EMPRESA QUE “COMPROU” RECINTO DA FACIP NÃO CUMPRE PRAZO E IMÓVEL ESTÁ À VENDA NOVAMENTE

A novidade está pendurada no blog dos irmãos Daniel e Douglas Zílio, o 2DZ:

Parece que a novela que se estende há anos, envolvendo o recinto de exposições, Vereador Juvenal Giraldelli, onde durante décadas aconteceu a Facip – Feira Agrícola, Comercial, Industrial e Pecuária de Jales, está longe de acabar.

No dia 16 de agosto, cooperados da Unimed Jales votaram e decidiram, por 12 votos contra 7, vender o recinto para a Gauri Eventos, empresa do bairro Cambuci, de São Paulo, que pagaria R$ 3 milhões –à vista- pelo imóvel e suas edificações. A informação foi confirmada pelo presidente da Unimed Jales, o médico Mário Okanobo.

Porém, o negócio não se concretizou. A Gauri Eventos, do empresário Raphael Figueiredo Aguiar Vieira Carvalho, especializada em eventos de grande porte e festas de peão, não cumpriu o prazo estabelecido para a assinatura do contrato e pagamento.

Segundo a Unimed, o prazo venceu na última sexta-feira do mês de outubro, dia 27. “O recinto está novamente à venda”, disse o médico Mário Okanobo.

O recinto Juvenal Giraldelli foi cedido pela prefeitura à Unimed Jales, em regime de comodato, quando a empresa do setor de saúde cedeu o prédio onde hoje funciona o Hospital de Câncer de Barretos em Jales. Em agosto, após anunciar a compra, o diretor da Gauri revelou ao 2DZ que pretendia continuar realizando a Facip no recinto.

“Essa semana devo ir a Jales formalizar o contrato de compra e venda com a Unimed. Vamos iniciar a revitalização, reforma e adequação do espaço, porque pretendemos realizar a Facip 2018. Nossa intenção é fazer uma grande festa, com dois shows por noite, rodeio de primeira qualidade e dezenas de atrações, que fizeram da Facip a festa mais popular de Jales e uma das mais tradicionais do Estado. Pretendemos, ainda este ano, fazer um grande show que marcará o lançamento da Facip”, disse.

Como se vê, nada disso se concretizou. O prefeito de Jales, Flávio Prandi Franco, disse que pretende realizar a Facip 2018 e que está estudando parcerias e possibilidades. Mas, esse é assunto para um outro post.

Tudo certo, nada resolvido. Infelizmente!

2 comentários

  • Mané

    Alguém duvida que essa “compra” foi encomendada? Pois assim não venderiam o recinto, ao menos por enquanto, e assim podem alugar o recinto para fazerem a fácil em 2018…..

  • Injustiçado

    O Renato Preto vai comprar. Ficou experiente em organizar festa. Na senanacde feriado religioso, antes do pagamento, só show porcaria, local de dificil acesso. Sobrou dinheiro para pagarca dívida q fez em nome da Casa Da Criança?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *