ZÉLIA DUNCAN – “NAQUELA MESA”

Daqui a pouco, às 10:00 horas, estarei lá na Regional FM, onde apresento, aos domingos, o Brasil & Cia. E hoje, Dia dos Pais, é dia de alguns ouvintes pedirem aquela música piegas do Fábio Júnior, “Pai Herói”. E, como faço há 24 anos, inventarei um desculpa qualquer para não tocá-la.

Até alguns anos atrás, eu dizia que “o CD do Fábio Júnior sumiu“. Atualmente, com todas as músicas no computador, essa desculpa não cola. Terei que ser mais criativo.

Haverá, também, aqueles que, com gosto mais apurado, pedirão “Naquela Mesa” para homenagear os pais que já se foram para o outro lado do mistério. Segundo consta, a letra dessa música teria sido escrita por Sérgio Bittencourt em um guardanapo,  durante o velório de seu pai, Jacob Pick Bittencourt, o Jacob do Bandolim.

Sérgio Bittencourt, que além de compositor era jornalista, não escondia a admiração pelo pai, apesar de manter com ele uma relação meio que conturbada. Certa vez, em um texto para o jornal “Última Hora”, ele disse que Jacob do Bandolim “foi mais do que um pai. Do que um amigo. Do que um ídolo. Foi um homem. Com todas as virtudes, fraquezas e defeitos de um homem com H maiúsculo”.

Se “Naquela Mesa” foi mesmo escrita no dia da morte de Jacob, não se pode ter certeza. O fato é que Jacob morreu em 1969, num 13 de agosto, aos 60 anos, e a música do filho só foi lançada em 1972, em um disco da divina Elizeth Cardoso.

Grande compositor (“Modinha” é sua obra prima) e jornalista polêmico, Sérgio Bittencourt ficou mais conhecido como jurado do programa Flávio Cavalcanti. Em 1970 sua música “Acorda, Alice” foi proibida pela censura da ditadura militar devido ao ingênuo verso “Acorda, Alice / Que o país das maravilhas acabou”.

Hemofílico, Bittencourt morreu em julho de 1979, com apenas 38 anos. No vídeo abaixo, Zélia Duncan canta “Naquela Mesa”, acompanhada por Hamilton de Hollanda, nosso melhor bandolinista, e Nilze Carvalho, nossa mais talentosa caviquinista.

 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *