CLARICE FALCÃO MOSTRA COMO RESOLVER O PROBLEMA DA FALTA DE SEXO NA QUARENTENA

Deixemos o Bozzo e o coronavírus um pouco de lado. A notícia mais “importante” desta quarta-feira é do UOL:

Clarice Falcão tem a solução para quem está subindo as paredes na quarentena. Ao ser questionada, no Twitter, sobre “como as pessoas vão sair para dar na quarentena”, a cantora e atriz respondeu com uma bem-humorada foto de si mesma segurando um vibrador.

Um seguidor logo descobriu o preço do brinquedinho de luxo, em uma loja virtual: R$ 1.699. “Amiga, que negócio caro, haja streaming”, comentou.

Clarice concordou e, de quebra, revelou o nome do brinquedo. “Galera, sei que a Soraya é muito linda mas comprei há muitos anos e até para mim ela está fora do orçamento hoje em dia”. Em seguida, sugeriu uma loja virtual de acessórios eróticos, “com vibradores em várias faixas de preço”.

Uma seguidora postou uma foto do namorado de Clarice, o apresentador do Multishow Guilherme Guedes, e comentou: “A pessoa que dá para esse homem não pode aceitar um vibrador meia boca. Não”. Clarice respondeu: “Assino embaixo”.

No vídeo abaixo, a Clarice deixou o brinquedinho de lado para, em dueto com o cantor e compositor Alexandre Kassin, cantar “Coisinha Estúpida” um velho sucesso da Jovem Guarda. Gravada em 1967 pelos cantantes Leno e Lilian, essa música é uma versão de “Something Stupid”, que fez sucesso mundial nas vozes de Frank Sinatra e sua filha Nancy Sinatra.

Detalhe curioso: Leno e Lilian – que não formavam um casal – fizeram muito sucesso nos tempos da Jovem Guarda, mas, ao que parece, a separação da dupla não foi muito amigável. Em 1995, ao regravar outro sucesso da dupla – “Devolva-me” – para um projeto comemorativo aos 30 anos da Jovem Guarda, Lilian preferiu cantar com Ed Wilson.

Outro detalhe: assim como a Clarice, a Lilian parece não ter problemas com sexo. Em 2018, ao completar 70 anos, ela – que é casada com um senhor 12 anos mais novo – declarou, em uma entrevista, que “tenho uma vida sexual bacana”.  

Mais um detalhe: na regravação de Clarice Falcão e Kassin, os teclados ficaram por conta de Diogo Strausz, filho de Leno. Vamos ao vídeo:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *