CAMINHÃO DE JALES É FLAGRADO PELA POLÍCIA SUL-MATO-GROSSENSE TRANSPORTANDO MERCADORIAS ILEGAIS

A notícia é do portal Nova News, de Nova Andradina(MS):

Um motorista, de 36 anos, ficou no prejuízo ao cair em um bloqueio policial e ser flagrado transportando mercadorias ilegais. Na ação da PMA (Polícia Militar Ambiental), 12 caixas de caixas de relógios de origem estrangeira sem documentação regular de importação foram apreendidas.

Segundo as informações a que o Nova News teve acesso, o flagrante aconteceu na madrugada desta quarta-feira (7) na agrovila Pana, distrito de Nova Alvorada do Sul. Os policiais abordaram para fiscalização um veículo Mercedes Bens 1618, com placas de Jales (SP), e ao vistoriar a carroceria, em meio a caixas vazias utilizadas para acondicionar frutas, foi encontrado o descaminho.

Questionado sobre os fatos, o condutor do caminhão afirmou que pegou a carga em Dourados (MS) e entregaria na cidade de Jales (SP), onde receberia R$ 1.500,00 pelo frete. Diante dos fatos, a mercadoria foi apreendida e será entregue à Receita Federal de Campo Grande.

5 comentários

  • Mi

    E seria entregue onde e para quem em Jales essa mercadoria?

    • Timbocufumu

      Já tá querendo saber de mais né…. Aqui em Jales tem muita gente que vive praticando esse tipo de. Crime… Isso que temos a federal em Nossa cidade, mas nem assim amedronta essas pessoas,

  • FIEL TORCEDOR

    E os agiotas que são os maiores financiadores desse tipo de negocio fica no CENTRO de JALES kkkkkkkkkkkk e todo mundo sabe ,porque eles compram um imovel por mes,se bater no escritório de uns deles a]no centro tem mais de 200000 em dinheiro vivo que eu vi.

    • Thiago

      Isso aí, perto dos crimes que os políticos desse país cometem, é fichinha…

      200 mil é dinheiro de caixa 2 que muito político gasta em uma noitada cheirando pó e bancando os amigos

  • elias

    Vixi vai faltar relógios nas lojas da cidade kkkkkkkk. Aqui é tudo do Paraguay e o povo acha que esta comprando perfumes e relógios originais kkkkkkk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *