmados de dengue, de acordo com os dados mais recentes da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. 

Apesar de ter população com menos de 10 mil habitantes, os números da cidade de Urânia merecem atenção. Das quase 400 notificações, 326 foram confirmadas. Todas as ocorrências foram locais, ou seja, ninguém foi infectado pelo vírus fora do município.

A cidade de Pontalinda também entra em estado de alerta. Entre os 169 casos notificados, 165 foram confirmados – é o segundo município com maior número de ocorrências da microrregião.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, em todo o estado de São Paulo foram 19 mortes em decorrência da dengue em 2020. Entre os quatro sorotipos da doença, os tipos 1 e 2 foram os mais frequentes.

Município mais populoso da microrregião, Jales tem 192 casos de dengue confirmados até o momento, e outros 136 em investigação. Em março, a Secretaria Municipal de Saúde realizou ação de capacitação de profissionais do setor como medida de combate à proliferação da doença.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Júlio Croda, a eliminação dos focos do mosquito em residências deve ser feito semanalmente.

“Essa eliminação de focos tem que ser semanalmente. O ciclo do mosquito, ele se completa em sete dias. Então, se você demora mais de sete dias para eliminar o foco, você não está sendo efetivo na eliminação porque ele já se transformou em larva, e em mosquito”. 

O Ministério da Saúde alerta que a população precisa continuar, de forma permanente, a combater o mosquito transmissor da dengue. A recomendação é ter atenção à limpeza dos locais que possam favorecer os criadouros do mosquito Aedes aegypti. Essa é a principal forma de prevenção.

VOTUPORANGA CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE COVID-19

É curioso que Votuporanga já recebeu duas remessas de resultados de exames do Instituto Adolfo Lutz, enquanto Jales não recebeu nenhuma. A notícia é do Diário da Região:

A Secretaria de Saúde de Votuporanga confirmou na manhã desta terça-feira, 31, o primeiro caso do novo coronavírus (Covid-19) na cidade. Segundo o prefeito, João Dado, 12 casos estavam sendo investigados com suspeita da Covid-19, 11 deles foram descartados e um confirmado. Os exames foram enviados ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. 

De acordo com a secretária, Márcia Reina, o paciente é um homem de 69 anos, profissional da saúde, que teve atendimento como suspeito no dia 19 de março. Ele foi internado no dia 25, com sintomas, e foi transferido da Santa Casa no dia 26. O homem tem comorbidades.

O exame que confirmou o caso para coronavírus chegou a Prefeitura no início da noite desta segunda-feira, 30. “Atualmente os casos relacionados continuam em monitoramento e acompanhamento”, afirma. 

QUADRILHA É PRESA AO TENTAR ROUBAR BANCO EM TURMALINA

Apesar do isolamento social, a cidade do meu amigo Claudiomar anda movimentada. A notícia é do Diário da Região:

Uma quadrilha, formada por quatro homens foi detida na manhã desta segunda-feira, 30, por uma equipe da Polícia Militar, ao tentar assaltar uma agência bancária em Turmalina.

Ao perceber a chegada da viatura da PM, os quatro homens entraram no carro e tentaram fugir, mas foram bloqueados pela polícia.

Com os suspeitos foram apreendidas uma caixa de ferramentas, inclusive, uma furadeira, que seriam usadas no arrombamento do caixa eletrônico. Também foram encontradas cinco mochilas que os criminosos iriam usar para colocar o dinheiro retirado do banco.

Todos eles foram apresentados na delegacia de Turmalina, na manhã desta segunda.

JUSTIÇA DE ANDRADINA PROÍBE CARREATA CONTRA FECHAMENTO DO COMÉRCIO

O juiz Victor Gavazzi César, da 3ª Vara de Andradina, deferiu liminar proibindo a realização de uma carreata contra o fechamento do comércio e o isolamento social naquela cidade. A carreata estava programada para esta sexta-feira, às 17 horas, e, como se vê na foto acima, contaria com belas caminhonetes.

Na decisão o juiz determinou que a Polícia Militar fosse ao local onde estava prevista a concentração dos manifestantes e os avisasse sobre a proibição. Determinou, também, que os manifestantes desobedientes fossem devidamente identificados.

O pedido de liminar partiu da Prefeitura de Andradina, assim que a municipalidade tomou conhecimento da convocação, em grupos de whatsapp, para a carreata que pretendia questionar o fechamento do comércio em decorrência de decreto da prefeita Tamiko Inoue(PSDB).

O decreto da prefeita (ao lado) é semelhante ao decreto do prefeito de Jales, Flávio Prandi(DEM), inclusive quanto ao período de fechamento. Em ambos os casos, foi suspenso o atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais, no período de 23 de março a 05 de abril.

Em suas alegações, a prefeita Tamiko ressalta que o objetivo da medida é evitar a disseminação do vírus e impedir a transmissão comunitária, como já está ocorrendo em São José do Rio Preto, onde já foram confirmados 09 casos positivos da Covid-19, sendo dois deles em decorrência da transmissão comunitária. Para a Prefeitura de Andradina, a manifestação seria ilegal e abusiva.

Em sua decisão, o magistrado andradinense destacou ser imprescindível que todos colaborem com as medidas que visam evitar o agravamento do risco à saúde pública e dos próprios cidadãos. Dentre essas medidas, lembra o juiz, destaca-se a recomendação MUNDIAL de que as pessoas permaneçam a maior parte do tempo em suas residências.

O juiz Gavazzi César ressalta, ainda, que a concessão da liminar não visa silenciar as ideias ou a livre expressão, mas preservar a saúde da população, inclusive dos próprios manifestantes.

A decisão pegou os manifestantes de surpresa. Dezenas deles já tinham chegado ao local combinado, no horário programado, e foram orientados pela Polícia Militar a desarticularem a manifestação.

MPF DE JALES QUER SABER O QUE OS MUNICÍPIOS DA REGIÃO ESTÃO FAZENDO PARA COMBATER CORONAVÍRUS

Deu no G1:

O Ministério Público Federal de Jales (SP) ingressou com um procedimento para acompanhar as ações de prevenção ao coronavírus que tem sido feitas pelas cidades e também hospitais da região.

Ao todo, esse monitoramento está sendo feito em 40 cidades, nas regiões de Jales, Santa Fé do Sul e Fernandópolis, que é a área de atuação do Ministério Público Federal de Jales.

De acordo com MPF, isso está sendo feito para assegurar que todos os municípios estão fazendo a parte deles no combate à doença, e se for constatado que alguma cidade está sendo negligente nas ações, os gestores poderão responder por isso.

FERNANDÓPOLIS CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE CORONAVÍRUS

O primeiro caso do novo coronavírus em Fernandópolis foi confirmado nesta quarta-feira (25) pela Secretaria de Saúde. O exame foi realizado por um laboratório credenciado ao governo do Estado no município para detecção do Covid-19. Trata-se de um homem de 55 anos que tem histórico de viagem à São Paulo.

O homem está em isolamento residencial e, segundo a Secretaria de Saúde, passa bem.

Por outro lado, o vereador fernandopolense Aparecido Moreira da Silva, o Cidinho do Paraíso, testou negativo para o coronavírus. Ele participou de um cruzeiro pela costa brasileira durante o período de carnaval e, na volta, começou a sentir os sintomas da covid-19 – febre, dor de cabeça e falta de ar. 

Desde então, Cidinho ficou em isolamento domiciliar. O resultado dos exames chegou na terça-feira, 24, e o vereador pode, finalmente, respirar aliviado.

PREFEITO DE SANTA FÉ DO SUL DECRETA FECHAMENTO DE ENTRADAS DA CIDADE

A notícia é do Diário da Região:

A Prefeitura de Santa Fé do Sul restringiu o acesso à cidade fechando praticamente todas as entradas da cidade como forma de conter o avanço do coronavírus no município. Até o momento, oito casos suspeitos de Covid-19 estão sendo investigados em Santa Fé do Sul, incluindo a morte de uma idosa de 74 anos na última sexta-feira, dia 20, na Santa Casa da cidade.

O decreto assinado nesta segunda-feira, 23, restringe as entradas do município deixando livre apenas dois acessos alternativos para os moradores: rodovia Euclides da Cunha (SP-320) e a rodovia dos Barrageiros (SP-595). Contudo, todos os veículos que acessam a cidade com trânsito aberto estão sendo monitorados antes de entrar em Santa Fé do Sul.

Um questionário com perguntas sobre origem, estado de saúde e onde o motorista e o passageiro permanecerão estão sendo realizados. Ainda segundo o decreto, moradores de cidades vizinhas, que trabalham em Santa Fé do Sul e prestadores de serviços terão acesso normalmente.

Ao todo, foram bloqueadas oito entradas com vias pavimentadas e cinco com estradas de terra que dão acesso à cidade foram bloqueadas. Além disso, outros dois acessos de rampas municipais também foram fechadas. “O bloqueio é para controlar quem circula, como os viajantes que chegam e também para evitar que pessoas de outros municípios venham se instalar em casa de familiares ou ranchos de aluguéis”, disse a secretária de Saúde Rosana Vassoler.

