EX-PREFEITO DE URÂNIA, JOAQUIM PIRES, CONDENADO A DEVOLVER DINHEIRO

Deu na Folha Noroeste, edição deste sábado:

A juíza de direito Marina de Almeida Gama, da Vara Única de Urânia, condenou – em primeira instância – o ex-prefeito Joaquim Pires da Silva e mais três pessoas, pela prática de ato de improbidade administrativa. Eles foram condenados ao ressarcimento de valores recebidos indevidamente e ao pagamento de multa.

O Ministério Público calculou o valor da causa em R$ 367 mil.

Os outros três envolvidos são médicos e, segundo o Ministério Público, eles foram contratados pela Prefeitura e cedidos à Santa Casa de Urânia, ficando a cargo da municipalidade pagar pela prestação dos serviços, além de custear horas extras e gratificações indevidas. O MP afirmou, ainda, que os médicos exerciam atividades em outras cidades, prejudicando o atendimento no hospital de Urânia e auferindo volumosos rendimentos em detrimento dos cofres públicos. O ex-prefeito e os três médicos têm direito a recurso em segunda instância.

A notícia completa da Folha Noroeste pode ser lida aqui.

A DIFÍCIL VIDA DE EX-PREFEITO NO PAÍS DOS EX-GOVERNADORES

Em um post anterior, este aprendiz de blogueiro escreveu que vida de ex-prefeito não é fácil. Inclusive porque, até onde se sabe, não temos aposentadorias especiais para ex-prefeitos, ao contrário do que acontece com os ex-governadores de alguns estados que, como se descobriu agora, recebem gordas aposentadorias.

Jales tem dois exemplos desses extremos: num deles, está o nosso ex-prefeito e ex-governador de Mato Grosso, Edson Freitas de Oliveira, que figura na lista dos que recebem aposentadorias especiais por ter governado nosso vizinho estado; no outro extremo, está o ex-prefeito Antonio Sanches Cardoso, o Rato, que não teve a mesma sorte e, além de não receber aposentadoria alguma, de vez em quando ainda tem que comparecer ao Fórum para responder coisas sobre sua administração.

Agora, vejam o caso do ex-prefeito de Campinas, Chico Amaral, que chegará aos 88 anos de idade em 2011. Até 2009, Chico Amaral, que também é advogado, mantinha um processo por danos morais contra o então presidente Lula, onde ele pedia R$ 150 mil de indenização. Tudo porque Lula, em uma entrevista de 2001, ao jornal campineiro Correio Popular, afirmara que Campinas havia sido “assaltada” por seus três últimos prefeitos, o que incluía Chico, que administrou a cidade no período 1997/2000. Chico não gostou da pecha de “ladrão” e o processo acabou chegando ao Superior Tribunal de Justiça, onde Lula foi absolvido por unanimidade.

E não é que agora, em 2011, o Ministério Público Federal resolveu investigar o Chico. É o que diz uma notícia do jornal Todo Dia, também de Campinas. Segundo o jornal, o MPF instaurou inquérito civil público para investigar a ocorrência de irregularidades nos contratos mantidos pela Prefeitura de Campinas no ano 2000, com quatro empresas, para o fornecimento de merenda escolar. O inquérito foi instaurado com base em um relatório aprovado pelo TCU (Tribunal de Contas da União) que aponta indícios de superfaturamento nos valores pagos pela administração de Amaral para as quatro empresas que forneciam a merenda.

O principal argumento utilizado pelo TCU para apontar um possível superfaturamento nesses contratos é que eles sofreram uma redução de mais de 40% em seus valores a partir de 2001, pelos mesmos serviços prestados, sendo que nesse período não teria ocorrido variação significativa nos preços dos produtos incluídos na merenda escolar. Em 2001, a Prefeitura de Campinas foi assumida por Antônio da Costa Santos, o Toninho do PT, assassinado a tiros em uma noite de setembro daquele mesmo ano.

Como o assunto envolve merenda escolar, sempre é bom lembrar que, aqui em Jales, a empresa Gente Nutrição Ltda vinha cobrando R$ 1,64 por refeição e, não obstante uma inflação anual superior a 10% nos produtos alimentares, a mesma empresa está agora se propondo a fornecer as refeições por R$ 1,39, uma estranha redução de quase 18%. Não custa lembrar também que, em Jales, o número de alunos diminuiu a cada ano, mas o consumo de merenda, ao contrário, aumentou. No final de 2008, por exemplo, apesar de o contrato estimar o consumo diário em 5.500 refeições, o fornecimento de merenda chegou à absurda média de 9.000 refeições diárias. Um despautério!! Com a palavra, o MP. Qualquer um deles: o estadual ou o federal.

A charge lá de cima é do Enio, publicada originalmente pelo jornal Gazeta de Alagoas.

Em tempo: além de prefeito de Campinas, Chico Amaral, atualmente no PMDB, também foi deputado estadual e federal. Como congressista, ele foi autor da Lei que permite o saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para aquisição da casa própria.

 

MICHEL TEMER ESCALA JARBAS ZURI PRÁ AJUDAR NA REMODELAÇÃO DO PMDB EM SÃO PAULO

O jalesense Jarbas Elias Zuri Júnior, o Jarbinhas, foi escalado pelo vice-presidente Michel Temer para integrar a comissão provisória do PMDB que vai trabalhar na reestruturação do partido no Estado de São Paulo. Com a morte do ex-governador Orestes Quércia, que comandou o partido em São Paulo desde a fundação, o grupo ligado ao vice-presidente da República colocou em prática um plano para comandar o partido no Estado, dissolvendo o diretório estadual, comandado até dezembro por Quércia.

O deputado estadual Baleia Rossi, filho do ministro Wagner Rossi e aliado de primeira hora de Temer, foi escolhido para liderar o processo de remodelação do PMDB. Além de Baleia Rossi e Jarbinhas, a comissão provisória conta com outros cinco integrantes, com mandato de 90 dias, prorrogáveis.

Com o processo de reestruturação, o PMDB busca inverter o processo de encolhimento verificado nos últimos anos, em São Paulo. Segundo dados do TSE, a bancada federal do PMDB-SP tem diminuído pleito a pleito desde 2002, saindo de quatro deputados em 2003 para apenas um – Edinho Araújo – em 2011. Na Assembléia Legislativa, o quadro não se alterou nas últimas eleições, mantendo-se em quatro deputados estaduais. Já os prefeitos do partido no Estado caíram de 112 eleitos em 2000, para 71 em 2008.

Jarbas Zuri é considerado um aliado de longa data do vice-presidente Michel Temer e ocupa, atualmente, o cargo de diretor de Gestão Ambiental da Prefeitura de Santo André. Como já dissemos aqui neste blog, Jarbinhas deu importante ajuda à administração Parini, por ocasião do processo de licitação para a venda da folha de pagamento dos servidores, vencido pelo Banco Santander. Ele também foi o principal responsável pela vinda da então candidata a presidente, Dilma Roulssef, a Jales, onde ela participou de um evento organizado pelo PMDB, em julho de 2010.

PADRE PLAYBOY CONDENADO POR FRAUDE DE R$ 4 MILHÕES

Deu no jornal carioca Extra, edição dessa sexta-feira:

Um padre metido a playboy deu o maior golpe na Itália e conseguiu acumular uma fortuna de 4,6 milhões de reais nos últimos 20 anos. A maneira com que ele fez isso é uma das mais feias. Ele roubava caixas de coleta e doações de caridade. Será que Deus vai perdoá-lo?

A vida de Antoine Videau, de 64 anos, era agitada. O pároco tinha uma jovem amante e viajava pela Europa com sua Ferrari vermelha. E não é só isso. Ele ainda alugava o quarto das freiras e fazia com que elas dormissem nos fundos da Igreja. Com a grana ele passava seu tempo em Las Vegas, mais conhecida como cidade do pecado.

O padre era quase um profissional mesmo. Ele tinha 28 contas para desviar a grana. A advogada do Ministério Público, Angeline Tomasi, disse que o padre “não sabia a diferença entre certo e errado”, e descreveu-o como “manipulador”. Ela acrescentou: “Ele quebrou as leis da Igreja e as leis do país”.

Videau foi condenado a dois anos de prisão em maio do ano passado, mas foi libertado em dezembro. No entanto, um tribunal superior manteve a condenação e o padre vai ter mesmo que cumprir o resto de sua pena.

EU QUE NÃO SEI QUASE NADA DO MAR

Maria Bethânia é uma pessoa fascinada por cachoeiras, rios e pelo mar. Em 2006, ela decidiu fazer um CD somente com músicas que tratavam desse tema. Algumas das músicas do CD “Pirata” são clássicos da MPB, como “De Papo Pro Ar”, “Os Argonautas”, “A Saudade Mata a Gente”, etc. Mas Bethânia é uma cantora que se reinventa sempre e, em meio às gravações, decidiu ligar para a Ana Carolina e pedir que ela fizesse uma música inédita, que falasse do mar. Foi aí que Ana Carolina descobriu que não sabia muita coisa sobre o mar, e, junto com Jorge Vercilo, o outro compositor, resolveu dizer isso musicalmente. Nasceu “Eu Que Não Sei Quase Nada do Mar“, que, no vídeo abaixo, é interpretada pelas duas – Bethânia e Ana Carolina – no Multishow Registro, em que Ana canta com vários convidados.

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

AUMENTA O ROMBO NO BANCO DO SÍLVIO SANTOS

A nova administração do banco Panamericano descobriu um rombo de R$ 1,5 bilhão na instituição financeira, que se soma àquele de R$ 2,5 bilhões revelado em novembro do ano passado, informa o jornal Valor Econômico.

Anteontem (quarta-feira, 27), o Economia & Negócios do Estadão adiantou, em reportagem de David Friedlander e Leandro Modé, a informação de que o rombo era maior que R$ 2,5 bilhões, o que levou as ações do banco a caírem mais de 9% ontem. Agora, o Valor Econômico traz o tamanho do rombo.

Oficialmente, o Panamericano admitiu publicamente que o buraco supera R$ 2,5 bilhões, mas disse não saber qual é o tamanho exato.

O banco de Silvio Santos não teria provisões suficientes para cobrir crédito de liquidação duvidosa, o que contribuiu para o rombo recém descoberto, segundo o “Valor”.

O “Valor” afirma, ainda, que o banco BTG Pactual, do banqueiro André Esteves, “fez ontem uma proposta firme de compra do controle do Panamericano”. Antes, o Estadão contou que havia cinco instituições financeiras interessadas no banco de Silvio.

PARINI ASSINA CONVÊNIOS QUE TOTALIZAM MAIS DE R$ 8 MILHÕES

Aleluia! Até que enfim a administração Parini conseguiu produzir uma boa notícia neste início de ano. Segundo o site de notícias Região Noroeste, nosso prefeito assinou 11 convênios nesta semana. Agora, é torcer prá que os convênios resultem em alguma coisa. Vamos à notícia do RN:

Na manhã da última terça-feira, dia 25, o prefeito Humberto Parini, de Jales, esteve em reunião no seu gabinete com representantes da Caixa Econômica Federal para realizar o ato de assinatura de 11 convênios, que totalizam R$ 8,1 milhões.
As verbas destinadas a recapeamentos somam cerca de R$ 7 milhões de reais.
Também foram assinados convênios que garantem a modernização de Praças Esportivas, reforma de Ginásio de Esportes e Estádio Municipal; a ampliação da Unidade Básica de Saúde do Jardim São Jorge, com a criação do Banco de Leite e a aquisição de Patrulha Agrícola, com tanques de resfriamento de leite para a zona rural.
Além destes, foi firmado convênio que garante a instalação de semáforo no cruzamento da Rua 17 com a Avenida João Amadeu e na Rua 24 com a Avenida Francisco Jalles, além de iluminação na Marginal Izaura Bertho Venturini. A soma total dacontrapartida do município é de R$ 178.227,06.
De acordo com o prefeito Humberto Parini, todos os convênios assinados passarão por processo de licitação para dar início às obras o mais rápido possível. 

REVELAÇÕES DO DIÁRIO OFICIAL – PARTE II

Ontem, nós publicamos post sobre a presença ilustre de um conhecido homem de negócios jalesense nas páginas do Diário Oficial do Estado, por sinal, um novo parceiro do prefeito Parini em empreendimentos do ramo do entretenimento. Salientamos, porém, que poderia tratar-se de um homônimo do tal empresário, o que acho difícil, mas sempre existe uma possibilidade. Pois bem, hoje quem dá o ar de sua graça no Diário Oficial é o próprio Humberto Parini, que ilustra a página 70 do centenário periódico paulista. E, nesse caso, com certeza não se trata de nenhum xará.

Tentarei obter melhores informações durante a semana. Por enquanto, convido o prezado leitor a botar aqueles óculos de ler letras miúdas e conferir, abaixo, o teor da publicação:  

 

Nº MP: 41.0311.0000003/11-8 Nº Documento: Nº CAO:
Município: JALES
Assunto/Ementa: IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA - VIOLAÇÃO
A PRINCÍPIOS - ART. 11 DA LIA /
Parte: HUMBERTO PARINI - RÉU
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO - AUTOR

 

PARA MISSONI, ABERTURA DE NOVAS EMPRESAS APONTAM CRESCIMENTO ECONÔMICO

O secretário municipal de Planejamento e Trânsito, João Missoni Filho, distribuiu nota à imprensa com dados sobre a abertura de novas empresas no município, numa clara tentativa de contestar os números divulgados pelo CAGED do Ministério do Trabalho e Emprego, relativos à criação de empregos formais em 2010, onde Jales apresentou o pior desempenho entre as cidades da região, perdendo até para Palmeira D’Oeste.

Segundo Missoni, um levantamente efetuado junto à Divisão de Tributação da Prefeitura, aponta a abertura de 513 novas empresas durante o ano de 2010. No mesmo período, de acordo com o levantamento, foram encerradas 141 empresas, o que significa um saldo positivo de 372 novas empresas, em relação ao ano anterior.

Na opinião de João Missoni, o significativo número de empresas – comércios, indústrias, prestadores de serviços e micro-empresários individuais – abertas em 2010, demonstra que os empreendedores continuam acreditando em Jales, o que, certamente, estaria gerando emprego e renda para a população.

Em que pese a argumentação do secretário Missoni, os números divulgados pelo Ministério do Trabalho, como já foi dito aí acima, apontam noutra direção: comparando-se os dois últimos anos, Jales foi a única cidade da região com resultado negativo no quesito “geração de empregos formais”, em 2010. O resto é resto.

1 1.055 1.056 1.057 1.058 1.059 1.073