EMPREGO FORMAL CRESCE NO ESTADO DE SÃO PAULO. E EM JALES?

O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou, na quinta-feira, os números do emprego formal relativos a janeiro. Em todo o Brasil, foram criados 118.895 novos empregos com carteira assinada, o quarto melhor resultado para o mês de janeiro, desde que o Ministério começou a medir o comportamento do emprego no país.

Entre as grandes regiões brasileiras, a região sudeste foi a que apresentou o melhor resultado e, dentro da região sudeste, o estado de São Paulo foi o principal destaque – em termos percentuais – na geração de emprego.

Em nossa região, todas as principais cidades localizadas no eixo da rodovia Euclides da Cunha apresentaram resultado positivo, exceto uma. O amigo é capaz de adivinhar qual seria a única cidade a apresentar resultado negativo? Se pensou em Jales, parabéns… Você acertou!

Tanabi foi a que mais gerou empregos, em janeiro: 343, no total. Em seguida, vieram Fernandópolis (146), Votuporanga (140), Mirassol (114) e Santa Fé do Sul (81). Até Palmeira D’Oeste, que está fora do eixo da Euclides da Cunha, teve saldo positivo: 16 empregos formais criados no mês passado.

Mas o amigo deve estar querendo saber de Jales, onde o prefeito “ganhou” um prêmio por administrar uma das cinco cidades que mais crescem no país, certo? Pois bem, em Jales as demissões superaram as admissões,  segundo a estatística do Ministério do Trabalho. Foram 306 demissões, a maioria no comércio e na agropecuária, e 294 admissões. Saldo negativo de 12 empregos fechados.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *