DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste deste sábado, o principal destaque foi o desempenho do comércio jalesense neste final de ano. Segundo a Associação Comercial e Industrial de Jales (ACIJ), o comércio está encerrando o período natalino com saldo bastante positivo, se for levada em conta a expectativa negativa que vinha se arrastando ao longo de 2017. O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, que mediu o desempenho do comércio, constatou que, neste Natal de 2017, as vendas reverteram três anos consecutivos de queda e cravaram a melhor performance desde 2011. Para o presidente da ACIJ, Carlos Roberto Altimari, vários fatores contribuíram para a melhora, incluindo a decoração natalina deste ano.

Destaque, igualmente, para o “aumento” do salário mínimo, que, em 2018, será de R$ 954,00, conforme decreto assinado ontem (29), pelo presidente golpista Michel Temer. O valor representa um reajuste de apenas 1,81% em cima do atual salário mínimo, que é de R$ 937,00. Representa, também, R$ 11,00 a menos que o salário mínimo previsto no Orçamento de 2018, aprovado pelo Congresso Nacional, que era de R$ 965,00. Os R$ 11,00 a menos irão proporcionar uma economia de R$ 3,3 bilhões ao governo federal.

Em sua afamada coluna FolhaGeral, o irrequieto editor-chefe Roberto Carvalho comenta pesquisa realizada pelo Instituto Paraná, que tem 27 anos de experiência. A pesquisa, realizada em dezembro, ouviu mais de dois mil eleitores em 25 estados e no Distrito Federal e revela que 41% dos eleitores pretendem anular o voto para deputado federal, dado que obteve grande repercussão na mídia nacional. Segundo, no entanto, a avaliação do Roberto, essa revolta do eleitorado com os políticos deverá atingir também deputados estaduais, senadores, governadores e presidenciáveis. 

2 comentários

  • Em 2006,governo Lula,o salário mínimo foi de R$ 300 reais pra R$ 350. O aumento atual é de R$ 17 reais,Tá certo que a inflação deste ano foi baixa e o resultado do PIB do ano anterior foi negativo,mesmo assim a diferença é gritante,o aumento concedido pelo Temer ficou abaixo da inflação.

  • E o IPTU Ademar Amancio de Jales subiu mais de 22%. Então isso chama ROUBO DA ADMINISTRAÇÃO JALESENSE, OU SEJA DO PREFEITO, DO VICE E DA CAMBUIA DOS VEREADORES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *