ALEGANDO TER SIDO MAL ATENDIDO POR FUNCIONÁRIA DA ESF DO JACB, HOMEM QUE PERDEU A VISÃO VAI À JUSTIÇA E PEDE INDENIZAÇÃO

Um morador do JACB ingressou na Justiça com uma ação de indenização contra a Prefeitura de Jales, no valor de R$ 70 mil, sob o argumento de que perdeu a visão do olho direito por conta do mau atendimento de uma funcionária da ESF “Getúlio de Carvalho”, localizada naquele bairro.

Sucedeu assim: o morador – que trabalha como carpinteiro – passou por uma cirurgia de córnea e, ao notar alguns problemas pós-operação, procurou a unidade de saúde do JACB, conforme havia sido recomendado pelo médico que o atendeu.

Na unidade do ESF, ele foi atendido por outro médico que, percebendo a gravidade do caso, resolveu encaminhá-lo imediatamente ao AME, a fim de que ele fosse examinado ainda no mesmo dia por um oftalmologista. No entanto…

No entanto a atendente da ESF, apesar de alertada para a urgência do caso, teria – segundo o morador – ignorando a orientação do médico e, ao invés de encaminhá-lo para o AME, mandou-o para casa, afirmando que ligaria para ele assim que a consulta com o oftalmologista fosse agendada.

Quase um mês depois, quando foi, finalmente, atendido pelo especialista do AME, o paciente foi encaminhado de imediato para o Hospital de Base de Rio Preto, mas aí já era tarde. Os outros detalhes estarão no jornal A Tribuna, no final de semana.          

11 comentários

  • A saúde e a justiça. A mina de ganhar dinheiro

    Eu já passei por um pedido de consulta de emergência e também demorou muito tempo para ser atendido. Mas a noticia não explica quem fez a cirurgia.
    Este médico que fez a cirurgia é quem deveria atende-lo. Todo mundo sabe que no ESF só tem medico geral e não é especialista.
    Ele não deveria esperar, em um mês, para um médico atende-lo. Deveria ir atras de um advogado (OAB tem advogado de graça) para que fosse na justiça para determinar o pronto atendimento. Ou procurar um médico particular. Ou voltar até o medico que operou.
    Você poderia dizer que ele não tinha dinheiro para pagar uma consulta particular. Mas para arrumar um advogado ele tem!
    Sem duvida, perder a visão e arrumar um advogado para ganhar um dinheiro foi a pior hipótese,, O advogado se ganhar a causa, vai receber mais de R$ 20 mil.

    • Anonimo

      Bom dia, a respeito do comentário mal feito, da falta de conhecimento, e do achismo, eu só tenho uma coisa a dizer a você que redigiu este comentário infundado, e se a situação tivesse acontecido com você ?
      Será que faria oq está dizendo ?
      Ou será que iria atrás dos direitos ?

      O mundo seria tão diferente se em cada ato que as pessoas fisecem eles se perguntarem “e se fosse comigo”

      Atenciosamente.

      • A saúde e a justiça. A mina de ganhar dinheiro (2)

        Eu dei a opinião no blog porque já passei por isso. Fiz uma cirurgia no Hospital de Base (RP) pelo SUS que foi mal feita e tive problemas pós cirurgia. voltei ao medico do SUS de Jales que me encaminhou ao hospital que me operou em urgência. Tambem demorou como este caso e eles me operaram de novo.
        Em momento algum pensei em processar o SUS, pois pensei na minha saúde.
        Infelizmente nem todos são assim

  • KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    QUEREM APOSTAR QUANTO QUE O TIAGO ABRA OU ALGUM “GÊNIO” VAI FAZER REQUERIMENTO PEGANDO CARONA NESSE ASSUNTO???

    DEPOIS QUE ACONTECE, QUEREM IR ATRÁS.

  • Mimi

    O advogado tem de graça na OAB né….mas o médico tinha q ter procurado particular….q mentalidade….e tem mais o advogado q busca a indenização, só vai cobrar se houver êxito na ação, se perder não será remunerado….então o cidadão não tem dinheiro pra pagar advogado tbm tá….já passou da hora de acabar com advogado “de graca” na OAB….todos falam mal de advogado, mas não vivem sem né….

    • A saúde e a justiça. A mina de ganhar dinheiro (3)

      Mimi
      Eu disse que o paciente deveria procurar o médico que o operou. Um médico particular seria em ultimo caso.
      A OAB presta um grande serviço a sociedade através da gratuidade para pessoas carentes terem acesso a justiça, através de pequenos serviços.
      Se o advogado não quiser trabalhar de graça. Deveria se recusar

  • Anonimo

    Bom dia, a respeito do comentário mal feito, da falta de conhecimento, e do achismo, eu só tenho uma coisa a dizer a você que redigiu este comentário infundado, e se a situação tivesse acontecido com você ?
    Será que faria oq está dizendo ?
    Ou será que iria atrás dos direitos ?

    O mundo seria tão diferente se em cada ato que as pessoas fisecem eles se perguntarem “e se fosse comigo”

    Atenciosamente.

    • Rapizodia

      Perfeito seu comentário! As pessoas não se compadessem com os infortúnios alheios e tecem comentários simplistas. A atendente que ficou de agendar a consulta, sabendo da gravidade constatada pelo médico, talvez tenha negligenciado. Mas porque o paciente sendo transplantado e o problema estando nele, não questionou o procedimento ou ainda não foi assim mesmo ao AME ou se foi para casa e não recebendo o comunicado até determinada hora, não retornou em busca de solução!? Claro que agora tendo já perdido a visão, só resta buscar os culpados e pedir indenização, é legítimo, mas não trará sua visão de volta! Ele não pensou nisso no momento dos acontecimentos!? No meu entender ele foi mais negligente que os demais envolvidos, pois ele é quem tinha o problema e devia ser sabedor dos problemas do sistema saúde no Brasil, pois é notório. Aguardar um mês!? Fico triste por ele que é mais uma vítima da falência da saúde brasileira.

  • SAUDE

    Diante dos Fatos, o funcionario do ESF nao tem autonomia para marcar consulta de urgencia no AME, nesse caso o paciente deveria ter procurado quem Realizou o procedimento, isso dentro da Etica da Saude, quem realizou o procedimento q deve cuidar…
    ele poderia ter procurado as Assistentes sociais do AME e explanado o caso, com toda ctz dariam um jeito de “Encaixa-lo” devido a tal gravidade do caso,
    agora querer ser indenizado e o pior culpar uma atendente de ESF por uma fatalidade,
    me Desculpe posso ser muito ignorante mais a merda ja aconteceu, nao adianta querer culpar alguem, se tiver q culpar soh existe duas possibilidades (quem realizou o procedimento OU quem cuidou, no caso o proprio paciente)

  • A saúde e a justiça. A mina de ganhar dinheiro (4)

    Saude
    concordo com você

  • JOSUE

    existem alguma desinformação nesse caso,qdo um procedimento cirurgico e realizado no AME proprio medico informa ao paciente,se houver algum problema ligue imediatamente ou venha diretamente pra cá que será atendido,toda a responsabilidade é do Ame,eu mesmo passei por um procedimento cirurgico em rio preto e foi essas informações que recebi,acredito que houve falha na comunicação no procedimento a ser tomado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *