GOVERNO TEMER VOLTA ATRÁS E MANTÉM RECEITA FEDERAL EM JALES

Governo quer, no entanto, transformar Agência em Posto de Atendimento. Deu no G1:

A unidade da Receita Federal de Jales (SP) vai manter o atendimento aos contribuintes da cidade e de mais 20 municípios da região depois que uma decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (6). Segundo o Ministério Público Federal, a agência seria fechada em virtude de cortes no orçamento.

A decisão foi enviada também ao procurador da República do Ministério Público Federal, que acompanha o caso.

Segundo a assessoria de imprensa da Receita Federal, a unidade de Jales não será mais fechada, mas será transformada em posto de atendimento. Já a direção da Receita Federal afirma que, enquanto as adequações para a mudança não são definidas, os serviços permanecem normalizados.

“O Ministério Público tomou duas medidas. Foi pedida recomendação para as autoridades de Brasília, São Paulo e Araçatuba para que, além de transferir servidores para a Receita Federal de Jales, não houvesse a suspensão do atendimento. Também ingressou com ação judicial com pedido de liminar”, explica o procurador da República José Rubens Plates.

De acordo com o Ministério Público, foi feita uma reunião com o delegado da Receita Federal em Araçatuba (SP) no mês passado e surgiu a indicação de fechar outras unidades na região, que causaria menos prejuízo aos contribuintes. Seria o caso, por exemplo, das agências em Pereira Barreto (SP) e Penápolis (SP), que atendem respectivamente sete e cinco municípios.

1 comentário

  • Vai virar um leãozinho

    O escritório da RF de Jales tem uma estrutura minima pois tem 3 funcionários concursados que atendem e mais as estagiarias, que ajudam no atendimento. Não conseguem atender todos no mesmo dia!!
    Logicamente, o escritório já estava preparado para a desativação, a muito tempo. Agora, vai virar posto de atendimento que vai restringir os serviços (só pessoa física, talvez) para diminuir mais os serviços.
    Antes, a nossa regional era centralizada em Rio Preto quando passou para Araçatuba portanto, no caso da desativação, teríamos que ir a Araçatuba ou Pereira Barreto, Imagine Santa Fé do Sul, e as cidades do Mato Grosso como seria longe. Foi um erro, passar para Araçatuba!!!
    O “governo Temer” (kkkk, essa é boa, Cardosinho) teve a sensibilidade de manter o escritório que será diminuído mais ainda. Sabe o que representa ao povo??
    Nada pois o povo não faz declaração de renda. Para que? Para ficar na mira do leão? Eles estão certos!
    Mas paga os salários dos funcionários da RF. Os mais de cem escritórios atendidos agradecem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *