E A CONCORRÊNCIA CONTINUA…

DSC00749-ED

Um amigo deste aprendiz de blogueiro disse que passou pelo Posto Brasil, na Avenida Francisco Jalles, no domingo passado, em três horários diferentes – cedo, meio-dia e à tarde – e nas três ocasiões observou filas no local. De lá para cá, já tivemos dois aumentos. Hoje, o etanol está sendo vendido a R$ 1,98 e a gasolina a R$ 2,98, em valores arredondados. É possível, no entanto, encontrar combustíveis mais baratos, em Jales.

DSC00767-ED

No Posto Universitário, por exemplo, também na Avenida Francisco Jalles, o etanol sai a R$ 1,97 e a gasolina a R$ 2,97. Por sinal, o Universitário foi contratado emergencialmente para fornecer combustíveis para a Prefeitura de Jales, até que seja feita uma nova licitação. Até alguns dias atrás, o fornecedor a Prefeitura era o Posto Arapuã.

DSC00751-ED

No Posto Bernardo, na Avenida Paulo Marcondes, o etanol está custando R$ 1,96, enquanto a gasolina está saindo a R$ 2,96. E os clientes ainda concorrem ao sorteio de uma motocicleta.

DSC00755-ED

No Posto Xingu, também na “Paulo Marcondes”, os combustíveis estão um pouquinho mais caros, mas a diferença é pequena: o etanol custa R$ 2,00 e a gasolina sai por R$ 3,00.

DSC00769-EDEntre os postos “bandeirados”, os menores preços continuam sendo os do Posto Imperatriz, na Rua Nova Iorque, que revende produtos Ipiranga. O etanol, como mostra a faixa, está custando R$ 2,00. Já o preço da gasolina, que não aparece na foto, é de R$ 3,05 por litro.

DSC00780-ED

No Posto Alvorada, localizado na Avenida João Amadeu, que também revende produtos Ipiranga, o etanol está custando R$ 2,20 e a gasolina R$ 3,30.

DSC00778-ED

No Posto Pimentel, também na João Amadeu, bem pertinho do Proença, a gasolina está custando R$ 3,30. Já o preço do etanol não consta da placa.

DSC00779-ed

Por fim, no Posto Modelinho – que está doando para a Santa Casa um percentual de cada litro de combustível vendido – o etanol está custando R$ 2,25 e a gasolina R$ 3,40. 

10 comentários

  • Querosene

    Parabéns principalmente o Posto Imperatriz e o Posto Brasil, e para “”AQUELES” fominhas que querem sangrar os consumidores chupa essa manga kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Anônimo

    Se tem vários postos praticamente com o mesmo preço, queria entender essa fila… Só em Jales mesmo! #vila

    • Anônimo

      Essa fila é para prestigiar o posto que rompeu as correntes do cartel.

      Agora é fácil os outros abaixarem os preços.

      • Pais de terceiro mundo para sempre!

        Vc prova que tinha cartel? Faz um favor para a sociedade e prova! Do contrario, larga a mão de ser mais um boca aberta que nao sabe de nada!

        • Abraham Lincoln

          Imagino que você, para pedir provas acerca do cartel que se mostrava robusto em Jales, deve ser dono de posto, parente de dono de posto ou membro preguiçoso da policia judiciária, esperando, neste último caso, que façam o trabalho para o qual você é pago. Até onde sei, e o que sei é pouco, não há investigação em andamento para apurar a prática de fixação artificial de preços, inibidora da livre concorrência, na venda de combustíveis em nossa cidade. Portanto, a hipótese de que você seja investigador perde força, me restando acreditar que você seja mesmo um interessado mais íntimo na questão, dando vida à máxima popular de que “cada cachorro que lamba sua cace*a”.
          As filas devem continuar entupindo as bombas dos postos pioneiros na baixa de preços, pois assim o consumidor mostra aos donos de postos mais antigos (aqueles que sempre dominaram o mercado em Jales) que não é otário. Ainda que a velha oligarquia baixe seus preços, devemos continuar abastecendo nos inovadores, como forma de prestigiar a atitude destes destemidos empresários.

          • Anônimo

            Abraham Lincoln, eu tenho um posto de combustíveis aqui em Jales. Imagina como me sinto quando um cliente me pergunta se há Cartel aqui em Jales. Cara, a prática de Cartel é crime, punível com reclusão e multas que fecharia de imediato a empresa. Oras, quando um cliente me pergunta isso, ou alguém faz essa afirmação, é a mesma coisa que se estivesse afirmando que sou criminoso! O cara que escreveu ai em cima tem sua razão, as pessoas acusam sem provas. Só para lembrar, acusar sem provas é calunia, o que também é crime! Você afirma: “…Acerca do cartel que se mostrava robusto em Jales…”, “…Não serei leviano a ponto de afirmar, peremptoriamente, que algo está intencionalmente errado com nossos preços… “, “…Todos sabem que o cartel existe e, inclusive, sabem quem são os líderes da matilha..”. Se você sabe quem são os lideres da matilha, avisa ai, todos querem saber! Estas afirmações são baseadas no que? Tenho certeza de que se seguirmos o seu raciocínio, a imensa maioria de todas as cidades do Brasil, possuem Cartel! Agora, a julgar pelo que tu escreves, com todo respeito, imagino que você deve ser funcionário público, ou ter algum cargo comissionado, ou ser um autônomo hipócrita que também cobra por serviços aqui em Jales mais caro do que é cobrado em outras cidades (praticamente todos fazem isso, de qualquer ramo), ou ser de uma família mais abastada e que nunca precisou ralar para ter as coisas. Ou seja, você pode ser tudo, menos um empresário! Por outro lado, caso você tenha uma empresa próspera aqui em Jales com pelo menos 10 funcionários, todos na CLT, então me desculpe e, meus Parabéns! Neste caso, podemos debater o porquê das coisas aqui em Jales (Vestuário, Construção Civil, Serviços (de todos os tipos), Concessionárias, Insumos agrícolas, Dentistas, Médicos, etc), ser sempre mais caras do que nas cidades vizinhas! Então, podemos conversar o porquê de termos Cartel em qualquer ramo de atividade aqui em Jales, se seguirmos o mesmo raciocínio das pessoas, assim como você, que acusam a existência de Cartel entre os postos!

          • Abraham Lincoln

            Prezado Anônimo…
            Vejo que você tem certa estima por meus comentários. Gostei de você; você ao menos é sincero e já esclarece que é dono de posto, confirmando aquela máxima lá de cima. Seu comentário é prudente e expressa contra-razões com as quais tenho que concordar. Jales é difícil para o consumidor. Não sou caluniador. Eu nunca acusei especificamente um sujeito determinado, dizendo, por exemplo, que cidadão “A”, dono do posto “X”, tenha combinado com o cidadão “B”, dono do posto “Y”, a fixação artificial de preços. O que fiz foi relatar aqui no blog, preservando a fonte, o que ouvi de um (ou uma) comerciante do ramo. Nem todos os empresários que mantinham (ou mantêm) os preços em patamares semelhantes (ou idênticos) o faziam (ou o fazem) por conluio voluntário, mais eram (ou ainda são) coagidos pelo poder econômico dos demais. Portanto, colega comentarista, é possível que mesmo donos de postos com preços, à época, idênticos aos demais, tenham sido também vitimadas por esta coação, acovardando-se e deixando-se levar por esta prática costumeira. O empresário do ramo me confidenciou, inclusive, em tom irônico, “que provas poderiam ser obtidas se ele tivesse, “por acaso”, as gravações em áudio e vídeo do que foi dito dentro de seu estabelecimento por outros comerciantes do ramo”, deixando no ar a questão: Será que tenho estas gravações? Para mim, depois do relato do comerciante, há fundada suspeita de que houve (ou há) a ocorrência de cartel na cidade e é nisso que eu acredito. Provar, instrumentalizar provas, ouvir testemunhas, é algo que não compete a mim. Vale lembrar, ainda, que não existe a modalidade culposa no crime de calunia; seu advogado lhe prestará melhores esclarecimentos a respeito, inclusive sobre a exceção da verdade neste tipo penal. Quanto a mim… sou um pobre coitado. Não sou funcionário público, não tenho cargo em comissão, não sou um autônomo hipócrita e nem tampouco venho de uma família abasta. Não sou dono de posto e não tenho propriedades rurais em outras unidades da federação. A propósito, quando alguém lhe questionar sobre o cartel, se ele é real ou algo criado pela Globo (kkk), essa pessoa não o está chamando de criminoso, apenas imagina que você, por ser do ramo, tenha informações que possam trazer luz ao caso, como fiz eu, quando falei com o comerciante que me prestou as citadas informações. Não te conheço e não tenho nada contra você. Um mercado livre traz benefícios não só aos consumidores, mas também aos fornecedores. Pense nisso. Abraços.

  • POSTO PIMENTEL?

    CARDOSINHO ME RESPONDA SE O UNIPETRO MUDOU DE NOME, POR FAVOR….

  • Corinthiano Roxo e Desocupado

    Cardosinho

    Não acho que isso seja tanta bondade não, concorrência que antes não tinha.!!!???? O combustível tava na casa dos 3,20 a 3,30. O governo não aumentou o combustível, apenas tinha tirado imposto pra evitar potenciais aumento. Jaz faz 13 desde que o PT entrou que estão praticamente o mesmo preço só houve está variação agora e o pessoal daqui não está aumentando, estão mantendo o preço das reduções, portanto é sinal que os lucros ainda estão sendo exorbitantes….não sei se o caro blogueiro vai concordar comigo, mais tá alto demais, foi como eu disse não é bondade não. O simples fato é que ao baixar esses preços que eram anteriormente isso a algum tempo atrás, era uma demanda normal de pessoas que compravam combustível na região de Jales e em Jales. Só foi reduzir esses preços que os Jalesenses estão começando a achar super barato e enchendo o tanque, ”Me engana que eu gosto”, essa redução criou uma demanda maior e além disso aumentou o giro, será que pelas matérias deste blog, crise econômica ou os donos de postos enxergaram que isso foi bom até pra eles??? Até porque até os pedreiros reduziram a hora dia de serviços, que antes era de 100, 120, 150 e o máximo de 180 reais/dia, agora estão trabalhando por 70 à 80 reais/dia……. Dáqui pra frente os lucros devem serem bem maiores, além da divulgação de marketing, coisa que acho interessante e bom que o blog se preocupa em divulgar o que é no momento de interesse da comunidade, já é um começo, MAS CONVENHAMOS CARDOSINHO, por gentileza se vc puder me informar se procede que os combustíveis em São José do Rio Preto estão sendo vendidos Gasolina R$ 2,50 à R$ 2.65, Alcooll R$ 1.35 à R$ 1.47, Diesel R$ 1, 70 até R$ 1,90. Pois recebi a informação de um amigo meu por esses dias que teve em São José do Rio Preto e não acreditei muito no que ele não disse…

    Sugestão: Se caso procederem esses preços em São José do Rio Preto, publica Matéria sobre o valor do combustível em rio preto Cardoso. Acho que a repercussão no blog foi positiva do meu ponto de vista, e assim como já fez e acho que deve continuar fazendo em Jales. Transparência sempre, é por isso que este blog é tão popular pelas matérias de qualidade que vc pública e outros meios não tem coragem de falar nda como aqui tem. Se foi positivo p/ os postos com esse monte de fila, que mal tem divulgar os preços de Rio Preto caso seja verdade do que eu ouvi do meu amigo. Desde já deixo os meu sinceros Parabéns para Blog até porque muitos do que vem aqui só criticam e poucos elogiam, gostam de ver e ler as coisas do blog, mas, se esquecem de comentar o que é bom.

  • AMIGO DA ONÇA

    REALMENTE ABAIXARAM O PREÇO POIS DEVE SER POSTOS QUE NÃO VENDEM PARA PREFEITURA POIS EM POPULINA TA R$ 2.30 O ÁLCOOL TEM QUE COBRAR MAIS CARO POIS AS PREFEITURAS DEMORAM PARA PAGAR .AI NÓS PAGAMOS O PATO É QUASE 0,50 DE DIFERENÇA TEM MUITA GENTE SAINDO DAQUI PARA ABASTECER AI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *