JORNAL DE JALES: JALESENSE PRESIDE INQUÉRITO QUE INVESTIGA MALFEITOS NA SANTA CASA DE FERNANDÓPOLIS

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, onde a principal manchete destaca o infortúnio de dois ladrões mineiros que foram presos após roubar um comerciante de Urânia, cuja família foi amarrada e ficou refém dos marginais enquanto eles perpetravam o assalto. A notícia informa que os dois meliantes foram presos pela Polícia Militar durante um cerco nas proximidades de Paranapuã. Logo depois do assalto, viaturas da região foram acionadas e os policiais vasculharam um grande canavial até encontrar os dois rapazes e recuperar as jóias e os valores roubados, que incluíam R$ 10 mil em dinheiro e R$ 198 mil em cheques pré-datados.

Destaque, igualmente, para a entrevista da jovem Márcia Queiroz Pietrobom – a filha da Marilza e do José Roberto Pietrobom, o Brigitão – que passou dois anos e quatro meses na Austrália. Márcia disse ao jornal que valeu a pena cada dia de saudade da família e de choro escondido e garantiu que “faria tudo de novo, sem sombras de dúvidas”. A jovem – que é formada em jornalismo pela PUC – contou, também, a experiência que viveu em Bali, uma ilha da Indonésia, onde ela atuou durante quatro meses, de março a junho deste ano, como voluntária junto a um grupo de crianças, ensinando inglês, pintura, recortes e brincando com jogos educativos.

O Seminário de Agroecologia e Agricultura Orgânica, que será realizado nos dias 07 e 08 de agosto, na Escola Vocacional; a parceria do Fundo Social, comandado pela primeira-dama Glauciane Pontes, com a ETEC Jales, que está viabilizando 04 cursos profissionalizantes; a emenda que o deputado Eduardo Bolsonaro incluiu no orçamento federal em favor da Santa Casa de Jales; a chegada da Lava Jato à nossa região, onde a PF cumpriu mandados de busca e apreensão em duas cidades; e a palestra do engenheiro civil e pesquisador da Embrapa, Marco Antônio Fonseca Conceição, sobre a importância do clima para a engenharia, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior informa que nos bastidores políticos de Jales comentários dão conta de que o vale-tudo nas redes sociais poderá render dores de cabeça a uns e outros que, sob anonimato ou codinomes, usam e abusam de ataques pessoais. O colunista destaca que na área da Delegacia Seccional de Polícia de Jales tem gente altamente especializada para elucidar crimes cibernéticos. Ainda na seara da polícia, Deonel lembra que o delegado responsável pelo inquérito que está investigando malfeitos na Santa Casa de Fernandópolis é o jalesense Ailton Canato. Consta que a dívida do hospital já beira os R$ 40 milhões.

FORMANDOS DE GESTÃO EMPRESARIAL DA FATEC JALES ENCERRAM CICLO COM FESTA

Deu no portal da Folha Noroeste:

Três anos de dedicação à formação superior não poderiam passar em branco.

Para encerrar mais esse importante ciclo na vida dos acadêmicos da 5ª turma do curso de Tecnologia em Gestão Empresarial da Faculdade de Tecnologia Professor José Camargo- Fatec Jales, foi realizada uma grande festa, no Galdino Eventos, no dia 27 de julho, com a presença de familiares, amigos, professores, coordenação e direção da faculdade.

Foi certamente uma noite memorável, tanto para os formandos quanto para a instituição, que, mais uma vez, cumpre um de seus papéis: formar profissionais de nível superior aptos a empreender ou atuar plenamente em empresas de diferentes portes e segmentos, em um mercado altamente competitivo e tecnológico.

TRATAMENTO DENTÁRIO DO PASTOR FELICIANO CUSTOU R$ 157 MIL PARA A CÂMARA

Torçamos para que o instrumento do Alexandre Frota não tenha que passar por uma repaginação. A notícia sobre o pastor é destaque em vários jornais, inclusive no Correio da Bahia:

Cento e cinquenta e sete mil reais de dinheiro público: esse foi o valor pago pela Câmara dos Deputados para deputado Pastor Marco Feliciano (Podemos-SP) referentes a um tratamento odontológico.

O político disse que precisava corrigir um problema de articulação na mandíbula e reconstruir o sorriso. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

De acordo com a reportagem, o pastor confirmou o valor do tratamento dentário e disse que sofria de dores crônicas relacionadas ao bruxismo. “Sou político e pregador. Minha boca é minha ferramenta.”

Feliciano passou pelo tratamento odontológico numa clínica em Luziânia (GO), município de 199 mil habitantes a 47 quilômetros de Brasília.

O reembolso foi apresentado em abril à área de perícia da Câmara, mas foi rejeitado pela equipe técnica. Na avaliação do setor, havia uma incompatibilidade entre os valores apresentados e os preestabelecidos pela Casa, além de problemas na descrição de parte dos procedimentos.

Com um laudo feito pelo seu dentista, o parlamentar recorreu da decisão. A Mesa Diretora, formada por sete outros deputados, acabou aprovando o gasto.

Em nota, a casa afirmou que o reembolso da despesa odontológica foi autorizado pela Mesa Diretora, de acordo com o Ato da Mesa 89/2013, que estabelece as normas para esse tipo de pagamento.

EX-MINISTRO DA JUSTIÇA DE FHC DIZ QUE “MORO ENGANOU MUITA GENTE”

Com informações da Folha de S.Paulo:

Em entrevista a Ricardo Kotscho, publicada na Folha de S. Paulo neste sábado (3), o advogado criminalista José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça de FHC, diz que “a democracia corre risco” e que o atual ministro da Justiça, Sergio Moro, “enganou muita gente”.

Dias conta que votou em Fernando Haddad no segundo turno das eleições de 2018 para tentar evitar Jair Bolsonaro – “só o Bolsonaro era capaz de me fazer votar no PT” – e que, naquele momento, ficou explícito para ele o clima de intolerância espalhado pelo país.

“Eu fui junto com outros agentes do direito entregar um manifesto de apoio ao Haddad e, ao sair do hotel para pegar um táxi, passou um carro com duas mulheres que começaram a me insultar, me chamaram de ‘comunista e filho da puta’. Não posso imaginar agora como podemos continuar divididos quando nós estamos lutando contra um inimigo comum”, disse.

Dias acredita que “a democracia corre risco de termos de novo a ditadura, agora pelo voto. Porque nós temos como presidente uma pessoa absolutamente desequilibrada. Tenho muito receio de um retrocesso nas conquistas democráticas que tivemos nos últimos 30 e tantos anos”, afirmou.

Sobre as revelações feitas pelo site The Intercept Brasil, o jurista acha “inacreditável imaginar-se que um juiz e um procurador fiquem trocando figurinhas e preparando as jogadas para condenar alguém, para forjar provas. Eu estou absolutamente decepcionado com o Supremo Tribunal Federal. Esse último gesto do Toffoli, envolvendo a pessoa do filho do presidente. É inimaginável que ele monocraticamente impeça o progresso das investigações e ainda por cima marque para novembro o julgamento pelo plenário”, disse.

Perguntado sobre a falta de reação da sociedade civil e o apoio à Lava Jato, que continua forte, Dias aponta que “a sociedade foi induzida em erro, imaginando que a Lava Jato fosse imparcial, fazendo investigações em todos os campos. Hoje, o que se vê é a manipulação entre Ministério Público e magistratura. O Moro enganou muita gente. Deu a impressão de que era um juiz independente e, agora, o que se vê é que os papéis estão misturados de tal forma que não existe a preservação da independência”

PAULA TOLLER – “SONHOS”

A música “Sonhos”, composta em 1977, foi inspirada em um episódio vivido por seu autor, o paulistano Aroldo Alves Sobrinho, um nome que o prezado leitor ou a estimada leitora certamente nunca ouviu falar. Aroldo, no entanto, é uma figura muito conhecida na seara musical, só que pelo apelido que ganhou de um amigo, na adolescência: Peninha.

O episódio inspirador, tá claro, foi o fim de um namoro. Os versos assimétricos de “Sonhos” descrevem o momento em que a namorada do compositor, que ele pensava ser o grande amor de sua vida, confessa – que peninha! – que está apaixonada por outra pessoa.

Peninha conta que os versos saíram de sopetão, durante uma madrugada insone. E, reparando bem, os versos indicam que ele, apesar de apaixonado pela moça, não ficou revoltado com a bola nas costas. Muito ao contrário, conformado, Peninha mantém a expectativa de que “amanhã será um novo dia e certamente eu vou ser mais feliz…”.

Lançada em disco do próprio Peninha, ainda em 1977, a música demorou para fazer sucesso e só depois de alguns meses passou a ser uma das mais tocadas nas rádios. Com o sucesso no rádio, “Sonhos” foi incluída na trilha sonora da novela “Sem Lenço, Sem Documento”, o que a tornou ainda mais conhecida.

A confirmação de que “Sonhos” é uma daquelas músicas que veio para ficar aconteceu em 1982, quando Caetano Veloso a incluiu em seu disco “Cores e Nomes”.

Por sinal, foi também o Caetano que ajudou a elevar o prestígio de outra música de Peninha: “Sozinho”, que já tinha sido gravada por Sandra de Sá e Tim Maia, mas virou sucesso definitivo na voz de Caetano.

No vídeo abaixo, uma bonita versão de “Sonhos“, com a Paula Toller. E, se você gosta dessa música, veja também a versão de Marisa Monte (aqui).

A TRIBUNA: ESTUDO SUGERE A CRIAÇÃO DE TAXA QUE RENDERIA R$ 18 MILHÕES PARA PREFEITURA EM 20 ANOS

No jornal A Tribuna deste final de semana, destaque para a 62ª fase da Operação Lava Jato, denominada Rock City que envolveu diligências da Polícia Federal em duas cidades da vizinhança: Fernandópolis e Santa Fé do Sul. A matéria do jornal diz que o empresário Walter Faria – dono da cervejaria Petrópolis e principal alvo da operação – continua foragido e está sendo procurado pela PF, que busca cumprir um mandado de prisão preventiva. Além do mandado de prisão preventiva de Walter, a operação inclui outros cinco mandados de prisão temporária e mais 33 mandados de busca e apreensão. Um dos mandados de prisão temporária é contra um sobrinho de Walter, o empresário Cleber Faria, que estaria no exterior.

Destaque, também, para o Projeto de Lei Complementar nº 011/19, que está tramitando na Câmara Municipal e prevê a aprovação do Plano Municipal de Saneamento Básico. O projeto está acompanhado por um extenso estudo com 209 páginas que aponta os problemas de drenagem urbana de Jales e apresenta as soluções para eles. Segundo o estudo, Jales teria que gastar, até o ano de 2038, mais de R$ 20 milhões com medidas e obras em 20 pontos críticos de alagamentos e erosões. Para conseguir os recursos necessários, o estudo sugere a criação de uma taxa anual de R$ 40,00 por domicílio, a ser paga pelos contribuintes jalesenses.

O faturamento com a cobrança de taxas nos cemitérios municipais, que já rendeu quase R$ 74 mil para a Prefeitura, em 2019; o roubo registrado em Urânia, em que os ladrões levaram mais de R$ 200 mil de um comerciante; a palestra promovida pela AERJ, com orientações sobre o clima nos trabalhos de engenharia; o caso de uma motociclista que se acidentou em uma rua recém-recapeada e quer ser indenizada em R$ 61 mil pela Prefeitura; e o julgamento marcado para a quinta-feira, 08, no Fórum de Jales, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre a licitação da merenda escolar de Jales. Pelo menos 12 empresas se interessaram, mas apenas três delas participaram do pregão realizado na terça-feira, 30. No final, a vencedora foi a atual responsável pela merenda, a Della Fattoria, que está em Jales há cinco anos. O contrato será de quase R$ 6 milhões por ano. Na página de opinião, os artigos do Valmor Bolan e do blogueiro Hélio Consolaro, com temas atuais. E no caderno social, destaque para os agitos da 32ª Festa do Motorista e para a coluna do Douglas Zílio.

COMISSÃO ELEITORAL CONFIRMA 20 CANDIDATURAS AO CONSELHO TUTELAR. XANDÃO ESTÁ FORA DA DISPUTA

A Comissão Eleitoral do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) de Jales, responsável pela organização das eleições para o Conselho Tutelar, marcadas para o próximo dia 06 de outubro, divulgou na quinta-feira, 1º de agosto, as candidaturas que estão aptas a concorrer ao cargo de conselheiro.

Como se sabe, apenas 22 pessoas se inscreveram para o pleito e 16 delas tiveram, em princípio, suas inscrições impugnadas pela falta de documentos. Pois bem, depois de a Comissão analisar os recursos dessas 16 pessoas, apenas uma impugnação foi confirmada: a do atual conselheiro  Alexandre Aparecido de Oliveira, o Xandão (foto). 

Xandão não será, porém, o único desfalque entre os 22 inscritos. A pré-candidata Maria Madalena dos Reis, dona da inscrição número 19, desistiu de concorrer e também está fora da disputa.

Assim, as eleições do Conselho Tutelar – que tiveram 32 candidatos em 2015 – deverão ter apenas 20 candidatos agora em 2019. Isso, se não for registrada nenhuma outra defecção. E dos atuais conselheiros – Marilene Antunes, Terezinha Scarin, Patrícia Stafuza, João Bombeiro e Xandão – apenas a primeira estará na disputa.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, o principal destaque ficou por conta da resposta enviada pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER) ao questionamento do vereador João Zanetoni, que solicitou ao órgão a reconstrução da cerca de arame às margens da rodovia “Jarbas de Moraes”, no JACB. Segundo o vereador, a cerca está bastante danificada e já não cumpre a função de proteção. Na resposta que enviou à Câmara, a gerência do DER informou ao vereador que um novo contrato já entrou em vigor, onde uma empresa terceirizada deverá executar os serviços de conservação das rodovias, incluindo a manutenção de cercas divisórias.

Destaque, igualmente, para a iniciativa da ETEC Jales, que firmou uma parceria com a Prefeitura de Jales, através do projeto Meu Emprego Cidadão, e está abrindo inscrições para os interessados em concorrer a uma das 25 vagas disponibilizadas pelo programa emergencial de auxílio desemprego que proporciona qualificação profissional e renda para cidadãos que estejam desempregados e em situação de vulnerabilidade social. Para se inscrever, os candidatos às vagas deverão comprovar que estão desempregados há pelo menos um ano e que moram em Jales há mais de dois anos.

Na coluna FolhaGeral, o combativo redator-chefe Roberto Carvalho comenta que nos meios políticos já existe a certeza de que a fórmula da chapa única – que uniu todos os partidos locais em torno de uma única candidatura – não será repetida nas eleições de 2020. Segundo o colunista, as consequências da grande coligação de 2016 teriam sido desastrosas para a cidade do ponto de vista político e administrativo. Roberto diz que os partidos locais começam a se preparar para a campanha do ano que vem e, em alguns deles, cresce a resistência em renovar a união com o prefeito Flá Prandi(DEM), caso ele dispute a reeleição. Parte desses partidos estariam reclamando que os acordos fimados em 2016 não teriam sido cumpridos pelo prefeito. 

JUSTIÇA FEDERAL EM JALES REPASSA R$ 42,9 MIL PARA PROJETO SOCIAL DA ASSOCIAÇÃO DE JUDÔ

A notícia está pendurada no portal da Justiça Federal:

A 1ª Vara Federal em Jales realizou repasse no valor de R$42.975,00 à Associação de Judô Jalesense, como decorrência do controle e aplicação de valores oriundos de prestação pecuniária, em cumprimento à Resolução CJF n.º 295/2014.

O valor repassado refere-se ao convênio firmado entre a 1ª Vara Federal de Jales e a Associação de Judô Jalesense, em 27/6/2016. A entidade obteve aprovação, de acordo com os termos do Edital nº02/2015, para o projeto social que desenvolve: ”Judô brincando e aprendendo”.

Do total repassado, a Associação de Judô utilizou R$ 40.975,00 para a aquisição de uma perua Kombi ano 2013, além de três geladeiras de 261 litros, que serão utilizadas para ajudar a manter o projeto social. O valor remanescente (R$ 2.000,00) foi devolvido à Subseção de Jales.

NO SÃO PAULO, DANIEL ALVES TERÁ MAIOR SALÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO

A notícia é do UOL:

Daniel Alves terá o maior salário do futebol brasileiro, após acertar sua transferência para o São Paulo. Ainda que as partes não falem oficialmente, valores de salário e luvas podem somar um vencimento mensal na casa de R$ 1,5 milhão – superior ao que é pago atualmente aos principais atletas do país.

Gabigol, Dudu, Diego Tardelli e Fred, por exemplo, têm ganhos mensais que variam entre R$ 1 milhão e R$ 1,2 milhão. Filipe Luis, agora no Flamengo, também se aproxima do quarteto.

Vindo do milionário Paris Saint-Germain, no entanto, Dani irá superar a turma e se consolidar como o jogador mais bem pago do país. O lateral ainda receberá pouco mais de 1 milhão de euros (R$ 4,2 milhões) de comissão pelo acerto.

1 4 5 6 7 8 1.316