VEREADOR DE PALMEIRA D’OESTE HOMENAGEIA PREFEITO DE JALES COM MOÇÃO DE APLAUSOS

tunico ponce 68055A política, como a vida, tem coisas que não dá para entender. Antônio Ponce Soler, o simpático senhor da foto ao lado, é vereador pelo PMDB em Palmeira D’Oeste, onde é conhecido até pelas galinhas e cabras como Tunico Ponce. Em abril, Tunico conseguiu a aprovação de seus ilustres pares para uma propositura no mínimo inusitada: uma “Moção de Aplausos” da Câmara daquela cidade ao prefeito de Jales, Flá Prandi.

Teria o nosso prefeito prestado algum grande serviço ao vizinho município? Nada disso! Diz a justificativa da Moção que Flá deve ser parabenizado “pelos brilhantes trabalhos realizados no município de Jales, cidade que já apresenta notáveis melhorias em seu recapeamento asfáltico e diversos outros itens de infraestrutura”.

Das duas uma: ou o nobre edil deve vir muito a Jales e já estava incomodado com os buracos de nossas ruas ou ele deve estar querendo fustigar o prefeito de Palmeira D’Oeste, José Cesar Montanari, o Pezão. Tunico Ponce foi eleito na coligação do candidato a prefeito Maurão da Elektro(PMDB), que perdeu para Pezão por apenas 2,3%.

MANÍACO DA CALCINHA VOLTA A ATACAR EM RIO PRETO

Desde 2015 que ele ataca mulheres em Rio Preto, para roubar calcinhas, sem que a polícia descubra sua identidade. A notícia é do Diário da Região:

Duas jovens de 24 e 25 anos foram vítimas do maníaco da calcinha – homem que ataca as mulheres e rouba a calcinha delas. As duas moças foram atacadas na manhã de domingo, dia 11, na Vila Ercília, em Rio Preto. 

Em depoimento à polícia, as duas vítimas, abaladas após o ataque, apenas conseguiram identificar o tipo da moto usada pelo criminoso, uma Titan, mas elas não se lembraram dos números e letra de placa do veículo.

Segundo informações da Polícia Militar, o maníaco é um homem de moto que, armado de revólver, obriga as mulheres a entregar a peça de roupa íntima. Caso a vítima recuse entregar, ele faz ameaça de morte.

Os ataques do maníaco da calcinha estão sendo investigados pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) desde 2015.

Em 2017 aconteceram dois ataques. No dia 18 de janeiro a vítima foi uma nutricionista de 25 anos, no Jardim Primavera, próximo a Represa Municipal.

Depois, em 23 de janeiro, mais duas jovens, de 20 e 17 anos, foram obrigadas a entregar as calcinhas para um motociclista armado com um revólver. As duas foram ameaçadas enquanto caminhavam na região da Represa Municipal.

Um dia depois, um maquinista de 42 anos registrou boletim de ocorrência de crime de calúnia por ter sido acusado de ser o maníaco da calcinha.

FRASE

“O PT está bem machucado, é verdade, mas é implausível que se torne um ator político irrelevante em 2018. Já o PSDB está a perigo. É possível que ele só sobreviva nas regiões politicamente mais atrasadas, como São Paulo”.

(O grifo é meu. A frase é do cientista político e professor da Universidade de Brasília, Luiz Felipe Miguel, em seu facebook, analisando a possível permanência do PSDB no governo Temer)

JORNAL DE JALES: FLÁ ESPERA REABRIR BOSQUE MUNICIPAL EM TRÊS MESES

capa JJ 11.06.17Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete destaca a expectativa do prefeito Flá Prandi de reabrir o bosque municipal “Aristóphano Brasileiro de Souza” à visitação pública no prazo de três meses. O bosque foi alvo de um TAC proposto pelo Ministério Público Federal e assinado pelo prefeito, onde ficou estabelecido que, em 90 dias, aquele espaço deverá contar com limpeza e sinalização. O TAC determina, ainda, que em seis meses seja apresentado um projeto de revitalização do bosque e que em trinta meses sejam implantadas melhorias que incluem playgrounds, quiosques e trilha ecológica.

O jornal está destacando, também, as inovações e os planos da empresa jalesense Halley Fitas para superar a crise econômica vivenciada pelo país. Há alguns dias, a empresa participou da Feira de Artigos de Natal, Decoração e Presentes, em São Paulo. De acordo com o dono da empresa, Ademir Mori Halley, a participação na Feira – que é o maior evento do setor – é uma importante vitrine para os fabricantes mostrarem as tendências e novidades não só para o Natal, mas para todos os tipos de festas.

A presença de um garoto jalesense na seleção brasileira de futsal que disputará o Mundialito da modalidade em julho; a prisão da quadrilha que praticava o conto do bilhete premiado; a história de dois casais em matéria especial do “Dia dos Namorados”; as críticas de alguns vereadores à falta de medicamentos nas ESFs do município; a parceria entre o Consirj e a Santa Casa de Jales para manutenção do Banco de Sangue; e o tour virtual que os alunos da Escola Municipal “Elza Pirro Viana” fizeram pelo Jardim Botânico, são outros assuntos do JJ deste domingo.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está informando que o bem sucedido homem de negócios Edmílson Lázaro continua insistindo na retirada do semáforo instalado na confluência da Avenida “Francisco Jalles” com a Rua 24. Segundo o colunista, Edmílson voltou a dar entrevista radiofônica sobre o tema na semana que passou, cutucando, mais uma vez, a Prefeitura e o Conselho Municipal de Trânsito. O empresário mora na Rua 22, que é muito utilizada por motoristas e motociclistas para fugir do semáforo.  

TEMER SERÁ DENUNCIADO PELA MALA DA PROPINA E PODE PEGAR ATÉ 12 ANOS DE PRISÃO

marcela-temer-600x337

E quem vai cuidar da Marcela? A notícia é do Brasil 247:

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já tem elementos para fechar a primeira denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva, segundo informa a Folha de S.Paulo. 

Temer será relacionado à mala com R$ 500 mil em propina, entregue pela JBS a seu ex-assessor especial Rodrigo Rocha Loures, que está preso na Papuda.

“Na avaliação de investigadores, não é preciso comprovar que Temer recebeu o dinheiro da mala, mas que teve atuação na operação para o seu recebimento por Loures”, diz a reportagem. “O enredo traçado pela Procuradoria inclui a intermediação de Loures no agendamento do encontro entre Temer e o dono da JBS, Joesley Batista, a orientação do presidente para o empresário tratar com o ex-deputado, o diálogo do acerto da propina e o flagra da entrega da mala.

Para Janot, há elementos suficientes para demonstrar que a propina, que seria paga semanalmente, durante 24 anos, tinha aval de Temer.

Se condenado, ele pode pegar de dois a 12 anos de prisão.

Outras denúncias, por obstrução judicial e organização criminosa, também estão sendo preparadas.

A primeira denúncia deve sair até 19 de junho.

NELSON GONÇALVES E MARTINHO DA VILA – “LEMBRANÇAS”

raul sampaio e roberto carlos“Lembranças” é uma das músicas preferidas de um amigo ouvinte do Brasil & Cia, o Tinhoso. Esse samba-canção é um dos maiores sucessos do compositor capixaba Raul Sampaio (ele cantou no Trio de Ouro, com Herivelto Martins, mas é mais conhecido como compositor). Só não é o seu maior sucesso porque outra música composta por ele – o bolero “Quem Eu Quero Não Me Quer” – também estourou nas paradas dos anos 60.

A primeira gravação de “Lembranças” foi do cantor Miltinho. Há alguns anos, em um CD comemorativo recheado de convidados, Miltinho regravou “Lembranças“, tendo João Bosco como parceiro de cantoria. No vídeo abaixo, ela é cantada por outra dupla de peso: Nelson Gonçalves e Martinho da Vila.

Nascido em Cachoeiro do Itapemirim(ES), Raul é o autor da canção “Meu Pequeno Cachoeiro“, que muita gente pensa ser uma homenagem do Roberto Carlos à sua cidade natal. Na verdade, essa música, composta em 1962, é o hino oficial de Cachoeiro do Itapemirim e foi regravada pelo Roberto Carlos em 1970. Para gravá-la, o rei exigiu a troca de um verso que, na versão original, falava de um jenipapeiro e, na versão de Roberto, fala de um flamboyant.

Raul Sampaio – primo de Sérgio “Eu Quero é Botar Meu Bloco na Rua” Sampaio – compôs mais de 200 músicas, entre elas as conhecidas “Meu Pranto Rolou”  (Toquinho e Vinícius), “A Carta” (Erasmo Carlos) e “Revolta” (Nelson Gonçalves). Confira agora a interpretação de Nelson Gonçalves e Martinho da Vila para “Lembranças“:

  

A TRIBUNA: FLÁ TERÁ 30 MESES PARA REPAGINAR BOSQUE MUNICIPAL E ENTREGÁ-LO À POPULAÇÃO

capa tribuna 11.06.17No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca o Termo de Ajustamento de Conduta(TAC) firmado entre a Prefeitura e o Ministério Público Federal com o objetivo de revitalizar o bosque municipal “Aristóphano Brasileiro de Souza”. A revitalização do nosso bosque – cujo nome homenageia um dos pioneiros da cidade, o saudoso casamenteiro Duquinha – chegou a ser anunciada em 2008, pelo ex-prefeito Humberto Parini, mas… Mas, a repaginação promovida por Parini, além de demorada, não foi lá grande coisa. Agora, o prefeito Flá terá 30 meses para promover melhorias no bosque e tirá-lo da situação de abandono em que se encontra.

Outros dois destaques do jornal emergem da seara policial. O primeiro relata como bandidos explodiram os caixas eletrônicos das agências da Caixa Federal e do Banco do Brasil de Ouroeste. E o segundo conta como foi a prisão de uma quadrilha especializada no antigo e manjado golpe do “bilhete premiado”. A prisão foi efetuada pela Polícia Civil de Jales, que investigava os golpistas há dois meses. A quadrilha já tinha levado R$ 3 mil de uma vítima de Jales e, na quinta-feira, depois de tomar mais R$ 5,9 mil de outra vítima, em Castilho-SP, foi presa em flagrante.

As novas inquirições do vereador Tiago Abra dirigidas ao prefeito Flá Prandi; o pedido do deputado Itamar Borges – reiterado pela terceira vez – para que o DER faça melhorias no trevo próximo à Fuga Couros, visando evitar inundações; as críticas dos vereadores à falta de medicamentos nos postinhos de saúde de Jales; o crescimento de 14% na arrecadação da Prefeitura com tributos municipais; e o exemplo de solidariedade dos alunos da EM “Jacira de Carvalho”, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a informação de que o ex-prefeito Rato, depois de uma leve melhora, voltou a ser internado na UTI da Santa Casa; na página de opinião, o ex-prefeito Callado escreve sobre dívidas que podem ser cobradas de ambos os cônjuges, independentemente de quem as contraiu, enquanto o irrequieto Marco Poletto observa que a direita brasileira não está conseguindo resolver a crise que criou. No caderno social, destaque para a inauguração da loja Mundo das Fraldas e para a coluna do Douglas Zílio.  

DEPOIS DE DIZER QUE TRABALHAVA EM SINDICATO, MULHER É AGREDIDA POR GINECOLOGISTA

A notícia é da revista Fórum:

brancaUma reportagem da rede TVT divulgada nesta sexta-feira (9) mostra um relato forte e absurdo: uma senhora foi agredida por um médico ginecologista durante um exame por conta de suas posições políticas. O caso aconteceu em maio deste ano, mas o vídeo com o depoimento emocionado da mulher veio à tona esta semana no especial da TVT sobre assédio no consultório médico.

A comerciante Branca Alves de Farias contou que foi agredida por um médico ginecologista quando foi fazer um exame de rotina em uma unidade da rede municipal de saúde de São Bernardo do Campo (SP). De acordo com Branca, o médico introduziu uma sonda em sua vagina para o ultrassom endovaginal. Ele, então, perguntou sua profissão.

Quando ela respondeu que tinha um restaurante no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, berço político do ex-presidente Lula, o ginecologista ficou “vermelho”, irritado e começou um discurso de ódio contra o ex-presidente. Segundo a comerciante, o médico dizia que ela tinha que colocar chumbinho na comida de Lula, que ele tinha que morrer, que era a pior pessoa da face da Terra, entre outros xingamentos.

O mais grave não foi apenas a reação do médico com relação à Lula. Irritado, o ginecologista, de acordo com a paciente, introduzia a sonda de maneira cada vez mais agressiva enquanto falava do petista.

“Calma, doutor. Por favor”, dizia a paciente, que estava com medo do que aquela agressividade poderia causar.

“O meu medo era, com o aparelho lá dentro, de ele machucar alguma coisa, meu útero. Ele se transformou em um bicho”, contou, aos prantos, para a reportagem da TVT. De acordo com a mulher, quando o exame acabou, o médico ainda retirou a sonda do interior de sua vagina de maneira bruta.

Branca registrou um boletim de ocorrência e descobriu que o médico já acumula 4 denúncias parecidas contra ele.

O ginecologista, apesar de atender na rede pública, era contratado de uma empresa que prestava serviços à prefeitura. Em nota, à época, a empresa afirmou que não houve nenhuma agressão.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha noroeste 10.06.17O jornal Folha Noroeste deste sábado está destacando o Termo de Ajustamento de Conduta(TAC) firmado na terça-feira, 06, pelo prefeito Flávio Prandi junto ao Ministério Público Federal(MPF), que prevê a revitalização do bosque municipal “Aristóphano Brasileiro de Souza”, num prazo de 30 meses. De acordo com a matéria, o bosque – um dos únicos espaços da cidade aptos a promover o lazer da população – está praticamente inativo e em situação de abandono há muito tempo. No TAC, a Prefeitura se compromete em executar um projeto que inclui a edificação de áreas de recreação e a construção de quiosques.

E parece que o prefeito Flá tirou a semana para firmar acordos. Em outra matéria, o jornal destaca o compromisso assumido por Flá – dessa vez como presidente do Consirj – em que o consórcio se dispõe a repassar uma ajuda mensal para a Santa Casa de Jales, visando a manutenção do Banco de Sangue do hospital. De acordo com a matéria, a Santa Casa gasta R$ 12 mil por mês com o Banco de Sangue e, a partir de agora, o Consirj vai colaborar com R$ 9 mil para cobrir essa despesa.

O amigo não gostou do circo armado no TSE nesta semana? Pois fique sabendo que aqui pertinho, em Urânia, o vereador Donizeti Mussato está de volta à Câmara Municipal. Em maio passado, o vereador teve seu mandato cassado pela Justiça Eleitoral de Jales por compra de votos, tudo comprovado por gravações da Polícia Federal. Na segunda-feira passada, 05, ele reassumiu seu assento graças a uma decisão do TRE-SP, onde o desembargador Marcelo Coutinho Gordo concedeu um efeito suspensivo que sustou a eficácia da sentença do juiz eleitoral de Jales. Pelo menos, é o que está informando a coluna FolhaGeral, do editor-chefe Roberto Carvalho. 

1 2 3 4 5 6 1.059