PAULINHO MOSKA – “EU SEI QUE VOU TE AMAR”

Eu Sei Que Vou Te Amar”, da dupla Tom Jobim e Vinícius de Moraes, é uma das minhas músicas preferidas. Tanto que, em certa ocasião, juntei em um CD regravável – que eu ouvia repetidamente – nada menos que 20 versões dessa canção. A de Milton Nascimento era, talvez, a que eu mais gostava.

De lá para cá, novas e belas versões  surgiram, como as de Ana Carolina, Vanessa da Mata e Roberto Carlos. “Eu Sei Que Vou Te Amar” é, sem dúvida, uma das músicas  brasileiras mais regravadas, inclusive em outras línguas, como a francesa “Tu Sais Je Vais T’aimer”, de Diana Panton.

Gravada pela primeira vez no início de 1959, pela cantora Lenita Bruno, “Eu Sei Que Vou Te Amar” chegou ao final daquele ano com a espantosa quantidade de 24 versões diferentes. A de maior sucesso foi a da cantora paulista Elza Laranjeira, companheira de Agostinho dos Santos.  

Mas a versão que marcou minha geração foi, certamente, a de Toquinho, Vinícius e Maria Creuza(foto acima). Gravada em 1972 – mesmo ano em que Toquinho e Vinícius estiveram em Jales (veja aqui), sem a Maria Creuza, mas acompanhados pela cantora Marília Medaglia – essa versão incluiu o “Soneto da Fidelidade”, declamado pelo poetinha.

No vídeo abaixo, temos o ex-Inimigos do Rei, Paulinho Moska, que começa sua interpretação declamando o “Soneto da Fidelidade”. O vídeo foi gravado durante espetáculo em homenagem a Tom Jobim, o autor da melodia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *