A TRIBUNA: CÂMARA VAI TENTAR CASSAR LIMINAR QUE SUSPENDEU AUMENTO DO IPTU

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca a liminar concedida pelo juiz da 3ª Vara, Nóbrega Curitiba, que suspendeu o reajuste de 22,07% no valor venal – e, por conseguinte, no IPTU – dos imóveis urbanos de Jales. Em sua sentença, o magistrado afirma que “o trâmite adotado para a discussão e aprovação do Projeto de Lei Complementar 24/2017 deu-se de maneira viciada”. Tiago Abra, autor do pedido de liminar, disse ao jornal que teria alertado seus colegas sobre ilegalidades na votação do projeto, “mas, na ânsia de agradar ao prefeito, eles não escutaram”.

E como o vereador Tiago Abra parece disposto a ser aquela pedrinha no sapato do prefeito Flá, ele acabou sendo destaque também em outra notícia. Abra denunciou ao Ministério Público que existem pelo menos 36 crianças aguardando vagas nas creches do município. A secretária de Educação, Lourdinha Marcondes, confirmou a falta de vagas e disse que, na verdade, a fila de espera tem 254 crianças. Ela garantiu, no entanto, que a Prefeitura já tomou providências e espera resolver o problema com a inauguração das novas EMEIs do JACB e do Jardim Maria Silveira, que ficarão prontas até o final do ano.

A ação da Procuradoria Geral de Justiça do Estado, que aponta possível inconstitucionalidade em alguns cargos de confiança da Prefeitura de Jales; as suspeitas de irregularidades na contratação do IBAM para organizar e aplicar os concursos abertos pela Prefeitura; a ação da Polícia Rodoviária Estadual que apreendeu um caminhão com 2,6 toneladas de maconha; a visita que a ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei, Fofão, fez a Jales; e a condenação de um rapaz acusado de tentativa de homicídio, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, detalhes sobre o pedido de desculpas do vereador Deley ao ex-vereador Gilbertão. Na página de opinião, o ex-prefeito Pedro Callado escreve sobre aquilo que, em Direito, é chamado de “Bem de Família”. E na crônica da Taísa Selis, o assunto é criança. Criança também é assunto do suplemento especial de A Tribuna. No caderno social, destaque para os 37 anos do pastor Reginaldo Viota e para a coluna do Douglas Zílio.    

4 comentários

  • Povo e o IPTU

    Certamente o prefeito sabia que não estava seguindo os tramites legais porem correu o risco, para agilizar o processo para jogar o aumento para o ano que vem. Agora vai recorrer.
    O vereador Abra votou a favor do aumento do IPTU e depois, entrou na justiça contra o aumento. Dá para entender????
    Há muitos anos, vivemos com a prefeitura endividada e com o asfalto esburacado, lamentavelmente, seria melhor os proprietarios dos imoveis ou os grandes proprietarios de casas/lote pagarem mais IPTU para sairmos desta situação.
    A grande maioria que não tem casa ou lote seria beneficiada com isso
    Alguem vai ter que pagar pois não podemos viver com a cidade do jeito que está!

  • Cowboy do Asfalto

    Tem é que reduzir os custos fixos e operacionais.
    Precisa tornar os serviços mais eficientes.

  • judi legis

    que issooooo..

    intervindo em decisões da câmara vereadores – legislativo,… absurdo…. .

    que liminar sem embasamento técnico… sera que esse julgador esteve no dia a dia pra saber??

    não ta na hora de aposentar?? .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *