DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, o principal destaque são as orientações sobre as eleições desse domingo, 07, quando os eleitores poderão escolher seis candidatos para cinco cargos. Por isso mesmo, a Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor leve uma “cola” com os números de seus candidatos. No caso dos votos para deputado estadual ou federal, o eleitor poderá optar pelo chamado voto de legenda. Para isso, o eleitor deve digitar somente os dois números que identificam o partido e, dessa forma, ele ajuda o partido de sua preferência a conquistar mais vagas no legislativo, sem escolher um candidato.

Destaque, igualmente, para os questionamentos que o vereador Deley(PPS) está encaminhando ao DER, a respeito da tubulação para escoamento das águas da chuva em direção ao Córrego Tamboril. Como se sabe, o DER fez uma obra no cruzamento da “Euphly Jalles” com a “Vitório Prandi”, que custou quase R$ 2 milhões e estava provocando inundações. Recentemente, foram feitas reformas com a instalação de tubulações para permitir o escoamento da água, mas, segundo o vereador, o serviço foi feito pela metade e vai trazer mais problemas para o meio ambiente. Erosões e assoreamento do córrego estão entre esses problemas.

Na coluna FolhaGeral, o enfático redator-chefe Roberto Carvalho comenta que a Câmara Municipal de Jales poderá voltar às manchetes da mídia nacional, por conta do projeto que, supostamente, previa o uso de bafômetros durante as sessões camarárias. Segundo o colunista, sete dos dez vereadores jalesenses assinaram o projeto que, no entanto, não fala em uso de bafômetros. O projeto diz, apenas, que será considerada como infração à ética e passível de punição a conduta de vereador que comparecer à sessão emitindo “sinais exteriores de estar sob efeito de álcool ou de drogas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *