A TRIBUNA: LOJAS COMERCIAIS DE JALES PODERÃO ABRIR NO FERIADO DESSA SEGUNDA-FEIRA. ORGÃOS PÚBLICOS FICARÃO FECHADOS

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete trata do feriado estadual extemporâneo dessa segunda-feira, 25. A matéria diz que a Prefeitura de Jales decidiu deixar ao livre arbítrio dos comerciantes a decisão de abrir ou não abrir suas lojas. Aqueles comerciantes que optarem por abrir terão que, segundo o procurador geral Pedro Callado, observar atentamente a legislação trabalhista, inclusive naquilo que diz respeito ao pagamento de horas extras. O presidente da Associação Comercial e Industrial, Leandro Rocca, reforçou a observação, lembrando que os comerciantes devem ficar à vontade quanto a abrir ou não, mas, se o empregado trabalhar, terá que ser remunerado da forma que determina a lei.

Matéria do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, mostra a situação de completo abandono a que está relegada a “Praça Japonesa”, situada em frente ao Terminal Rodoviário de Jales. Inaugurada em 2010, a pequena praça – que homenageia a colônia nipônica – se tornou mais um exemplo do descaso do poder público. Ainda falando da ausência do poder público, a matéria cita o bom exemplo de membros da comunidade da Vila União, um dos bairros marcados pelo tráfico de drogas. Um grupo de moradores do local se juntou para, com a ajuda de empresários, transformar o que era um terreno abandonado em um pequeno parque infantil para as crianças do bairro.

As ações da polícia de Jales, que resultaram na apreensão de um quilo e meio de maconha; a cobrança do MPF de Jales aos municípios da região noroeste sobre o combate ao mosquito da dengue; os recursos viabilizados pelo deputado federal Geninho Zuliani para a Santa Casa de Jales; as discussões sobre a reforma da previdência dos servidores municipais, que deverá resultar em aumento da contribuição deles para com o Instituto de Previdência Municipal; o recapeamento asfáltico que está sendo executado em todas as ruas do Jardim Zaffani; e a fiscalização sobre os lancheiros da cidade, que está sendo cobrada pelo vereador Tiago Abra, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre as recomendações do Ministério Público de Jales a sete prefeituras da região, a fim de que tomem medidas para tornar mais transparente a aplicação dos recursos destinados pelos governos federal e estadual para o enfrentamento do coronavírus. O promotor Horival Marques de Freitas Júnior quer evitar desvios desses recursos na região, como já vem ocorrendo em outras regiões do país. Na página de opinião, o colunista Valmor Bolan escreve sobre a desastrosa entrevista concedida pela ex-secretária nacional de Cultura, Regina Duarte, à CNN Brasil. E no caderno social, destaque para os aniversariantes da semana.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *