A TRIBUNA: COMBUSTÍVEIS DE JALES CONTINUAM ENTRE OS MAIS BARATOS DO ESTADO

capa tribuna 29.05.16No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca os preços do etanol em Jales, que continuam entre os mais baratos do estado. Enquanto em algumas cidades da região – como é o caso de São José do Rio Preto e Araçatuba, o etanol está sendo vendido a preços que variam de R$ 2,25 a R$ 2,47, em pelo menos quatro postos de Jales ele podia ser encontrado a menos de R$ 2,00/litro. A gasolina, que está custando entre R$ 3,25 e R$ 3,29/litro, em Jales, também é uma das mais baratas da região. Em Rio Preto, ela está custando mais de R$ 3,50.

Destaque, também, para o início da chamada “Operação Tapa-Buracos”, que já vinha sendo esperada há algum tempo. O prefeito Pedro Callado reconhece que a operação é uma solução emergencial, mas garante que o serviço é de qualidade. “Os engenheiros me garantiram que pode até surgir um novo buraco ao lado desses que foram tapados, mas esses que estão recebendo a massa asfáltica dificilmente reaparecerão. A durabilidade do serviço é grande”, disse o prefeito.

A suspensão dos trabalhos de varrição nos bairros da cidade, que deve durar pelo menos 12 meses; a entrega das escrituras aos empresários do Distrito Industrial II, após 25 anos de espera; o resultado da CEI que investigou a suposta agressão do auditor Ricardo Junqueira contra o servidor aposentado Lauro “Matogrosso” Figueiredo; e a prorrogação da campanha contra o vírus H1N1, que vai até a terça-feira, 31, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, os boatos sobre pesquisas eleitorais, realizadas aqui em Jales, que apresentam números bem diferentes uma da outra; na página de opinião, o psicodélico Marco Poletto escreve um artigo cujo título já diz quase tudo: “Democracia roubada. Um país enganado e humilhado”. Já a crônica da talentosa Taísa Selis começa com o filósofo alemão Karl Marx e termina com a poetisa portuguesa Florbela Espanca. No caderno social, o Douglas Zílio mostra os colunáveis jalesenses que agitaram os camarotes da Expô Fernandópolis.  

5 comentários

  • Observador

    Não to entendendo, outro dia o Roberto Pestinha publicou na Folha Noroeste que o Ministério Público pediu arquivamento do caso, que o Ricardo Junqueira não agrediu o Matogrosso coisa nenhuma.
    Ate a sindicancia aberta pelo Prefeito foi arquivada.
    Bem que disseram que era tudo armação do vereador Gilberto e seu grupo contra o Ricardo Junqueira.

  • JUMENTO

    AGORA VAIIIIIIIIIII NÃO TEM PRA NINGUEM…………………BERINJELA NELES KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • Matogrosso

      Piada do ano!
      Não faz nada como funcionário da prefeitura e ganha um salário alto.
      Se chegar perto do Berinjela e falar em trabalho ele desmaia, passa mal, e sai de atestado por alguns dias.

  • Zicão

    Tapa Buraco “Bem Feito”, vamos abrir as apostas 30/60/90 dias e tudo como antes, com os mesmos buracos e mais os novos kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Ex aluno

    Estou lendo meu exemplar e vejo que mais uma vez o grupo de vereadores G5 ( Gilberto, Rosalino, Pérola, Jesus e Junior Rodrigues) tentaram prejudicar o servidor Ricardo Junqueira.
    Mas o Junqueira mais uma vez é inocentado.
    Gilbertaão Rosalino, chamem o Matogrosso paguem mais churrasco, frango, cerveja pra ele e tentem de novo kkkkkkkkk
    O Ricardo Junqueira é estudado, iinteligente e corre do lado certo, vocês todos juntos não conseguem atingi-lo.
    Junqueirão professor to contigo meu irmão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *