A TRIBUNA: EX-SECRETÁRIO MAGALHÃES DESMENTE QUE TENHA INDICADO A PERMANÊNCIA DE ÉRICA AO PREFEITO FLÁ

No jornal A Tribuna deste final de semana, as duas principais manchetes são para a operação “Farra no Tesouro”. A primeira diz que a Justiça local negou o Habeas Corpus – ou pedido de liberdade, como bem explicou um comentarista aqui no blog – solicitado pela defesa da ex-tesoureira Érica Cristina Carpi. Os advogados alegaram que ela está colaborando com as investigações e não oferece riscos às testemunhas. A defesa argumentou, ainda, recente decisão do STF sobre mulheres encarceradas que possuem filhos menores de 12 anos. Um dos motivos que levou o juiz Adílson Vagner Ballotti a negar o pedido de liberdade foi a grande repercussão do escândalo de corrupção ocorrido em Jales.

A segunda manchete destaca a CEI da Farra, aprovada pela Câmara na sessão de segunda-feira, 06. Matéria do repórter Alexandre Ribeiro ressalta que dezenas de pessoas foram à Câmara para exigir a abertura da CEI e, diante da iminente rejeição, a turba ensandecida gritou palavras de ordem – tais como “pouca vergonha”, “rabo preso” e “vai embora” – para pressionar os vereadores contrários. De acordo com a matéria, as manifestações foram tão incisivas que a Mesa Diretora da Câmara decidiu chamar a polícia. Duas viaturas da PM compareceram ao local, mas os policiais não constataram nenhuma desordem e foram embora minutos depois.

A troca de “gentilezas” entre os vereadores Tiago Abra e Deley, por conta de uma sindicância realizada em 2016, envolvendo a ex-tesoureira Érica; o desmentido do ex-secretário José Magalhães Rocha, que diz não ter indicado Érica ao prefeito Flá, como andou dizendo o vereador Deley; a precipitação do presidente Pintinho ao emitir nota descartando a CEI; a entrevista do delegado Cristiano Pádua Silva, onde ele diz que dificilmente Érica agiu sozinha; e a denúncia contra o prefeito Flá Prandi e o auditor fiscal Ricardo Junqueira, acusados de improbidade administrativa, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a informação de que a defesa de Érica deverá pedir à Justiça a nomeação de um interventor judicial para reabrir as três lojas do marido da ex-tesoureira, que possuem pelo menos 16 funcionários. Na página de opinião, o ex-prefeito Pedro Callado escreve sobre o “Dia do Estudante”, “Dia do Advogado”, “Dia do Garçom”, “Dia da Televisão”, etc, todos comemorados no dia 11 de agosto. E no caderno social, além da aguardada coluna do Douglas Zílio, destaque para os 80 anos de um jalesense de extraordinário caráter, o senhor Pedro Laert Pupim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *