DELEGADO DE PENÁPOLIS É PRESO EM OPERAÇÃO

A notícia é da Folha da Região:

delegado de penápolisO delegado Nivaldo Martins Coelho, que atua em Penápolis e Birigui, foi preso na manhã de sexta-feira (21) durante operação feita pela Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo e o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), do Ministério Público de Araçatuba.

Coelho é acusado de ter praticado crimes de corrupção passiva (suborno), peculato (desvio de dinheiro público por servidor), adulteração de sinal (placa, chassi e documentação) de veículo automotor, falsidade ideológica (forjar depoimentos), violação de sigilo profissional (manter contato com criminosos), favorecimento pessoal (aproveitar a função para receber vantagens), advocacia administrativa (se aproveitar da posição para defender interesses particulares) e formação de quadrilha. 

Além do delegado, um vendedor de carros foi detido. Coelho foi localizado em sua residência no início da manhã por nove equipes da Corregedoria da Polícia Civil das cidades de São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Presidente Prudente e da capital paulista. Na ação, foram cumpridos ainda nove mandados de busca e apreensão, sendo recolhidos diversos documentos que auxiliarão nas investigações.

HÁ TREZE ANOS, FALECIA JOSÉ CARLOS GUISSO EM ACIDENTE DE CARRO

guisso e família-ed

Hoje, 21 de novembro, está fazendo exatamente treze anos que o ex-prefeito José Carlos Guisso faleceu em um acidente de carro no Km 579 da rodovia “Euclides da Cunha”, nas proximidades do chamado trevo da Água Vermelha.

No final daquela quarta-feira, por volta das 23 horas, o então prefeito José Carlos Guisso voltava de Fernandópolis, onde fora dar uma entrevista à revista “Charme”, quando o veículo que ele dirigia – um Siena de propriedade do município – chocou-se com a Belina dirigida pelo senhor Benedito Romano, que também faleceu no acidente.         

Antes de ir até Fernandópolis para a última entrevista, Guisso participou de uma reunião do diretório municipal do PSDB, na sede da ACIJ. Dali, ele seguiu para Fernandópolis, não sem antes passar pelo “Massa Pronta”, no Jardim Paraíso, para comer alguma coisa. Na volta, Guisso pretendia comparecer ao velório da professora Marli Iglesias, que morrera no dia anterior, igualmente em um acidente automobilístico.

Coube à então estudante de Direito, Lúcia Callado Moraes, esposa do atual vice-prefeito Pedro Manoel Callado Moraes, que era muito amiga do casal Guisso, dar a triste notícia à ex-primeira-dama, Isabel Minto Guisso.

Na noite do acidente, Lúcia já se preparava para dormir, quando um funcionário do Fórum local ligou para o seu marido dando conta do trágico acidente. O funcionário do Fórum, também estudante de Direito da Unicastelo, de Fernandópolis, estava em um dos ônibus que chegaram ao local, logo após o acidente.

Quando Lúcia chegou à residência dos Guisso, Isabel e as filhas, aflitas, já a esperavam. Isabel, pressentindo o pior, perguntou a Lúcia o que tinha acontecido com Guisso. Com muito cuidado, Lúcia disse que o prefeito havia sofrido um acidente e que só um milagre poderia salvá-lo. Isabel queria ir até a Santa Casa, mas Lúcia a convenceu de que não era necessário. Naquele momento, disse ela, era mais importante rezar por Guisso.

Depois, ainda sem jeito para contar à viúva que o prefeito havia morrido, Lúcia recorreu a uma amiga comum, Mariângela Rayel Manfrim, que também se dirigiu à casa da família Guisso. Junto com Mariângela foram chegando outras pessoas e aí Isabel e as filhas tiveram a certeza de que o pior havia acontecido.

Guisso estava no primeiro ano de seu segundo mandato à frente da Prefeitura de Jales. Ele já havia sido prefeito no período 1993/97, quando deixou o cargo sem disputar a reeleição, que, naquela época, não era permitida.

Antes, sem nunca ter sido candidato a qualquer cargo, ele fora eleito vice-prefeito na gestão 89/93, de José Antonio Caparroz. Em 2001, Guisso voltou à Prefeitura, substituindo Antonio Sanches Cardoso, o Rato, depois de derrotar, nas eleições de outubro de 2000, os candidatos Ari Dalton(PMDB), Humberto Parini(PT) e o próprio Rato(PMN).

DSC00693-pqGuisso morreu dois dias antes da inauguração do prédio da Polícia Federal em Jales, uma de suas principais conquistas nos quase onze meses de seu segundo mandato.

No cemitério antigo, o túmulo do ex-prefeito é um dos mais visitados todos os anos, no feriado de Finados. Nele, uma frase resume a maneira como Guisso encarava a vida: “Sejamos simples…  Depois seremos felizes”.

Veja aqui, a notícia do Diário da Região sobre a morte e o velório de José Carlos Guisso.

EMPRESÁRIO TUCANO DIZ EM ARTIGO: “NUNCA SE ROUBOU TÃO POUCO”

O empresário Ricardo Semler, da Semco Partners, publicou um artigo na Folha de S.Paulo desta sexta-feira, que o jornalista Ricardo Kotscho classificou de “antológico”. Por interessante, reproduzo, abaixo, o texto de Semler:

Não sendo petista, e sim tucano, sinto-me à vontade para constatar que essa onda de prisões de executivos é um passo histórico para este país

Nossa empresa deixou de vender equipamentos para a Petrobras nos anos 70. Era impossível vender diretamente sem propina. Tentamos de novo nos anos 80, 90 e até recentemente. Em 40 anos de persistentes tentativas, nada feito.

Não há no mundo dos negócios quem não saiba disso. Nem qualquer um dos 86 mil honrados funcionários que nada ganham com a bandalheira da cúpula.

Os porcentuais caíram, foi só isso que mudou. Até em Paris sabia-se dos “cochons des dix pour cent”, os porquinhos que cobravam 10% por fora sobre a totalidade de importação de barris de petróleo em décadas passadas.

Agora tem gente fazendo passeata pela volta dos militares ao poder e uma elite escandalizada com os desvios na Petrobras. Santa hipocrisia. Onde estavam os envergonhados do país nas décadas em que houve evasão de R$ 1 trilhão –cem vezes mais do que o caso Petrobras– pelos empresários?

Virou moda fugir disso tudo para Miami, mas é justamente a turma de Miami que compra lá com dinheiro sonegado daqui. Que fingimento é esse?

Vejo as pessoas vociferarem contra os nordestinos que garantiram a vitória da presidente Dilma Rousseff. Garantir renda para quem sempre foi preterido no desenvolvimento deveria ser motivo de princípio e de orgulho para um bom brasileiro. Tanto faz o partido.

Não sendo petista, e sim tucano, com ficha orgulhosamente assinada por Franco Montoro, Mário Covas, José Serra e FHC, sinto-me à vontade para constatar que essa onda de prisões de executivos é um passo histórico para este país.

É ingênuo quem acha que poderia ter acontecido com qualquer presidente. Com bandalheiras vastamente maiores, nunca a Polícia Federal teria tido autonomia para prender corruptos cujos tentáculos levam ao próprio governo.

Votei pelo fim de um longo ciclo do PT, porque Dilma e o partido dela enfiaram os pés pelas mãos em termos de postura, aceite do sistema corrupto e políticas econômicas.

Mas Dilma agora lidera a todos nós, e preside o país num momento de muito orgulho e esperança. Deixemos de ser hipócritas e reconheçamos que estamos a andar à frente, e velozmente, neste quesito.

A coisa não para na Petrobras. Há dezenas de outras estatais com esqueletos parecidos no armário. É raro ganhar uma concessão ou construir uma estrada sem os tentáculos sórdidos das empresas bandidas.

O que muitos não sabem é que é igualmente difícil vender para muitas montadoras e incontáveis multinacionais sem antes dar propina para o diretor de compras.

É lógico que a defesa desses executivos presos vão entrar novamente com habeas corpus, vários deles serão soltos, mas o susto e o passo à frente está dado. Daqui não se volta atrás como país.

A turma global que monitora a corrupção estima que 0,8% do PIB brasileiro é roubado. Esse número já foi de 3,1%, e estimam ter sido na casa de 5% há poucas décadas. O roubo está caindo, mas como a represa da Cantareira, em São Paulo, está a desnudar o volume barrento.

Boa parte sempre foi gasta com os partidos que se alugam por dinheiro vivo, e votos que são comprados no Congresso há décadas. E são os grandes partidos que os brasileiros reconduzem desde sempre.

Cada um de nós tem um dedão na lama. Afinal, quem de nós não aceitou um pagamento sem recibo para médico, deu uma cervejinha para um guarda ou passou escritura de casa por um valor menor?

Deixemos de cinismo. O antídoto contra esse veneno sistêmico é homeopático. Deixemos instalar o processo de cura, que é do país, e não de um partido.

O lodo desse veneno pode ser diluído, sim, com muita determinação e serenidade, e sem arroubos de vergonha ou repugnância cínicas. Não sejamos o volume morto, não permitamos que o barro triunfe novamente. Ninguém precisa ser alertado, cada de nós sabe o que precisa fazer em vez de resmungar.

COMISSÃO PROCESSANTE NOTIFICA NICE ATRAVÉS DA IMPRENSA OFICIAL

Andre (3)Pelo jeito, a prefeita Nice Mistilides anda mesmo afastada de sua cadeira, no Paço Municipal. Fontes confiáveis já diziam que a prefeita estava sumida há pelo menos duas semanas, com raríssimas aparições no Paço.

E o sumiço deve ser verdadeiro, uma vez que o presidente da Comissão Processante da Câmara, vereador André Macetão, que já foi aliado de copa e cozinha da prefeita,  resolveu notificá-la sobre o prosseguimento das apurações que envolvem o lixo, via imprensa oficial.

Segundo consta, Macetão teria ido ao Paço várias vezes, mas não conseguiu encontrar Nice para notificá-la pessoalmente. Restou, então, apelar à imprensa oficial. Ontem, quinta-feira, o jornal Folha Regional, que publica os atos oficiais do município, veiculou o “Edital de Notificação”.

Nele, Macetão está comunicando, também, que a Comissão acatou solicitação da prefeita sobre a realização de uma perícia em alguns documentos. Para tanto, ele está pedindo que Nice indique, no prazo de cinco dias, quais documentos deverão ser objeto de perícia.

Tudo isso porque, na defesa prévia que apresentou na semana passada, Nice contestou as conclusões da CEI do Lixo que apontaram uma possível fraude nos tíquetes de pesagem, os quais, para os vereadores são falsos. Para Nice, no entanto, a CEI não poderia ter falado em falsidade, sem ter realizado nenhuma perícia.

Aguardemos os próximos capítulos.     

OSCAR É VAIADO DURANTE PALESTRA EM FACULDADE PERNAMBUCANA

oscar shimidt

A notícia é do Brasil 247:

O ex-jogador da seleção brasileira de basquete, Oscar Schmidt, acabou vaiado ao realizar uma palestra para cerca de 3 mil estudantes de uma faculdade particular de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Segundo a organização do evento, Oscar teria recebido um cachê de R$ 40 mil para falar sobre “obstinação”, mas teria demonstrado “arrogância e estrelismo”, o que acabou por resultar nas vaias feitas pela plateia.

Segundo o moderador Eliaquim Oliveira, “Ele [Oscar] deu um show de arrogância e estrelismo. Quando soube que seria moderador de uma palestra do Oscar, eu fiquei empolgado, queria fazer fotos, postar em redes sociais. Mas foi uma decepção total. Foi uma experiência horrível, chocante e decepcionante”, relatou. De acordo com os presentes ao evento, os problemas começaram antes mesmo do início do evento.

De acordo com os organizadores, o ex-jogador teria chegado atrasado ao shopping onde o encontro seria realizado. Ele também teria se irritado ao perceber que o computador que utilizaria para exibir os slides da palestra apresentou problemas de conexão. Ele teria, ainda, se recusado a utilizar um pen drive alegando que o conteúdo era particular.

A situação ficou ainda mais complicada quando o microfone que ele utilizaria apresentou problemas. O mediador teria oferecido o seu microfone para substituir o equipamento defeituoso, o que foi encarado pelo “Mão Santa” como amadorismo. Oscar teria passado a ofender o operador de som e a soltar palavrões.

Revoltados com a atitude do ex-jogador, cerca de 600 pessoas que haviam pagado entre R$ 60 e R$ 70 para assistir a palestra deixaram o recinto enquanto o restante da plateia teria vaiado a atitude do atleta. O assunto ganhou repercussão nas redes sociais.

Procurado pela imprensa, nem Oscar e nem a sua assessoria se pronunciaram sobre o episódio. A faculdade emitiu uma nota pedindo desculpas aos alunos que pagaram para assistir à palestra além de repudiar a atitude do ex-jogador.

JALES PARTICIPA DOS JOGOS REGIONAIS DE BAURU

jogosabertos1

Os Jogos Regionais de Bauru começaram ontem. Jales, depois de algumas dúvidas sobre sua participação, está mandando para lá uma delegação de 120 pessoas. A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

Jales já está pronta para os Jogos Abertos do Interior que serão disputados em Bauru. Nesta quarta-feira (19), às 8 horas, começam as competições, que prosseguem até o dia 29. Integrante da segunda divisão, a cidade vai participar de oito modalidades. Ao todo, a delegação jalesense conta com 120 pessoas, entre atletas, comissão técnica, equipes de apoio, manutenção e outros. 

As equipes jalesenses de Futebol feminino, Vôlei masculino e Malha já embarcaram em busca das primeiras vitórias e medalhas. O Vôlei feminino, Futsal masculino, Karatê, Xadrez e Ginástica Rítmica também levarão o nome de Jales. 

No Futebol feminino, as representantes da cidade estréiam nas competições enfrentando a cidade de Ourinhos no dia 19. Já na quinta-feira, 20, as disputas acontecem na modalidade Vôlei masculino contra Taubaté. Na sexta, 21, é a vez da equipe de Malha que compete com Fernandópolis. Essas definições aconteceram em Congresso Técnico realizado no último dia 1º, em Bauru. 

A sede dos jalesenses em Bauru será na Escola Municipal José Romão, Rua Pedro de Castro Pereira, 850, Nova Bauru. O chefe da delegação será o chefe de gabinete da Secretaria de Esportes, Reinaldo de Azevedo. 

Os Jogos Abertos 2014 é considerado um dos maiores eventos esportivos da América Latina. Com participação de equipes de 240 municípios do Estado de São Paulo, a estimativa dos organizadores é que cerca de 20 mil pessoas, entre atletas, membros de comissões técnicas, árbitros e dirigentes, sigam para as disputas de 25 modalidades oficiais. A programação completa pode ser vista no site http://www.bauru.sp.gov.br/jogosabertos http://www.jogosabertosdebauru2014.com.br/.

MINISTÉRIO PÚBLICO AJUIZA MAIS UMA AÇÃO CONTRA EX-PREFEITO PARINI

Dona Nice Mistilides já deve ter descoberto que a vida de prefeita – não obstante as mordomias que o cargo proporciona – não é nada fácil. Mas, se as coisas seguirem no ritmo atual, não demora e ela vai descobrir que a vida de ex-prefeita é muito mais difícil.

Vejam o caso do ex-prefeito Humberto Parini. Nosso premiado estadista repassou o trono para Nice há quase dois anos, mas os problemas oriundos de seu reinado continuam a aparecer.

Na semana passada, por exemplo, o site do TJ-SP registrou o ajuizamento de mais uma ação civil pública contra nosso ex-prefeito. Ainda não é possível saber muita coisa sobre os motivos da ação. Sabe-se apenas que a encrenca é na seara da Lei de Responsabilidade Fiscal e o valor é de R$ 311 mil. 

PALMEIRAS INAUGURA NOVA ARENA EM JOGO CONTRA SPORT, NESTA QUARTA-FEIRA

arena palmeiras

Esta notícia também é do UOL:

arena palmeiras2Foram quatro anos de espera. Nesta quarta-feira (19), o Palmeiras finalmente poderá voltar a jogar na sua própria casa, que foi toda reformulada, das arquibancadas ao gramado, do nome ao gestor. O adversário será o Sport, a partir das 22h.

A mudança mais notável é o projeto arquitetônico. Em uma arena fechada formada por dois anéis e andares de camarotes, quase 44 mil pessoas poderão assistir aos jogos do Palmeiras no estádio que deixou para trás os nomes de Palestra Itália e Parque Antarctica para assumir o Allianz Parque. O revestimento tem aço inoxidável e o gramado é moderno, com direito a iluminação artificial e até um sistema de irrigação completamente novo. 

O estádio não servirá só para um jogo de futebol. No conceito de multi-uso, o local poderá sediar shows para até 55 mil pessoas. O primeiro mega evento deste porte será o show de Paul McCartney, que teve quase 50 mil ingressos vendidos. Para um evento menor, um anfiteatro montado em um dos gols pode receber até 15 mil pessoas.

O Allianz Parque teve um custo aproximado de R$ 650 milhões, com a verba 100% proveniente da iniciativa privada. O estádio tem capacidade para 43.600 pessoas em jogos de futebol e de até 55 mil pessoas em grandes shows. A WTorre, que bancou a obra, poderá explorar comercialmente o local por 30 anos. O Palmeiras, por sua vez, tem 100% da renda de seus jogos, não gasta com manutenção do estádio e tem direito a partes crescentes das receitas até o fim da parceria.

A notícia completa do UOL, incluindo um vídeo que mostra o novo estádio palmeirense, podem ser vistos aqui.

NO PERU, SUCO DE SAPO PROMETE RECUPERAR APETITE SEXUAL

sapo

Se o amigo estiver pensando em visitar o Peru, evite tomar sucos por lá. Vejam a notícia do UOL:

Os sapos do lago Titicaca, no Peru, são o principal ingrediente de um suco que algumas culturas andinas acreditam ter o poder de curar a asma, bronquite, fadiga e até a falta de desejo sexual.

Para fazer a mistura, que é vendida nos Andes e também em algumas barracas na capital Lima, a vendedor Maria Elena Cruz pega um sapo de um pequeno aquário e mata o animal batendo-o no balcão de sua lanchonete. Ela então retira a pele e o coloca em um liquidificador com cenouras, raiz de maca peruana (tubérculo originário da Cordilheira dos Andes) e mel.

O suco tem uma cor esverdeada e Cruz o serve em copos para seus clientes. “Suco de sapo é bom para anemia, bronquite, ossos, cérebro, fadiga, estresse e é indicado na sua maioria para crianças, adultos, pessoas com anemia, problemas respiratórios e, por vezes, com tuberculose”, disse Cruz à agência AP.

Não há qualquer evidência científica que confirme os benefícios do “suco de sapo”.

Os sapos são da espécie Telmatobius culeus, localmente conhecidos como o sapo de água Titicaca. O animal aparece listado como criticamente ameaçado pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Cahuana Cecilia, 35, é fã do suco de sapo e diz: “ele cura imediatamente a asma, bronquite e tem vitaminas e muitas proteínas”.

A maioria dos clientes que procuram a iguaria de Cruz são da região andina que faz fronteira com a Bolívia, onde a bebida também é popular.

1 351 352 353 354 355 1.051