Categoria: Região

OS ELEITOS EM DIRCE REIS

Roberto Visoná, do PMDB, foi o grande vencedor das eleições em Dirce Reis, contrariando algumas pesquisas que apontavam o atual prefeito, Euclides Scriboni Benini, como favorito. Roberto obteve 824 votos, ou 55,75% dos votos válidos, enquanto seu adversário conseguiu apenas 654 votos, ou 44,25%.

A abstenção, em Dirce Reis, foi de apenas 5,22%, uma vez que 1.526 dos 1.610 eleitores inscritos no município foram às urnas, neste domingo. Entre os 1.526 que compareceram, 18 eleitores votaram em branco, enquanto 30 deles preferiram anular o voto. Abaixo, os vereadores eleitos:

Noel (PSC) –  137
Maércio da Chácara (PR) –  84
Maí (PMDB)  –  80
Laio do Posto (PT)  –  79
João Dutra (PR) – 75
Zé Guilherme (PT)  –  66
Cidinha Rizzi (PR)  –  63
Donizete do Acampamento (PR) – 59
Jeguinho (PT)  – 49 

OS ELEITOS EM ASPÁSIA

O servidor público municipal José Eduardo de Assunção(DEM), o Calango, foi eleito o novo prefeito de Aspásia, com 934 votos (58,27%).

Vanderlei Conejo(PT), seu adversário, obteve 669 votos (41,73%). Calango estava sendo apoiado pelo atual prefeito, o Lia do Bar Os vereadores eleitos foram os seguintes:

Odenir Vieira (PSDB) – 138
Zica (PSD) – 129
Rute Teodoro (DEM) – 126
Celsino (DEM) – 107
Joacir (DEM) – 100
Zorba (DEM) –  96
Ninin (PTB) –  88
Tioza (PT) – 79
Odair (PT)  –  74

SUPLICY VISITA PARANAPUÃ EM APOIO AO CANDIDATO CAJU

Mesmo estando – por enquanto – com sua candidatura indeferida, por conta de problemas com a “Lei da Ficha Limpa”, o candidato a prefeito de Paranapuã, Cláudio Pereira da Silva, o Caju, continua com muito prestígio junto à cúpula petista.

Ontem, quinta-feira, ele recebeu a visita do senador Eduardo Suplicy, que veio a Paranapuã especialmente para dar seu apoio ao Caju.

Para não perder o costume, Suplicy aproveitou para falar do seu projeto “Renda Cidadã”. Depois, ele seguiu para Palmeira D’Oeste, onde foi recepcionado pelo candidato a prefeito Marcão da Elektro(PT).

POLÍCIA FEDERAL DE JALES ENCONTRA R$ 40 MIL PARA COMPRA DE VOTOS

A notícia é do Diarioweb:

A Polícia Federal de Jales apreendeu R$ 40 mil em cédulas de R$ 100 em uma residência de Fernandópolis. A apreensão foi ordenada pelo Juiz Eleitoral da cidade após suspeita de compra de votos.

O dinheiro foi encontrado em uma caixa, e o dono da casa não conseguiu justificar sua origem aos policiais, o que reforça os indícios de que o valor apreendido realmente seria destinado a fins ilícitos relacionados à “compra” de votos para as eleições municipais.

Será instaurado inquérito com o fim de apurar com detalhes os fatos e determinar a autoria de eventuais crimes cometidos. A pena prevista para o crime de “compra” de votos, delito previsto no artigo 299 do Código Eleitoral, é de até 4 (quatro) anos de reclusão e pagamento de multa.

ELEITORA DE CAJU DIZ QUE DISPUTA VAI SER EQUILIBRADA EM PARANAPUÃ

Hoje, no início da noite, estive na Via Pães, onde encontrei a simpática moça da foto, que trabalha por lá. O nome dela é Fabrícia e, embora esteja morando atualmente em Jales, é paranapuense de coração e faz questão de votar naquele vizinho município.

A Fabrícia é eleitora do Caju e – como não é moça de meias palavras – já foi logo dizendo que estava muito chateada comigo porque – segundo ela – eu sou contra o candidato preferido dela. E foi mais longe a Fabrícia: disse que eu fui infeliz ao usar a expressão “alegria de pobre dura pouco”, ao anunciar o indeferimento da candidatura do Caju.

Gosto de pessoas sinceras como a Fabrícia, mas não é verdade que eu esteja contra o candidato dela, muito pelo contrário: tenho até apreço pelo Caju. Tive a oportunidade de viajar com ele para Brasília, em 2003, onde fomos participar de um encontro entre o então recém-eleito presidente Lula e os prefeitos do PT. Eu fui com o Caju, representando um jornal de Jales.

Eram cerca de 400 prefeitos e o único citado nominalmente pelo presidente Lula, em seu discurso, foi exatamente o “companheiro Caju”. Lula falou da origem simples do Caju – um ex-cortador de cana – e mencionou uma frase que teria aprendido com o então prefeito de Paranapuã: “o homem é do tamanho do seu sonho”.

Sempre tive, portanto, um bom relacionamento com o Caju. Isso não pode me impedir, no entanto, de noticiar os fatos. E o fato é que ele – assim como a candidata a prefeita de Urânia, Neuseli Pires – está com sua candidatura indeferida. Ou seja, ele pode até ganhar as eleições em Paranapuã, mas corre o risco de não tomar posse.

A Fabrícia – que me disse já ter trabalhado na colheita da cana, junto com o Caju – afirmou, também, que a eleição em Paranapuã vai ser equilibrada, mas, se depender dela, o doutor Antonio Melhado voltará a se dedicar exclusivamente à Medicina. “Ele é um excelente médico, mas, como administrador, deixou a desejar…”, concluiu.

Em tempo: a temperatura está realmente elevada em Paranapuã. Consta que, na noite desta quarta-feira, uma briga com motivação política teria acabado com um preso. O rapaz teria agredido uma menor de idade.    

FERNANDÓPOLIS: BOATOS SOBRE POSSÍVEL PRISÃO DE CANDIDATO SÃO ESCLARECIDOS

O amigo acha que a boataria anda solta em Jales? Então veja a notícia do site Região Noroeste sobre a suposta prisão do prefeito Luiz Vilar, de Fernandópolis:

Uma central de boatos deixou parte da imprensa de Fernandópolis em alerta sobre a possível prisão de um candidato a prefeito por distribuição de “vale combustível” na periferia da cidade. Na última segunda-feira apenas uma averiguação feita pela polícia militar foi constatada que alguns “vales” foram apreendidos e encaminhados ao 1º Distrito Policial.

Ao mesmo tempo, foram espalhados aos quatro cantos, que o candidato Luiz Vilar teria sido preso pela Polícia Federal e que estava sendo levado à Jales, sede regional. Os boatos plantados deixou jornalistas sem informações concretas sobre a veracidade dos fatos ocorridos durante a noite da última segunda-feira, 1 de outubro.

Na terça-feira, o regiaonoroeste apurou que os boatos foram plantados com objetivo de desmoralizar a campanha de Vilar, já que o candidato, no momento dos ataques, boatos via telefone e em boca-a-boca, realizava uma passeata por vários bairros e na noite de segunda-feira, participava de um encontro com moradores no Jardim Araguaia.

A notícia completa do Região Noroeste, inclusive com um pedido de desculpas de um jornalista que teria ajudado a espalhar o boato, pode ser lida aqui

PARINI É DESTAQUE EM PROGRAMA ELEITORAL DE VALDOMIRO LOPES, NA TV

Destaque negativo, evidentemente. Nesta sexta-feira, o programa de TV do prefeito Valdomiro Lopes(PSB),  candidato à reeleição em São José do Rio Preto, a pretexto de mostrar como o PT governa mal, dedicou dois minutos do horário eleitoral gratuito à atuação do nosso premiado estadista à frente da Prefeitura de Jales.

Quem viu, deve ter ficado com péssima impressão da nossa cidade. Valdomiro mostrou ruas esburacadas, praças abandonadas, conjuntos habitacionais sem infraestrutura e moradores dizendo que PT, em Jales, nunca mais. À certa altura, o programa mostra os frigoríficos fechados e diz que a administração petista fracassou também na geração de empregos.

Se quisesse, Valdomiro poderia ter dedicado mais uns dois minutos à administração do estadista. Ele não mostrou a revitalização do centro da cidade, nem o conjunto habitacional “João Colodetti”, onde algumas casas caíram antes mesmo de finalizadas. Aliás, tudo indica que elas ainda vão demorar muito para ficarem prontas.

Abaixo, o vídeo com o programa de Valdomiro. A parte em que Parini recebe o merecido destaque começa depois dos onze minutos, bem no finalzinho do programa. Caso você não tenha visto, vale a pena ter um pouquinho de paciência e dar uma espiada:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

DEPUTADO ITAMAR BORGES PARTICIPA DE CAMPANHAS NA REGIÃO

E o deputado estadual Itamar Borges(PMDB) andou fazendo um tour pela região, participando da campanha eleitoral em algumas cidades. Durante as visitas, Itamar tem levado as mensagens do presidente estadual do partido, deputado Baleia Rossi e do vice-presidente da República Michel Temer.

Em visita ao município de Pontalinda, Itamar participou de uma caminhada pela praça principal da cidade com o candidato a prefeito Elvis e sua vice Nereide.

Em Dolcinópolis, o deputado Itamar Borges esteve com o candidato a prefeito Américo e seu vice Bila. Itamar gravou um vídeo em apoio aos candidatos e participou de uma reunião com correligionários.

EM PARANAPUÃ, MACUMBEIRA É CONVOCADA E ENTRA NA CAMPANHA ELEITORAL

Coisas estranhas andam acontecendo em Paranapuã, onde os marqueteiros estão sendo trocados por macumbeiros. Ontem, recebi uma ligação dando conta de que, por lá, já começou a temporada de mandingas contra os adversários.

Segundo o relato, o atual prefeito, Antonio Melhado, teria sido surpreendido, um dia desses, com um “despacho” nas proximidades do seu gabinete. O detalhe é que a macumbeira convocada para fazer a “bruxaria” não utilizou os artefatos comuns nesses casos, como aquela velha galinha preta ou o tradicional litro de cachaça.

Segundo a versão que me chegou, além das velas e dos “santinhos” do candidato a prefeito, o despacho continha apenas uma boa quantidade de Bombril. Tudo indica que, em Paranapuã, o velho e eficiente Bombril tenha mais que 1001 utilidades. Resta saber se a mandinga vai funcionar.  

JULGAMENTO DE NEUSELI PIRES, DE URÂNIA, OCORREU HOJE NO TRE-SP

O julgamento da ex-vereadora e candidata a prefeita de Urânia, Neuseli Maria de Brito Pires(PTB), esposa do ex-prefeito Joaquim Pires, estava previsto para hoje, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP). O resultado ainda não consta do site do Tribunal, mas, segundo informações extraoficiais, a candidatura de Neuseli teria sido indeferida.

Em Jales, a candidatura de Neuseli havia sido deferida pelo juiz eleitoral, mas a coligação “Para Urânia Continuar Crescendo”, do atual prefeito Francisco Ayrton Saracuza, interpôs recurso, pedindo o indeferimento da adversária. Os problemas de Neuseli é com a Lei da Ficha Limpa, uma vez que ela teria renunciado ao seu mandato de vereadora para escapar a um processo de cassação.

De acordo com o jornal Folha Noroeste, de domingo passado, pesquisa de intenção de votos realizada pelo Instituto Realidade, de Presidente Prudente, apontava que Neuseli estaria em segundo lugar na preferência dos eleitores de Urânia, 15 pontos atrás do primeiro colocado, o prefeito Saracuza.

Caso se confirme o indeferimento pelo TRE-SP, ainda restará a Neuseli recorrer ao TSE. Advogados não lhe faltarão: segundo o que consta do site do Tribunal, nada menos que seis advogados estariam atuando na defesa da candidata.

Post Scriptum: o resultado do julgamento foi publicado às 20:56 horas desta quinta-feira e confirmou as notícias extraoficiais que davam conta do indeferimento da candidatura de Neuseli Pires. Abaixo, a publicação:

20/09/2012 20:56 Resultado da decisão: indeferimento do registro de candidatura.
1 90 91 92 93 94 95