DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

Na edição digital do jornal Folha Noroeste deste sábado, destaque para a condenação do ex-diretor de Cultura de Ilha Solteira, Nílson Miranda Nantes. Após investigação do MP-SP que apurou a dispensa indevida de licitação em contratação de empresas pela Prefeitura de Ilha Solteira para a realização de shows em 2010, o TJ-SP condenou o ex-diretor por fraude em licitação. Nantes também é alvo de sentença por tentar atrapalhar as investigações e foi sentenciado a 17 anos de prisão. O prefeito afastado da Ilha Solteira, Edson Gomes, ainda está sendo julgado no Supremo Tribunal Federal por envolvimento no caso.

Destaque, também, para o grupo de peregrinos católicos, com cerca de 50 pessoas, que deixará Rubineia na quinta-feira, 17, em caminhada de fé rumo a Jales, onde deverá chegar no domingo, 19, para participar da 34ª Romaria Diocesana, marcada para aquele dia. Este será o terceiro ano que o grupo – que vem crescendo – faz a caminhada. O grupo chegará em Urânia na noite do dia 18 onde pernoitará para, no dia 19, se unir a outro grupo, com aproximadamente 130 pessoas, que há 14 anos sai em peregrinação de Urânia a Jales para marcar presença na Romaria Diocesana.

Na coluna FolhaGeral, o diretor, editor, diagramador e redator-chefe Roberto Carvalho, o Neco, comenta que, segundo comentários à boca pequena, existe gente preocupada e andando com a pulga atrás da orelha ante a possibilidade da ex-tesoureira Érica Carpi decidir fazer uma delação premiada. Segundo o combativo colunista, depois de mais de uma década na Prefeitura, praticando desvios que somam milhões de reais, é de se esperar que a ex-tesoureira tenha muito a dizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *