MAIS UM SUSPEITO DE INTEGRAR QUADRILHA QUE ROUBOU LOJA DE ROUPAS EM JALES É PRESO EM UBERLÂNDIA

O delegado Sebastião Biase participou de entrevista coletiva à imprensa mineira (veja o vídeo aqui e repare no lindo sotaque da repórter). E o sujeito preso ainda não é aquele que escapou do cerco policial, em Limeira. Trata-se, por enquanto, de um receptador. A notícia veio do Triângulo Mineiro, através do G1:

Um homem de 29 anos foi preso nesta terça-feira (10), em Uberlândia, sob suspeita de ser o receptador de uma quadrilha especializada em furto de lojas de grife no interior de São Paulo e Minas Gerais. Segundo a Polícia Civil, o grupo ainda furtava lojas de máquinas e ferramentas para pegar material que desse suporte à invasão de lojas de grife.

Em Uberlândia, equipes da Polícia Civil dos dois estados cumpriram nove mandados de prisão, busca e apreensão. Na casa do suspeito, no Bairro Canaã, foram encontradas sacolas com roupas, calçados, bicicletas e uma máquina de solda. Nenhum produto possuía comprovação de origem.

O delegado operacional da Polícia Civil de Jales (SP), Sebastião Biase, explicou que as investigações começaram no início deste ano no interior paulista e veio para o Triângulo Mineiro. No interior de SP, uma loja teve furtados R$ 700 mil em produtos.

“Neste período de investigação, cerca de sete meses, essa associação criminosa praticou furtos da mesma forma no interior de São Paulo e Uberlândia”, disse.

O inspetor da Polícia Civil de Uberlândia, Júlio César Carbulante Júnior, explicou que o uso de um tipo de sacola permitiu descobrir a conexão da quadrilha com Minas.

“Eles usavam sacaria de açúcar e esse material foi encontrado nos locais de busca. A mercadoria era condicionada nos sacos. Eles amarravam, jogavam no carro e davam duas, três viagens durante a noite”, explicou o inspetor.

Ainda conforme a polícia, outros dois suspeitos foram presos no interior de São Paulo. As investigações em Uberlândia continuam.

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *