DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, destaque para os dados alarmantes trazidos pela Rede Lucy Montoro, sobre os acidentes de trânsito. Criada em 2008, a Rede de Reabilitação Lucy Montoro conta, atualmente, com 19 unidades em funcionamento que realizam mais de 100 mil atendimentos por mês. Uma dessas unidades está instalada em Fernandópolis, que atende pacientes das regiões de Jales, Santa Fé do Sul e, claro, de Fernandópolis. A matéria diz que, no último ano, 63% dos atendimentos da Rede às vítimas de acidente de trânsito foram para motociclistas e 37% para vítimas de acidentes de carro. Do total de vítimas, 80% são homens, com média de 40 anos. E 45% das vítimas sofreram algum tipo de amputação, 22% sofreram lesão medular e 33% lesão encefálica.

O jornal está destacando, também, que Olímpia é uma das cidades mais seguras do estado, segundo revela o Índice de Exposição a Crimes Violentes (IECV). A matéria diz que Olímpia ficou entre os cinco municípios paulistas com menores taxas de criminalidade no último ano, de acordo com pesquisa desenvolvida anualmente pelo Instituto Sou da Paz e divulgada pelo jornal Estadão, nesta semana. O levantamento engloba cerca de 140 cidades paulistas com mais de 50 mil habitantes – o que, naturalmente, exclui Jales – e coloca Olímpia à frente de cidades como Fernandópolis (27ª posição), Barretos (35ª), Votuporanga (38ª), Mirassol (48ª), Catanduva (57ª) e São José do Rio Preto (99ª).

Na coluna FolhaGeral, o combativo redator-chefe Roberto Carvalho está informando que a Prefeitura de Jales recebeu, nos primeiros quatro meses deste ano, a importância de R$ 7,6 milhões referente ao repasse de IPVA (Imposto Sobre Veículos Automotores), além de outros R$ 6,7 milhões por conta do ICMS, totalizando R$ 14,4 milhões em repasses estaduais. Segundo o colunista, “não era nem preciso pedir dinheiro emprestado para o recape asfáltico”. Sempre atento, Roberto informa também que os recursos – R$ 1,2 milhão – para a reforma da Praça Euphly Jalles já estariam disponíveis, mas não é possível ter certeza de que a obra será iniciada ainda em 2019.

2 comentários

  • JOSUE

    CARDOSINHO,GOSTARIA QUE VC DIVULGASSE UMA MATÉRIA QUE ACABEI DE VER EM LONDRINA,FUNCIONÁRIOS E MORADORES FURANDO OS CANOS DE PLACAS DE SINALIZAÇÃO ONDE ESTÃO GRANDE FOCOS DE DENGUE,O FURO É FEITO BEM NA PARTE INFERIOR,MUITO OBRIGADO

  • Anonimo

    Espera aí.

    Se informa o dinheiro que entrou, deve mostrar o que a Prefeitura tem a pagar: folha de salários principalmente.
    Se não a população acha que os 14 milhões poderiam ser usados com total liberdade no município.
    Aí vc quer jogar a torcida toda contra a prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *