JORNAL DE JALES: INVESTIGAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL SOBRE “GATOS” IDENTIFICA ELETRICISTAS QUE PARTICIPAVAM DA FRAUDE

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete destaca a atuação da Polícia Civil de Jales no esclarecimento de um golpe que vinha sendo aplicado pela internet e que já tinha causado prejuízos de R$ 92 mil a uma empresa de Jales. A ação permitiu, ainda, o esclarecimento de outros dois golpes contra moradores de Jales. Num deles, os golpistas chegaram a fazer uma declaração de Imposto de Renda falsa, em nome de um jalesense. Segundo o delegado Carlos Monteleone, a quebra do último sigilo bancário de um golpista era o que estava faltando para pedir a prisão preventiva e o sequestro de bens da quadrilha especializada em golpes pela internet, com QG no Paraná.

O jornal traz, também, uma matéria especial do “Dia dos Namorados”, na qual conta a comovente história da jornalista Giana Rodrigues da Silva Souza e do seu marido, o dentista Gustavo Andrei de Souza. Giana, assessora de imprensa do cantor Daniel, e Gustavo namoraram durante 12 anos, se casaram em 2009 e dessa união nasceu a filha Letícia. Tudo ia muito bem até que Giana foi diagnosticada com uma doença rara, a Amiloidose AL, o que a obrigou a fazer sessões de quimioterapia, passando a perder os cabelos. Gustavo não teve dúvidas: em solidariedade à esposa, foi ao cabeleireiro e cortou os seus.

A história do catador de recicláveis que achou um celular no lixo e o entregou na Delegacia para que a polícia localizasse o dono; o lançamento dos cursos gratuitos de qualificação profissional da Fatec-Jales; os títulos eleitorais cancelados em Jales, que dariam para eleger um vereador; a performance da delegação de Jales, que foi a terceira colocada nos Jogos Regionais do Idoso, realizados em Santa Fé do Sul; e a surpreendente e inexplicável exoneração de dirigente regional de ensino, Marlene Medaglia Cavalheiro Jacomassi, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior informa que, em termos proporcionais, Jales é a cidade do interior que tem o maior número de cidadãos de bem com instalações elétricas irregulares. Operação da Polícia Civil de Jales, deflagrada em fevereiro descobriu os famosos “gatos” inclusive em endereços estrelados da cidade (como o Condomínio Alpha, por exemplo). Segundo Deonel, embora o assunto esteja sendo conduzido com muita discrição pela Polícia Civil, sabe-se que já teriam sido identificados também alguns eletricistas “especializados” na fraude contra a Elektro, além de prestadores de serviços ligados à empresa.   

2 comentários

  • EITA….JALAO…ex CENTRO de REGIAO, COMO VENHO SEMPRE COMENTANDO, DA NOSSA JALAO SOH SAI NOTICIAS QUE DENEGRI A IMAGEM DESSA CIDADE; QUE A PREFEITURA EH FALIDA/TRAFICOS SOLTOS/ROUBOS EM TUDO QUE EH SETOR/ A ZBM FUNCIONA AONDE UM DIA FOI CARTAO DE VISITA DA CIDADE(rodoviaria))…NA MINHA OPINIAO TEM QUE DAR OS NOMES DE TODOS ESSES ESPERTALHOES(que vem fazendo os famosos gatos), SOH ASSIM VAMOS MOSTRAR QUE NEM TODO NATIVO/MORADOR DESSA CIDADE SAO DESONESTOS OU LADROES…OBS. OUTRA COISA QUE ME DEIXA REVOLTADO; SE O MUNICIPIO/PREFEITURA ESTAH FALIDA POR QUE HA DE PAGAR H.E PARA CERTOS FUNCIONARIOS?????….ACORDA JALAO.

  • Sr Conjuntura

    Cardosinho, como é interessante né a vida, esses espertalhões que fizeram gato de energia são os mesmos que faziam arminha nas mãos contra corrupção na rua ? Será que estes agora também não mereçam pena de morte ou algo do gênero ? fuzilamento ? O que será que eles acham agora ?

    Como é a vida né, como são as pessoas, paladinos da moral ética, e fazem GATÕES. Isso que como mencionado, o condomínio tem moradores da alta classe, empresários, juízes, procuradores, só falta ter alguém do nosso judiciário para fechar com chave de ouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *