PRESIDENTA DILMA VISITARÁ BISPO DOM DEMÉTRIO

domdemetriovalentiniO primeiro compromisso oficial da presidenta Dilma Rousseff, amanhã, aqui em Jales, é uma visita ao bispo diocesano, dom Demétrio Valentini. Ela será recebida pelo nosso bispo, na sede da Cúria Diocesana, e, em seguida, rumará para o Jales Clube.

Ao contrário do que andou sendo noticiado, a presidenta não descerá em Votuporanga. Ela deverá chegar ao aeroporto municipal de Jales um pouco antes das 10:00 horas, vinda de Araçatuba.

A visita ao bispo dom Demétrio – que integra o Conselho de Desenvolvimento Econômico Social, o chamado Conselhão, vinculado à presidência da República – não é um ato meramente formal da presidenta Dilma.

Em 2010, quando o tema aborto foi introduzido na campanha eleitoral com o objetivo de prejudicar a então candidata Dilma, dom Demétrio foi a principal voz da Igreja Católica a se levantar contra a politização do assunto, adotando uma posição firme em defesa do direito de os eleitores escolherem livremente os seus candidatos.

Na ocasião, a revista Carta Maior, de circulação nacional, publicou uma Carta Aberta a dom Demétrio Valentini, escrita pelo saudoso padre José Comblin, que faleceu meses depois, em março de 2011. Em sua carta, o padre dizia, entre outras coisas:

“Dom Demétrio, o senhor fez juz à sua fama de homem leal, aberto, corajoso e comprometido com os pobres e os leigos deste país… Demonizar a candidata do governo, como se fez, baseando-se em declarações que não foram claras, é uma atitude preconceituosa, totalmente anti-evangélica. Queremos continuar confiando em nossos bispos e por isso aguardamos palavras claras. Obrigado, dom Demétrio”. 

18 comentários

  • Anônimo

    Que tristeza ver isso!!!

  • anonimo

    MARINA NELES…..

    • Beija-flor

      Vixi!…
      Uma pessoa que troca de opinião de uma hora para outra…
      Uma hora é a favor do casamento gay…
      Quando pressionada por causa da religião que pratica…
      Muda de opinião e diz ser contra o casamento gay…
      VIXI!!!…Anônimo!!!

  • animado

    este bispo é simpatizante dos bolivarianos, devia ser
    transferido para Cuba. A Igreja Católica é como rabo de
    égua, só cresce para baixo. Vendo a atuação do bispado
    de Jales se entende as razões para isto.
    Revolução social é com o bispado. Quem quer conforto espi
    ritual deve procurar outras seitas.

  • Barganha

    Troco a sede de Bispado por uma indústria de 200 empregos.

  • Anônimo

    Cardosinho. Parece que essa visita ao Bispo não foi visto com bons olhos pela população.

  • anonimo

    Otima resposta Cardosinho,a igreja não tem partido o bispo recebe quantos forem necessario, hoje mesmo o bispo pronunciou isto no radio que os fieis da igreja catolica tem o livre arbitrio de votar.

  • Oloco

    Nunca vi uma candidata tão fervorosa!!!
    E já está na hora da igreja católica ter uma postura coerente com a sua missão de evangelização .
    Este bispo é contraditório .
    Fica de amores com uma ideologia esquerdopata comunista.

  • Lelito

    Pelas manifestações acima, vê-se que a Direita no Brasil ainda não aprendeu o que é DEMOCRACIA.
    Só é verdadeiro e válido o que pensam e o que defendem.
    Que saudade devem estar da Ditadura.

  • ZOIUDO

    OLOCO o dever da Igreja Católica ou qualquer outra Igreja Evangélica ou não tem como missão principal a Evangelização de seus fiéis e não se meter em Politica Partidária. Pois pelo que deu para mim ver e ouvir através de Jornais e Televisão o único que se meteu em politica foi o tal do Pastor MALAFAIA, quem sabe ele quer ajudar alguém a governar se for eleita.

  • Religioso

    Com certeza o Papa Francisco também é contra.

  • bom bril

    Se tiver outro candidato que queira visitar o Bispo é certo que ele irá recebe-lo.

  • Evangélico

    Aos que vão dizer que isso não é da minha conta, pois não sou católico, digo : “Realmente não é mas, mesmo assim, vou opiniar”.
    O Dom Demétrio, enquanto lider religioso, não tem porque não receber aqueles que vem à sua presença, seja político ou quem quer que seja.
    Isso não quer dizer que ele apoia esse ou aquele candidato.
    Sei que ninguém pediu minha opinião mas vejo o Dom Demétrio como um lider religioso bem a frente do seu tempo. Gosto dele e não vejo problema algum em ele ter recebido a Dilma em Jales.
    RECEBER é bem diferente de APOIAR.

  • Beija-flor

    Isso mesmo, irmão Evangélico!!!

  • J. Carlos

    Gente qual o problema o bispo receber a presidente da república, ou a candidata, ele recebe todos que o procuram, admiro o d. Demétrio e todos sabem que é eleitor de carteirinha do PT, qual é problema, é um direito dele. Vivemos numa democracia.

  • Anônimo

    Cardosão, o correto não é “presidente” e não presidenta?Assim como cliente, paciente e não clienta, pacienta…?Agora…homem casar com homem e mulher com mulher e achar bonitinho???Ah, vão à merda!!!!!!

    • Abaixo, o que escrevi em 2011 sobre esse assunto (presidente ou presidenta):

      Um dia desses, um visitante do blog que se identificou com o pseudônimo de “Analfabeto”, enviou um comentário condenando o uso do termo ‘presidenta’, que, segundo ele, não existe. Acho que o “Analfabeto” precisa ouvir menos o Alexandre Garcia, sem dúvida um bom comentarista político, o que não faz dele alguém totalmente confiável quando o assunto é o vernáculo.

      Em questões vernaculares, é mais aconselhável ouvir os grandes gramáticos. Alguns deles, como o professor Pasquale Cipro Neto, não gostam do termo ‘presidenta’, mas admitem que a palavra pode ser utilizada. É só uma questão de gosto. A consultora de Língua Portuguesa do Grupo Folha-UOL, Thaís Nicoleti, diz que as duas formas estão corretas, mas a feminina é pouco usada. Por isso mesmo, a Folha de São Paulo preferiu adotar ‘a presidente’ para se referir a Dilma, o que é uma posição respeitável.

      O texto que o ”Analfabeto” criticou foi reproduzido do jornal Correio do Brasil, que, ao contrário da Folha, adotou a forma ‘a presidenta’. Enfim, como eu já disse, é só uma questão de preferência. Se eu pudesse dar um conselho ao “Analfabeto”, diria a ele para fazer como fez o rapaz do comentário abaixo, que, na dúvida, pesquisou. Vejam o que ele diz:

      “Já tinha me convencido a chamar Dilma de ‘presidente’. Porém, ao ver o iG usando a palavra ‘presidenta’, fiz uma pesquisa básica a fim de saber qual seria o tratamento mais correto a adotar em meus textos. As respostas, oriundas de especialistas como Cláudio Moreno, Thaís Nicoleti, Sérgio Nogueira e Pasquale Cipro Neto, foram unânimes: ambas as formas são corretas e aceitas do ponto de vista gramatical”.

      E, para deixar as coisas mais claras ao ”Analfabeto” e fechar esse assunto, reproduzo, abaixo, um pequeno texto escrito por um especialista em Língua Portuguesa:

      “Se todos aqueles que se queixam da forma ‘presidenta’ tivessem ao menos aberto o Aurélio ou o Houaiss, descobririam que esse vocábulo é palavra dicionarizada; além disso, é TAMBÉM normatizada por todos os principais gramáticos brasileiros, como Evanildo Bechara, Celso Luft, Cegalla, Rocha Lima, Sacconi e inclusive o professor Pasquale Cipro Neto, pra citar alguém que os leigos apreciam muito. O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa também oficializa o vocábulo “presidentA”. Duvidam? Abram os livros e DESCUBRAM. Vão confirmar tudo isso.

      Sejam humildes e procurem se informar em vez de emitirem juízos de valor que não encontram amparo na gramática contemporânea. Sempre há tempo, nunca é tarde”.

      Certo, “Analfabeto”? A partir de agora, quando você ouvir o Alexandre Garcia condenando o uso do termo ‘presidenta’, lembre-se de que ele é apenas um comentarista político.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *