JORNAL DE JALES: EM CARTA ABERTA, CLIENTES DO BRADESCO PROTESTAM CONTRA COBRANÇA DE TAXAS

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, que destaca texto da professora e jornalista Ayne Regina Gonçalves Salviano sobre como escolher o melhor candidato a prefeito. Ayne, que é jalesense e já foi redatora do JJ, mora em Araçatuba há alguns anos, mas mantém suas raízes aqui em Jales. Em um trecho do artigo, ela diz que “meu candidato a prefeito será aquele que tiver, em seu plano de governo, um projeto para tornar a cidade verde, com plantio de árvores ornamentais e frutíferas planejado por engenheiros agrônomos especializados em revitalização do meio ambiente”. Ayne diz que não aceita plantio menor que o déficit estimado para a cidade e pergunta se “você sabe qual é o déficit de árvores em Jales?“.

Ainda no circuito Jales-Araçatuba, o jornal está destacando operação da Polícia Civil de Jales, deflagrada na manhã de quarta-feira, que, com o apoio de policiais do DEIC de Araçatuba, desmantelou uma organização criminosa especializada no roubo de gado, que atuava na região. A operação batizada com “Boi Gordo – Fase 2”, prendeu nove indivíduos em Araçatuba, todos participantes das ações criminosas, incluindo o líder da organização que era o responsável pelo apoio logístico e financeiro e pelo levantamento de possíveis locais para furtos. 

A modernização dos serviços de saúde, com a entrega de tablets para os 57 agentes comunitários de saúde de Jales; a carta aberta escrita por clientes do Bradesco, que reclamam da qualidade dos serviços prestados e das taxas cobradas pelo banco; a homenagem da direção da EE “Dom Artur Horsthuis” aos professores que participaram de um projeto da escola; a live realizada pelo projeto “Amigas do Peito”, com arrecadação em prol do Hospital de Amor de Jales; e o casamento de um dos solteirões mais disputados de Jales, o empresário Kiko Melfi, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior destaca a atuação do presidente da APAE de Jales, o advogado João Aparecido Papassídero, que provocou um abalo sísmico nas eleições para a presidência da Federação das Apaes do Estado de São Paulo, marcadas para o dia 08 de novembro. Papassídero usou o grupo de Whatsapp para protestar de forma veemente contra o formato presencial da votação, defendendo a eleição virtual, que implicaria em menores gastos e em risco zero para a saúde dos eleitores. Segundo Deonel, a intervenção de Papassídero foi tão forte que o pleito acabou parando na justiça, que deverá se pronunciar sobre o formato da eleição.

5 comentários

  • GUSTAVO ALVES BALBINO

    A pauta ambiental dos candidatos é bem superficial. Mas também, pouco valorizada pelos eleitores.
    A maior preocupação dos jalesenses é: emprego e renda. O resto (saúde, educação, segurança) também são temas importantes.
    Agora Meio Ambiente que proporciona qualidade de vida é um mero luxo. Uma pena!

    O texto da jornalista Ayne Salviano está excelente.

  • Amigo de Jales

    Grande parte das ações propostas no artigo da Ayne estão contempladas no programa do governo do Especiato. Só critica quem não leu. Tem diversas ações muito abrangentes e que alinham meio ambiente, lazer e qualidade de vida.

  • Ricardo

    Antes de falar meio ambiente e preciso trabalhar educação. Muita gente fala meio ambiente mas nem separa o lixo. Muitos opinam sobre meio ambiente mas nunca plantou uma árvore e nem sabe E fácil falar.

  • EP

    parabéns Ayne, fazia tempo que não lia um artigo até o final, do desgoverno Parini até hoje não aproveitamos nada, lamentável . Fizeram menos que a obrigação
    ´

  • Agricultor mão calejada

    Ambientalistas de ar condicionado. Nunca pegaram numa enxada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *