FANTÁSTICO PREPARA REPORTAGEM SOBRE DESVIOS DE DINHEIRO EM JALES. E ÉRICA DIZ QUE NÃO VAI PREJUDICAR INOCENTES

Uma equipe do Fantástico, da Rede Globo, esteve ontem em Jales para realizar reportagem, provavelmente para o quadro “Cadê o Dinheiro Que Estava Aqui?”. Até onde se sabe, foram entrevistados o delegado da Polícia Federal, Cristiano Pádua da Silva, e o prefeito Flávio Prandi.

Por sinal, Flá está prometendo realizar uma auditoria externa em todos os setores da Prefeitura. Ele pretende contratar uma empresa especializada que tenha grande experiência na área, a fim de que a auditagem não deixe nada para trás.

De seu lado o procurador geral Pedro Callado é um dos mais indignados com o escândalo. Na terça-feira, Callado esteve na PF para acompanhar a entrevista coletiva do delegado Cristiano e aproveitou para falar com a ex-tesoureira Érica e a ex-secretária de Saúde, Maria Aparecida. Érica chorava muito. E Maria Aparecida também chorava, mas de inconformismo com a situação a que teria sido levada.

Ao ex-prefeito Callado, Érica se disse arrependida e garantiu que não vai deixar que pessoas inocentes sejam prejudicadas. Na visão de Callado, ela estaria se referindo à ex-secretária Maria Aparecida.

Consta, também, que Érica teria enviado – através de uma parente – um pedido de desculpas a um servidor municipal a quem ela considera como um pai, por ter traído a confiança dele.

De outro lado, parece que as emissoras de rádio resolveram eleger o responsável pelo Controle Interno como o bode expiatório dessa história. Fingindo não saber o nome do controlador interno – que, para quem não sabe, é o auditor fiscal Ricardo Junqueira – os críticos perguntam por que ele não descobriu as fraudes, se ele acumula cargos, se é filiado a algum partido, etc.

Ontem, falei com Junqueira que deu algumas explicações, as quais estarão resumidamente em matéria do jornal A Tribuna deste final de semana. Antes de falar com Junqueira, falei com um especialista em contabilidade pública e ele me disse que em Votuporanga, por exemplo, o setor de Controle Interno tem quatro servidores para cuidar exclusivamente disso.

Em Jales, o controle interno é feito por apenas um servidor – atualmente o Junqueira – que tem outras tarefas para cumprir e não pode se dedicar exclusivamente à fiscalização interna. É provável que, depois do caso Érica, os administradores dediquem mais atenção ao controle interno.

Em tempo: Segundo informações fidedignas, a Polícia Federal ouviu, nesta sexta-feira, os servidores André Wilson e Vinícius Ferreira. Antes, a PF já tinha ouvido o contador Diego Rosão, que assumiu o cargo há três meses, a ex-secretária Patrícia Albarello, além da servidora Gisele e duas estagiárias da Secretaria de Finanças. Consta que o marido de outra servidora da Secretaria também teria sido ouvido. 

16 comentários

  • Ela era feliz e não sabia. Agora chora!

    Depois de passar 13 anos gastando o dinheiro da saúde — onde faltava a compra de remédio para a classe pobre e humilde — com cirurgias, roupas caras, sapatos chiques, carros, lojas, viagens etc. Agora ela vai passar seus dias, presa. Com esse “modo operandi”, vai demorar para sair da cadeia.
    Agora vai chorar muito, pedir desculpas, se arrepender, rezar, etc por muito tempo porem terá que contar como funcionava o seu esquema e seus participantes, que devem estar preocupados com a sua delação.
    Hoje, não sabemos se o seu controlador, contador e o secretario de finanças participaram do esquema porem houve neglicencia de não descobrir a roubalheira. em 13 anos. É muito tempo!!
    A policia federal deve ter seus indícios porem vai demorar muito tempo para divulgar o resultado ao juiz que deverá enviar para o prefeito tomar as providencias como mandar embora ou não? Até um processo.
    Queremos saber se houve algum prefeito(s) que participou desta roubalheira ou quem era o chefe?

  • Diarréia Verbal

    Os “especialistas” da rádio Assunção despejaram uma enorme estoque de bobagens. Quero saber como o bispo que é um cara inteligente não percebeu aquilo. Geeennttemmm, em nome de deus melhor estudar um pouco pra falar. Fazer comentários não é pra qualquer um. Tem que ter pelo menos o ensino médio completo.

  • DE SACO CHEIO

    o Cardosinho isto ai é simples é só a policia federal pegar o patrimônio de vários funcionários do alto escalão da prefeitura que tem muitas coisas no nome de mãe , pai e outros laranjas , até os cachorros da cidade sabe o padrão de vida de cada um. PATRIMÔNIOS incompatíveis com o salário que estas pessoas ganham . casa de farra que é esta prefeitura. São RANCHOS , CHACARAS DE LUXO , SITIOS E ETC. só não sabe quem não quer né.

  • E o pior que em outros municípios passa pela mesma situação e muito gente da autoridades, e funcionários sabem mas tampa o sol com peneira, enquanto isso prefeito, funcionários, aproveita, da oportunidade de gastarem o dinheiro de quem trabalha, luta, sofre e ainda é umilhado pelos os mesmo.

  • Geroma.

    Acabei de ver que o STF decidiu que o direito do Poder Público cobrar o ressarcimento de danos causados pela improbidade de agente público prescreve em 5 anos, ou seja, se soube do dano e não entrou na Justiça nesse prazo, quem levou a vantagem não terá mais que devolver o dinheiro.

    Se a Prefeitura não entrar cobrando os danos causados ela fica com o dinheiro.

  • Fern@ndinho

    Vários mandatos, o mesmo esquema!
    Quem falar que “não sabia”, estando diretamente relacionado ao trabalho dessa fulana, torna-se um verdadeiro idiota.
    Pior que isso, é tentar explicar o que não tem explicação!
    Se ela roubou essa quantia, quanto mais foi roubado, por pessoas acima, para manter o esquema?

  • BOLSONARO DE DEUS

    ME PERDOE A TODOS,DURANTE 13 ANOS ROUBANDO DESCARADAMENTE UMA MEDIA DE 100.000 MIL POR MES,E NINGUEM PERCEBEU NADA,VOU SER MUITO SINCERO EU TENHO QUE SER UM TOTAL IMBECIL,IDIOTA,PARA ACREDITAR EM QUALQUER EXPLICAÇÃO,VOU DAR UM CHUTE PELO MENOS 15 PARTICIPARIAM DESSE EXPLENDIDO ESQUEMA ,E TEM MUITO MAIS SE FIZER UMA AUDITORIA COM A POLICIA FEDERAL VAI FECHAR ESSA PREFEITURA,BOA SORTE JALES.

  • anacristinaortega@gmail.com

    Na época da Nice teve um roubo me parece que funcionários aumentava seus rendimentos e isso foi abafado e nem ficamos sabendo ,será que não é uma quadrilha dentro da administração da prefeitura.??? Tem muita sujeira debaixo desse tapete .

  • Jalesense

    O prefeito do partido 13 trouxe ela pra dentro da Prefeirura pra ficar 13 anos.
    Interessante vasculhar BEM os pagamentos desta época.

  • ANONIMO

    SERA QUE DEPOIS DESSA REPORTAGEM NO FANTASTICO NOSSA JALES FICARA CONHECIDA???

    OU

    CRITICADA PRA SEMRE SEM MESMO SER CONHECIDA???

  • Dedei

    Lá nas bandas de Ouroeste. Temos funcionário cedido que também tem chácara top !!!

  • Fernando

    Estudei com a irma dela mais nova que também esta envolvida e presa, eu conhecia bem a famlía delas.. Fiquei muito decepcionado de saber o que elas fizeram… Aqui em jales falta tudo…. A saùde ta péssima, tem um ônibus que funciona para transportar pacientes para outras cidades muito precário , que quebra muito, ja aconteu comigo e minha mãe quando estavamos voltando de rio preto…. O asfalto aqui ta parecendo o Grand Canyon, tem ruas aqui em bairros mais afastado , que nem pavimento tem mais, ficou so a terra… É muito raro aqui encontrar remedios nos postos de saúde, os mais caros infelizmente tem que ser comprado…. Falta também investimentos na educação, principalmente na área universitária, que a anos não vem cursos decentes… Fico indignado com isso e com o q aconteceu… Espero que esse tempo na cadeia sirva para elas refletirem, e que a metideza e arrogancia e egoismo delas acabe, pois não somos obrigado a sustentar essa farra.. que a justica seje bem severa e justa.

  • Ana

    O Junqueira seria responsável por verificar tais questões… E os outros auditores da prefeitura?

  • Raimundo Costa

    Como era feita a Contabilidade nessa prefeitura? Os valores desviados eram lançados como Caixa? Caso afirmativo esse Caixa deve está astronômico. E o Tribunal de Contas e a Câmara de Vereadores nunca desconfiaram? Como atuaram?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *