JORNAL DO POVO: MORADOR DENUNCIA MAUS-TRATOS A ANIMAIS NA FACIP

DSC04042Facip é modo de dizer. Na verdade, os supostos maus-tratos estariam acontecendo no recinto de exposições “Juvenal Giraldelli”, para onde a Prefeitura está levando os equinos e bovinos apreendidos na zona urbana.

Hoje, no Jornal do Povo, o repórter Osmar Rezende entrevistou um morador que denunciou maus-tratos a animais lá no recinto onde é realizada a Facip. Segundo o morador, os animais ficam presos em galpões, sem comida e sem água. Ou seja, passando fome e sede. 

DSC04041Este aprendiz de blogueiro esteve por lá e constatou que, em alguns casos, realmente, não tinha água para os animais. Quanto à comida, foi possível ver que alguém havia jogado um pouco de capim nos galpões.

A Prefeitura, já que apreendeu os animais, deveria ter o cuidado de dar a eles o tratamento  adequado. Mas não se pode culpar unicamente a Prefeitura. Afinal, se os fiscais do município apreenderam esses animais é porque eles, seguramente, estavam onde não deveriam estar. A verdade é que muita gente insiste em criar animais soltos por aí, o que não é permitido.  

9 comentários

  • Pagador de impostos

    E o que me diz de um morador do jardim Brasil no final da rua dos Guatambus criar um bode fedorento dentro do quintal, será que a fiscalização poderia verificar isso?
    Ou será que isso é permitido?
    Alem do mal cheiro, é uma berração atraz da outra!!!

  • Pit Bull

    A Secretaria da Agricultura, que deve ser a responsável pela apreensão e guarda dos animais. Nada justifica as condições impostas aos mesmos, como se fossem os culpados pela irregularidade, que gerou o recolhimento.

    Sugestão :

    – Designar pessoa responsável para suprimento alimentar nos cochos e aplicações de medicamentos, quando necessário, sob orientação de um profissional da àrea.
    – Valores gastos com a permanência dos animais – taxa de permanência/dia e medicação – deverá ser recolhido aos cofres públicos pelo solicitante do animal.
    – A taxa de permanência deverá ser calculada sobre o valor médio dos custos operacionais e de alimentação. Sendo a medicação, cobrada pelo custo real do produto.
    – Decorrido o prazo – acordado com a justiça – os animais seriam leiloados, onde os valores obtidos, agregados da taxa de permanência/medicação, ficariam à disposição de um Fundo de Manutenção aos Animais Apreendidos , tornando um programa auto sustentável.
    – Criar condições de tratos – individualizando os bovinos, equínios, ovinos e caprinos – além da subdivisão em animais sadios e em tratamento.

    Com boa vontade e comprometimento o “bicho” não é tão bravo assim !!!

  • DESOCUPADA

    A prefeita deveria agradecer ao Pit Bull,pelas orientações que tem dado(sem remuneração). O Pit tem trabalhado mais que a equipe da D Ungida.

  • macaco prego

    Deveria prender os donos dos animais

  • Bolo de Aniversário

    Quero perguntar aos senhores por obsequio Jales tem Prefeito? Acorda Jales! Estamos remando para o fundo poço!

  • nilton furlan

    PESSOAL, É SIMPLES, CRIEM (OS VEREADORES) UMA LEI MUNICIPAL QUE ANIMAL COM MAIS DE 15 DIAS RECOLHIDOS E NÃO RECLAMADOS PELO DONO, SERÁ LEILOADO E O DINHEIRO FICA PRA SER GASTO COM OS NOVOS ANIMAIS RECOLHIDOS E PRONTO.. AINDA ESTIPULANDO UM CUSTO DIÁRIO PRA QUEM FOR BUSCAR SEU ANIMAL, VCS NÃO ACHAM CORRETO???..O QUE FALTA NO PAÍS, ESTADO E MUNICÍPIOS É “LEIS” TENHAM TODOS UM BOM DIA!!!!!!!!

  • Anônimo

    As Leis já existem, o que falta é Ministèrio Público obrigar que se cumpra, porque se depender dos políticos, aos amigos tudo aos unimigos a lei!

  • MOACIR

    PENSEI QUE O FOTO ACIMA, SERIA DE ALGUÉM CONTRATADO NOVO DA PREFEITA, PARA ALGUM CARGO DE CONFIANÇA DE SEUS TANTOS, SÃO TODOS QUASE DO MESMO NÍVEL,KKKKKKKKKKKKK, QUE ME PERDOEM OS COITADOS DOS ANIMAIS.

  • Eduardo Doninho (RANCHARIA)

    Eu tenho cavalo na Facip e está sendo muito bem tratado, que maltrata é a prefeitura que apreende os animais, e os mantén em jejum, bebendo apenas agua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *