A TRIBUNA: DEFESA DE MACETÃO DIZ QUE AÇÃO POR FRAUDE EM LICITAÇÃO É ‘DEVANEIO ACUSATÓRIO’ DO MINISTÉRIO PÚBLICO

No jornal A Tribuna deste final de semana, a manchete principal destaca a conquista do curso de Direito pela Unijales. Segundo a reitora Maria Christina Soler Bernardo, a aprovação do curso pelo Ministério da Educação foi publicada no Diário Oficial da União na terça-feira, 24, “é uma vitória conquistada graças aos esforços individuais e coletivos de um time de guerreiros, de professores, funcionários e colaboradores”. A aprovação veio depois de avaliação realizada por uma comissão do MEC, que esteve em Jales no mês de março. O curso, que deverá ter início em 2019, terá 100 vagas que, segundo Oswaldo Soler Júnior, estarão divididas em dois períodos, sendo 40 no matutino e 60 no noturno.

Destaque, também, para o caso do vereador Macetão que, juntamente com seu ex-assessor Renato Preto e outros três personagens, é alvo de uma ação penal por conta das investigações do Gaeco que resultou na operação “Arquivos Deslizantes”. Macetão e os demais estão sendo acusados de crime contra a Lei de Licitações. Na defesa prévia encaminhada à Justiça, a defesa de Macetão – patrocinada pelo escritório Callado e Moraes – alega que a acusação de fraude em licitação seria um “devaneio acusatório” do Ministério Público. A audiência de interrogatório, oitiva de testemunhas e julgamento foi marcada para o dia 27 de setembro.

O projeto da Secretaria de Planejamento, Trânsito e Mobilidade Urbana, que pretende melhorar a identificação das ruas de Jales; a confirmação das candidaturas a deputado estadual do empresário Luís Henrique Moreira e do delegado Edson Sakashita; a ação de danos morais ajuizada por um morador que se diz humilhado por ter caído em um bueiro na movimentada esquina da Rua Dois com a “Francisco Jalles”; as orientações da Prefeitura à população, visando evitar picadas de escorpiões; e a confirmação das datas da Facip 2019, cujo início está marcado para o dia 11 de abril, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, detalhes sobre a obstrução sofrida pelo projeto da deputada Analice Fernandes(PSDB), que estabelece a redução da jornada de trabalho dos profissionais de enfermagem. Na página de opinião, o artigo do grão-mestre Kamel Aref sobre as realizações da Maçonaria e a crônica do blogueiro Hélio Consolaro sobre a volta de algumas doenças. No caderno social, as novidades dermatológicas da Clínica Corpelli, trazidas pela médica Ana Cláudia Koga. E na coluna do Douglas Zílio, os melhores flashes da efervescente Rio Preto Country Bulls.  

6 comentários

  • Jornais de Jales, uma M E R D A.

    Dos jornais de Jales, quem são JORNALISTAS ?, formados em que faculdade ?.
    NENHUM tira o bundão da cadeira, ou sai do seu ar condicionado para buscar uma notícia, tudo cópia.
    Tem três animais amarrados aqui no campinho do Roque Viola a TRÊS dias, os vizinhos é que estão dando água e alimentos aos coitados, quem publicou alguma coisa ?
    Tudo jornaleco, tudo blogd bundão.
    Tiram suas bundas gordas de suas cadeiras, e vão fazer o verdadeiro JORNALISMO, buscar as notícias, não ficarem esperando cópias dos órgãos públicos, seus merdas.

  • Observador

    Chame a polícia!!!!!!!!!!

  • Cidadão

    UNIJALES tem também um passivo trabalhista de 6 milhões!!!!!

  • Jalesense

    ( UNIJALES ) ***Cristina Soler, os invejosos, os que só tem ódio, os ganancioso, os ambicioso, os que cobiçam, os ciumentos e os olhos grandes etc…. vão aparecer e muitos, mas siga lutando e sempre no caminho correto, pois muitos tem a certeza que para o bem de Jales a UNIJALES e você sairão vencedores.

  • Aldo

    Enriquecimento ilícito…te lembra algo imparcial….kkkkk….como diz uma música…”as máscaras estão caindo” largado….kkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *