DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha noroeste 30.01.16No jornal Folha Noroeste deste sábado, o principal destaque é para a posse do bispo, dom Reginaldo Andrietta, que escolheu como lema episcopal e programa de vida a expressão “a serviço do bem comum”. Em entrevista ao jornal, o novo bispo disse que “num primeiro momento, quero conhecer a realidade do povo, suas situações de vida familiar, de estudo, trabalho e suas aflições, demonstrar a caridade do Cristo, estando a serviço desse povo, seguindo o lema que escolhi”.

O balanço da atuação do Ministério Público Federal de Jales, em 2015; o mutirão voluntário de combate ao mosquito Aedes, que está sendo organizado pela Secretaria Municipal de Saúde; o fim do recesso dos vereadores, que voltam a se reunir em sessão ordinária na segunda-feira, 1º de fevereiro, são outros assuntos da Folha Noroeste. O jornal traz, ainda, um artigo da professora Rosângela Bigulim sobre a história de vida da também professora Ruth de Carvalho Ceneviva, que faleceu no domingo passado, 24.

Na coluna FolhaGeral, o editor chefe Roberto Carvalho está informando que o vereador Gilbertão(DEM) votou contra o pedido de afastamento do prefeito Pedro Callado, que foi discutido pela Câmara. O colunista avalia que, pelo jeito, o vereador vai ficar atirando para todos os lados, em 2016, já que não será candidato à reeleição. Na opinião de Gilbertão, Callado não precisaria solicitar um afastamento de 05 dias, já que, de acordo com a Lei Orgânica, o prefeito pode se ausentar da cidade por até 15 dias, sem necessidade de passar o cargo ao substituto legal.

2 comentários

  • Anônimo

    Esse vereador Gilbertão esta ultrapassado seu jeito de fazer poitica da nojo…. ta parecendo um velho gaga.
    Por falar em Gilbertao o que virou a sindicancia que ele requereu contra o Ricardo Junqueira?
    E a taxa de limpeza urbana que o vereador insiste em dizer que esta embutida no IPTU? Cade a Taxa vereador?
    Gibertão quer um conselho. …. SOME!!!

  • Anônimo

    Um prefeito pode se ausentar do município por até 15 dias sem precisar deixar substituto? Então o papel de um prefeito é bem menos necessário do que eu imaginava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *