Categoria: Região

EM ARAÇATUBA, VÍTIMA DE ASSALTO LEVA FACADA POR TER APENAS R$ 6

Ter pouco dinheiro na conta bancária – como no caso da dentista de São Bernardo – ou no bolso, como nesse caso, está se tornando cada vez mais perigoso. Vejam a notícia do G1:

Uma mototaxista levou uma facada no rosto durante um assalto, em Araçatuba(SP) neste domingo (12). De acordo com o boletim de ocorrência, ao entregar apenas R$ 6,50 ao criminoso, o homem, irritado pelo baixo valor, atacou a mulher.

Ela chegava em casa quando foi abordada por um homem, que, segundo a polícia, aparentava ser menor de idade. O criminoso tentou roubar a moto da vítima, que já estava na garagem. Como não conseguiu, pediu dinheiro. Após ameaçá-la com uma faca, a vítima entregou a quantia que estava no bolso, um total de R$6,50. Nervoso pelo valor entregue, o criminoso agrediu a mulher com uma facada entre o nariz e os olhos.

O suspeito fugiu logo em seguida levando a quantia roubada. A mototaxista foi socorrida na Santa Casa e precisou passar por cirurgia para tirar um pedaço da lâmina que ficou alojada no local. Ela foi liberada e se recupera em casa, sem gravidade. A polícia investiga o caso.

POLÍCIA FEDERAL DE JALES PRENDE PEDÓFILO EM PEREIRA BARRETO

A notícia é do Diário da Região:

A Polícia Federal de Jales prendeu na manhã desta quarta-feira, 8, o pedreiro Walter Nunes Marin, de 46 anos, em Pereira Barreto/SP. Ele era investigado por divulgar imagens contendo pornografia infantil em um blog.

A apreensão foi feita durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do homem, expedido pela Justiça Federal de Jales. No local, os policiais encontraram imagens pornográficas de crianças e adolescentes em seu computador pessoal.

De acordo com a PF, em 2002, Walter foi denunciado pelo Ministério Público de Jales e condenado a cumprir pena de 12 anos de prisão por ter abusado sexualmente de 17 crianças e adolescentes em Santa Albertina/SP. As vítimas tinham entre 10 e 12 anos de idade. Na época, vários materiais com conteúdo pornográfico envolvendo os menores foram encontrados na residência do pedófilo.

De acordo com a Polícia, as crianças eram seduzidas com promessas de presentes, doces e dinheiro, até chegarem na casa do homem, onde eram abusadas sexualmente. O acusado foi preso em 2004, em Santo André/SP, quando se preparava para fugir do país, com destino ao Chile.

Durante cinco anos o pedreiro cumpriu pena em regime fechado, até ser beneficiado com o regime aberto. Se for comprovada a venda ou divulgação das imagens pornográficas apreendidas nesta quarta-feira, Walter poderá pagar pena de até oito anos de prisão. 

TRIBUNAL DE CONTAS REJEITA CONTAS DE 2010 DA PREFEITURA DE PARANAPUÃ

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo(TCE) emitiu parecer desfavorável à aprovação das contas da Prefeitura de Paranapuã, relativas ao exercício de 2010, no primeiro mandato do atual prefeito Antônio Melhado Neto.

De acordo com os conselheiros do TCE – Josué Romero, Robson Marinho e Edgar Camargo Rodrigues – o prefeito Melhado Neto teria investido apenas 27,5% dos valores repassados pelo Fundeb na remuneração dos professores de educação básica.

De acordo com a lei, as prefeituras são obrigadas a investir, no mínimo, 60% do Fundeb no pagamento dos salários dos professores. 

Não bastasse isso, o Tribunal apontou um crescimento na dívida da Prefeitura de Paranapuã. Em 2010, os restos a pagar subiram 27,6%, em relação a 2009, enquanto o total da dívida consolidada subiu 60,84%. 

MPF ACIONA EX-PREFEITO POR CONTRATAÇÃO ILEGAL DE SHOWS

A empresa “Clássica Comércio de Eletrônicos e Produções Ltda” é a mesma que prestou serviços aqui em Jales, na Facip 2009. A edição da Feira, naquele ano, teve uma ajuda de R$ 720 mil em recursos públicos, vindos do Ministério do Turismo e boa parte desse dinheiro foi parar  nas contas da Clássica.

O Ministério Público está investigando a Facip daquele ano, mas não se tem muitas notícias a respeito. Sabe-se, no entanto, que alguns shows teriam sido superfaturados e que parte dos serviços de publicidade, contratados com a Clássica, não teriam sido realizados. Mas, vamos à notícia do Diário da Região:

O Ministério Público Federal (MPF) de Rio Preto acusa o ex-prefeito de Palestina Nicanor Nogueira (PTB) de aplicar indevidamente R$ 158 mil de verba liberada pelo Ministério do Turismo durante a sua gestão em 2009 para contratação de shows sem licitação.

Segundo o procurador da República Anderson Vágner Gois dos Santos, o ex-prefeito cometeu ato de improbidade administrativa ao contratar a empresa “Clássica Comércio de Eletrônicos e Produções Ltda” por meio de três contratos para as apresentações das duplas “Maicon e Renato” – no valor de R$ 30 mil – , “Mato Grosso e Matias” – R$ 70 mil – e do cantor “Luan Santana” – R$ 58 mil. A verba destinada ao município foi para a realização da 41ª Festa do Peão com o repasse de R$ 285 mil pelo governo federal.

Para Santos, o ex-prefeito de Palestina descumpriu o previsto na lei de licitações – 8.666/93 – ao realizar as contratações. “Assim, apesar de estar clara a diferença do contrato de exclusividade exigido por lei da exclusividade apenas para os dias correspondentes à apresentação dos artistas, restrita à localidade do evento, Nicanor Nogueira Branco contratou a empresa ‘Clássica Comércio de Eletrônicos e Produções Ltda-ME’ nesta última condição”, afirmou o procurador na ação.

A notícia completa, do Diário, pode ser lida aqui.

MULHER DE URÂNIA MORRE EM JALES, VÍTIMA DA GRIPE SUÍNA

A notícia está em O Jornal, de Votuporanga:

A jovem da cidade de Urânia, Viviana Aparecida Galani, 29 anos, que estava grávida de aproximadamente 14 semanas foi a primeira vítima fatal do vírus A (H1N1), popularmente conhecido como gripe suína. 

Segundo informações da assessoria de imprensa da Santa Casa de Jales, onde a jovem estava internada desde o dia 22 de abril, quando a doença foi descoberta já estava muito evoluída. 

“Dois dias após a internação a paciente foi enviada para a UTI onde teve um aborto, devido o agravamento do quadro clínico”, conta a assessoria. Viviana não resistiu o avanço da doença e faleceu na noite de quinta-feira (02). 

A enfermeira da vigilância epidemiológica de Jales, Patrícia Albarelo Ribeiro Oliveira, informou que a confirmação da doença foi realizada pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo. “O quadro da paciente evoluiu muito rápido e levou a óbito em apenas 10 dias”. 

Segundo a enfermeira da Unidade Básica de Saúde de Urânia, Micaela Cristiano, a jovem era casada com um caminhoneiro e costumava acompanha-lo durante suas viagens.

“Não temos nenhum caso registrado nem suspeito em Urânia, então acreditamos que ela tenha contraído a doença durante alguma viagem”, revela. Micaela conta ainda que uma das últimas viagens do marido da vítima foi com uma carga de frango vivo para São José do Rio Preto.

O sepultamento foi realizado ontem na cidade de Santa Salete. A família está em estado de choque e não quis comentar o caso.

JUSTIÇA CONDENA COORDERNADOR DE SAÚDE DE URÂNIA POR IMPROBIDADE

A juíza da Vara Única de Urânia, Marina de Almeida Gama Matioli, condenou, em primeira instância, o coordenador de saúde do município de Urânia, José Rubens Gitti, por prática de ato de improbidade. Entre outras coisas, ele foi condenado ao pagamento de multa em valor equivalente a cinco vezes o salário de coordenador, além de ter seus direitos políticos suspensos pelo prazo de cinco anos.

De acordo com a acusação feita pelo Ministério Público estadual, José Rubens, enquanto coordenador de saúde, teria desviado material odontológico municipal em benefício de seus familiares. Segundo narra a petição, no momento em que os materiais eram entregues no setor de saúde, o acusado, aproveitando-se de sua condição funcional, separava os itens de seu interesse e, posteriormente, entregava-os para os seus filhos que eram estudantes de odontologia.

A defesa argumentou que a denúncia seria falsa e que a principal testemunha estaria agindo por motivo de vingança, uma vez que ela pleiteava o cargo de coordenador para si, mas acabou sendo preterida pelo prefeito municipal, que nomeou José Rubens para o cargo. A juíza, no entanto, não aceitou essa tese e considerou que a testemunha foi bastante firme em suas afirmações.

Segundo a juíza, além de retirar materiais odontológicos que pertenciam ao município para seu próprio uso ou de seus familiares, o acusado, juntamente com outros membros do primeiro escalão do governo municipal, teria tentado intimidar a testemunha Izilda Maria Chinaglia, a fim de que ela mentisse à polícia e ao Poder Judiciário. Da decisão da Justiça de Urânia cabem recursos aos tribunais superiores.

TÉCNICOS DO CONSIRJ EXPORTAM CONHECIMENTO

Um dia desses, vasculhando o noticiário da região, deparei-me com uma notícia da Prefeitura de Catanduva. Tanto quanto a notícia, me chamou a atenção as fotos que a ilustravam. Nelas, dois profissionais ligados ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales – Consirj – aparecem com destaque.

A notícia diz que a Prefeitura de Catanduva está trabalhando para tornar a cidade um Polo Regional de Saúde, com a formação de um Consórcio a ser integrado por 18 cidades daquela região. E é aí que entram os técnicos do Consirj aqui de Jales, demonstrando que o nosso Consórcio está se tornando uma referência para toda a região. 

Norberto Pelisson, coordenador administrativo e João Alberto Robles, assessor jurídico, foram convidados e estão integrando a Equipe da Diretoria Regional de Saúde DRS XV de São José do Rio Preto, com a finalidade de implantação de consórcios de Saúde em cidades como Votuporanga, São José do Rio Preto, Catanduva e José Bonifácio.

Em função do trabalho que executam no Consirj, eles estão sendo chamados para proferir palestras sobre as vantagens e formas de constituição e atuação dos consórcios regionais. Segundo se sabe, a participação deles em encontros como o da foto acima tem o apoio da prefeita Nice Mistilides, atual presidente do Consirj.

CARLÃO PIGNATARI AFIRMA QUE NÃO É DONO NEM SÓCIO DE EMPRESAS DO GRUPO SCAMATTI

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) reuniu a imprensa da região, na tarde desta segunda-feira (dia 29), para esclarecer sobre as acusações que lhe estão sendo feitas de que ele seria sócio da empreiteira Demop, alvo de investigação do Ministério Público e Polícia Federal. As empresas Demop e a Scamatti & Seller são investigadas de fraudar licitações em prefeituras, superfaturando o valor das obras. 

Na oportunidade, o deputado esclareceu que nunca foi sócio da Demop ou de qualquer empresa da família Scamatti. “A relação que temos é que o Olívio (Scamatti) e seu pai Pedro foram funcionários de empresas da minha família. Por isso, acabamos criando um vínculo de amizade, que dura mais de 30 anos. O que eu tenho dito repetidas vezes é que desde agosto do ano passado, eu e o Olívio, por um problema pessoal, não nos falamos, mas mantenho amizade normal com seus irmãos e pais”, disse Carlão. 

A respeito de uma suposta testemunha oculta que o jornal Diário da Região (de São José do Rio Preto) cita, de que “teria dito ao Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) que “imagina” que eu seja sócio da Demop é uma inverdade. Essa pessoa fez uma suposição e não uma afirmação, como colocou o jornal. Nunca fui sócio de empresas da família Scamatti”, reforçou o deputado. 

Segundo Carlão, “antes do Olívio fundar a Demop, em 1999, ele trabalhou por 15 anos no Frigorífico, como gerente comercial, assim como o pai e o irmão dele. O “seo” Pedro ficou sete anos na empresa e foi o responsável pela construção dos barracões da granja. O Pedro, o filho, foi supervisor de venda no laticínio, do qual minha família era sócia”, acrescentou.

Carlão ainda informou que chegou a ser investigado pelo Gaeco, de 2008 a junho de 2010 e que não foi possível provar a sua participação. Desta forma, os promotores manifestaram que não havia interesse em prosseguir com as investigações. 

Finalizando, o deputado disse que não há qualquer indício ou possibilidade de sua participação nesses fatos. “Estou com minha consciência tranquila, pois não tenho nada a ver com nada disso e torço para que tudo seja esclarecido o mais rápido possível, porque estão querendo me envolver em algo que não devo”, concluiu.

DEPUTADO É DONO DA DEMOP, ACUSA TESTEMUNHA AO GAECO

A notícia é do jornal Diário da Região:

Testemunha protegida ouvida pelo Ministério Público Estadual apontou o deputado estadual e ex-prefeito de Votuporanga Carlos Eduardo Pignatari (PSDB), o Carlão, como sócio oculto da empreiteira Demop Participações e outras ligadas aos grupo dos irmãos Scamatti. O grupo é investigado por fraudar licitações com verbas de emendas parlamentares em pelo menos 78 prefeituras na região Noroeste paulista.

A testemunha foi ouvida por promotores do Gaeco em meados de 2009 e apontou Carlão como o verdadeiro dono das empresas do Grupo Scamatti. “É de se destacar também a notícia da existência de um outro envolvido que até o momento não foi pesquisado, qual seja, o senhor Carlos Eduardo Pignatari, que segundo noticia a testemunha ouvida às fls 180/81 seria o real proprietário das empresas referidas nos autos”, diz trecho do relatório dos promotores.

De acordo com a testemunha, as ligações de Olívio e Carlão são antigas, da época em que ele foi gerente financeiro do frigorífico da família do parlamentar. A informação ganha peso quando somada ao conteúdo das escutas feitas nos telefones dos investigados entre os anos de 2010 e 2013. A ligação do deputado com os acusados de integrar a apelidada Máfia do Asfalto, principalmente com Olívio – apontado como o chefe do esquema – seria tão forte, que Carlão chega a ser chamado de “padrinho” nos diálogos dos empresários captados pela investigação.

O tucano é citado com frequência em várias conversas recentes da cúpula do grupo. Ele próprio aparece em ligações com Olívio que, em uma das ligações, é chamado de “sócio de Carlão” por interlocutor. Em outras conversas, a referência usada a Carlão é “amigo do Juninho” (Júnior Marão, prefeito de Votuporanga), ou até mesmo “chefe.”

A proximidade de Olívio e Carlão também fica evidenciadas nas brincadeiras de colegas e amigos. Numa das ligações grampeadas pela PF, o deputado Itamar Borges (PMDB) liga no celular de Olívio e provoca: “Carlão?”. Em seguida, Itamar cai na risada. Em outra ligação, um homem desconhecido liga para Olívio e pergunta: “É o sócio do Carlão?”

A notícia completa pode ser lida aqui.

AEROPORTOS DE RIO PRETO E FERNANDÓPOLIS RECEBERÃO INVESTIMENTOS

Hoje, um amigo do blog enviou notícia veiculada pelo informativo do deputado Edinho Araujo(PMDB-SP). Vamos a ela:

Os aeroportos de Rio Preto e Fernandópolis estão entre os 19 aeroportos regionais de São Paulo que receberão investimentos do Governo Federal, em valores a serem definidos no segundo semestre deste ano. A confirmação foi obtida nesta quinta-feira (25) pelo deputado Federal Edinho Araújo (PMDB-SP), durante audiência com o ministro da Secretaria da Aviação Civil (SAC), Moreira Franco.

O deputado Edinho Araújo foi até o Ministério tratar dos novos investimentos em aeroportos regionais paulistas, dentro de um cronograma de ampliação de modernização estabelecido pelo governo federal.

O ministro Moreira Franco confirmou que o Estado de São Paulo receberá recursos da ordem de R$ 360 milhões para modernização de 19 aeroportos regionais.

“Levei ao ministro a preocupação com a ampliação de modernização dos aeroportos para atender aos grandes eventos previstos, como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, que certamente aumentarão o fluxo de turistas no Estado de São Paulo. E um bom transporte aéreo é fundamental para atender essa demanda e integrar as regiões do Estado”, explicou Edinho Araújo.

O ministro garantiu que o cronograma de investimentos em cada aeroporto será definido no segundo semestre deste ano e que, em breve, os detalhes serão discutidos entre a Secretaria de Aviação Civil e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Lançado no ano passado, o programa vai investir cerca de R$ 7 bilhões na primeira etapa do Plano de Aviação Regional, em 270 aeroportos regionais, de 26 Estados da Federação.

Na região Noroeste de São Paulo, segundo o deputado Edinho, está confirmado que serão atendidos nesta etapa os aeroportos de Rio Preto, Araçatuba, Barretos e Fernandópolis. “Vamos aguardar a definição do volume de recursos para cada um, mas a confirmação dos investimentos já é uma grande conquista para nossa região”, explicou.

1 83 84 85 86 87 97