IBOPE: PT É O PARTIDO PREFERIDO DE 29% DOS ELEITORES. PSDB E PSL APARECEM COM 5%

Segundo o Ibope, o PT conta com a simpatia de 40% dos mais pobres, enquanto o partido alugado por Bolsonaro, o PSL, é o preferido de 2% desses eleitores. E como os mais pobres são maioria, a tendência é que Haddad suba mais, na medida em que esses eleitores tomem conhecimento de que ele é o candidato do PT e de Lula. A notícia é do UOL:

O PT é o partido preferido de 29% dos brasileiros, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (19). O índice é o mesmo registrado em agosto. Já o PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro, oscilou positivamente de 1% para 5% e agora aparece numericamente como o segundo partido com mais simpatizantes, empatado com o PSDB, que manteve 5%.

O número de preferência do PT só é superado por eleitores que não possuem simpatia por nenhuma sigla, hoje em 37%. A simpatia pelos outros 34 partidos registrados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) somada chega também a 29% do eleitorado.

Além de PT, PSDB e PSL, só MDB, PDT e PSOL registraram mais de 1% de simpatia dos eleitores. Outros 6% não souberam responder a pergunta do Ibope e 4% declararam seguir um partido que não chega a 1% da preferência.

Veja abaixo os índices de preferência partidária:

PT – 29%

PSDB e PSL – 5%

MDB, PDT e PSOL – 2%

PCdoB, PSB, PSC, PSD, PV, Solidariedade, Novo e Rede – 1%

Outros com menos de 1% – PCB, PCO, PTB, PTC, DEM, Avante, Podemos, Patriota, PHS, Pros, PMN, PPL, PP, PR, PPS, PRB, PRP, PRTB, Democracia Cristã, PSTU, PMB – total de 4%

Nenhum/Não tem preferência – 39%

Não sabe/Não respondeu – 6%.

Segundo a pesquisa, o PT é o partido preferido do eleitor que ganha até 1 salário mínimo (40%), católico (32%), preto ou pardo (35%) e que vive no Nordeste (47%).

Já o PSDB oscila entre 3% e 8%, indo melhor entre eleitores do Norte/Centro-Oeste e pior entre seguidores de outras religiões que não católicos ou evangélicos.

O PSL, por sua vez, marca 12% entre aqueles que ganham mais de cinco salários mínimos e 8% que vivem no Norte/Centro-Oeste. Entre os mais pobres, o partido de Bolsonaro registra 2%.

POLÍCIA FEDERAL INSTENSIFICA MONITORAMENTO A CRIMES ELEITORAIS NA REGIÃO DE JALES

Da assessoria de imprensa da Polícia Federal de Jales:

A Polícia Federal está intensificando diligências policiais na região de Jales/SP com o objetivo de identificar pessoas que estariam “negociando” votos mediante pagamento em dinheiro ou abastecimento de veículos de eleitores em troca da manutenção de adesivos dos candidatos em seus veículos, além da prática de outras formas de crimes eleitorais.

Postos de combustíveis suspeitos, além de candidatos e integrantes de suas equipes estão sendo acompanhados de perto por federais com a finalidade de averiguar a veracidade das informações recebidas e responsabilizar aqueles que eventualmente estejam agindo em desacordo com a lei eleitoral.

A PF esclarece que, caso as informações sejam confirmadas ou alguém seja surpreendido em flagrante delito, tanto candidatos como seus colaboradores, além dos próprios eleitores que estão “vendendo” seus votos poderão ser indiciados e até presos, de acordo com sua conduta.

O objetivo das diligências da PF é prevenir e impedir que estes crimes eleitorais ocorram na região, para que as eleições ocorram dentro da normalidade, livres de quaisquer influências que possam prejudicar o pleito eleitoral deste ano.

“O PT JÁ ESTÁ NO SEGUNDO TURNO”, DIZ ALCKMIN

A notícia é da anti-petista Veja:

Geraldo Alckmin, candidato à Presidência pelo PSDB, acredita que o PT e seu candidato Fernando Haddad já estão garantidos no segundo turno.A declaração foi feita durante entrevista no evento Amarelas Ao Vivo, da Veja, na manhã desta quarta-feira (19) em São Paulo.

O candidato também criticou as declarações do general Hamilton Mourão, vice de Bolsonaro, de que seriam “desajustados” aqueles criados pela mãe ou pela avó.

“Não merece nem comentário (…) isso é uma ofensa, mostra bem a cabeça dessas pessoas. É inacreditável, é horrorizante”, disse Alckmin.

Ele também criticou o questionamento feito pelo candidato Bolsonaro da lisura do processo eleitoral e das urnas eletrônicas: “É uma barbaridade. Ele foi eleito 7 vezes por este processo e nunca questionou”.

QUEM CANTA O HINO DA CAMPANHA “ELE NÃO”?

O hino da campanha #Ele Não, contra o candidato Bolsonaro – que você pode ouvir no vídeo acima – está no Youtube desde ontem. Não vi e nem li, em lugar algum, quem seria a cantora que interpreta o hino, mas, se não for a sambista Teresa Cristina, é alguém com a voz muito parecida com a dela.

De qualquer forma, trata-se – a Teresa Cristina – de uma mulher com coragem suficiente para interpretar o hino. Há duas ou três semanas, em entrevista a uma emissora, ela disse coisas interessantes. Eis alguns trechos:

“Se você fala alguma coisa importante, sobre política, e isso faz você perder o seu público, é porque você está com o público errado. Você não merece esse público. Deixa esse público ir embora. Não é para essas pessoas que eu quero cantar. Eu quero mostrar minha arte para quem tem sensibilidade ao que eu canto e o que minha voz representa”.

“A gente tem esse dever de se posicionar enquanto artista, porque não dá para chegar com um microfone a sua frente e agir como se tudo estivesse às mil maravilhas no Brasil, tudo incrível, como se a gente vivesse em uma democracia plena. Não estamos. Não está favorável. Vai ficar, mas não está”.

“Educação e cultura Ouçam esses discursos vazios e completamente desprovidos de inteligência, de muitos candidatos à presidência, inclusive. Sem educação e cultura as pessoas vão achar que esses discursos vazios e completamente desprovidos de inteligência – de alguns candidatos à presidência, inclusive – fazem algum sentido. Porque só você não tendo nenhum conhecimento de história, de geografia, de cultura, você pode entender um discurso de raiva e que usa a palavra de Deus para pregar a pena de morte. É uma coisa bizarra”.

“Esse vampiro que deu o golpe, que está no poder sustentado por uma linha mais tênue do que aquela que separa os idiotas das pessoas normais, é uma coisa absurda. Até o Romero Jucá achou que era demais para ele e saiu do governo. Ele está completamente abandonado, mas continua lá para sustentar o golpe”.

EM EDITORIAL, FOLHA DE SÃO PAULO DENUNCIA DESAPREÇO DE BOLSONARO PELA DEMOCRACIA

Em editorial, o jornal Folha de S. Paulo faz uma dura crítica ao candidato Jair Bolsonaro e ao seu comportamento de atirar para todos os lados, com acusações irresponsáveis, demonização de adversários e “sinais alarmantes de desapreço por regras do jogo democrático”.

O editorial ainda menciona o general Mourão, candidato a vice na chapa de Bolsonaro, como outro elemento desestabilizador, com declarações infelizes e em tom de ameaça. Eis alguns trechos do editorial:

“Candidatos com chances crescentes de chegar ao segundo turno procuram, em geral, maneiras de se tornar aceitáveis para o máximo de eleitores de seus concorrentes. A vantagem básica do sistema de duas votações está, justamente, em incentivar a conciliação com a maioria dos representados. A campanha presidencial de Jair Bolsonaro parece inclinada a desafiar essa lógica singela”. “

O postulante do minúsculo PSL apresenta solidez nas pesquisas de intenção de voto no primeiro turno, em particular nas realizadas após o execrável ataque a faca de que foi vítima. Ao mesmo tempo, sua taxa de rejeição permanece a mais alta da disputa —e nem ele nem seus aliados demonstram empenho em reduzi-la. Ao contrário, persistem acusações irresponsáveis, demonização de adversários e, pior, sinais alarmantes de desapreço por regras do jogo democrático”.

“Mostrou-se especialmente desastrado o protagonismo assumido pelo candidato a vice na chapa, o general da reserva Hamilton Mourão(PRTB). Já no dia da facada, 6 de setembro, divulgou nota em que culpava, com leviandade inaceitável, “um militante do Partido dos Trabalhadores” pelo atentado”. 

DEPUTADO ITAMAR BORGES NÃO ESTÁ INELEGÍVEL, GARANTE ASSESSORIA

A notícia é do Jornal de Jales:

“O Tribunal Regional Eleitoral proferiu decisão com relação ao registro de candidatura do deputado Itamar Borges, porém o embasamento da decisão refere-se a um processo iniciado durante o mandato de Itamar Borges como prefeito, o qual foi anulado na esfera penal.

Sobre o mesmo fato, duas outras ações civis tramitaram por todas as instâncias judiciárias e a decisão final foi pela absolvição do deputado, tendo havido o trânsito em julgado com relação a ele.

Uma terceira ação, base desta impugnação eleitoral, ainda está em tramitação no Tribunal de Justiça de São Paulo, ou seja, em segunda instância, e está suspensa (sobrestada) aguardando parecer de Tribunal Superior.

A existência deste processo, que no final certamente resultará em mais uma absolvição de Itamar Borges, não retira os direitos políticos do deputado que está seguro e confiante, assim como seus advogados no deferimento de sua candidatura junto ao Tribunal Superior.

Os advogados eleitorais de Itamar apresentarão os recursos devidos contra a decisão da justiça eleitoral para demonstrar que Itamar não pode ter sua candidatura negada com base em decisão não conclusiva de outro tribunal e que devem ser considerado o pronunciamento do próprio Tribunal de Justiça que o isentou de responsabilidade no caso. Estão certos de que essa decisão será revertida e que o deputado terá deferido o registro de sua candidatura, conforme a jurisprudência do TSE.

A campanha eleitoral de Itamar Borges pela reeleição segue normalmente, sem nenhuma interferência, em busca de mais um mandato como Deputado Estadual”.

CEI DA FARRA NO TESOURO OUVE TERCEIRA TESTEMUNHA

A notícia é da assessoria de imprensa da Câmara:

Na manhã de ontem (18), a Comissão Especial de Inquérito (CEI) ouviu o gerente geral do Banco do Brasil, Ronaldo Augusto Brandini, terceira testemunha a depor na investigação sobre o desvio de verbas públicas da Prefeitura de Jales.  

A CEI foi criada para apurar suspeitas de desvios de mais de R$ 5 milhões em recursos públicos da Prefeitura Municipal, descobertas após a deflagração da Operação Farra no Tesouro da Polícia Federal. A Comissão tem como membros o vereador Fábio Kazuto (PSB), presidente, Vanderley Vieira (PPS), vice-presidente e Bismark Kuwakino (PSDB), relator. 

A Comissão iniciou seus trabalhos no dia 23 de agosto e já ouviu outras duas testemunhas, o contador da Prefeitura, André Wilson Neves da Silva e o gerente de contas públicas do Banco do Brasil, Juliano Miani. A CEI aguarda autorização do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo para colher o depoimento do diretor da Unidade Regional de Fernandópolis, Paulo César da Silva Neves. 

A Comissão Especial de Inquérito terá duração de 90 dias, podendo ser prorrogada por igual período.

TRE-SP BARRA CANDIDATURA DE ITAMAR BORGES COM BASE EM LEI DA FICHA LIMPA

Mas o bigodudo já avisou que vai recorrer ao TSE. E, considerando que ele não é do PT, as chances de reverter a decisão do TRE-SP e ser candidato novamente são grandes. A notícia é do Diário da Região:

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral), em São Paulo, rejeitou nesta segunda-feira,17, registro de candidatura do deputado estadual Itamar Borges (MDB), que tenta a reeleição em outubro.  A candidatura do deputado foi contestada pela  Procuradoria Regional Eleitoral com base na lei Ficha Limpa. Segundo a Procuradoria, Itamar foi condenado por improbidade administrativa  em segunda instância, com determinação de suspensão dos direitos políticos. A decisão, de órgão colegiado, foi tomada em 2016.

A ação que resultou na condenação em segunda instância foi proposta pelo Ministério Público em 2005 relatando supostas irregularidades na gestão de Itamar enquanto prefeito de Santa Fé do Sul. A acusação, que inclui ex-funcionários da Prefeitura e empresários, foi de supostas compras com uso de notas fiscais falsas. A maioria das despesas eram  para aquisição de peças para automóveis, material de escritório. Segundo a ação, “todos os corréus condenados ficam solidariamente responsáveis na restituição do dano ao patrimônio público de R$ 13.650,00”.

Ao analisar o pedido da Procuradoria, o TRE decidiu que a condenação impede a candidatura de Itamar. Ele pode recorrer, no próprio TRE, e também no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília. A decisão não impede Itamar se fazer campanha, já que pode recorrer. 

O relator da análise do registro de candidatura, juiz eleitoral  Fábio Prieto de Souza, afirmou na decisão que  “na área cível, um conjunto de provas. A condenação civil está lastreada neste conjunto de provas. Destarte, o candidato está inelegível”, diz a decisão. O voto do relator foi divulgado pelo TRE às 22h45 desta segunda.

A defesa do candidato contestou a ação de impugnação, tese que não foi acolhida pelo TRE.

Em nota a assessoria do deputado afirmou que Itamar irá recorrer da decisão. “O Tribunal Eleitoral proferiu decisão com relação ao registro de candidatura do deputado  Itamar Borges. Seus advogados eleitorais apresentarão recurso sobre esta decisão e entendem que Itamar não infringiu nenhuma legislação que possa acarretar em indeferimento de sua candidatura. Estão certos de que esta decisão será revertida e que Itamar terá deferido o registro de sua candidatura”, diz a nota. 

MULHER “NEGRA E POBRE” UTILIZADA EM CAMPANHA DE BOLSONARO É MODELO ESTRANGEIRA

Uma mulher negra que está sendo usada na campanha de Jair Bolsonaro é, na verdade, uma modelo estrangeira vestida de enfermeira.

Qualquer pessoa que esteja disposta a gastar um dinheirinho pode comprar o filmete com a modelo no banco de imagens da agência Shutterstock por 79 dólares, e utiliza-lo da forma que quiser.

Eduardo Bolsonaro, por exemplo, está usando o filmete com a modelo “negra e pobre” para tentar diminuir a rejeição do papai entre as mulheres. E o filhoco do Bolsomito ainda tem a cara de pau de dizer que “somente a verdade liberta”.

Ele dever ter pensado: “Se o João Dória pode usar imagens de uma creche americana pra falar de suas obras em São Paulo, então…”.

COCA-COLA COGITA PRODUZIR BEBIDAS COM INFUSÃO DE MACONHA

A notícia está no caderno de Economia & Negócios, do Estadão:

A Coca-Cola, que começou em 1886 oferecendo um tônico infundido com cocaína para fins medicinais, pode se tornar a mais recente marca importante a entrar no mercado da maconha, após a  Bloomberg  informar que a empresa tem monitorado a indústria de cannabis para possíveis parcerias. 

Em particular, diz-se que a empresa está olhando para bebidas infundidas com CBD – o composto de cannabis não-psicoativo que trata de tudo, desde dor e inflamação até epilepsia, mas não deixa você drogado. 

A fabricante de refrigerantes com sede em Atlanta está em negociações com a produtora de maconha canadense Aurora Cannabis para desenvolver as bebidas, de acordo com um relatório da BNN Bloomberg Television.

Apesar de a maconha permanecer ilegal no nível federal, há uma crescente aceitação dos tratamentos baseados na CBD, os quais têm recebido amplo apoio, assim como investimentos saudáveis ​​no setor farmacêutico.

1 2 3 4 5 6 1.202