EM DOIS DIAS, CASOS SUSPEITOS QUASE DOBRAM EM RIO PRETO. CIDADE TEM CINCO CASOS CONFIRMADOS

Deu no Diário de Região:

A epidemia de coronavírus cresceu em Rio Preto. Além dos cinco casos confirmados – um dos pacientes, um idoso de 60 anos, está internado na UTI do Austa -, a cidade saltou em dois dias de 50 para 95 ocorrências suspeitas – três dessas pessoas, com idades de 48, 74 e 95 anos, estão internadas em estado grave. Todos esses pacientes, e seus contactantes, estão em isolamento – um total de cerca de mil indivíduos. Os anúncios foram feitos durante coletiva de imprensa a distância na tarde desta segunda-feira, 23.

Na noite desta segunda-feira, 23, a Secretaria de Saúde confirmou mais um caso. O exame com resultado positivo foi feito no Hospital de Base. O paciente é um homem de 35 anos que apresentou os primeiros sintomas em 17 de março. Ele teve febre, dor de garganta, dor de cabeça e dor no corpo e está em isolamento domiciliar. A Saúde ainda está investigando a forma de contágio pelo vírus.

De acordo com Andreia Negri Reis, gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica, estão sendo testados prioritariamente os profissionais de saúde com sintomas e os pacientes com sintomas graves da doença – os primeiros para que possam voltar ao trabalho, onde são extremamente necessários neste momento, caso o quadro seja de resfriado leve, ou sejam isolados caso estejam com uma doença contagiosa; e os outros para que sejam adequadamente tratados o quanto antes.

“Os casos leves vamos monitorar para que consiga dar resposta. Se todo mundo for para atendimento neste momento, pode ser que um grave fique aguardando”, afirma Andreia. Segundo ela, os três suspeitos internados estão em enfermaria, e não estão entubados.

O poder público municipal estabeleceu um comitê para garantir que sejam cumpridos todos os decretos editados para combater a proliferação do vírus em Rio Preto, com o apoio da Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Defesa Civil. O secretário de Saúde, Aldenis Borim, reforçou a necessidade de cuidado.

“Cuidem de vocês. Se você tem idade de baixo risco, pense no seu pai, no vizinho. Esse momento depende muito da colaboração da população. Não deixem seus pais saírem, circulem o menos possível, procurem não usar transporte público. Vamos nos cuidar para que não chegue uma pandemia em Rio Preto no nível que está no Brasil.”

RIO PRETO TAMBÉM VAI FECHAR O COMÉRCIO. EDINHO DECRETA EMERGÊNCIA

A notícia é do Diário da Região:

Os estabelecimentos comerciais e de serviços de Rio Preto estarão fechados a partir da próxima segunda-feira, 23, após o decreto 18.559, assinado pelo prefeito Edinho Araújo na tarde desta sexta-feira, 20, como medida para conter a propagação do coronavírus, o Covid-19. Inicialmente, a medida é válida até o dia 15 de abril. A multa para quem desrespeitar a decisão é de R$ 6 mil e a fiscalização fica a cargo da Polícia Militar, Guarda Municipal e Vigilância Sanitária.

Ficarão abertos apenas hospitais, farmácias e drogarias, serviços de saúde, estabelecimentos comerciais de alimentos sem consumação no local, distribuidoras e revendedoras de gás e postos de combustíveis. Neste sábado, 21, os estabelecimentos poderão abrir normalmente, como período de adaptação à medida.

“Decidimos em comum acordo com entidades patronais e empregados recomendar o fechamento de todos os estabelecimentos considerados não essenciais a partir de 21 de março. Obrigatoriedade a partir de segunda-feira, 23”, afirmou Edinho Araújo durante entrevista coletiva online.

“A prioridade é a vida das pessoas e para preservá-la precisamos reduzir a aglomeração de pessoas para que o vírus não circule. Qual o momento ideal para isso? A gente não sabe, mas nem os técnicos sabem. Mas temos que contribuir para evitar a circulação do vírus. A deliberação é drástica, mas é responsável”, disse Paulo Sader, presidente da Acirp.

O decreto foi criado após discussão entre as lideranças da Acirp, do Sincomércio e dos shopping centers da cidade. No geral, a ação desta sexta declara estado de emergência na saúde pública de Rio Preto.

A recomendação da Prefeitura de Rio Preto e dos órgãos responsáveis é que esses lojistas se preparem para implantar o sistema de entregas.

“Esperamos que os empresários e os cidadãos comecem a se adaptar. Não tem pânico, ninguém vai ficar sem comida, remédio, gás e combustível. Esses produtos essenciais estão garantidos”, afirmou Sader. “O que foi estabelecido é uma forma de minimizar as perdas, como delivery, vendas online e tudo vai depender de como será o avanço do vírus”.

Para os estabelecimentos que permanecerem em funcionamento, o decreto determina que nas áreas de consumação de alimentos a ocupação máxima de quatro pessoas por mesa e a distância mínima de dois metros entre assentos de um conjunto de mesas a outro. Nas filas de espera, a recomendação mínima é de 1,5 metro entre cada pessoa.

1 2 3 110