DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha noroeste 18.02.17A principal manchete do jornal Folha Noroeste deste sábado destaca iniciativa do vereador Tiago Abra(PP), que está questionando o prefeito Flávio Prandi(DEM) sobre a possibilidade de rescindir o contrato através do qual a Unimed cedeu – por dez anos – o recinto de exposições “Juvenal Giraldelli” para uso da Prefeitura. Assinado pelo ex-prefeito Humberto Parini em 2008, o contrato vence em fevereiro de 2018, mas o vereador está sugerindo que a Prefeitura antecipe a devolução do recinto à sua proprietária, a Unimed, uma vez que o imóvel – cuja manutenção custa cerca de R$ 100 mil/ano – não está sendo utilizado pelo município.

Destaque, também, para a participação do provedor da Santa Casa de Jales, Sebastião Júnior Ferreira, o Júnior Violada, na sessão da Câmara de segunda-feira passada. Júnior utilizou o espaço da Tribuna Livre para falar sobre a situação financeira do hospital, apresentando os números relativos ao atendimento, ao custeio e às despesas da instituição nos últimos dois anos. O provedor esclareceu que os custos da Santa Casa ultrapassam R$ 2,4 milhões por mês e que o déficit mensal está em torno de R$ 150 mil.

Na coluna FolhaGeral, o combativo redator chefe Roberto Carvalho está informando que, segundo comentários ouvidos nos bastidores políticos, pelo menos três figuras conhecidíssimas da política local – entre elas, dois ex-vereadores que tentaram se eleger novamente no pleito do ano passado, mas não obtiveram êxito – estariam aguardando um chamado do prefeito Flávio Prandi para integrarem o time de assessores do alcaide. O colunista, pelo jeito, é favorável. Ele comenta que o prefeito precisa de técnicos eficientes ao seu lado, mas não pode abrir mão de gente que sabe fazer política.

2 comentários

  • EstouCurioso

    Cardosinho ouvi dizer que já há um ex funcionário da Prefeitura que fechou um acordo para demolir o famigerado recinto em troca dos materiais que sobrarem. Você sabe de alguma coisa?

  • Revoltado

    Cardosinho não seria bom fazer uma reportagem sobre como o ex prefeito Zé do Paraguai deixou a prefeitura de Dollcinopolis e como está hoje pelo que estou ouvindo falar o atual prefeito em menos de 60 dias já pagou da herança maldita 2 folhas atrasadas mais o mesmo de janeiro, isto é que o atual prefeito tá cassado pela justiça eleitoral, e o que esta mesma justiça está fazendo para localizar o ex prefeito e fazelo devolver juntamente com os vereadores da gestão passada tudo que eles fizeram de mal a cidade e sua População .só uma dica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *