FINALMENTE, A FAMA: OVOS DE CROCODILO PRÉ-HISTÓRICO PROPORCIONAM DESTAQUE MUNDIAL A JALES

A presença de Jales nas páginas do jornal O Globo, do Rio de Janeiro, é uma coisa rara. A última vez que aparecemos por lá foi por conta de um diretor da Petrobrás, Diego Hernandes, que, segundo o jornal, teria sido beneficiado com um terreno doado pela Prefeitura de Jales. Agora nós estamos voltando às páginas do centenário periódico, graças a alguns ovos de crocodilos, que, segundo a matéria, poderá nos dar fama mundial. Já pensaram? Os antepassados do injustiçado jacaré da Praça nos colocando no mapa mundial? Vamos à notícia de O Globo:

Pesquisadores encontraram em Jales, região de São José do Rio Preto, fósseis de um crocodilo que recebeu destaque no meio científico internacional. Ninhos com ovos do animal estão sendo estudados. As escavações foram feitas em uma fazenda e revelaram a maior quantidade de ovos de crocodilos pré-históricos já encontrada em todo o mundo. Os fósseis datam de 85 milhões de anos atrás.

Foram achados doze ninhos, com registros bem visíveis de ovos do réptil primitivo Baurusuchus pachecoi. A espécie, encontrada pela primeira vez na cidade de Paulo de Faria, em 1945, viveu no final do cetáceo, o último período antes da grande extinção dos dinossauros.

Para o paleontólogo Carlos Eduardo Maia de Oliveira, que descobriu os fósseis, o achado é de extrema importância, pois destaca a região em nível mundial. O trabalho já foi apresentado nos Estados Unidos e também em países do Reino Unido, na Europa. Ele e sua equipe ainda puderam nomear o achado: Bauruoolthus fragilis.

Em tempo: junto com os ovos, foi encontrado também o crânio de um crocodilo primitivo, cuja foto está lá em cima. 

7 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *