BOQUINHA DE PARENTES DE ANALICE FERNANDES NO GOVERNO ALCKMIN CAUSA BRIGA ENTRE TUCANOS

Não sou eu quem estou falando. Um amigo do blog do Cardosinho me chamou a atenção para a novidade publicada, hoje, no blog Amigos do Presidente Lula,  alimentado pela Helena Sthephanowitz. Com certeza, a combativa Helena não imagina que a tucana Analice Fernandes – a deputada paulista que mais gasta com viagens – é a queridinha do prefeito petista de uma pequena cidade do interior paulista. Vamos à notícia:

A indicação de parentes da deputada estadual Analice Fernandes (PSDB) para ocupar cargos em órgãos públicos teria sido o estopim de discussão entre o líder do governo, Samuel Moreira (PSDB), e o líder da bancada tucana, Orlando Morando, há alguns dias na Assembleia Legislativa, segundo integrantes da Casa que narraram o episódio.

A deputada tem o filho, Fernando Fernandes Neto, lotado na Artesp, agência de transportes do governo de São Paulo, enquanto o marido e ex-prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes Filho, ocupa um cargo na Secretaria de Transportes, também na gestão Geraldo Alckmin (PSDB).

Segundo parlamentares, Morando teria tomado conhecimento da indicação do filho de Analice à Artesp em reunião da Comissão de Transportes da Assembleia, e teria cobrado satisfações de Moreira, apontado por tucanos como articulador da operação para assegurar a vaga.

O desentendimento ocorreu dia 9, quando o projeto que transformaria o Hospital de Clínicas (HC) em autarquia (Privatizado) estava em pauta. Nesse dia, um grupo de tucanos, inclusive alguns que estavam na comissão de Transportes, não participou da votação – que foi adiada por falta de quórum. “O clima entre eles esquentou e só não chegaram ‘as vias de fato’ porque Moreira não rebateu as acusações”, disse parlamentar que presenciou a cena. 

1 comentário

  • boca maldita

    Cuidado com os comentários que vcs possam vir a fazer aqui, não fale mal da ANALICE e nem do LULA, que o ANÔNIMO fica doida e perde a compustura e sai ofendendo todo mundo……rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *